20.09.2023

Ei, Gente! :)

Eu sei. Eu tinha colocado apenas 3 livros na minha lista de compras da Bienal desse ano. Mas assim como eu aprendi que “Bienal” e “Fila” são sinônimos, outra lição que eu tirei é de que: “esse evento” e “não comprar histórias literárias a mais” não combinam na mesma frase hahaha.

Porém, em minha defesa, quero dizer que alguns eu já estava de olho. E tudo estava bem mais em conta e fora que trouxe muitas dedicatórias fofas para casa. Então, vamos lá? Boa leitura.

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

1. Reticências (Solaine Chioro – Editora Globo Livros – Selo Alt)
Sinopse:
Davi e Joana se conheceram online e, desde que se falaram pela primeira vez, não conseguiram mais parar. Os dois passam madrugadas conversando, assistem a filmes juntos, desabafam sobre o dia a dia e discutem questões existenciais. O único problema é que eles não sabem a verdadeira identidade um do outro. Para Davi, Joana é @vidaspretas, a ilustradora incrível com quem entrou em contato para um trabalho. Para Joana, Davi é o @caradaprefeitura, que mandou mensagem convidando-a para uma campanha de Dia da Consciência Negra. Tudo o que sabem um sobre o outro (e tudo o que importa) é que se gostam e estabeleceram uma conexão real, possível apenas porque o anonimato da internet permitiu que não tivessem medo de se abrir. O que eles não sabem, no entanto, é que estão muito mais próximos do que imaginam…
Justificativa da Pequena: Uma vez, eu fiz um curso de escrita e a Solaine era uma das alunas também. Eu fiquei tão feliz por vê-la realizando esse sonho. Me inspirou tanto também, que eu tive que comprar. E a história mega me chamou a atenção. Fora que o preço na Alt tava mega bom: R$ 20,00. E com certeza é o próxima da lista, assim que eu finalizar as leituras atuais.

2. Nenhuma escolha precisa ser eterna (Luc – Editora Planeta – Selo Academia)
Sinopse:
Um livro para todas as pessoas que estão em busca de si, através das artes do Luc, encontramos acolhimentos e verdades necessárias para aprendermos a lidar melhor com o que sentimos.
Justificativa da Pequena: Esse nem preciso me justificar, pois estava na minha listinha. Só cumpri o meu papel (hahaha) e fora que conheci o autor e ganhei dedicatória. Yay! E o preço estava um pouco mais baixo (R$ 35,00 se eu não me engano).

3. Bem-vindos à livraria Hyunam-Dong (Hwang Bo-Reum – Editora Intrínseca)
Sinopse:
Yeongju tem se sentido desmotivada. Sua vida se tornou uma sucessão de frustrações e ela sente um vazio eterno no peito. Cansada de viver assim, ela decide deixar tudo para trás e colocar em prática um antigo sonho: abrir uma livraria. Desde a infância, Yeongju encontra conforto nos livros, e abrir uma livraria parece ser a solução ideal para os seus problemas. Mas começar um negócio nunca é fácil, e ela precisa aprender que ser uma amante dos livros não é o suficiente para tornar o seu sonho realidade. Conforme vai entendendo como administrar uma livraria, Yeongju também descobre mais sobre si mesma e quem ela quer ser.
Justificativa da Pequena: Acho que vai ser um daqueles livros que vai aquecer o coração, mesmo dando alguns sacodes hahaha. Me lembrou um pouco “A biblioteca da meia-noite” e “O melhor lugar do mundo é aqui”, mas talvez eu esteja enganada. E sempre tive vontade de abrir uma livraria também. No mais, foi um dos livros que mais me chamou a atenção nessa Bienal e saiu por R$ 30,00 no estande da editora.

4. Beijos e Croissants (Anne-Sophie Jouhanneau – Editora Globo Livros – Selo Alt)
Sinopse:
Mia Jenrow sempre soube que seria uma bailarina profissional. Na verdade, o balé está em seu sangue, uma vez que sua tataravó dançou na Opéra de Paris e foi pintada pelo grande artista Edgar Degas. Apesar de sua família dizer que essa história não passa de uma lenda, para Mia é muito mais: é seu destino. Depois de planejar um verão mágico na França para ir atrás do seu sonho, Mia finalmente chega em Paris, mas logo percebe que tudo pode ser bem mais complicado do que imaginava. Para começar, ela tem uma rival, Avery, que faz de tudo para expor seus erros. E para piorar, o professor de balé é extremamente rígido e exige padrões de perfeição inalcançáveis. E ainda tem o catastrófico e charmoso Louis, que está doido para mostrar a sua cidade natal para Mia. Ela mal pode esperar para pular na garupa da Vespa do garoto e abraçá-lo pelas costas enquanto passeiam sob as luzes brilhantes da Torre Eiffel. Assim, Mia percebe que o seu verão será muito mais do que treinar passos de balé, afinal, não é à toa que Paris é conhecida como a Cidade do Amor.
Justificativa da Pequena:
Ok, esse eu comprei mais pela capa do que pela sinopse, que lembrou um pouco também “Anna e o beijo francês”. E fora que o livro estava por R$ 20,00 também! E já falei que a capa é linda e uma das minhas favoritas?

