28.09.2021

Ei, Gente! :) Recebi recentemente da Editora Mol um livro bem especial: “Posso ajudar?“, que dá pequenos toques do que dizer às pessoas em algumas situações delicadas, como luto, doenças, entre outros cenários.

Como setembro é amarelo e o mês em que a gente lembra também o quanto é importante estar com a saúde mental em dia, achei bem propício falar sobre essa leitura. Então, vamos lá? Ah! O formato dessa resenha vai ser um pouco diferente. Vou contar 5 lições que tirei com livro! ♥

Livro: Posso Ajudar? | Editora MOL
Crédito da imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 5 livros

A primeira: a nossa escuta é primordial. Afinal, cada um tem uma vivência. E por mais que a gente queira falar, opinar… Vale lembrar, que muitas vezes, o que o outro está precisando de fato é de um ouvinte!

A segunda é deixe o julgamento de lado, viu? Para você, até pode ser bobeira, mas se para o outro não é, respeite. Não use esse argumento de que é mimimi. Por mais que você interprete assim, lembre-se de quem precisa de ajuda e se coloque no lugar do outro.

Terceiro aprendizado: quem vive de passado é professor de história. Porém, em algumas situações, relembrar, faz bem e traz esperanças. Então, trazer a tona anos atrás em prol de um bem maior é super bem-vindo. Por exemplo? Um amigo que perdeu emprego, mas quantas coisas ele já conquistou?

Quarta lição é que muitas vezes, sim, a gente pode e deve agir com o coração. Mas não deixe a razão de lado. O intuito é ajudar, de fato, e da melhor maneira. Por exemplo, em questão financeira, se você não pode, não promete, emprestar um dinheiro que não tem. Porém, vale ajudar montar uma planilha financeira. ;-)

Por fim, a quinta: não imponha. Sempre leve em consideração o contexto e dê sugestões. A decisão final deve ser do outro. Faça o que estiver ao seu alcance, mas lembre-se: é a única coisa que pode fazer. Dê espaço!

Crédito da Imagem: Editora Mol

**

É isso, pessoal. :) É uma leitura curtinha e as ilustrações levantam o astral. Não só ajuda o outro, como a gente também. Inclusive tem uma parte sobre isso. E sabem o que é legal também nessa publicação? A cada livro, uma doação é feira para uma ONG da área da saúde. Vocês encontram nas lojas da Drogasil e Droga Raia e custa R$ 4,90. Bora ajudar? Para saber mais, clique aqui.

Ah! Esse post não é um publipost, ok? Recebi da Editora Mol, que sempre tá pertinho do blog, achei legal e decidi postar. Inclusive, fiz votação lá no Insta e a maioria pediu resenha. ;-)

Agora me contem: quem já leu? No mais, podem opinar à vontade. ♥

Beijos, Carol.

Post Antigo: Conhecendo a Revista Sorria
Fan Page ♥ Instagram 

carol

leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

3 Comentários

  • Oi Carol,
    amei esse livro achei a capa bem fofinha mas amei as lições que você tirou do livro.
    Muitas vezes o que parece chato ser relembrado faz muito bem há outras pessoas, e de alguma forma saber que relembrar também é uma forma de viver e manter registrado momentos.
    Ser um bom ouvinte é primordial para melhorar as nossas relações tanto de amizade como amorosa até porque saber ouvir é uma virtude linda.
    Vou querer ler esse livro.
    Beijos.

    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

  • carol

    Vanessa: Falou tudo, Van. Ouvir é uma das virtudes mais importantes. ♥
    Emerson: Boa, Emerson. Isso mesmo! :)