04.04.2021
* PJ Leu: Amor na loja de chocolates! ♥

Ei. Gente! :) Para essa Páscoa, nada melhor do que um conto bem doce, né? Então, a dica literária de hoje é: Amor na loja de chocolates, da autora brasileira Renata Lustosa. Pega o seu chocolate e boa resenha! ♥

Conto: Amor na loja de chocolates | Autora: Renata Lustosa | Conto independente
Crédito da imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 5 livros

Sinopse: Sofia é uma workaholic que trabalha de segunda a segunda na sua chocolateria vegana. Não tem tempo para vida amorosa, mesmo seu pai aconselhando e falando que pode ajudá-la. Mas ele já trabalhou tanto, que não seria justo, né? Até que um dia, sua loja recebe uma visita ilustre de um ator bem famoso. E um encontro rende mudanças, descobertas e viradas de olho de um segurança muito intrometido (e até bonito rs!).

⁣⁣Opinião da Pequena: Para começar, quero falar que todas as capas das histórias da autora são bem fofas. Mas essa é a minha favorita. E, claro que o conteúdo não fica de fora. Aquece o coração!

Narrado em primeira pessoa, a escrita é leve e a leitura flui de forma bem doce. Como é um conto, as coisas acabam desenrolando em um piscar de olhos. Porém, às vezes, ir direto ao ponto é melhor. Ajuda o clube dos leitores curiosos hahaha.

Adorei a Sofia e o pai dela entrou na listinha de pais favoritos. Tiago me lembrou o Dillon O’Hara. E o Bernardo é sem comentários. Dá para imaginar cada revirada de olho dele hahaha. Mas quem conquistou o coração da Pequena que vos bloga foi o Coelho. Deu um toque a mais, sem dúvida.

Crédito da Imagem: Renata Lustosa / Divulgação

Mesmo eu não rindo tanto como o de costume, é um conto que tem todos os ingredientes necessários para um incrível chick lit. E, sim, a gente consegue tirar lições valiosas:

1. A importância de dividir chocolates. Nunca deixe de oferecer essa oitava maravilha, ok? Mesmo que a vontade de devorar seja gigante hahaha.

2. Não tirar conclusões precipitadas.

3. Proteger os animais é um ato de amor.

4. Sucesso no trabalho depende de outros ingredientes também. E tem mais a ver com a vida pessoal do que imaginamos. ♥

****

No mais, esse novo conto da escritora me fez abraçar pela primeira vez o meu kindle no final de uma história. Valorizar a doçura da Páscoa, ainda mais em tempos difíceis. Obrigada por isso, Rê!

Quem quiser embarcar no mundinho da Sofia, vale a pena baixar o conto, que está disponível na Amazon. O “The end” é de arrancar suspiros! ;-)

Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica! E Feliz Páscoa, gente! Que seja um dia doce e feliz. ♥

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Leu – Cale-se para sempre!
Fan Page ♥  Instagram


1
02.03.2021
* PJ Leu: A vida perfeita não existe! ♥

Ei, Gente! :) E a minha última leitura de fevereiro foi: A vida perfeita não existe, da autora brasileira Daiana Garbin. O livro publicado pela Editora Sextante (parceira do blog) é meio que um complemento de vários livros desse estilo, como “Corajosa sim, perfeita não“. Vamos lá? Boa resenha. ♥

Livro: A vida perfeita não existe | Autora: Daiana Garbin | Editora: Sextante
Crédito da imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 5 livros

Sinopse: Nesse livro, a autora divide com o leitor sua jornada à procura de respostas. Com base em estudos, pesquisas, entrevistas com especialistas e depoimentos de leitores, ela traça um panorama da frustração que sentimos ao perseguir um tipo de felicidade irreal e mostra como encontrar coragem para adotar uma nova atitude em relação à vida.

Opinião da Pequena: Desde o ano passado, estou ansiosa para ler esse livro. Li o primeiro da Daiana e mexeu muito comigo, então, acreditava que esse seria no mesmo esquema. E posso falar? Foi melhor do que eu esperava, tirando algumas ressalvas.

