10.01.2017

Finalzinho do ano passado, tomei uma decisão: voltar a nadar Meus pais me colocaram na natação assim que descobriram que eu tinha asma. Eu adorava, mas com o tempo acabei deixando pra lá. Daí, quando cheguei a conclusão que realmente odiava malhar, mas não queria ficar sem fazer nada, minha irmã deu a brilhante ideia: por que você não volta a nadar? Dito e feito! Não sou a aluna mais exemplar, mas um dia chego lá hahaha. O importante é que em pouco tempo, já aprendi lições valiosas com essa atividade física. Com vocês, cinco coisas que aprendi com a natação! ;-)

5057c912c543e6d38b3d8bef8b2c3bb9Top 5: cinco coisas que aprendi com a natação! ;-) 

1. O dia que eu aprendi a respirar dentro da água, a vida ficou bem mais fácil (pega o ar pela boca e solta pelo nariz). E se você pensar bem, isso serve para tudo na vida. Já dizia a minha tia, respira direito, que tudo flui melhor. ;-)

2. Por experiência própria, flertar de touca de natação, não rola. Sinto lhe informar! Bom, pelo menos comigo, não rolou hahaha! #draminhasdeumanadadora

3. De óculos então, nem pensar hahaha #fuén ;p!

4. Rir debaixo da água é uma das melhores sensações da vida. Assim, atrapalha um pouco exercício da respiração, mas tenta… Se não der certo, olha o céu enquanto tiver nadando de costas e a sensação é parecida. :)

5. Se você tem dificuldade em dormir, escolha nadar mais para o fim do dia. Relaxa tanto que quando você chega em casa só pensa na sua caminha e em dormir! 

**

Acho que é isso! Podem opinar e quem quiser acrescentar outras lições, fique à vontade! ;-)

Beijos, Carol.

Relembre: O dia que não deixaram eu nadar (projeto drama queen)

Fan Page ♥  Instagram

carol

leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

26 Comentários