29.09.2016
* Projeto Drama Queen – A suja falando da mal lavada! #95

eu-assistindo-lacos-de-familia-projeto-drama-queenPor Carol Daixum 

– Pai, shiu! Vai começar Laços de Família!
– I meu Deus, a Helena vai contar para a Camila que o Pedro é o pai dela… 
– Já contou! Agora tá ai nessa história da Capitu. A mãe dela fez uma visita e a Simone vai apareceu de calcinha, ai ela vai pensar que o Orlando está com as duas. Maior bafafá!
– Essa novela tá boa!! Obrigado, Viva, por trazer novamente a melhor novela de todos os tempos… 
– E a mais dramática também…
– Oii?? 
– Pai, olha só esses dois aí… Ficam aí no maior mimi… Po! Larga o Orlando e vai viver com o Fred. Não aguento esse dramalhão de novela mexicana. Esses dois me enchem a paciência.
– Conte-me mais sobre esse dramalhão mexicano… Suja falando da mal lavada, isso mesmo? 
– Pai, é completamente diferente. Po, a Capitu toda hora fica nesse “ai eu quero o Fred, ai não quero mais, ai sou infeliz, ai preciso tomar uma decisão, ai não sei o que fazer, vou me casar com o Orlando, não vou…” Mimi pra lá, mimi pra cá… CARACOLIS volta logo para o Fred. Toda hora que briga com o Orlando ou repensa na vida infeliz, toca a campainha dele, dá aquele abraço, chora, pede pra salvar e blablabla. Ai ele quer salvar, ai ela fala que não… Dramática e indecisa. Assume uma posição, oras! Tão simples.
– Nossa, além de ex-dramática agora você virou ex-indecisa? Quem é você e o que você fez com a minha filha?
– Engraçadinho… Pai, eu sou dramática, mas é tudo draminha de boas, sabe? A Capitu me estressa! Tem o cara na mão, coisa que não é fácil. Ela era garota de programa e ele não tá nem aí. Ela tem que parar de fazer a difícil e se jogar.
– Sério, o que você fez com a minha filha?
– Háháhá ;p
– Filha, seu telefone está tocando…
– Eu sei!
– Não vai atender?
– Não, ele precisa aprender a não deixar aquela paradinha verde do WhatsApp e me deixar falando sozinha! Não é justo, pai. Estou cansada de largar tudo por ele, de sempre estar disponível e ele nada…
– Filha, ele te deu flores…
– Não fez mais do que a obrigação dele. Acha que vai me conquistar assim? Com uma rosinha (linda por sinal) e tá tudo bem perdoo ele por não ter respondido? Não é assim que funciona a parada não!
– Obrigada por trazer minha filha drama queen de volta. Agora para de palhaçada e atende logo esse cara!! Dramalhona mexicana!
– Blábláblá… Oi amor… To sim e você? Não, desculpa estava no banho… Eu? Vendo novela? Magina… É muito drama para um capítulo só…

legenda-o-casal-mimi-da-novela-lacos-de-familiaO casal mimi da novela Laços de Família

***

Essa sou eu assinto a novela Laços de Família! E vocês? Falam que a personagem é dramática ai quando percebe, sua mãe e seu pai te olham com uma cara de “quem é você pra falar dela?”.  Absurdo isso, né? Hahaha ;’p

O Projeto Drama Queen é uma parceria entre os blogs Pequena Jornalista e Casos, Acasos e Livros. Toda quinta um draminha para você se identificar ou só rir mesmo da nossa cara hahaha. Que participar? Envie um e-mail para projetodramaqueen@gmail.com.

Beijos,
Carol.

Fan Page ♥ Instagram


3
22.09.2016
* Projeto Drama Queen – Dramas em uma sala de espera! #94 ♥

Sabe uma das coisas que mais me dá nervosinho? Sala de espera! Desculpem médicos! Mas esse local me deixa angustiada e totalmente entediada. Por mais bonitinho que seja, simplesmente não desce. Acha que a pequena dramática aqui está exagerando? Então, listei 5 coisas que me irritam nesse tipo de cubículo e vocês vão concordar.  ; p

projeto-drama-queen-sala-de-espero-94Por Carol Daixum 

1. Revista mais velha que a minha avó

Por que, gente? Por que alguém no mundo acha que notícias como “Gi Bündchen terminou o namoro com Leo DiCaprio” vão me distrair? Não entendo. Custa comprar uma revista assim da semana? Do mês pelo menos? #ajeitaacoroa

2. Televisão sem volume

Tudo bem que uma TV com som alto nesse local ia ser meio estressante. Mas precisa ser sem volume? Ou pior: com aquelas letrinhas das falas das personagens. Me irrita e tenho vontade de chorar! Ainda mais quando o filme/novela é legal e sei que ia cumprir o papel dele direitinho: me distrair durante aquelas horas intermináveis.

