03.11.2016
* Projeto Drama Queen – Eu odeio o verão!!! #100 ♥

Eu sei que o verão ainda não chegou, mas ele já está mostrando as asinhas e nos fazendo sofrer horrores… Bom, pelo menos eu estou sofrendo! Não tem jeito, gente. Sou carioca fajuta e não nego! Mas nossa, Carol… Por que tanto ódio nesse mini coração? A minha lista é giga, mas para não parecer que sou muito cricri, separei só cinco coisas que odeio nessa estação. ;-)

projeto-drama-queen-100-odeio-o-veraoPor Carol Daixum! 

1. Insetos estranhos!

Já repararam que nessa estação a gente está de boa em casa e do NADA entra uma bicha medonha no seu quarto? Parece barata, mas você não tem muita certeza… Ai você tem que pegar a vassoura correndo para o troço não fugir e sua cachorra desistir de querer ficar amiga da inimiga. Depois de muita reza, você vai com a cara e coragem e mata. Apesar de sentir muito orgulho de ter matado, você ainda tem que colocar no lixo o treco e sente nojo. Muito nojo! Enfim, um drama sem fim. Se não fosse o verão, não aconteceria isso!

2. Conta de luz! 

Nas estações mais fresquinhas você simplesmente não ligar o ar. Na primavera e no verão? I-M-P-O-S-S-Í-V-E-L. Têm dias que até está menos pior, ai você começa a abrir a janela e lembra que um bicho pode entrar sem ser convidado, então… A melhor opção é o ar mesmo! Impossível economizar no quesito “ar-condicionado ou ventilador” nessa época. Ai quando chega conta… Era uma vez um dinheiro….

3. Suor e grude! 

Uma das piores coisas do verão é o suor. Ficar grudenta me irrita! A roupa gruda, seu cabelo gruda e a maquiagem derrete! É uma nojeira sem fim! Por mais limpinha que você seja, o suor vai chegar. Um medo gigante que eu tenho: de sentar em um ônibus e ser a “fedorenta” da vez. #Deusmelivre Juro que quando penso no suor e no grude, fico me perguntando: por que um ser gosta de verão? Por quê?

4. Não dá para ajudar o planeta… 

Você toma banho, sai fresquinha e, em menos de cinco minutos, o suor toma conta de você NOVAMENTE! Ou seja? Precisa urgentemente de outro banho. Desculpa, planeta TERRA! Nessa estação, não consigo colaborar muito com você não!!!

5. Praia, trânsito, muvuca…. 

Se o trânsito no Rio de Janeiro já é insuportável em “dias” normais, imaginem no verão que tem praia? Nem metrô ajuda! Minha rua fica mais insuportável ainda e um caminho que poderia ser de 20 minutos vira de 1 hora, no mínimo. Um inferno!!! Nem ajeitando a coroa dá certo. Por isso que prefiro mil vezes, descer e ir para a piscina! Enfrentar uma praia e com muvuca para completar, não rola!

largeOutros motivos! =D 

****

Não é que eu odeie 100% o sol, mas queria que todos os dias tivessem um dia lindo e um tempo fresquinho…. Entendem? Até gosto de uma piscina, praia… Mas queria um tempo meio termo. Não 8 ou 80, sabem? Não gosto do exagero do verão hahaha!  E vocês? O que mais odeiam nessa época?? Ou gostam? Enfim, podem desabafar ;-)!

O Projeto Drama Queen é uma parceria entre os blogs Casos, Acasos e Livros e Pequena Jornalista. Toda quinta-feira tem um texto sobre todo tipo de drama da vida, às vezes com exagero, às vezes sem, mas sempre com bom humor.

Beijos, Carol.

Fan Page ♥ Instagram


6
27.10.2016
* A garota que está sempre com fome – Projeto Drama Queen #99 (Por Teca Machado)! ♥

projeto-drama-queen-99-1

Não sei vocês, mas eu estou sempre com fome.

Ainda mais porque tenho hipoglicemia, então se fico sem comer mais do que quatro horas, fico com dor de cabeça, tonta, com sono e depois desmaio. Aí essa é a minha desculpa para sempre comer.