5. Aquele meu ousado romance (Aione Simões – Editora Harper Collins – Selo Harlequin)
Sinopse:
Aimée e Ricardo conhecem bem o mundo da escrita. Ela abriu a própria agência literária recentemente, ele é um autor que estourou com uma trilogia de fantasia, finalizada cinco anos atrás. E ambos também têm em comum a admiração por Iolanda, a agente de Ricardo e mentora de Aimée. Então, quando Iolanda anuncia sua aposentaria e pede que Aimée agencie Ricardo, ninguém fica preocupado, afinal, não tem como dar ruim… certo? Errado. Ricardo não conseguiu repetir o sucesso com os livros publicados depois da trilogia, e agora, precisando de dinheiro, decide publicar uma história em uma plataforma on-line bastante popular. A pegadinha, no entanto, é que o gênero mais requisitado é romance, e Ricardo nunca escreveu algo do tipo. Mas não deve ser tão difícil… certo? Errado. Aimée, fã de carteirinha do gênero, ao ver o primeiro rascunho de Ricardo, fica horrorizada. Mas está determinada a guiar o novo agenciado pelo universo que tanto ama e provar seu valor como agente.
Justificativa da Pequena: Esse eu já estava de olho, mas não pretendia comprar na Bienal… Porém, como eu conheci a autora e ela é uma das pessoas mais fofas que conheci nesse evento, acabei levando. Em breve, vou ler e conto para vocês! Aliás, saiu entrevista com ela essa semana. E vi que o livro foi um pouco mais carinho na Bienal (R$ 35,00), mas nada absurdo e super compensou, afinal, ganhei dedicatória, marcador e tals. :)

6. Amor às causas perdidas (Paola Aleksandra – Editora Harper Collins – Selo Harlequin)
Sinopse:
Laura sempre amou uma causa — supostamente — perdida. Amante de contos de fadas e finais felizes, e apresentadora de um podcast em que comenta histórias alheias de amores fracassados, ela sempre conseguiu ver o copo meio cheio e acreditar que tudo dá certo no final. Mas a coisa muda bastante de figura quando ela própria começa a se ver como um caso sem salvação, depois de descobrir que sua vida foi baseada em uma mentira e cortar relações com a família. Téo é um médico geriatra com medo da morte, portanto está muito familiarizado com a irremediabilidade de certas causas. Mas, um tanto perdido, ele começa a questionar se deve insistir em sua residência médica em Minas Gerais, afinal, como seguir um caminho que vai mantê-lo longe da família, quando o que mais quer é cuidar dela? Então ele decide voltar para casa, só que não esperava encontrar alguém ocupando seu quarto..
Justificativa da Pequena:
Esse também não vou me justificar, pois também estava na minha listinha hahaha. E outra coisa, o livro saiu por R$ 40,00 e também teve sessão de autógrafos com essa autora brasileira super fofa e que dá para ver nos olhos dela a paixão por livros. Esse, talvez, possa rolar leitura no Clubinho. Mas ainda estou vendo!

7. Meu crush de Nova York 3 (Raffa Fustagno – Editora The Gift Box)
Sinopse:
Uma pandemia no meio do relacionamento de Charlotte e Ethan fez com que os dois fossem morar juntos logo após o pedido de noivado. Além de lidarem com uma nova realidade, um deles está bem ansioso para assinarem os papéis e serem oficialmente casados. Só que nada é muito fácil quando sua família mora longe e a grana não dá para quase nada. De alguma maneira, os dois se verão dentro de um programa de televisão que promete resolver esse e outros problemas, mas que, na verdade, vai trazer situações inusitadas e inesperadas, inclusive o crescimento dessa família!
Justificativa da Pequena: Eu ainda preciso ler o 2, mas como eu já sei que vou querer saber mais quando acabar, garanti logo o meu. E a Raffa é uma das pessoas mais incríveis desse mundinho literário, então não tinha como não prestigiar! Ah! Não lembro ao certo o valor, mas o preço estava mais em conta no estande da editora.

