24.12.2020
* PJ Leu: Conto – Contrato de Natal! ♥

Ei, Gente! :) Feliz véspera de Natal para todo mundo yay! E para entrar ainda mais no clima, separei uma dica literária: Contrato de Natal, da Renata Lustosa. Um conto de chick-lit natalino perfeito. Vamos lá? Boa leitura! ♥

Conto: Contrato de Natal | Autora: Renata Lustosa
Crédito da imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 5 livros

Sinopse: Emília Fontenele não quer seguir o padrão imposto pela sociedade de que precisa ser uma garota comprometida. Afinal, já está quase na casa dos trinta. Mas isso não significa que a sua família indelicada tem de falar pra ela desistir de uma vez de arrumar um namorado. Que abuso!

Para dar uma lição nos seus familiares, decide pedir ajudar para o amigo do trabalho, que topa ser seu “namorado” no dia do Natal. Porém, quem aprende e descobre coisas além do que imaginava é ela mesmo.

Opinião da Pequena: Quando a Rê me convidou para ler o novo conto dela, não pensei duas vezes. Todas as histórias que ela escreve vão além de um simples chick-lit. E esse têm um especial: é de Natal. ^^

A premissa é bem clichê. Mas sabe aquele clichê que aquece o coração? Então! Personagens carismáticos, protagonista gente como a gente e elementos surpresas que fazem a diferença, até mesmo quando a gente já imagina o final.

E dessa vez, o tema abordado é a clássica imposição que a sociedade coloca na mulher, de que para ser feliz precisa ser comprometida. Em contrapartida, não para por aí. Como essa questão já tá tão enraizada, a própria Emília se cobra. E leva todos os discursos com desconfiança.

Amei como tudo foi amarradinho, ri muito e percebi como a protagonista cresceu, mesmo com poucas páginas. Fiquei apaixonada pela sua família e, claro, pelo Theo. Adorei o desfecho, algumas sacadas e o arquivo final que o leitor encontra na última página contém a melhor planilha. E mais uma vez: o único defeito é que a história acaba muito rápido hahaha. E confesso que imaginava uma capa mais natalina, entretanto….

O tema é de Natal, porém, acredito que seja um conto bem atemporal. Já que trata de assuntos distintos, mesmo com os clássicos “a tia dos namoradinhos” e tal. E além do tema central que contei anteriormente, aprendi que tudo está na forma como interpretamos. Às vezes, a gente fica tão focada em tal coisa, que não entende a real intenção de uma conversa. Ou de borboletas no estômago. Enfim, recomendo. O melhor contrato que já li.

Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica (clica aqui para baixar).

Beijos, Carol.

Post Antigo: Os delírios de Natal de Becky Bloom
Fan Page ♥  Instagram


7
21.12.2020
* PJ Leu: Como falar romance em francês? ♥

Ei, Gente! :) E o PJ Leu da vez é: Como falar romance em francês, da Aimee Oliveira (autora brasileira). Um romance leve, teen e que faz a gente querer aprender a língua. Sem mais delongas, vamos lá? Boa leitura! ♥

Livro: Como falar romance em francês | Autora: Aimee Oliveira | Editora: Increasy
Crédito da imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 4 livros

Sinopse: Sabrina tinha o sonho de aprender francês no curso intensivo desejado. Conseguiu e precisava manter a média para manter a bolsa que tinha. Alberto, passou para um programa de estudos na França sem ter a mínima ideia de como falar o idioma.

Os dois, se conhecem na escola, que a propósito não dá nem tempo de respirar quase… Mas e se apaixonar? Será que dá? Nesse romance, o leitor não só aprende falar em francês (algumas palavras hahaha), como percebe que a vida dá umas reviravoltas, entre perguntas confusas, doces franceses e por aí vai.

Opinião da Pequena: Já falei por aqui que se tem romance e França na mesma história, é meio caminho andado para eu suspirar e amar o livro, né? E eu achei bem fofo o conteúdo, além do título e da ilustra da capa linda!

A escrita da autora é bem leve e divertida. Adorei o “blú-blú-blú” e a palavra “pachorra“, que Dona Sol usa hahaha. Aliás, a mãe da Sabrina lembrou uma tia minha. A protagonista é meio esquentada, mas segue firme nos propósitos e ajuda mais do que imagina! Alberto (ou Dagalberto hahaha) é fofo e apaixonante. Me identifiquei com ele na hora de aprender outra língua. Porque eu fico perdidinha no curso de inglês também hahaha.

