28.08.2021
* Beda 28 – Sobre a vida, sobre controle! ♥

Ei, Gente! :) O post do dia? Uma pequeno desabafo, reflexão, essas coisas. Boa leitura! ♥

Crédito da Imagem: Pinterest Rose RJ

Tema do dia? Controle. Ou melhor: o descontrole! Eu sei, já falei algumas vezes sobre isso aqui. Mas todo dia, eu aprendo um pouco na prática que a gente não tem controle de quase nada!

Seja de uma pandemia. De um job que não está dando certo. Ou aquele familiar que é completamente indiferente a você. A gente se esforça, dá o nosso melhor. Mas nada muda! A parte boa é que a gente tem o controle de como podemos lidar, depois que a ficha cai 100%.

Por mais que a gente planeje. Se dedique. Têm coisas que simplesmente vão acontecer de forma oposta. A gente aconselha, mostra a nossa visão, mas a pessoa ainda vai escolher o outro caminho.

Não existe o certo. Nem o errado! A gente tem de ir atrás do que deseja, sonha e acredita, mas sempre com aquele lembrete diário: não depende só da gente. Temos controle das nossas atitudes e mesmo assim, agimos por impulso. Dos outros? Menos ainda!

Às vezes, juro que eu queria prever o futuro, mas ao mesmo tempo, como sou bem ansiosa, acho que viveria ainda mais com medo ou mais sonhadora do que nunca. Então, esse desejo deixo para lá. Pelo menos, por enquanto. Mas tem tanta coisa que eu quero que aconteça do jeito que eu imaginei… Por mais que Papai do Céu já tenha mostrado que planos que seguiram caminhos opostos me deixaram ainda mais feliz.

Crédito da Imagem: Pinterest

Enfim, não é deixar para lá e só observar. Mas é ter a ciência de que a vida, quase nunca vai seguir os nossos comandos. Não é como um controle da TV, que podemos mudar de canal a hora que bem entender. Às vezes, nem esse controle, a gente consegue controlar.

Aonde eu quero chegar? Faça o seu melhor. Faça a sua parte e o que puder fazer. Conheça os seus limites, descanse quando for necessário. Aliás, a gente nem sempre sabe quando é necessário. Escute a sua intuição, as pessoas que te dão boa sensação. E vai! Segue. Com o rumo que sonha, mas sabendo que quase nunca depende só de você. ♥

***

Podem opinar à vontade. :) Bom finde!

Beijos, Carol.


2
12.08.2021
* Beda 12 – O que é sucesso para você? ♥

Ei, Gente! :) Mais uma tarefa do curso de escrita para compartilhar com vocês. Espero que gostem! Esse exercício serviu para refletir sobre o que é sucesso para mim. Vamos lá? ♥

Crédito da Imagem: Pinterest

“Sucesso é conseguir riscar os itens das tarefas do dia.
Conseguir nadar, sem me entregar totalmente à preguiça.

Sucesso é no final do dia dormir com a minha cachorrinha e não ter insônia. Sucesso é me escutar e não só levar em consideração a opinião do outro. Um sucesso que ainda não alcancei, a propósito. ;p

Sucesso é trabalhar com o que eu gosto, mas saber que isso significa ter momentos tensos.

Sucesso é ser feliz, mesmo com as imperfeições do dia a dia.”
(Por Carol Daixum)

Crédito da Imagem: Pinterest

Reler essas palavras me fez um bem danado. Essa semana não tem sido a mais fácil. Mas esse texto me trouxe o ânimo, que estava escondidinho!

E o que é sucesso para vocês? No mais, podem opinar à vontade! ♥

Beijos, Carol.

Post Antigo: O que é poesia?
Fan Page ♥ Instagram 


3
04.08.2021
* Beda 4 – Pequena Escritora: O que é poesia? ♥

Ei, Gente! :) Lembram quando eu falei que ia compartilhar textos atuais e antigos? Então, chegou a hora de mostrar um que eu fiz no curso de escrita, da Fê Rodrigues. Ainda vai passar por algumas alterações, mas eu gostei assim também. Vamos lá? Boa leitura. ♥

O que é poesia?
Crédito da Imagem: Pinterest

“Olhar as estrelas da janela do avião.
Universo: seria essa sensação?
Sim, mas tem mais…
Bolo de cenoura de chocolate.
Verona. Amor correspondido. Amor real.
Mas há beleza no amor platônico também. :)

Vencer a preguiça de ir na natação.
Pacote do correio. Parece que é um presente.
Mesmo que eu tenha dividido em cinco vezes no cartão.
Bilhetes. Cartas. Quarto arrumado e organizado.
Matar a saudade. Sonhar com o meu pai.
Lembranças boas. Lembranças ruins, mas que não doem mais. Ou nem tanto.

O cheirinho do chulé da minha cachorrinha. O arroz maluco da minha mãe e o colo dela. A palha italiana da minha irmã mais nova. Trocar mensagens com a mais velha. O carinho nas minhas costas do meu namorado (agora noivo ♥). Aliás, olhar as pintinhas da orelha dele me dá paz.

Paz. Falando nela…
Resume bem o significado de poesia para mim.
Poesia é tudo que traz paz, mesmo que o caminho seja confuso.