3. Ele chegou depois

 Há séculos estou esperando, mas não… A recepcionista chama o paciente que acabou de chegar! E ainda manda com a cara mais lavada: o médico já vai te atender! Ai chega outro e vai na minha frente também. DESESPERADOR! Qual é o problema dele comigo? Se o caso do outro não for mais grave que o meu, não engulo! Mentira, engulo sim e choro. Na frente de geral e não estou nem aí (brincadeirinha, só fico com cara de paisagem mesmo ;p).

4. Espaço de sobra na sala, mas a pessoa….

Resolve sentar grudadinha em você! Isso me irrita em outras situações também, mas nesse caso a minha vontade é de mandar logo: para amigo, senta ali do outro lado e não enche! Não me levem a mal, gente. Se o local está cheio, ok. Se não, saiba que sou espaçosa! Ainda mais nesses lugares que eu só quero ir embora. Quero me mexer, me espreguiçar, até dormir… E a pessoa está lá que nem carrapato. Affe!

5. Hora marcada pra quê?

 Não sei porque a gente marca hora. Parece que o atendimento é por ordem de chegada. Isso é: quando um outro paciente chegou horas depois e… Melhor ler de novo o item 3 ; p! Sabe médico, por mais que seja compreensível que um paciente é diferente do outro e nem sempre dá para cumprir o horário certinho, meu sonho eterno é: que você um dia seja pontual. :)

***

Brincadeirinhas à parte, muita coisa eu sinto de verdade, gente. Conta aqui o que mais te deixa drama queen em uma sala de espera de um consultório! Ah! O Projeto Drama Queen é uma parceria entre os blogs Pequena Jornalista e Casos, Acasos e Livros. Toda quinta um draminha para você se identificar e rir também. Quer participar? Só avisar aqui! ;-)

Beijos, Carol.

Fan Page ♥ Instagram


0
09.09.2016
* Atores que me dão agonia – Projeto Drama Queen #93 (Por Teca Machado)! ♥

Eu sou uma pessoa bem tranquila, muito zen (até demais, segundo meu marido), mas de vez em quando pego birra de algumas pessoas, principalmente de certos artistas. Se eles aparecem na televisão já me dá siricotico e só de a pessoa piscar os olhos já me irrita profundamente. Até mesmo deixo de assistir filmes e séries porque eles estão no elenco.

projeto-drama-queen-93-1

Às vezes nem tem muito motivo, é só pirraça pura e simples, ou, como muitas vezes costumo chamar isso, é só drama puro e simples. Vem ver quem me dá agonia:

1- Kristen Stewart

fullsizerender-32

Tá, eu confesso, amava a Saga Crepúsculo. Ela foi uma parte importante da minha vida literária, só que eu odeio a escolha da atriz para os filmes. Ela feliz, ela triste, ela no fundo do poço, ela com dor de barriga, ela casando, tem sempre a mesma cara. Sempre. Always. Toujours. Siempre. Só de olhar para aquela carinha de mico dela já me dá vontade de sacudir a televisão e falar “tenha alguma expressão facial, minha filha”. Confesso que já deixei de ver filmes várias vezes porque ela estava lá.

2- Will Ferrel

fullsizerender-33

Sério. Quem falou para esse cara que ele era engraçado? Ele é forçado, é chato, é canastrão. Enfim, ele me dá certo pavorzinho com aquela cara levemente psicopata. Tenho uma agonia profunda e intensa só de olhar para ele certos em momentos em que tenta fazer graça. Eu não rio dele, nunca, e olha que eu sou uma pessoa que ri de qualquer bobagem em filmes. Evito todo e qualquer filme dele.

3- Ben Stiller

fullsizerender-34

Até assisto alguns dos seus filmes porque tem algumas comédias legalzinhas no meio, como Entrando Numa Fria e Antes Só Do Que Mal Casado, só que ele sempre faz o mesmo papel de estressadinho, de cara que nada na vida dá certo, atrapalhado que se mete em situações forçadas e coisas do tipo. Meu siricotico com ele não é tão grande quanto com os dois atores anteriores, mas não tenho um pingo de amor por ele e se depender de assistir o filme só por causa dele, não assisto.