8. Para sempre Lara (Malu Simões – Editora All Book)
Sinopse:
Lara e suas amigas estavam empolgadas com a viagem para conhecer os Alpes suíços, esquiar e voltar para casa com muitas histórias para contar. Mais do que tudo, Lara iria finalmente conhecer o lendário Lago Blausee, cenário de uma lenda que a mãe contava para ela desde a infância. É em meio à neve, cachecóis, bosques e danças típicas que ela conhece Christer, o herdeiro do trono de Nóbia, que precisa se casar para assumir seu lugar de direito. No entanto, não estava nos planos dele e de sua família que ele se apaixonasse por uma plebeia. Agora eles irão descobrir se a lenda do Lago Blausee é mesmo real.
Justificativa da Pequena: Outra autora brasileira que estava na minha listinha para conhecer nessa Bienal. Confesso que o livro eu não tinha pretensão de comprar agora, mas ela contando a história e falando da Suíça, não teve como mesmo! Super querida e espero muito conseguir entrevistá-la para o bloguinho. Ansiosa também para embarcar! E estava com desconto e acho que ainda nem lançou oficialmente. Então, adiantei uhul \o/!

9. Ladeira Abaixo (Aimee Oliveira – Editora Nacional)
Sinopse:
Antônia Vasquez mora numa ladeira de Santa Tereza e ultimamente sua vida parece acompanhar o movimento que ela faz todos os dias ao sair de casa: uma descida íngreme. Ela se desdobra em mil para pagar a faculdade, dar conta dos estudos, cruzar a cidade de uma ponta à outra para ir ao trabalho e, ainda por cima, tomar conta de dona Fifi, sua avó, que está apresentando os primeiros sintomas de Alzheimer. Como se não bastasse, um dia, em meio aos tantos transportes públicos que utiliza, ela dá o azar de pegar o mesmo que Gregório, seu ex-melhor amigo. E, pior ainda, acaba desenvolvendo um crush nele. Não existe espaço para uma paixonite na rotina de Antônia. Mas como explicar isso para o coração?
Justificativa da Pequena:
Olha, esse livro estava na minha listinha da Bienal do ano passado (que foi em São Paulo). Com a correria, não consegui comprar, mas comprei agora uhul \o/! Também não lembro ao certo o valor, mas ganhei dedicatória, marcador, adesivo e sou uma leitura muito feliz!

10. Não era pra ser uma história de amor (Sarah Adler – Editora Arqueiro)
Sinopse:
Millicent Watts-Cohen tem uma missão a cumprir. Determinada a reafirmar o poder duradouro do amor, ela decide levar as cinzas da Sra. Nash, uma idosa de 98 anos que se tornou uma grande amiga, de Washington até a Flórida. Seu objetivo: reuni-la, ainda que simbolicamente, ao grande amor de sua vida, oitenta anos depois. Mas as coisas não saem como previsto por Millie. Depois que uma pane geral no sistema de aviação cancela todos os voos, ela acaba pegando uma carona com Hollis Hollenbeck, um antigo colega do seu ex, que está indo de carro até Miami. Ele é um escritor enfrentando um bloqueio criativo e certamente não acredita no clássico “felizes para sempre”. Ao longo de muitos quilômetros de estrada, enquanto os dois discutem sobre a playlist ideal para a viagem e lidam um festival de brócolis e um cervo histérico, Millie começa a suspeitar que seu relutante parceiro pode gostar mais da companhia dela do que deixa transparecer. E, quanto mais perto eles chegam do destino, mais ela se vê forçada a admitir que essa viagem não é apenas sobre a história de amor da Sra. Nash – talvez seja sobre a dela também.
Justificativa da Pequena: Ok, esse eu ganhei no evento perfeito que a Arqueiro preparou para os parceiros durante a Bienal. Estou mega ansiosa para embarcar, porém, talvez esse seja uma possibilidade para lermos no Clubinho também! E sério, impossível essa história ser ruim! Festival de brócolis??? hahaha

Crédito das Imagens dos livros: Amazon

***

É isso, pessoal. Estou feliz e meu cartão que lute hahaha! Mas o saldo, apesar de não estar nos meus planos, foi mega positivo. E quem foi na Bienal: qual história levou para casa? No mais, podem opinar à vontade.

Beijos, Carol.

Post Antigo: Comprinhas Bienal 2022
Skoob ♥ Instagram

carol

leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 Comentários