Recebi da Sextante no final de 2020 e assim que rolou, embarquei. E foi na hora certa! Quando eu comecei a ler, estava em uma semana ruim. Sabem aqueles sentimentos que a gente quer passar longe, mas quando menos espera: eles estão lá invadindo a nossa vida, sem pedir licença?

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

Sentir ciúme, por exemplo, é uma das coisas que mais me deixa triste. Inveja então, meu Deus! Raiva, angústia, frustração nem fala…. Mas essas sensações são comuns e isso não significa que a gente seja uma pessoa horrível. Todo mundo já sentiu, sente ou irá sentir. Faz parte da vida. E a Daiana meio que normaliza esses sentimentos no sentido de acolher cada um. Sem julgamento. Entender o motivo disso acontecer e como você pode lidar, no seu tempo, com esses momentos.

São palavras duras, mas escritas com carinho e que plantam uma sementinha na gente. Claro que ninguém vai mudar da noite para o dia. Porém, é um processo possível de acontecer. Ao menos, é mais real do que aquela felicidade plena todos os dias da vida! A propósito, como o próprio nome do livro diz “A vida perfeita não existe“. E a gente tem que se acostumar que existem coisas que não temos controle e o que podemos controlar, pode colaborar para que a gente possa lidar com essa realidade.

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

Não é possível ser feliz o tempo todo. A infelicidade existe e a gente pode aprender muito com essa tão temida palavra! Aqui entra novamente a questão do acolhimento. Uma vez, eu li que para darmos valor a um dia bom é preciso lidar com um dia ruim. Entendem? ;-)

Também aprendi com esse livro sobre ressentimento e o quanto essa sensação pode nos ensinar e ser prejudicial à nossa saúde mental, se não resolvemos questões que estejam ligadas a ela. Li sobre nos tratar com bondade e respeito e a coragem para mudar essa relação com a vida no geral. Nas últimas páginas, achei alguns parágrafos meio repetitivos, mas acho que foi com a intenção de frisar bem a mensagem principal.

No mais, é uma leitura que flui bem e você tem vontade de devorar. O gênero é autoajuda, mas sem fórmula mágica. A escrita é delicada, afinal, o tema pede isso. E acredito que seja um que o leitor tenha de ter para sempre na estante. Acho que pode colaborar em várias situações e fases. Por quê? Bom, esse processo não termina nunca. Então, reler é uma boa.

Ah! Quem conhece a autora por conta de temas sobre transtornos alimentares, entre outros relacionados ao corpo, ela também aborda sobre esses assuntos nesse livro. E ajuda muito também! ;-) Enfim, recomendo.

Crédito da Imagem: Amazon

Nas últimas páginas, ela também aborda sobre a pandemia e é uma ajuda extra para todos. Obrigada, Daiana. Obrigada, Sextante! Enfim… Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica! :)

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Entrevista – Daiana Garbin
Fan Page ♥ Instagram  


4
24.12.2020
* PJ Leu: Conto – Contrato de Natal! ♥

Ei, Gente! :) Feliz véspera de Natal para todo mundo yay! E para entrar ainda mais no clima, separei uma dica literária: Contrato de Natal, da Renata Lustosa. Um conto de chick-lit natalino perfeito. Vamos lá? Boa leitura! ♥

Conto: Contrato de Natal | Autora: Renata Lustosa
Crédito da imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 5 livros

Sinopse: Emília Fontenele não quer seguir o padrão imposto pela sociedade de que precisa ser uma garota comprometida. Afinal, já está quase na casa dos trinta. Mas isso não significa que a sua família indelicada tem de falar pra ela desistir de uma vez de arrumar um namorado. Que abuso!

Para dar uma lição nos seus familiares, decide pedir ajudar para o amigo do trabalho, que topa ser seu “namorado” no dia do Natal. Porém, quem aprende e descobre coisas além do que imaginava é ela mesmo.

Opinião da Pequena: Quando a Rê me convidou para ler o novo conto dela, não pensei duas vezes. Todas as histórias que ela escreve vão além de um simples chick-lit. E esse têm um especial: é de Natal. ^^

A premissa é bem clichê. Mas sabe aquele clichê que aquece o coração? Então! Personagens carismáticos, protagonista gente como a gente e elementos surpresas que fazem a diferença, até mesmo quando a gente já imagina o final.