Crédito da Imagem: Amazon

A premissa é bem boa e apesar de eu não ter devorado, como imaginei, achei a leitura perfeita para quem quer passar o tempo de boa, lendo um bom livro. Gostei das lições, de como aproveitar o momento e que não é porque um romance não deu certo, que o outro vai dar errado. Cada pessoa é diferente, por mais que as circunstâncias pareçam iguais.

Os pais do nosso protagonista são bem incríveis e adorei o desfecho deles. Breno e Bruno são hilários, mas às vezes, ficava confusa para saber quem falou o que hahaha. Amei a parte das receitas e vou ter a “pachorra” de tentar, quem sabe, me arriscar no macaron hahaha. Destaque para cada capítulo ensinando uma palavra em francês e para a professora deles! ;-)

***

Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica! No mais, podem opinar à vontade! Ah! E o livro está disponível na Amazon e no Kindle Unlimited.

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Leu – Romance Concreto
Fan Page ♥ Instagram  


4
17.12.2020
* Mais 3 contos de Natal! ♥

Ei, Gente! :) Confesso que esse fim de ano eu tô meio sem ideia e um pouco cansada mentalmente, mas estou tentando preparar posts. Então, desculpem pela falta de post ontem… Aliás, talvez role uma mini férias do blog. Porém, não sei ainda.

Em contrapartida, hoje tem postagem com alguns contos de Natal que eu quero ler muito, além do qual eu postei aqui. Tô finalizando “Como falar romance em francês” e espero que role resenha até amanhã.

Enfim, recadinhos dados. Agora vamos às histórias natalinas? ♥

Crédito da Imagem: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Contrato de Natal, da Rê Lustosa, é a minha próxima leitura. Ansiosa para embarcar nesse chick-lit que conta a história da Emília Fontenele. Tudo o que ela quer é um pedido de desculpas da sua família. Afinal, nada a ver falar que ela deveria desistir de arranjar um namorado.

Ao mesmo tempo em que ela não quer seguir o padrão da sociedade, não deseja o oposto extremo. Então, ela prepara uma lição para os familiares na ceia natalina. Com a ajuda de um amigo do trabalho, ela terá um namorado por um dia… Mas tem muita coisa por trás: descobertas sobre ela e todos!

Crédito da Imagem: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Também quero muito conhecer a escrita da Laura, do blog Estante Bibliográfica, que lançou esse ano seu primeiro conto: A magia do Natal na loja de Brinquedos. Conta sobre a Beatrice, que tem cinco anos que perdeu o pai e herdou a loja de brinquedos “Passaporte para a infância”.

A protagonista acaba perdendo o gosto pela vida e nem chega a comemorar o Natal, que era a sua festividade favorita. Há lendas de que a loja é capaz de realizar sonhos e dentre desânimos, surge um presente especial e um cliente que precisa fazer compras de últimas horas… Tudo com inúmeras surpresas em plena véspera de Natal.

Crédito da Imagem: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

E recebi hoje como sugestão de leitura na Amazon, esse conto: Como se fosse um presente de Natal, da Paula Neiva. Achei a capa linda e a história parece ser divertida. Que a propósito fala sobre Luísa, que arrumou um trabalho temporário bem doido: se vestir de Mamãe Noel em um shopping lotado e com uma roupa de látex.

Mas tudo piora, quando descobre que uma das crianças esqueceu seu presente ao lado do trenó. Agora ela parte para a missão de entregá-lo à dona. Então, ela chega à conclusão de que Papai Noel pode até não existir, mas a Mamãe Noel sim.

