23.02.2014

Oi, Gente!

Para refletir hoje, separei um trecho do livro “A Menina que Roubava Livros”.
Alguns títulos que recebemos, se olharmos com outros olhos, eles até podem se tornar interessantes.
Tudo na vida, depende do ponto de vista. ;-)

“- Até logo, Saumensch – e riu. – Boa noite, roubadora de livros.
Era a primeira vez que Liesel se via marcada por seu título, e não pôde esconder 
que isso lhe agradou muito. Como nós dois sabemos, ela já tinha furtado livros, mas 
no fim de outubro de 1941 a coisa se tornou oficial. Nessa noite, 
Liesel Meminger transformou-se verdadeiramente na menina
que roubava livros.”
(Livro: A Menina Que Roubava Livros)
Podem opinar à vontade (e refletir também).

Beijos e bom restinho de domingo!
C.

carol

leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

7 Comentários