Graças a Deus eu não engordo com facilidade, porque se fosse engordar o tanto que eu como, ia ser uma bolinha. E também faço exercício físico pelo menos três vezes por semana, o que ajuda.

Não como mal, evito vários tipos de comida, mas também não como toda certinha. Eu fico naquele meio do caminho de quem não é totalmente saudável e nem é totalmente porcaria.

De manhã? Fome.
No fim da manhã? Fome.
No almoço? Fome.
Meio da tarde? Fome.
Fim de tarde? Fome.
Noite? Fome.
Antes de dormir? Fome.

É um drama, principalmente porque muitas vezes eu nem sei o que quero comer, só que quero!

E a preguiça de ter que fazer comida? Por isso tirando as refeições maiores tipo almoço e jantar, que aí como de “verdade”, durante o dia como coisas fáceis, tipo frutas, bolo, iogurte, tudo que é já basicamente pronto e não tão calórico (Confesso que de vez em quando a vontade é uma bolacha recheada ou Doritos, mas me contento com um morango ou algo assim).

Não é incomum sair para comer com meu marido e meu prato ser maior do que o dele ou comer bem mais do que as minhas amigas, principalmente quando o assunto é doce, minha completa e total perdição <3.

Pior ainda é quando você está numa festa e o prato de todo mundo é pequeno e educado, mas não o seu, fora que você ainda repete.

A minha sorte é que eu tenho bem uma cara de pau e não me importo muito com isso, com os olhares por vezes de reprovação, por vezes de inveja.

Que culpa eu tenho se além de fome, sou uma pessoa que tem prazer em comer?

projeto-drama-queen-99-2 ;p

Uma comida gostosa é um momento sublime. Sou do tipo que quase faz uma reverência quando come algo bom. Tem gente que come porque tem que comer, eu como porque amo fazer isso (além de sentir fome absurda, claro).

Esse post surgiu num momento de fome, mas que ainda não era hora de comer, haha.

***

O Projeto Drama Queen, que acabou de completar 2 anos, é uma parceria entre os blogs Casos, Acasos e Livros e Pequena Jornalista. Toda quinta-feira tem um texto sobre todo tipo de drama da vida, às vezes com exagero, às vezes sem, mas sempre com bom humor.

Teca Machado.

Fan Page ♥ Instagram


14
20.10.2016
* Dois anos #ajeitandoacoroa – Projeto Drama Queen #98! ♥

No domingo, dia 16, o Projeto Drama Queen, carinhosamente chamado de PDQ, completou 2 aninhos de vida.

Essa coluna de todas as quintas-feiras dos blogs Pequena Jornalista e Casos, Acasos e Livros é uma válvula de escape, quase uma terapia para essas duas blogueiras dramáticas colocarem para fora de forma bem humorada os minúsculos, pequenos, médios, grandes e gigantescos tropeços da vida.

Para comemorar mais esse aniversário resolvemos fazer uma lista de drama preferidos até o momento.

niver-2-anos-pdq-98

Se você quiser ler o drama na íntegra, é só clicar no título, que é um link.

Dramas da Carol – Por Teca Machado:

1- SOCORRO! ME TIREM DAQUI! –PDQ #62

A Carol que me perdoe, eu sei que ela sofreu nesse dia, mas esse drama dela presa no elevador me fez rir muito. Tadinha! Mas eu ri. Hahahaha.

2- Quando o pneu do carro fura – PDQ #64

Ela ficou de pijama de minions na rua porque o pneu do carro furou. É triste, eu sei, mas muito engraçado, não nego. Depois desse relato da Carol, nunca mais fui a lugar nenhum, mesmo que rapidinho, de pijama.

3- O drama de ser baixinha – PDQ #26

Para quem não conhece a Carol ao vivo, não imagina o quanto ela é pequenininha! E a voz dela é toda fofa, combinando com o tamanho. Eu só consigo imaginar que ela vive dramas por ser nosso chaveirinho preferido.

4- Família Clássica #SQN – PDQ #74

Adoro quando a Carol nos mostra seus diálogos com os membros da sua família, principalmente com o pai. Sempre rende risadas e momentos de fofura. Esse é um dos meus preferidos.