4- Tobey Maguire

fullsizerender-35

Loser. Sempre o loser. O loser que não faz muito para mudar a sua situação e sempre só fica “ó, céus, ó vida, que sofrido sou”. Adoro a história do Homem-Aranha, mas só peguei amor mesmo quando o Andrew Garfield interpretou o herói, porque, vamos combinar, que saco é a história do Peter Parker com o Tobey Maguire. Ele sempre tem essa cara triste de quem não acredita que nada da vida irá dar certo.

5- John Cryer

fullsizerender-36

Eu já assisti muito Two and a Half Man, mas sempre que Allan Harper abre a boca me dá vontade de pegar uma fita crepe e colar nos seus lábios. Sua voz me irrita, sua personalidade na série me irrita e suas atitudes idiotas me irritam. Talvez nesse caso seja mais birra com o personagem do que com o ator, já que não lembro de ter assistido mais nada com ele. Só que agora Allan e John estão interligados eternamente na minha cabeça.

***

E vocês? Quais atores/artistas te fazem ter siricotico? Quem te dá agonia ou vontade de desligar a televisão?

O Projeto Drama Queen é uma parceria entre os blogs Casos, Acasos e Livros e Pequena Jornalista com dramas bem humorados, exagerados e sarcásticos todas as quintas-feiras (às vezes sexta hahaha). Tem uma história para contar? Manda para a gente!

Teca Machado

Fan Page ♥ Instagram


1
25.08.2016
* Soluço para que te quero! – Projeto Drama Queen #92! ♥

Projeto Drama Queen - 92 - 1
Por Teca Machado  

Enquanto digito isso, estou soluçando. Soluçando muito. Com um barulho que parece de porquinho guinchando. Sexy, né?

Desde muito pequena eu soluço demais. Na verdade, segundo minha mãe, quase todos os dias eu soluçava enquanto estava na sua barriga. Disse que o abdômen dela ficava dando pulinhos e tremidinhas. E depois que nasci a história não foi diferente. Até hoje, 28 anos depois, os soluços não me abandonaram. Pelo menos umas três vezes por semana eu sou presenteada com eles.

Um médico me disse uma vez que geralmente quem tem refluxo soluça muito. Como eu tenho um refluxo cabuloso, acredito que é a causa dos meus soluços sem fim.

E o pior de tudo é que meus soluços são altos e doem. Eles parecem vir do fundo do meu ser e me fazem perder a concentração em qualquer coisa que eu estiver fazendo. E no intervalo entre um e outro fica aquela expectativa de “quando vai vir o próximo?” ou de “será que finalmente parou?”. Fora que todo mundo escuta e fica me olhando.

E quanto mais eu penso e me incomodo com o bendito soluço, mais rápido e forte ele vem. E ele não para. Geralmente só sossega quando eu finalmente entrego nas mãos de Deus e tento parar de pensar nele. Mas isso acontece depois de muitos e muitos minutos soluçando loucamente.

Aí você me fala:

“Teca, mas soluço para quando você tranca a respiração”.

Comigo não funciona.

“Teca, mas soluço para quando você bebe um copão de água sem respirar”.

Comigo não funciona.

“Teca, mas soluço para quando você bebe um copo de água enquanto faz uma bananeira”.

Comigo não funciona. Até porque eu nem consigo fazer bananeira!

“Teca, mas soluço para quando você toma um susto”.

Comigo não funciona. Uma vez minha irmã me deu um susto tão grande para parar meu soluço que naquele momento tive certeza que não tinha problema cardíaco. Agora me pergunta se o soluço parou? Não.

Às vezes, quando ele me incomoda muito e não para, começa o drama. Reclamo até não querer mais, mas o porcaria vai embora? Vai nada.

Projeto Drama Queen - 92 - 2

Talvez seja mais psicológico do que realmente soluço, já que ele geralmente passa quando esqueço dele. Talvez seja por isso que enquanto escrevo esse texto estou soluçando igual uma doida. Então acho que vou parar por aqui para ver se me esqueço…

***

Conhece o Projeto Drama Queen? É uma parceria entre os blogs Casos, Acasos e Livros e Pequena Jornalista. Todas as quintas-feiras tem um post novo falando sobre pequenos, grandes, médios e irrelevantes dramas da vida. Quer participar? Mande seu texto para a gente.

Teca Machado.

