14.10.2021
* PJ Leu: Canção da Mudança! ♥

Ei, Gente! :) Ainda em homenagem ao Dia das Crianças, trouxe uma resenha bem especial hoje: Canção da Mudança, um livro ilustrado com o poema da Amanda Gorman, que recebi da Editora Intrínseca (obrigada ^^). Vamos lá? ♥

Livro: Canção da Mudança | Autora: Amanda Gorman | Editora: Intrínseca
Crédito da imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 5 livros

Sinopse: A posse do presidente Joe Biden foi marcada pela participação da poetisa Amanda Gorman, que declamou o poema “The Hill We Climb“.

Junto com as ilustrações de Loren Long, as doces e inspiradoras palavras dela. viraram um livro ilustrado perfeito para o público infantil. Ideal para mostrar a importância de um mundo mais inclusivo.

Opinião da Pequena: Quando eu recebi essa edição da Intrínseca, fiquei apaixonada. Que capa linda e título inspirador. Não conhecia a poetisa (e ativista também) e confesso que nem cheguei a assistir a posse do Biden. Mas lendo o livro, imagino o quão emocionante deve ter sido.

É uma leitura infantojuvenil, mas nada impede do poema ser lido por outros públicos (eu li hahaha). A autora Amanda e o ilustrador Loren conseguiram transformar as páginas em um sopro de esperança. Para todos!

Com muita delicadeza, a mensagem é de que para o mundo ser diferente, é necessário a ajuda de cada pessoa. Uma atitude, um olhar, podem render a mudança que a gente tanto espera.

Crédito da Foto do Livro: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Acredito que uma sementinha da música da menina, que aparece em todas as páginas, possa ser plantada nos leitores. Enfim, eu amei cada trecho (“O mundo precisa de mim para ser diferente“) e a primeira ilustração é a minha favorita!

Não sei ao certo, mas acho que se for ler com uma criança mais velha, vale ler em conjunto com ela. Tem uma linguagem acessível, em contrapartida, uma explicação a mais é sempre bem-vinda.

Achei fofo, com uma mensagem que aquece o coração e é o típico livro que pode mudar uma história, mesmo que seja nos mínimos detalhes! Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Recomendo.

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Leu – Tudo nela é de se amar
Fan Page ♥ Instagram  


0
29.06.2021
* Para assistir: Luca! ♥

Ei, Gente! :) Para essa terça-feira chuvosa (pelo menos no Rio de Janeiro tá assim e por aí?), separei uma dica de filme que vi ontem: Luca, a nova animação da Pixar, disponível no Disney+. Pega a pipoca e o lencinho, que é emocionante essa história. Boa sessão! ♥

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Para começar, aquele resuminho de sempre: Luca é um jovem monstro marinho que nunca foi para longe do mar. Até o dia em que conhece Alberto, da mesma espécie. Os dois compartilham aventuras em pleno verão da Itália, sem contar que não são humanos, e participam de uma competição que vai mudar para sempre a vida deles. Será que vai dar certo? ;-)

Eu não estava muito animada para assistir. Mas ainda bem que o namô insistiu. :) O filme é fofo, com ótimas sacadas e uma lição que mexe profundamente com a gente e as diferenças de cada um. Meio clichê, porém, faz sentindo de um jeito que nunca fez. Pelo menos, para mim!

Crédito da Imagem: Filmelier

O Luca é um personagem que conquista de cara. Sua avó, a mesma coisa! E seus pais na cidade são as melhores “pessoas”. Alberto tem um desfecho emocionante. E a Giulietta é incrível e as suas gírias são as melhores (Palmas para a Santa Gorgonzola. Vou aderir no meu dia a dia hahaha)! E o que falar do gatinho Maquiavel? Hilário, gente! Amei que temos a icônica vespa nessa história e me deu muita saudade da Suíça italiana e das músicas que eu escutava lá.

A história tem total sentindo. No comecinho parece meio sem graça, mas melhora depois. É para os adultos, mas tem uma parte bem lúdica e colorida, do jeitinho que a criançada gosta. Os sobrinhos do meu namorado ficaram grudadinhos na TV.

A moral da história? Nem todos vão te aceitar do jeito que você é e tá fora do nosso controle isso. Mas sempre tem aquele pessoal que te recebe de braços abertos, independente de qualquer coisa. E é nessas pessoas que a gente tem que jogar a nossa atenção. Amei muito o final e deu um quentinho no coração. O pai da Giulietta é SEM PALAVRAS. ♥

Crédito da Imagem: Filmelier

Ah! Como ontem foi o Dia do Orgulho LGBTQ+ , achei bem propício esse filme. Não sei se é exatamente a proposta da Pixar e Disney, mas acredito que se encaixa bem. É muito legal ver que aos poucos, as coisas estão mudando. Pelo menos, eu tenho essa impressão.

Enfim, viva a diferença, independente de qual seja. Seja do jeitinho que você é! E qualquer coisa pede “silêncio ao Bruno” (quem assistiu vai entender essa referência) bem alto. Não é fácil e nem todo mundo vai aceitar por inúmeros motivos. Porém, preste atenção em quem te faz se sentir bem. Sei que na prática, a teoria é outra. Mas acho válido tentar. ♥

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Já assistiu? Conta o que achou. Ainda não? Recomendo muito.