***

É isso, pessoal. Quem quiser ler esses contos, só clicar aqui, aqui e aqui. ♥ Se eu conseguir ler todos, faço uma maratona de posts semana que vem, ok? E me contem: tem alguma história literária que vocês amam? No mais, podem opinar à vontade! ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Top 5 – Cinco histórias natalinas!
Fan Page ♥  Instagram 


5
08.12.2020
* 5 autoras que eu conheci esse ano! ♥

Ei, Gente! :) 2020 foi um ano que conheci novas autoras, que escreveram livros que me surpreenderam. Algumas, eu já tinha escutado falar. Outras, ainda não. Mas todas entraram na minha listinha de quero ler mais e mais. Então, vamos conhecer também? ♥

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

Para começar: Maria Ferreira, do Impressões de Maria, que escreveu um dos contos do livro nacional “Vozes Negras“. Amei a escrita de todas, mas a dela foi uma das que mais chamou a minha atenção, pela leveza das palavras. Quero ler outras histórias criadas por ela, sem dúvida.

Outra autora brasileira, que inclusive foi parceira do PJ esse ano, é a Gleice Couto. Li “Off-line” no comecinho de 2020 e mal sabia que seria mega útil para esse ano todo e para a vida mesmo. Escrita leve e que prende do início ao fim! Temas importantíssimos e que fazem a gente se identificar, como ansiedade e tal. Louca para embarcar em “Pra sempre Natal”.

E tem a Leila Rego também! Através da Fernanda França, consegui finalmente embarcar em algumas histórias. Foram dois contos: “O outro lado da muralha” e “Um filme de nós dois“. A escrita segue bem o estilo que eu gosto e flui que é uma beleza! Quero ler os outros livros de chick-lit dela, que acho que vou amar ainda mais.

Crédito das Imagens: Insta de cada autora
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

E agora duas autoras gringas: a Reshma Saujani, que escreveu “Corajosa sim, perfeita não“. Foi a primeira leitura desse ano e sério como ajudou no meu perfeccionismo, gente! Quero ler até a lista de mercado dela hahaha. Plantou várias sementinhas esse livro e, aos poucos, estou conseguindo colocar na prática.

Por fim, mas não menos importante, temos a Olivia Beirne. Ela escreveu “A lista que mudou minha vida” e entrou para a minha listinha de favoritos desse ano. É um chick-lit que mostra como sair da zona de conforto de forma divertida e leve! Acho que ela tem um outro também, mas não sei se ainda tem aqui no Brasil. Traz também, Faro Editorial. Por favorzinho! ♥

Crédito das Imagens: Insta de cada autora
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

É isso, gente! Já conheciam? No mais, podem opinar à vontade. :) E me contem uma autora que conheceram esse ano e querem ler tudo que ela escreve. ^^

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Entrevista – Autora Leila Rego
Fan Page ♥ Instagram 


4
30.10.2020
* Top 5: Leila Rego! ♥

Ei, Gente! :) Eu tô tão perdida no tempo, que esqueci completamente que o Dia Nacional do Livro (que foi ontem). Mas mesmo com um pequeno delay, preparei um top 5 com uma autora brasileira que eu conheci a escrita esse ano: Leila Rego. Vamos lá? Boa leitura. ♥

Crédito das Imagens: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. Amigas Imperfeitas (Gutenberg)
Sinopse:
Nina, Pâmela e Manuela são jovens adultas que chegam aos 30 anos de idade mantendo uma amizade desde os tempos de escola. Amigas inseparáveis, continuam curtindo as músicas da Legião Urbana – a trilha sonora de suas vidas – e, apesar de terem tomado rumos muito diferentes, elas conseguem se encontrar todas as quintas-feiras para a Noite do Batom. Pâmela, já casada, é muito bem-sucedida profissionalmente, não tem problemas financeiros e parece ter a vida perfeita. Mas só parece. Manuela é separada. Casou-se um dia para esquecer o grande amor da sua vida e não foi feliz, e hoje parece não ligar mais para as questões do coração. Mas só parece. Nina é a solteira que tem uma atração irresistível por cafajestes, que sempre a fazem sofrer. Implora para que Santo Antônio a ajude a ser feliz no amor, o que parece impossível. Mas só parece. Em uma Noite do Batom incomum, Manu inventa a OFI (Operação Faxina Interna) para ajudar Nina a superar mais um relacionamento frustrado. Junto de mais dois amigos, partem para uma divertida viagem que mudará para sempre a vida de todos.
Observação da Pequena: Só pela sinopse dá para ver que esse chick-lit promete aventuras e uma leitura leve e divertida! E amei já a Noite do Batom hahaha.

