18.06.2019

Ei, Gente! Ontem, dia 17 de junho, completei mais uma primavera. Para marcar esse novo ano, decidi compartilhar 5 lições que aprendi ao longo desse tempinho. Algumas, só ressaltei, outras são totalmente novas. Vamos lá? Bom post e feliz niver para mim! ;-)

IMG_8846

Pequena que vos bloga!
♥ 

1. Um dia desses, escutei um episódio de um podcast (É nóia minha) que falava sobre quantas vidas conseguimos ter dentro de uma vida. Ideal para quem deseja mudar de profissão ou algo parecido! Mas a parte que mais mexeu comigo é que é bom a gente ter aquela impressão de que sempre está faltando algo. É exatamente isso que nos move! Parece lógico, mas sempre olhei essa sensação com olhos ruins, sabem? 

2. Há séculos, eu li um texto do Paulo Coelho, falando que um dia ruim é bom para a gente dar valor ao dia bom! Afinal, se todos saíssem exatamente do jeito que gostaríamos, a vida seria meio sem sentido, sabe? Tudo tem um lado bom, até o tal dia que a gente nem deveria ter levantado. Essa lição eu resgatei e tem me ajudado bastante ultimamente!

3. Essa lição foi o meu tio que me disse recentemente e também faz total sentido: 90% dos problemas fazem parte da vida e, por mais que a gente queira, é humanamente impossível controlar todos! 5% a gente cria e os outros, não lembro exatamente. Mas a moral é: não queira não ter problema, faz parte e tudo bem! 

4. O item de agora também tem a ver com controle. Ontem, por exemplo, eu jurava que teria um dia calmo, mas não contava com a TPM que veio com tudo. Sim, no meu niver! Mas ainda bem que eu tenho uma família maravilhosa, namorado lindo e amigos incríveis. Que entendem a doidinha aqui e que, a propósito, ela sabe reconhecer quando está insuportável e cria caso à toa hahaha.

5. Que a única certeza que temos é de que vamos morrer um dia. Mas sabe qual é a outra? Que estamos vivos. AGORA! Interpretação e bons olhos são tudo na vida, né? Tenho aprendido que não posso interpretar tudo tão negativamente!

***

É isso, pessoal. :) Claro, que na prática nem tudo é tão simples. Mas não é impossível! E espero que na próxima primavera eu consiga pôr mais prática todas essas lições e que eu esteja aberta para outras que estão por vir. Sempre bom, né? Vem com tudo 33 anos (e que seja leve e feliz) No mais, podem opinar à vontade.

Beijos, Carol.

Post Antigo: O que eu aprendi com 30 anos

Fan Page ♥  Instagram

carol
compartilhe

leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.