Escrita leve, assunto pesado. Desfecho repleto de aprendizado.”

(Por Carol Daixum)

Crédito da Imagem: Pinterest

***

É isso, pessoal. :) Espero que tenham gostado. E me contem: o que é poesia para vocês? No mais, podem opinar à vontade. ♥

Beijos, Carol.

Post Antigo: Pequena Escritora – O que ela não mostra, vira texto
Fan Page ♥ Instagram 


2
02.07.2021
* Pequena Escritora: Compartilhando textos antigos! #1 ♥

Ei, Gente! :) A partir desse mês, vou compartilhar alguns textos que escrevi quando eu era mais novinha. Como desde semana passada, o bichinho da arrumação me pegou, estou achando várias relíquias. Bem cringe mesmo hahaha!

Então, além de escritas atuais, vamos ter antiguinhas também no PJ. E para começar: a minha primeira poesia, que escrevi quando tinha 13 anos! ♥

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

Na vida

“Na vida eu amo
Na vida eu adoro
Na vida eu choro
Na vida eu sofro
Mas com muito orgulho
Eu faço poesias que eu…
Sofro, choro, amo e adoro!” (Carol Daixum – 15.08.1999)

***

Crédito da Imagem: Aqui.

Me achei tão fofa e bem intensa hahaha. É tão bom reler esses textos e não alterar nadinha. Nem ponto, nem nada. Faz parte da minha história, sabem? E com simples palavras, vem um turbilhão de lembranças. Da época. Pai, escola, mudança de cidade. Professores, colegas de turma. Enfim, deu saudade. Não aquela que dá um nó no estômago. É uma nostalgia que faz a gente sorrir de orelha a orelha! :)

E eu jurava que não era da poesia. Viu, (minha professora de escrita) e meninas da turma? ♥ Me inspirou a escrever mais. E vocês? Gostam de escrever? Costumam reler ou passam longe? Podem opinar à vontade. ^^

Beijos, Carol.

Post Antigo: Para pensar – Três histórias!
Fan Page ♥ Instagram  


6
01.06.2021
* Dicas para ter um mês mais leve! ♥

Ei, Gente! :) “A vida anda bem complicada, né? Cada mês que passa, cada notícia que a gente recebe, cada post que é compartilhado nos Stories, a sensação é de que o mundo não tem mais jeito não hehehe. #rindodenervoso.

Sabe, às vezes, eu prefiro ficar mais alienada do que 100% ligada em tudo o que está acontecendo. Mas sei que os dois extremos não são bons! O equilíbrio é quase sempre a melhor opção, né?

Enfim, a primeira temporada de 2021 chegou ao fim. Para alguns, a cada segundo, as coisas só pioram. Para outros, o otimismo é mais forte que o pessimismo. E a cada dia, eu chego (mais uma vez) a seguinte conclusão: que a única coisa que a gente pode fazer (de fato) é fazer a nossa parte.

Crédito da Imagem: @biapof

Nem tudo depende da gente, mas o que depende, a gente tem que tentar fazer da melhor forma que for possível. Comece, por exemplo, compartilhando frases de vó que dão um quentinho no coração do que aquela notícia que só causa ansiedade (e a gente já sabe de traz pra frente). ;-)

Leia um livro, faça carinho no seu pet. Ligue para aquela amiga, escreva! Dê valor a atitudes que mudam o mundo. Preste atenção no que é leve. A vida já é bem pesada. Assista uma série. Decore o seu planner! Tome um café (ou mate) na sua caneca favorita. Respeite, independente de qualquer coisa. Não tá legal? Se afaste, se for possível. Se não for, respira e tenta pensar que aquela pessoa tem uma outra vivência (por mais que seja surreal o posicionamento dela).

Ah! Compartilhe com alguém próximo que tal pessoa que você conhece tomou a vacina (aliás, eu tomei a minha primeira dose – por conta da asma – mês passado). Cada foto que eu vejo, me dá um quentinho no coração. Eu sei que tá tudo atrasado e dá muita raiva pensar que já era para tudo estar melhor. Mas o que te dá mais leveza? Um imagem de alguém tomando a vacina ou uma notícia do que, infelizmente, no momento, não dá para mudar?

O mundo ideal não existe. Na prática, a teoria é outra. Eu sei que têm dias, que é impossível ter leveza. Mas nessa hora, vale lembrar que dias ruins também servem para a gente valorizar os dias bons! Eu não sei quando o mundo não vai precisar mais de máscara e nem sei quando um simples espirro vai parar de amedrontar e um abraço assustar. Mas eu sei que quando tudo passar, porque vai passar, a gente vai ter mudado. Para o bem ou não, mas isso quem escolhe é a gente! ♥” (Texto – Por Carol Daixum – Pequena Jornalista)

Crédito da Imagem: @biapof

Desejo que junho, na medida do possível, tudo seja mais leve. Que por mais que o mundo esteja doido, que a gente veja beleza nos mais simples sorrisos, no niver que está chegando e nos comerciais que acalentam a alma. Que a gente fique feliz por pouco e que a empatia seja real (e não somente online).

Beijos, Carol.

Post Antigo: Felicidade
Fan Page ♥ Instagram   


4

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2021