02.03.2015
No dia 23 de março, a editora Novo Conceito irá lançar o livro A Mais Pura Verdade. Em sua estreia literária, o autor Dan Gemeinhart conta a história do Mark, um menino que adora tirar fotos, escrever haicais em seu caderno e sonha em escalar uma montanha. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. A princípio, uma vida normal, mas não para por aí. Mark está doente! Uma doença que envolve tratamento, hospital e muitos pacientes não melhoram. Sendo assim, o adorável protagonista foge com o seu cachorro, sua máquina fotográfica, seu caderno e um plano. Parece que seu sonho de alcançar o topo do Monte Rainier está mais perto do que ele imagina. ;-)
Quem acompanha o blog e me conhece um pouco sabe que o meu gênero preferido é literatura chic, mas histórias que me ensinam, sempre têm um espaço cativo na minha estante. Fiquei bem feliz quando recebi da editora uma prévia com os seis primeiros capítulos desse lançamento. Aliás, achei bem legal essa iniciativa da editora enviar essas primeiras páginas para todos os blogs que participaram do processo seletivo “pareceria”, mesmo aqueles que não foram selecionados (o meu caso hehehe). Enfim, já devorei as primeiras páginas do livro e agora vou contar um pouco sobre as minhas impressões. 
Nessa degustaçãozinha, fiquei bem angustiada. Na minha opinião, uma das maiores injustiças do mundo é uma criança doente. Se para um adulto já é difícil, imagina para um garotinho. Ainda mais andando por aí sozinho! Fiquei me imaginando no lugar dos pais, da amiga, dele e, meu Deus me deu um aperto no coração. Quando ele decidiu fugir de casa, quis entrar na história e alertar sobre os perigos. Claro, que o objetivo é incrível. Mas e os riscos? Fiquei menos nervosa quando ele decidiu levar o seu fiel companheiro. Aliás, nesse livro temos a “prova viva” de que o cachorro realmente é o melhor amigo do homem. Beau é doce, companheiro e não deixa o seu dono por nada nesse mundo. E defende ele com unhas e dentes! Por enquanto, essa foi a parte que mais me emocionou. ♥
Descobri também que tem gente que é má e sem coração. Em contrapartida, encontramos pessoas que parecem anjos e que nos dão força. Torci tanto para o nosso protagonista desistir da ideia assim que a sua primeira noite termina nada bem. Mas parece que mesmo sendo tão novinho, Mark não vai desistir do seu ideal por nada nesse mundo (pelo menos eu acho). E de certa forma, isso foi um tapa na minha cara. Quantas vezes desistimos por tão pouco, né? Claro que têm situações e situações, mas acho que deu para entender. ;-) Eu sei que ainda tem muita história pela frente, mas já vi que essa vai ser uma das melhores lições. 
Sobre a capa, acredito que no decorrer dos outros capítulos, ela terá mais sentido (pelo menos para mim). Ah! Um diferencial desse livro bem interessante é que entre um capítulo e outro, temos sempre um meio capítulo no meio. Por exemplo, entre o 2º e o 3º, existe o capítulo 3 e meio. E nessas partes, o autor mostra o outro lado da história, ou seja, o que os pais estão sentindo, a Jessie também. Nunca tinha visto isso e achei bem bacana a ideia. 
Acho que é isso, gente! E o que vocês acharam da prévia? Podem opinar à vontade! ;-)
Beijos,
Carol. 
carol

leia também

    * Radar literário + Para pensar! ♥

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

32 Comentários