Beijos, Carol.

Post Antigo: Para assistir – Jojo Rabbit
Fan Page ♥ Instagram 


3
24.06.2020
* 5 livros, 5 adaptações! ♥

Ei, Gente! :) Eu amo livros e eu sei que eles sempre são melhores que os filmes. Porém, também sou apaixonada por adaptações cinematográficas. Pensando nisso, separei cinco que eu recomendo tanto na telinha quanto nas páginas. Vamos lá? ♥

Para começar: A menina que roubava livros. É uma das minhas histórias favoritas da vida! Não li na época em que lançou. Embarquei quase junto com a estreia do filme. E se eu não me engano, quando assisti ainda não tinha terminado, mas não me atrapalhou em nada! Claro que a leitura é mais completinha e intensa, mas ambos me emocionaram e arrancaram muitas lágrimas hahaha. Para alguns, o filme pode ser meio parado. Porém, juro que não achei! ;-)

Crédito das Imagens: Amazon e Adoro Cinema
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

O segundo é Extraordinário. Achei o filme bem fiel ao livro e é uma das minhas adaptações favoritas! Não lembro de ter sentido falta de algo e a cada cena eu lembrava dos capítulos e tal. Foi uma leitura extraordinária e não tenho palavras para descrever a história na telona! Tanto que assisti duas vezes no cinema e chorei em todas hahaha! Mas juro que foi um choro bom! =D

Eu não sei o motivo dos livros da Sophie não venderem bem na indústria cinematográfica. Tanto que “Os segredos de Emma Corrigan” a gente não acha em nenhum lugar! E se eu não me engano “Os delírios de consumo de Becky Bloom” também não foi sucesso total. Mas eu amei e foi ele quem me levou a ler todos da série! Aliás, aqui vai uma curiosidade minha, tava refletindo aqui e acho que conheci a Becky através do filme. Ele é uma mistura do primeiro com o segundo livro, mas é aquele clássico que se tá passando na TV paro tudo para assistir. Assim como O Diabo veste Prada, que esqueci de colocar nessa listinha hahaha.

Crédito das Imagens: Amazon e Adoro Cinema
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Com as últimas notícias do Ansel, fiquei meio assim com o ator. :( Mas a história não tem a ver com a vida real dele, né? Enfim… A culpa das estrelas também é uma das adaptações que mexem com a gente de uma forma que nenhuma lágrima resiste hahaha. Achei bem fiel ao livro e imagino que seja por conta do escritor ter acompanhado passo a passo! Enfim, recomendo ambos e se for junto com a trilha sonora: melhor ainda! ♥

Para todos os garotos que já amei é um dos livros mais fofos que já li na minha vida. E acho a versão da Netflix tão amor e os atores protagonistas deram a vida de uma forma incrível aos personagens! Eu li tem muito tempo, então, não sei exatamente se a história foi muito alterada. Mas adaptações têm dessas coisas, né? Ah! Assisti ao segundo, mas não mexeu tanto quanto o primeiro!

Crédito das Imagens: Amazon e Adoro Cinema
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

E tem uma adaptação bônus, que na verdade, por enquanto, só existe na minha cabeça hahaha! O meu sonho de consumo é ver “Menina de 20” no cine. E acho que a Rachel McAdams tinha de interpretar a Lara! Falando nisso, me conta: qual livro você gostaria que fosse adaptado? ;-)

Ah! Eu sei que existe um certo receio com adaptações, mas acho que é uma forma de incentivar a leitura, o escritor e o próprio cinema. Tudo bem que algumas histórias ficam completamente diferentes… Porém, outras dão um sentido a mais, sabem? Enfim, podem opinar à vontade.

Beijos, Carol. ♥

Post Antigo: Livro que virou filme
Fan Page ♥ Instagram 


10
16.03.2020
* Para assistir: Abominável! ♥

Ei, Gente! :) Como o momento pede que a gente fique mais em casa, vou tentar trazer ao máximo dicas para passar esse tempo de forma leve e divertida! Para começar, um filme: Abominável, uma animação fofa e que faz morrer de amores. Vamos lá? Pega a pipoca, o guaraná, que a sessão em casa já vai começar. ♥

Antes de começar, aquele resumo da história: Yi é uma adolescente que vive ocupando o seu tempo para esquecer a sua maior saudade, seu pai. Até que um dia, descobre um yeti no telhado do prédio que ela mora, lá na China. O “abominável” é uma criatura mística que está sendo caçado por pessoas gananciosas. Mas Yi, seus dois amigos e o seu inseparável violino, vão fazer de tudo para levá-lo de volta para casa!