5- Minha nada mole vida canina – PDQ #72

Nesse texto cheio de cuti cuti a Carol nos apresentou a Jeannie, sua irmãzinha canina que é uma coisa linda que só vendo. Para fazer jus a irmã que tem, Jeannie é dramática e aqui percebemos como.

Dramas da Teca – Por Carol Daixum

1- O dia que virei um meme – PDQ #88

Esse PDQ faz com que a gente transforme um episódio que poderia ser desesperador em textos mega divertidos. Por exemplo? Esse post mostrou que a Teca virou meme e tudo bem, vamos escrever sobre isso e levar na esportiva. Orgulho, friend!

2- Dramas de uma bookaholic – PDQ #58

Atire o primeiro livro (brincadeirinha hahaha) quem nunca sentiu esses draminhas de uma bookaholic. Impossível!! Um dos melhores textos do PDQ e um dos que mais me identifiquei. Entrar em uma livraria é a melhor e a pior coisa do mundo. Obrigada pelo texto mais incrível, Teca!

3- Não pise em um ouriço-do- mar – PDQ #32

QUE MÉDICO EM SÃ CONSCIÊNCIA FALA QUE VAI DOER PARA UMA PACIENTE DRAMA QUEEN??? Teca, senti a sua dor e jurei para mim que jamais vou pisar em ouriço-do- mar e por mim podem banir do mundo esse troço!! TAMO JUNTO, FRIEND! =D

4- O drama de se dramático – PDQ #23

Mais um texto que a Teca resumiu exatamente o que eu sinto. Sem tirar um vírgula! DRAMA QUEEN QUE É DRAMA QUEEN TEM QUE SE IDENTIFICAR COM ESSE TEXTO. Quando cismo que alguém está chateado comigo é um drama sem fim. ;’p

5- Hipocondríaca, eu? – PDQ #13

Nesse texto, a Teca explicou direitinho como é ser hipocondríaca. Todos os principais sintomas! E a imagem? Como não se identificar? Nesse relato mega ultra power verdadeiro, você entende que o Google pode ser seu maior inimigo. Oremos!

projeto-drama-queen-niver-2-anos

BÔNUS:

O PDQ recebeu várias participações especiais de amigas blogueiras ao longo dos anos e decidimos colocar aqui também as nossas preferidas:

Escolha da Teca:

Drama da Friendzone – PDQ #15 – Participação da Hellz, do blog Being Hellz

Se você não conhece a Hellz, por favor, conheça! Ela é engraçada, divertida, cheia de sacadas geniais e com um senso de humor meio autodepreciativo  que só nos faz amá-la ainda mais. A sua participação dramática especial foi a primeira e a minha preferida. Ela nos falou do horror do drama da friendzone (quem nunca?) e ainda inventou o termo que tanto usamos por aqui: Ajeita a coroa.

Escolha da Carol:

Barata… Por que essa criatura existe? Por quê??? – PDQ #33 – Participação da Sincer, do blog A casa é minha.

Tenho muita vontade de ter o meu cantinho, mas sempre quando eu leio esse post, fico com um pé atrás. Mas apesar disso, não me sinto a única que tem pânico desse troço asqueroso que Noé decidiu colocar na arca também. E, sério, a Sincer é minha “ídola”… Só ela para ter coragem de matar a barata com a vassoura. E fiquei com raivinha da vizinha que não ajudou. Cadê a parceria, gente? Brincadeirinhas a parte, essa é uma das participações preferidas e que mais me identifiquei também. =)

***

Gente, que difícil escolher só dez. Sugerimos que deem uma pesquisada, porque modéstia parte, todos fazem a gente se sentir mais leve e feliz (apesar dos pesares). Agora queremos saber: qual é o seu top 5 “Projeto Drama Queen”? Pode contar, opinar, desabafar. Aqui drama queen tem espaço de sobra!! ;-)

Que o nosso “ajeita a coroa” seja eterno e que os draminhas divertidos também. \o/ \o/ Parabéns para todas. E se você é nova por aqui, chega mais e dá um abraço.

Muito obrigada, gente!!! ♥♥♥

Beijos, Carol e Teca.

