22.02.2015
“Esse preceito significa que deveríamos ser lembrados pelas coisas que fazemos. Elas importam mais do que tudo. Mais do que aquilo que dizemos ou do que a nossa aparência. As coisas que fazemos sobrevivem a nós. São como monumentos que as pessoas erguem em honra a heróis depois que eles morrem. Como as pirâmides que os egípcios construíam para homenagear os faraós. Só que em vez de pedra, são feitas das lembranças que as pessoas têm de você. Por isso nossos feitos são nossos monumentos. Construídos em memórias em vez de pedra.”
(Trecho do livro: Extraordinário)
Estou lendo o livro Extraordinário e essa já é uma das minhas partes preferidas. Trecho perfeito para a gente refletir, né? Sou apaixonada por palavras, mas sei que as atitudes dizem muito mais. E do que adianta aquela pessoa ser linda por fora se todas as ações são mesquinhas? Muito melhor construir um baú de recordações boas e verdadeiras do que um baú mofado e repleto de lembranças ruins. Claro que ninguém é perfeito, todo mundo erra. Mas que esse erros nos façam evoluir cada vez mais e não regredir . ;-)
E vocês? O que acham? Podem opinar à vontade!
Beijocas,
Carol.
carol

leia também

    * Para pensar: Carrego seu coração comigo! ♥
    * Para pensar: segurança! ♥

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

18 Comentários