15.03.2021
* 3 lições que podemos tirar da entrevista com o Harry & a Meghan! ♥

Ei, Gente! :) Na última quinta-feira, o GNT passou a entrevista que o (eterno) Príncipe Harry e Meghan concederam para a apresentadora Oprah. Não consegui assistir tudo, mas deu para tirar algumas lições. Vamos lá? Bom post. ♥

Para começar, vale a pena lembrar que ano passado o mundo recebeu a notícia de que Harry e Meghan se afastariam da Realeza e tal. E, no comecinho desse ano, parece que eles encerraram de vez. Claro, sempre tem muita especulação e para esclarecer as coisas (na medida do possível), eles toparam conversar com a Oprah.

Ah! A intenção desse post não é julgar e o meu amor por esse casal continua intacto e a admiração pela Rainha também. E quem não conseguiu assistir, recomendo dar uma olhada nesse vídeo da Foquinha, que tá bem completinho. ;-)

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

1. A gente nunca sabe o que está por trás de uma foto linda e repleta de sorrisos. Às vezes, nas entrelinhas tem um pedido de ajuda. Então, ao comentar, escrever uma matéria… É fundamental a gente ter empatia e saber que as palavras têm poder, seja para o bem ou para o mal. E isso serve para as pessoas famosas e anônimas.

2. O racismo tende a ser prejudicial. Especulações também. E a gente precisa evoluir e a mudança tem de ser constante. Não podemos ficar parados no tempo e também temos de entender que nada muda da noite para o dia.

3. Toda família têm problemas e com a Realeza não seria diferente, né? A diferença é que eles têm um impacto e uma visibilidade gigante. Acho que a conversa tem de ser entre eles, mas na pele da Meghan e do Harry, acho que estaria cansada de julgamentos e tal. Eles são da Família Real, mas também são de carne e osso, né?

Crédito da Imagem: BBC News

No mais, achei bem relevante o tema “saúde mental“, apesar de triste. Nem uma Duquesa está livre de passar por isso. E acredito que pedir ajudar é fundamental e dar as costas deveria ser proibido. Ainda bem que tinha o Harry e o Archie a caminho (e agora uma menininha ♥).

Fiquei feliz que eles mantém contato com a Rainha Tia Bete e também queria ser uma mosquinha para ver de perto a chamada pelo zoom entre eles. Acho que ela não é a vilã da história e para falar a verdade, não sei se existe um vilão real. Mas sei lá! Acho que tem muita coisa por trás que a gente nem imagina.

E, na minha humilde opinião, eles fizeram tudo com muito respeito, mesmo com duras revelações. E a Oprah cumpriu o seu papel muito bem! :) E vale lembrar que contos de fadas da vida real têm final feliz, mas é um processo demorado. Aliás, achei bem interessante a comparação com A Pequena Sereia.

Crédito da Imagem: TV e Famosos

Admirei ainda mais esse casal, que eu acredito que sejam companheiros e amigos acima de tudo! Parece ter muito respeito e isso é tão importante. Enfim, que eles sejam felizes, independente do caminho. Que tudo melhore e que nenhuma voz seja calada.

Ah! Decidi que, finalmente, vou assistir The Crown. Afinal, meu eterno crush (Harry) assistiu alguns episódios, então, preciso hahaha. E sempre que alguém me falar “hidratação” e “dirija com cuidado”, vou lembrar do Archie.

E vocês? Assistiram? O que acham de todo esse rolê? Podem opinar à vontade. ;-)

Beijos, Carol. ♥

Post Antigo: Casamento Real e Fofurices!
Fan Page ♥ Instagram   


4
18.06.2019
* Lições de mais uma primavera! ♥

Ei, Gente! Ontem, dia 17 de junho, completei mais uma primavera. Para marcar esse novo ano, decidi compartilhar 5 lições que aprendi ao longo desse tempinho. Algumas, só ressaltei, outras são totalmente novas. Vamos lá? Bom post e feliz niver para mim! ;-)

IMG_8846

Pequena que vos bloga!
♥ 

1. Um dia desses, escutei um episódio de um podcast (É nóia minha) que falava sobre quantas vidas conseguimos ter dentro de uma vida. Ideal para quem deseja mudar de profissão ou algo parecido! Mas a parte que mais mexeu comigo é que é bom a gente ter aquela impressão de que sempre está faltando algo. É exatamente isso que nos move! Parece lógico, mas sempre olhei essa sensação com olhos ruins, sabem? 

2. Há séculos, eu li um texto do Paulo Coelho, falando que um dia ruim é bom para a gente dar valor ao dia bom! Afinal, se todos saíssem exatamente do jeito que gostaríamos, a vida seria meio sem sentido, sabe? Tudo tem um lado bom, até o tal dia que a gente nem deveria ter levantado. Essa lição eu resgatei e tem me ajudado bastante ultimamente!

3. Essa lição foi o meu tio que me disse recentemente e também faz total sentido: 90% dos problemas fazem parte da vida e, por mais que a gente queira, é humanamente impossível controlar todos! 5% a gente cria e os outros, não lembro exatamente. Mas a moral é: não queira não ter problema, faz parte e tudo bem! 

4. O item de agora também tem a ver com controle. Ontem, por exemplo, eu jurava que teria um dia calmo, mas não contava com a TPM que veio com tudo. Sim, no meu niver! Mas ainda bem que eu tenho uma família maravilhosa, namorado lindo e amigos incríveis. Que entendem a doidinha aqui e que, a propósito, ela sabe reconhecer quando está insuportável e cria caso à toa hahaha.

5. Que a única certeza que temos é de que vamos morrer um dia. Mas sabe qual é a outra? Que estamos vivos. AGORA! Interpretação e bons olhos são tudo na vida, né? Tenho aprendido que não posso interpretar tudo tão negativamente!

***

É isso, pessoal. :) Claro, que na prática nem tudo é tão simples. Mas não é impossível! E espero que na próxima primavera eu consiga pôr mais prática todas essas lições e que eu esteja aberta para outras que estão por vir. Sempre bom, né? Vem com tudo 33 anos (e que seja leve e feliz) No mais, podem opinar à vontade.

Beijos, Carol.

Post Antigo: O que eu aprendi com 30 anos

Fan Page ♥  Instagram


0

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2021