E dessa vez, o tema abordado é a clássica imposição que a sociedade coloca na mulher, de que para ser feliz precisa ser comprometida. Em contrapartida, não para por aí. Como essa questão já tá tão enraizada, a própria Emília se cobra. E leva todos os discursos com desconfiança.

Amei como tudo foi amarradinho, ri muito e percebi como a protagonista cresceu, mesmo com poucas páginas. Fiquei apaixonada pela sua família e, claro, pelo Theo. Adorei o desfecho, algumas sacadas e o arquivo final que o leitor encontra na última página contém a melhor planilha. E mais uma vez: o único defeito é que a história acaba muito rápido hahaha. E confesso que imaginava uma capa mais natalina, entretanto….

O tema é de Natal, porém, acredito que seja um conto bem atemporal. Já que trata de assuntos distintos, mesmo com os clássicos “a tia dos namoradinhos” e tal. E além do tema central que contei anteriormente, aprendi que tudo está na forma como interpretamos. Às vezes, a gente fica tão focada em tal coisa, que não entende a real intenção de uma conversa. Ou de borboletas no estômago. Enfim, recomendo. O melhor contrato que já li.

Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica (clica aqui para baixar).

Beijos, Carol.

Post Antigo: Os delírios de Natal de Becky Bloom
Fan Page ♥  Instagram


7
14.09.2020
* PJ Leu: Conto – Cale-se para sempre! ♥

Ei, Gente! :) A minha concentração literária está voltando aos poucos e no finde consegui até ler um conto novo: Cale-se para sempre, da Renata Lustosa (autora nacional), uma parceira querida do PJ. Então, trouxe a resenha para vocês. Vamos lá? Boa leitura!

Conto: Cale-se para sempre | Autora: Renata Lustosa
Crédito da imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 5 livros

Sinopse: Olívia Florence é dona de uma pequena empresa de organização de eventos chamada “Dois pombinhos”. Parece que as coisas vão melhorar com o novo casal cliente, porém, tudo muda quando o noivo dá em cima dela na maior.

Agora o que fazer? Contar para a Bianca, a noiva, e perder seus potenciais clientes ou deixar isso para lá e não falar nadinha? Sua honestidade pode prejudicar a sua empresa, que já está meio mal das pernas ou pelo contrário?

Entre essas questões, Olivia aprende boas lições. Inclusive, faz as pazes com o senhor cupido!

Opinião da Pequena: Sempre quando eu leio algo da Rê, eu lembro o motivo de eu amar tanto chick-lit. Esse conto é mais uma prova de que esse gênero traz valores que inspiram a gente no nosso dia a dia e não tem nada de “raso”.

A premissa chama a atenção. Imagina: o único cliente, que pode manter a sua empresa, dá em cima de você na maior cara de pau? É impossível não se colocar no lugar da Olívia e ter vontade de dar um murro nele (sou contra violência, mas esse vilão merece hahaha).

Adorei como a história foi conduzida e o único defeito é que acaba muito rápido! Quando a gente se toca, chega o epílogo, mas fica feliz que tudo se encaixa direitinho.

De quebra, a gente aprende lições, como a importância de ter aulas de krav magá. Que a propósito, essa parte rende boas risadas. Outra: a honestidade e a empatia valem ouro. E que o Cupido sabe das coisas e um bom partido aparece e ele tem de ter várias coisinhas, que vão além de bens materiais. Clichê, mas sempre bom lembrar.

Crédito da Imagem: Amazon / Renata Lustosa

Tomás é meu novo crush literário, mesmo com algumas ressalvas. A Olívia? Amei esse nome! Ah! E eu quero contratar a “Dois Pombinhos” quando eu me casar hahaha. ;-) Aliás, noiva Bianca, você me surpreendeu. Quer ser minha amiga? Eu,você e a Olie podemos criar um grupo no Whats hahaha.

Enfim, recomendo muito para quem anda travado nas leituras. Quer algo divertido, leve e para devorar em questões de horinhas? Cale-se para sempre é perfeito para isso.

E não sei vocês: mas contos eu acho que sempre devem virar livros, porque quero mais detalhes e tal hahaha. Tipo uma personagem, que acho que acrescentaria muito, ficou meio apagada. Mas entendo que esse tipo de leitura é desse jeito, mais direto ao ponto, digamos assim.