Fan Page ♥ Instagram


17
13.10.2016
* Projeto Drama Queen – Como assim “eu não posso nadar”? #97 ♥

projeto-drama-queen-97Por Carol Daixum

Há anos tento ser uma pessoa saudável e que pratica exercícios físicos. Faço de tudo para cumprir a promessa e finalmente riscar esse item da minha listinha de metas para o ano novo, sabe? Já tentei um milhão de vezes ser rata de academia, mas simplesmente não dá. Já tentei caminhar todos os dias, mas meu recorde foi uma semana e olhe lá. Qualquer coisa era motivo para eu desistir. Um tempo nublado,  uma mini dor na perna, quando eu estava na TPM então, nem se fala. Cólica? Faltava uma semana, no mínimo. Eis que uma aula de coaching que tive na pós mudou a minha vida e decidi: vou nadar! É o exercício que eu menos tenho preguiça e ajuda na minha asma. Fui correndo me matricular, feliz e contente. Estava firme e forme, indo todos os dias e feliz da vida. Eis que de repente, isso acontece…. 

– Tudo bem, filha?
– To me sentindo um pouco mal. Com dor de garganta, mas daqui a pouco eu melhoro, mãe 
– Vai melhorar sim. Vai na natação?
– Claro! Firme e forte no projeto #meaguardemichaelphelps! #oitóquio
– Orgulhosa, filha. Mas está chovendo um pouco, não acha melhor ficar em casa?
– Mãe, imagina. Uma chuvinha de nada…. 
– Que orgulho!
– To indo então. Beijo! 
– Beijo!!

Enquanto me preparo para entrar na água, o professor me fala… 

– E aí, Carol? Tudo bem?
– Ah! Só um pouco de dor de garganta, mas daqui a pouco passa. 
– Dor de garanta? Você tem asma, né?
– Tenho sim, mas to super bem, nem se preocupa professor. Qual exercício hoje?
– Acho que seu exercício vai ser ir para casa, esperar dois dias e depois volta com tudo.
– MAS PROFESSOR, EU TO BEM… É UMA DOR DE GARGANTA BOA, NÃO SE PREOCUPA. TO ÓTIMA! 
– Carol, me escuta. Ai você nada hoje e fica mal em casa depois. Vai para casa, descansa e depois volta 100%.
– ISSO NÃO É JUSTO. 
– Calma, Carol. Só estou preocupado.
Professor, você sabe quanto tempo demorei para não deixar uma dor de garganta me abalar e fazer com que eu desista de ser uma pessoa fitness, saudável ou o raio que for? Ai vem o senhor com esse balde de água fria? Eu quero nada poxa! Nunca tomei essa atitude na minha vida, nunca nunquinha. Isso é uma raridade. Eu vou desistir de ser uma pessoa saudável por sua culpa, por culpa da chuva, por culpa de todo mundo. Eu estava orgulhosa e agora vem o senhor e fala: Bia, vai pra casa, blablabla. Vai ficar doente, blablabla. MEU DEUS É SÓ UMA DOR DE GARGANTA. Não estou morrendo, tá??? 
– Carol, quanto drama, meu Deus. Mas se você quiser entra na água e nada e azar é o seu depois. Mas como professor, acho melhor você voltar para casa.
– Vou ter que voltar, né? Já desanimei. Logo agora que estava tão firme e forte no meu projeto Carol Saudável. Agora já era…. (fico com cara de choro)
– Olha, eu já tive alunas dramáticas, mas você se superou…
– Fui, querido professor! Aposto que geral aqui tá com dor de garganta, mas o senhor não fala nada, porque é complô comigo. Mundo conspirando contra Carolzinha aqui. CHOCADA! 

De volta para casa…. 