Já está participando do sorteio de 7 anos do blog? Só curtir essa foto no Insta, indicar três amigos e boa sorte! Ah! Tem que morar no Brasil, ok? Para mais detalhes, clique aqui. ;-)

Fan Page ♥  Instagram


4
18.08.2016
* Projeto Drama Queen – adicionar ou não, eis a questão! #91♥

Projeto Drama Queen - 91Por Carol Daixum 

– Ai, Jesus Cristinho! Me ajuda!
– Falando sozinha, filha?
– Não, mãe. To aqui vendo se Deus me ajuda nessa minha nada mole vida!
– O que houve, filha? Aconteceu alguma coisa?
– Mais ou menos… Sabe aquele menino? Amigo do amigo do namorado da minha amiga?
– Ahn! O que tem ele?
– Então… Eu não sei o que eu faço. A gente conversou e tal, mas não rolou nadinha. Nem perto. Mas eu quero adicionar no Facebook, mas vai que ele acha que eu sou encalhadona? Que não posso ter uma conversa na vida real que já quero transformar em virtual. ??
– Filha, você sabe que adicionar é só adicionar, né?
– Mãe, mas vai que ele acha que eu sou loucona? Ou pior, nem se lembra de mim e recusa meu pedido de amizade sem dó e nem piedade? Ou pior, espalha pra geral que eu o adicionei do nada??? Vai ser o fim, mãe. O fim… ???
– Filha, parou o drama!
– Drama? Que drama, mãe? Você fala isso porque não teve essa história de adicionar ou não o meu pai. E esses paranauês todinhos! Assim é fácil! Flertar nos dias de hoje não tá fácil não.
– Ok, filha. Mas pensa, é só um cara. Você conversou com ele, não tem problema adicionar, entende? Se você não conhecesse, tivesse visto uma vez na rua, ok… Ai falaria “meu Deus, que louca”.
– Obrigada, mãe. Já fiz isso umas quinhentas vezes. ???
– Er… Brincadeirinha filha! Tio Mark fez Facebook pra todo mundo virar amigo mesmo. Relaxa e adiciona logo esse menino.. Quer que eu clique pra você?
– Tá louca? Sou forte e vou encarar de frente. Mas sabe, eu queria que ele me adicionasse, não eu. Mas digamos que eu adiciono, ai ele me aceita, ai curte uma foto, ai tudo bem e mais NADA acontece. Por que essas coisas acontecem comigo?? Por quê???
– Filha, adiciona sem medo de ser feliz. Ele nem vai se ligar. É coisa da sua cabecinha. Vai por mim!
– É verdade… Ai mãe, você está querendo dizer que ele não tá nem aí se me tem ou não no Facebook? Que é perda de tempo?? Droga. E eu aqui desesperada! Por que, Deus? Por quê?
– Ai, como é dramática. Então faz o seguinte não adiciona e fica ai criando mil histórias na sua cabecinha de neurótica.
– Ai mãe. Que horror!
– Filha, você não deixa eu te ajudar.
– Já decidi, não vou adicionar. Tenho que me conformar, vou ficar aqui encalhadona forever!
– Claro. Óbvio! Até porque sua vida amorosa depende disso.
– Mãe, eu to aqui sofrendo e você não tá me levando a sério. ???
– Filha, olha só. Adiciona. Mesmo! O máximo que vai acontecer é não ter o carinha lá no Facebook. E tudo bem. Tenta, vai que… Dá certo!
– Tá bem. Vou pensar direitinho.
– Só não pensa muito, tá? ?
– Ok, Mamys!

2 horas depois, tive coragem e adicionei. Mal pisquei e ele confirmou a amizade. ? Ai agora to no dilema: mando inbox ou não? Se ele visualizar e não responder, vou ter um trequinho. Melhor não. Já fiz muito, agora ele que fale. Ai, mas um oi não mata, né? É só um “oi” e não um “partiu casar?”. Ai melhor não. Vou desligar esse computador e ler um livro. Ai God, vai que ele tá esperando o meu oi?? Vai que ele é tímido?? Ai dane-se, vou mandar. Se ele não responder, vou ficar mal, mas acontece, né?? Eu supero isso! Mas vai que meu coração não aguenta?? {tá bem, parei}

Projeto Drama Queen - 91 - 2

***

Vocês também são assim, gente?? Drama Queen do tipo mega neurótica?? Contem aí! ;-)

Ah! Vale lembrar que o Projeto Drama Queen é uma parceria entre o Pequena Jornalista e o blog Casos, Acasos e Livros. Toda quinta, um texto para vocês. Cheio de draminha e com uma dose extra de exagero e, muitas vezes, de imaginação das blogueiras (como no caso de hoje hahaha). Nossa intenção é sempre deixar o drama mais leve e divertido!

Beijos, Carol. 

Fan Page ♥  Instagram

Já está participando do sorteio de 7 anos do blog? Só curtir essa foto no Insta, indicar três amigos e boa sorte! Ah! Tem que morar no Brasil, ok? Para mais detalhes, clique aqui. ;-)


3

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2021