Quanto à capa… Tem tudo a ver com a história, inclusive, com uma cena incrível. Pelo menos, eu acho! E o título também! E adorei a diagramação e as ilustrações em algumas páginas, que fazem a diferença. ^^

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

É isso, pessoal. Quem quiser embarcar, está disponível nesse link da Amazon. No mais, podem opinar à vontade! ;-)

Beijos e boa semana,
Carol.

Post Antigo: Conto – Maldito Beijo!
Fan Page ♥  Instagram


6
21.08.2020
* Beda 21 – Top 5: Bee Mine! ♥

Ei, Gente! :) Para o post do dia, trouxe mais um top 5 para vocês. Dessa vez, vou mostrar alguns dos meus itens favoritos da Bee Mine. A propósito, essa papelaria online cedeu um kit maravilhoso para o sorteio que está rolando lá no Insta do PJ. Vamos lá? ♥

Aliás, já falei algumas vezes sobre essa lojinha aqui no blog. Além dos produtos incríveis, a Jess nos proporciona uma experiência perfeita, sem defeito. A cada caixinha que chega, o dia fica mais fofo e a gente vê o quanto de amor e dedicação tem lá dentro.

A Bee Mine, que nasceu em 2017, revende produtos de grandes marcas, mas ano passado (2019) ela começou a criar itens próprios, que são lindos e alimentam o nosso lado #aloucadapapelaria. Então, vamos conhecer alguns dos meus produtinhos preferidos? ;-)

Crédito das Imagens: Bee Mine
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. Bloco de notas Abrace suas ideias
Observações da Pequena:
Faz parte da cartela de produtos próprios da Bee Mine e dá uma peninha de usar. Porém, deixa a nossa vida mais organizada e inspirada a realizar sonhos e simples desejos. Para saber mais, é só clicar aqui.

2. Kit de Adesivos Um dia de cada vez
Observações da Pequena:
Mais um item exclusivo da protagonista do post do dia. Perfeito para decorar o planner, o diário de leitura ou, até mesmo, dar um toque a mais no laptop. Têm frases motivacionais e outras coisinhas que a gente ama! Também tenho peninha de usar, mas vou usar hahaha. Quer saber mais detalhes? Vem aqui.

Crédito das Imagens: Bee Mine
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

3. Caneta Julie Vermelha
Observações da Pequena:
Todas as canetas que eu já comprei na Bee Mine não vão embora depois da tinta acabar. Porque além de cumprirem a sua função, a identidade visual (digamos assim) é tão linda, que dá um toque a mais na decor do home office. Essa vermelha eu ainda não tenho, mas pretendo. Pretende também? Corre aqui.

4. Tesoura Gold
Observações da Pequena:
Eu acho essa tesoura a cara da riqueza! Sempre que uso aqui em casa, acabo pegando a da cozinha e estou pensando em investir em uma dourada assim. Porque item de papelaria é útil, porém, inspira a nossa rotina fluir mais também, não concordam? Para mais informações, clique aqui.

5. Kit de Washi Tapes Anna
Observações da Pequena:
Eu sou mais #teamadesivos, mas não dispenso uma washi tape. E eu estou apaixonada por esse kit, que só não acrescentei na minha última comprinha, porque o meu cartão de crédito não permitiu. Mas em breve vou acrescentar no meu carrinho. Se você quiser ir pelo mesmo caminho, corre aqui. ♥

***

É isso, pessoal. :) Estou muito feliz com essa parceria, afinal, eu realmente sou consumidora da Bee Mine e confio de olhos fechados na marca! E todas as comprinhas vêm com cartões postais lindos e marcadores de livros perfeitos. Então, recomendo.

Ah! Quer participar do sorteio? Só passar nesse post do meu Insta. Você tem até o dia 26 de agosto (23h59). Mas também não deixe de passar no site e conferir as news. É muito fofurice em um único lugar. ;-) No mais, podem opinar à vontade.

Beijos, Carol. ^^

Post Antigo: Top 5 – Banca do Bem
Fan Page ♥  Instagram


6

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2021