2. A segunda vez que te amei (Gutenberg)
Sinopse:
André e Juli pareciam ter nascido um para o outro. Depois de seis anos de casamento, e sendo também sócios em um restaurante, as coisas, porém, já não eram o conto de fadas do início. Na verdade, sentiam que estavam vivendo mesmo o lado mais sombrio da sua história. Raquel e Alberto tinham a vida perfeita: empregos glamorosos, com rendimentos que permitiam um alto padrão de vida, um filho carinhoso e saudável, o apartamento dos sonhos, férias sempre inesquecíveis… mas um fato inusitado faria com que aquele castelo encantado estivesse prestes a ruir. A vida, no entanto, traça caminhos inesperados. E o que parecia não ter saída de repente se transforma em uma encruzilhada, na qual os quatro podem se encontrar e agarrar a nova chance para a felicidade.
Observação da Pequena: Esse parece aquele romance de arrancar suspiros! Acho que deve ser clichê, mas com aquelas pitadas de surpresas inesquecíveis.

3. Partiu vida nova (Gutenberg)
Sinopse:
Mariana sonhava em se casar com um cara perfeito, ter uma casa arrumada e ser feliz “até que a morte os separe”. Mas o sonho dela parecia ter sido turbinado: ela ia se casar com Eduardo, médico, lindo, rico, cobiçado e divertido, ia morar em um superapartamento no melhor bairro da cidade, e nunca tinha se sentido mais feliz com seu vestido de noiva de marca e um guarda-roupa repleto de peças de grife que ela tanto valorizava. E o grande dia havia chegado. Ela estava em seu quarto sozinha, terminando de se arrumar, quando o noivo aparece de repente e diz que não se sente pronto para casar. A imagem do casal em cima do bolo começa a desabar…
Observação da Pequena: Esse eu acho que vai ser a próxima história da Leila que eu quero embarcar. Se eu conseguir, ainda esse ano!

Crédito das Imagens: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

4. As fases da lua (Gutenberg)
Sinopse:
Alice é uma jovem com uma vontade crescente de cair no mundo, até se apaixonar pelo cara mais gato da cidade. Mas um incidente no meio de seu conto de fadas pode mudar sua vida para sempre. Lena é uma mulher cheia de amor para dar e que stalkeia todos os passos dos homens por quem se apaixona. E ela realmente se apaixona por todos. Um amor minguante não tem vez na vida de Bruna. Noiva do seu melhor amigo de infância, eles se preparam para o casamento e traçam planos para uma vida inteira juntos. Mas será que não é perfeição demais? Ainda nova, Dora já é uma médica renomada, segura e decidida, mas seu coração traz uma ferida e ela não está disposta a se abrir novamente. Até que o amor lhe aparece em forma de canção… Destiny é uma jovem com um passado marcado por dúvidas e segredos, assim como o misterioso luar azul que toma conta de sua cidade, deixando-a confusa e com medo… pois no fundo ela sabe que ele pode guardar as respostas que ela tanto busca.
Observação da Pequena: São cinco histórias de cinco autoras e uma delas é da Leila. E eu adoro livros de contos porque dá para conhecer um pouco a escrita de cada uma, né? Fora que a capa é linda!

5. Conto – O outro lado da muralha (publicação independente)
Sinopse:
Kryptós é a cidade dos inventores e afins. Muitas lendas circulam por lá e aqueles que tentam desvendá-las são repreendidos pelos soldados de Mombi. Bob Cabeça Pensante é um cientista e seu trabalho é criar tudo o que Mombi pede. Ele vive com a família e é cercado de privilégios, até que uma saída com o seu cachorro muda tudo. Finalmente, descobre que uma das lendas de Kryptós é verdadeira.
Observação da Pequena: Esse foi o meu primeiro contato com a Leila e curti muito a escrita dela. Esse gênero é meio de fantasia, então, se já curti… Imaginem os de chick-lit? Ah! Tem resenha aqui sobre esse conto. ♥

***

E vocês? Já conheciam a Leila? Ela é uma querida e quero ler mais livros e contos dela, que a propósito tem muito mais lá na Amazon, livrarias e tal. No mais, podem opinar à vontade. E quem tiver sugestão de top 5 com autores nacionais, só acrescentar nos comentários. ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Entrevista: autora Leila Rego!
Fan Page ♥ Instagram 


8

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2021