31.08.2015

Amo perfis no Instagram com ilustrações fofas! Daí, um dia desses, dei de cara com uma capinha para celular linda e tudo a ver com a pequena dramática que vos tecla. Era uma menina com coroa e uma “caixa” escrita: contém um drama! #projetodramaqueen ;p Tive que comprar, né? Chegou e descobri quem foi o artista: Flavio Wetten. Cada arte incrível e com frases para refletir e cair na gargalhada (de uma forma boa, claro). Entrei em contato por e-mail e ele topou responder algumas perguntas para o PJ. Então, com vocês: o dono do perfil @lifeonadraw. ;-)

Entrevista Flavio - PJPJ Entrevista: Flavio Wetten!

1. Conte um pouquinho da sua trajetória até aqui.
R: 
Tudo começou no colegial, quando eu e um colega costumávamos comprar revistas de tatuagem para copiar os desenhos. Também tínhamos grande facilidade em criar trocadilhos ou enxergar situações de uma maneira menos convencional. Com o tempo resolvi juntar esses dois hábitos e lancei no Fotolog a primeira página do Life on a Draw!. O nome veio de um trocadilho com o nome do cd “Life on a Plate”, da banda sueca Millencolin, que é a minha banda favorita. Com a evolução das redes sociais, fui migrando para Orkut, DeviantArt, Facebook, até chegar no Instagram, que foi onde mais se espalhou. Entre os pontos altos dessa trajetória: o convite feito pela banda O Teatro Mágico para ilustrar uma linha de fronhas e pijamas e o (recente) convite da rede Globo para participar do grupo de ativadores da campanha do Criança Esperança. Outro divisor foi quando, depois de ver muitos desenhos se espalhando com assinatura apagada, decidi incorporar um elemento que me identificasse no desenho, no caso a coroa. A coroa surgiu a partir da música “De Onde Vem a Calma” da banda Los Hermanos, que diz “e no final assim calado, eu sei que vou ser coroado o rei de mim.”, que eu pessoalmente interpreto com a mensagem de que cada um é o rei de si mesmo, e se fizer aquilo que acredita e sem passar por cima de ninguém, no final dará certo e será coroado.

Entrevista Flavio - PJ - 1

2. Qual é a sua maior inspiração para criar as ilustrações?
R: Inspiração é uma coisa complicada, tem vida própria, vem e vai quando bem entende. Geralmente frases fortes e diretas, assim como poemas, me inspiram bastante. Além de outros grandes poetas, escritores e ilustradores que tive a honra de conhecer esse ano. E por fim, sentimentos. Sentimentos inspiram muito, principalmente (não sei porque) a tristeza. Sabe aquela velha frase “depois do sofrimento, todo mundo vira poeta”, acredite, é verdade.

3. Tem alguma mania peculiar na hora de criar as suas ilustrações? Se sim, qual?
R:
Acho que não. A única coisa que sempre gosto de fazer é deixar para colorir digitalmente, pois sou uma pessoa extremamente perfeccionista. Também gosto de ter a possibilidade de trocar e experimentar cores, até achar a que me agrade.

4. Quando desenha, o que deseja passar para o seu público?
R: 
A ideia principal é que a pessoa faça uma reflexão sobre a frase ou tema abordado. Seja olhando uma situação de maneira diferente do comum ou apenas atraindo atenção para uma frase que normalmente passaria despercebida.

Entrevista Flavio - PJ - 2

Entrevista Flavio - PJ - 4

5. Alguma dica de ouro para quem quer seguir essa carreira?
R: Acho que muita paciência e perseverança. Não crie muitas expectativas, apenas faça o que acredita e o que te faz feliz, e dê tempo ao tempo. Muita gente vai te desvalorizar, muitas vezes você vai desanimar, isso é certeza. O importante é levantar a cabeça e continuar. Quantas vezes já pensei em desistir e abandonar os desenhos, mas quando chega a hora: tudo começa se encaixar, você levanta voo e ai tudo vale a pena. Então, paciência!

***

Obrigada, Flavio. ;-) Pela entrevista e por ter criado a capinha ideal para as dramáticas de plantão (oi \o/).
Toda sorte do mundo e que o seu trabalho renda cada vez mais bons frutos. ;-)
Já conheciam o trabalho dele? Se não, fica a dica. O insta dele é @lifeonadraw.
Ah! Para quem quiser a capa mais drama queen do mundo, comprei aqui

Entrevista Flavio - PJ - 5O desenho da capinha! 

Podem opinar à vontade!
Beijos,
Carol. 

P.S: crédito das imagens – Instagram do Flavio Wetten. ;-) 
carol

leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

2 Comentários

  • Conheci o trabalho de Flavio Wetten esse ano de 2020, por uma amiga muito especial, apaixonada por artes, que tem muito carinho por artistas contemporâneos e faz um trabalho incrível com seus alunos, homenageando um artista, e esse ano será o Flavio, e ela me inspirou também a trabalhar com os meus alunos, no final dessa quarentena assim que pudermos retornar as rotinas escolares iniciarei os trabalhos.