Sabe aquele filme que aquece o nosso coração? É esse! ♥ Ele mostra a importância da família e dos amigos e que, às vezes, o luto pode afastar a gente de outras pessoas que também são importantes, caso não o encare de frente. Tudo bem que a Yi é mais nova e cada um tem o seu tempo, mas acho que essa aventura mostrou isso de forma leve e divertida. No fim, não foi só ela que ajudou Everest voltar para casa literalmente. Todos, inclusive quem a gente achava que era vilão, conheceram o caminho de volta para o seu lar doce lar. :)

Os cenários são encantadores. Tudo bem colorido! E dá vontade de conhecer cada lugar que eles passaram para levar o doce abominável de volta para a sua família. Aliás, amei os amigos dela e como eles se jogaram, sem pestanejar. Quer dizer, um nem tanto, mas ajudou mais do que imagina hahaha. Sua nai nai (avó em mandarim) é uma das personagens mais fofas e queria que ela tivesse aparecido mais. E o que falar das cobrinhas e do ratinho? Amei em um grau, que nem sei!

No mais, a história tem começo, meio e fim e tudo se encaixa de uma forma extremamente mágica. Everest é uma das criaturas mais lindas e a sua relação com Yi é construída de forma tão natural e fofa, que dá vontade de guardar os dois no potinho!

A trilha sonora mega combina com as cenas e faz a gente colocar na nossa playlist diária. Destaque para Fix You (Cold Play) e Beautiful Life (Bebe Rexha). E o que falar da cena final, depois dos créditos (se eu não me engano)? Tanto amor, que nem cabe! ♥ É aquilo: quem se vai, fica para sempre e mostra isso nos pequenos detalhes do dia a dia. Pode apostar!

Enfim, é um filme infantil, mas tenho certeza de que os adultos vão amar também. RECOMENDO e muito! Para quem quiser, assisti no último finde no Now, da Net. E se eu não me engano tem no streaming do Telecine. Se alguém souber de mais algum canal que passe, só acrescentar nos comentários! ♥

Crédito das Imagens desse post: Adoro Cinema

Beijos, Carol.

Post Antigo: Para assistir – Toy Story 4
Fan Page ♥ Instagram


8
03.03.2020
* Mulheres que inspiram: 5 produtos e 5 artistas! ♥

Um tipo de arroba que amo seguir no Insta é de ilustradoras. São inspirações no meu dia a dia, por mais que meu trabalho não seja esse! Cada ilustração faz com que eu sinta que as coisas vão melhorar e que a vida pode ser sim repleta de leveza! Têm 6 artistas que eu adoro e que a gente pode levar um pouco do trabalho delas para casa. Daí, como o mês é das mulheres, essa seleção é uma forma de prestigiar cada uma! :)

A primeira é a Juju Bittar. Ok, sou suspeita, porque a Juju é uma das minhas melhores amigas! Mas realmente acho o trabalho dela incrível e, desde que a conheço, vejo o quanto ela evoluiu e cada vez mais arrasa. E você pode ter o trabalho dela sob encomenda. É cada arte mais linda do que a outra, inclusive histórias podem ser resumidas através do seu olhar de artista, seja a do seu blog (como ela fez para o PJ quando completou 7 anos), do seu canal ou com o amor da sua vida! Para saber e entrar em contato com ela, é só clicar aqui. Já a segunda é da Bia Pof, que traz a bonequinha mais fofa e com simples mensagens que dão um up no dia a dia. E a sua loja é PERFEITA, SEM DEFEITOS. Já comprei lá e o cuidado é tão incrível, que faz a gente querer comprar sempre (inclusive estou de olho nesse ecobag)! Para saber mais, é só clicar aqui. ♥

Crédito das Imagens: Acervo Juju Bittar e Site Bia Pof

Conheci a Lila Cruz por acaso. Acho que meu insta já sabe que amo ilustrações e volta e meia sugere gente para eu seguir! E para a minha surpresa, além dela ter tirinhas perfeitas e impossíveis da gente não se identificar, tem um almanaque de autocuidado, que eu to louca para comprar. Tem cara de aquecer o nosso coração! Para saber mais, é só clicar aqui. Também tem a Gabs, que têm os melhores gifs no Insta. Amo, amo! E recentemente ela lançou uma linha de t-shirts maravilhosa, com coisas que remetem a nossa adolescência, como tamagotchi. Para conhecer, só correr aqui! Por fim, mas não menos importante, tem a Dessa, que é a doida do Harry Potter e a gente se apaixona por todas as ilustrações da vida (e os gifs também). Eu ainda vou comprar os seus adesivos de vinil e colar vários no laptop hahaha. Para mais informações, é só clicar aqui. ♥

Crédito das Imagens: Sites de cada artista :)
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Claro que têm outras artistas tão incríveis quanto. Uma que eu amo e que é mega acessível e tem uma linha linda com a Papel Craft é a Mari (Vida Ilustrada). Suas mensagens também deixam a vida menos complicada e a sua avó é a coisa mais fofa do mundo! Também adoro a Elaine (@naniape) e tenho vontade de compartilhar tudo. Aliás, sei que ela faz ilustrações personalizadas também! ;-)

Enfim, esse é um post para homenagear e apoiar essas mulheres incríveis que me inspiram, como falei no começo do post. E agora me contem: tem alguma outra ilustradora que vocês amam? ♥

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Entrevista – Ilustradora Beatriz França
Fan Page ♥  Instagram 


1

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2021