27.04.2020

Ei, Gente! :) Quem acompanha o blog, sabe que eu comprei um Kindle na última Bienal do Livro. Desde então, está nos meus planos fazer um post sobre o que eu achei. Agora chegou o momento! Para o post do dia, trouxe algumas observações e o meu veredito sobre o e-reader. Então, vamos lá? Boa leitura! ♥

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

– Para começar, a minha maior motivação para comprar o e-reader foi a possibilidade de ler histórias que não foram publicadas na versão física. Falando nisso, sempre dou prioridade para esses livros. Mas em tempos de isolamento social, esse aparelho está ajudando bastante, já que é mais difícil comprar livro novo nas livrarias.

– Sabe aquela preguicinha de levantar o tempo todo da cama para ligar e desligar a luz do quarto na hora de ler? A luz “natural” do Kindle facilita muito a vida nesse sentido. Mas, atenção! Não sei até que ponto pode fazer mal à vista, então, vale lembrar que todo cuidado é importante.

– Você acaba ganhando mais espaço na sua casa, mesmo que o seu coração de leitora seja igual à coração de mãe: sempre cabe mais um hahaha. E as suas mãos ficam livres durante a leitura, aí não tem aquele perigo de se mexer, fechar e perder a página que você estava.

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

– Quanto à bateria: ela é bem boa mesmo, gente! E apesar de preferir o do livro físico, o papel do Kindle realmente lembra muito o do tradicional. Achava que era mito, mas não. E quanto aos valores, são bem mais em conta. Fora que na Amazon, por exemplo, a gente tem aquele serviço do Kindle Unlimited (que posso falar depois).

– Ainda tenho que aprender muito sobre esse aparelho, mas o lado não tão bom é que a gente não tem a possibilidade de usar marcador de livro. E sei que é possível fazer marcações, mas como não sei mexer, na hora de fazer uma resenha (ou querer só lembrar) não consigo pegar de forma rápida um trecho que gostei ou um nome de uma personagem que não lembro.

***

Quanto ao meu veredito: o e-reader não substitui o livro físico de forma alguma. Mas pode ser sim um ótimo complemento para enriquecer ainda mais a sua vida de leitor. Ele tem pontos negativos e positivos e hoje, sem dúvida, não faço mais cara feia para ele! Amo o tradicional, mas estou adorando o novo. Traz inúmeros benefícios e se você tem a oportunidade de tê-lo, indico sim. ♥

Ah! O meu modelo é o Paperwhite 10ª geração e a única coisa que não posso fazer é ler em uma banheira, por exemplo hahaha. Mas de resto traz todos os benefícios dos mais avançados, como a luz, quantidade de e-book e tal. ;-)

É isso, gente! Podem opinar à vontade e qualquer dúvida, estou aqui!

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Leu – Romance Concreto
Fan Page ♥ Instagram  

carol

leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

15 Comentários

  • ah, eu amo meu kindle! acho que comprei em 2017 e ele é responsável por me fazer ler muito mais pela praticidade, possibilidade de comprar ebooks mais baratos e etc. em livros que sei que preciso fazer marcações (de estudo e tal) também acabo preferindo comprar a versão fisica porque também acho melhor, mas em um geral ele é perfeito pra mim. adorei o post :)

  • Menina, eu ganhei um Kindle de presente da minha irmã ano passado e não quero outra vida! Eu já usava o app Kindle no celular, mas ter o Kindle nas mãos é realmente maravilhoso. Eu tb prefiro os livros físicos, mas estou cada vez mais encantada pelo Kindle e suas facilidades. Tem alguns livros que eu tenho na forma física e que comprei o digital na Amazon tb. Daí eu até começo lendo o físico, mas acabo lendo grande parte dele no Kindle, porque leio mais antes de dormir e não tem nada melhor do que usar o Kindle pra isso, graças a sua luz, hehe. Realmente o Kindle é mara. Meu modelo é o Novo Kindle 10ª Geração e ele é ótimo! Sou apaixonado por ele!

    OBS: menina, use os recursos de marcação e notas do Kindle. É excelente e uma mão na roda pra gente que faz resenhas! ♥

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

  • carol

    Ká: Sim sim, tem o seu valor mesmo. ♥
    Marco: Vale a pena não para substituir, mas para complementar. :)
    Isabel: Nada substitui o livro físico. ♥
    Pathy: Hahaha depois me conta? E que bom que gostou do post. :)
    Suelen: Pois é, tem inúmeras vantagens. E vou aprender essas coisas hahaha. Obrigada pela dica! ♥
    Váh: Sim, tá sendo bem útil nessa quarentena. :)
    Bruna: Muito fofa, né? Comprei no mesmo dia que levei o Kindle. Mas quero outras hahaha. ♥
    Thais: Pois é, facilita mesmo. :)

  • Oi, Carol!
    Confesso que eu ainda tenho algumas dúvidas quanto a comprar um Kindle, pois eu gosto de ter o livro nas mãos, de sentir o cheirinho do livro novo e exibir as coleções de livros na estante.
    Mas de fato, a praticidade é inegável e isso que você de poder ler os livros que não foram lançados é bem interessante, gostei muito do seu texto.

    Abraço!
    Gravado na Memória

  • carol

    Gaby: Super te entendo. Também tenho essas manias, mas vejo o Kindle agora como uma possibilidade de complemento. :) E que bom que gostou. Qualquer coisa, é só falar.
    Anete: É se não é o seu foco, aí não sei se vale a pena. Mas vai que é um incentivo para você ler mais? ♥

  • carol

    Jaqueline: Eu tento olhar para o Kindle como um complemento e jamais como um substituto do livro físico. :)