– Nossa filha, o que a porta te fez para você bater desse jeito.
– Não irrita mãe. Já to por aqui com essa natação. Mês que vem eu saio. Me proibir de nadar. Absurdo! 
– Mas você está com dor de garganta e está chovendo, imaginei que eles não iam deixar. Não fica assim!
– Ai, mãe. Deixa pra lá. Desisto de ser saudável e de querer entrar para esse mundo de atividade física. Justo quando acho que estou indo pelo caminho certo, acontece isso. Por que nada dá certo na minha vida, mãe? Por quê? O que eu fiz para merecer isso? 
– Relaxa, filha. Amanhã você tá melhor e vai nadar.
– Se não me proibirem de novo, né? 
– Vem cá minha drama queen!

legenda-se-eo-professor-nao-te-proibirSe não me proibirem de novo… #ajeitaacoroa ;p

****

A história é real, mas com alguns toques de exagero. Não aconteceu exatamente assim, mas rolou um draminha na hora que a minha professora achou melhor eu ir para casa. Tanto tempo esperando para ser uma pessoa que não desiste por nada, porém hoje ninguém me proíbe de entrar naquela piscina hahaha. mas hoje eles que me aguardem. =D

Vale lembrar que o Projeto Drama Queen é uma parceria entre o Pequena Jornalista e o blog Casos, Acasos e Livros. Toda quinta um textinho dramático com o objetivo de deixar os dramas do dia a dia divertidos. Quer compartilhar algum com a gente? Só falar!

Beijos, Carol.

Fan Page ♥ Instagram


12
07.10.2016
* O terror da mudança – Projeto Drama Queen #96 (Por Teca Machado)! ♥

Senta que lá vem drama!

Mudança.

Meu Deus.

Mudança.

projeto-drama-queen-96-1

Acho que mudar de hábitos é mais fácil do que mudar de casa. E olha que eu nem tenho tantas coisas assim. Passei 10 dias para arrumar tudo, tanto no apartamento velho quanto no novo. E confesso que até hoje as coisas estão levemente entulhadas porque eu simplesmente não sei onde colocar algumas delas.

Dos dramas da mudança, cito alguns para vocês:

1. Conseguir caixas

Foi um parto arrumar caixas. Em todos os supermercados que eu fui escutei “acabou”, “foi para a reciclagem”, “não temos” ou “só pequenas”. Foi uma peregrinação até eu conseguir algumas.

2. Plástico-bolha

Oba! Plástico-bolha! Amo! Uhuuuul! É muito legal ficar estourando ele. Agora o que não é legal é pegar item por item que quebra na sua casa e enrolar um a um no plástico-bolha. Eu até sonhei com as benditas bolhinhas.

3. Saber o que está em cada caixa

Por mais que eu tenha escrito do lado de fora, nunca dá para lembrar exatamente o que está lá. “Roupas” é muito geral, então às vezes eu fiquei meio perdida sobre o que tinha na caixa lacrada.

4. Carregar-descarregar

Tira do armário. Coloca na caixa. Fecha a caixa. Tira a caixa do caminho. Coloca no caminhão de mudanças. Tira do caminhão de mudanças. Coloca em qualquer lugar da casa nova. Desembala. Arruma um lugar para a coisa na casa nova. E assim vai…

5. Cansaço

Eu fiquei morta, exausta e podre de cansada com a mudança. Principalmente porque o meu marido estava super atolado no trabalho e eu precisei me virar sozinha (e mesmo assim, muito ocupado, ele ainda me ajudou bastante quando chegava em casa à noite <3). Fora que o resto da minha vida ficou praticamente em stand by porque eu precisava urgente acabar a mudança. Acho que estou cansada até agora.

projeto-drama-queen-96-2Eu feliz com o plástico-bolha! 

Felizmente, eu terminei tudo ontem! Minha casa nova está prontinha. Só que estou me preparando psicologicamente para em janeiro mudar de novo. Esse apartamento que estou é provisório, só até início do ano, quando o apartamento que a gente alugou mesmo for liberado. Tivemos que sair do antigo porque acabou o contrato. Então serão só quatro meses aqui. Pelo menos não desmontei (e nem vou desmontar) nem um terço das caixas. Acho que vai ser mais fácil. Espero…

O Projeto Drama Queen é uma parceria entre os blogs Casos, Acasos e Livros e Pequena Jornalista. Com textos inéditos toda semana, falamos sobre os dramas da vida, sejam eles da relevância que forem. Tem um drama para contar para a gente?

Teca Machado. 

Fan Page ♥ Instagram


8

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2021