09.05.2022

Ei, Gente! :)

Ainda no clima do Dia das Mães, trouxe uma indicação de filme que assisti nesse fim de semana. Anotem aí o nome: Lua de mel com a minha mãe, disponível na Netflix. Parece só mais uma história engraçadinha, mas vai além.

Vamos lá? Boa sessão! ♥

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Para começar, segue um resuminho do filme: José Luis acaba de ser deixado no altar. Com tudo pago, incluindo a lua de mel, sua mãe, a Mari Carmen, insiste para ele não desistir da viagem para não perder o dinheiro. Para não deixá-lo sozinho, se oferece para ir junto. Os dois embarcam nessa aventura, um por espontânea pressão e outra com a oportunidade de aproveitar esses dias como nunca! ;-)

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

No comecinho, eu não dava nada para essa história cinematográfica. Achava que ia ser mais do mesmo! Porém, me surpreendeu. Me fez rir, mas ao mesmo tempo trouxe lições que valem ouro! Sei que parece piegas, em contrapartida, esse filme é mais uma prova de que a gente pode aprender muito com as comédias. ♥

Eu achava que a mãe ia ser mega sem noção. Mas é impossível não se encantar por ela! José Luis não ganhou o meu amor de cara. Só que no decorrer das cenas, percebemos como ambos podem acrescentar um na vida do outro e como o laço de mãe e filho rende boas lembranças e ótimos aprendizados. Mesmo que aos trancos e barrancos hahaha!

O cenário é incrível (nas Ilhas Maurício). A interação dos atores é maravilhosa! Outros personagens fazem a total diferença no filme. Cada um interpretando do jeito que o personagem pede, porém, na minha humilde opinião: a Mari Carmen rouba a cena. Só que o José do meio para o desfecho surpreende a gente. E super me identifiquei com ele querendo proteger a mãe a qualquer custo! Só que é aquilo: mães não são bobas! E a dele não é diferente. Desvendou um dos plot twist do filme, mas soube tirar proveito da melhor maneira. Mega inspiração, aliás!

O final deu quentinho no coração e mostra que a conquista entre casais tem de ser diária. Nem sempre é fácil, mas conquistar, deixar para lá e só cair na rotina tende a ser ruim para ambos! Aliás, saber ficar na sua própria companhia é o início de um amor próprio incrível. A gente até pensa em um rumo diferente, mas achei o desfecho perfeito!

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

O filme é espanhol e ganha a nossa atenção do início ao fim. Vale cada minutinho da história, que faz a gente rir, ficar com medo do que vai acontecer e ter uma vontade imensa de aproveitar cada oportunidade, sem ter de esperar o pior acontecer. Destaque para a cena da prisão, eles fingindo ser um casal hahaha e a arte final do pai.

Já assistiu? Conta o que achou. Ainda não? Recomendo e MUITO! ♥

Beijos, Carol.

Post Antigo: Para assistir – Minha mãe é uma peça
Fan Page ♥ Instagram

carol

leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

3 Comentários