18.09.2009
Muitos sabem o que significa na teoria (“importância dada a alguém”), poucos põem em prática.
Afinal, o que leva uma pessoa deixar a consideração de lado? Há muitos motivos, uns até justificáveis, que dá para levar numa boa, mas outros não têm explicação. Principalmente, quando vem de quem você “menos esperava”. Ah! Essa dói e, muito!
Bia conheceu Marcelo em uma boate. Ficaram, namoraram e foram felizes até dizer chega. O que restou dessa relação? Carinho, respeito e a “tal” da consideração. Enfim, uma relação saudável. Pessoas que tiveram um bom relacionamento, mas por obra do destino, não deu para continuar.
Marcelo, o menino que dizia ter um carinho especial pela ex-namorada e atual “amiga” foi estudar fora. Bia, até visitou seu mais novo “amigo”. O contato que eles tinham era super legal. E-mails de aniversários, natal, ano novo. Conversas pelo messenger. Recadinhos no Orkut, do tipo “Parabéns! Tirou a carteira de motorista”. Enfim, a consideração reinava nesse relacionamento.
Até que o protagonista da história visitou a sua terrinha. Ficou durante um mês e pouquinho no Brasil. Quando chegou, falou com a Bia (por msn). “Seus telefones continuam iguais? Depois te ligo”. E, pluft, sumiu! Foi embora sem dar nenhum sinal de vida.
Mas espera! Cadê o carinho, o respeito, a amizade?! E a consideração?! O que aconteceu?
Muitas coisas podem ter ocorrido! De repente, ficou com medo. Ou pode ser que não teve “tempo”. Afinal, para quer encontrar uma ex? Se der, eu encontro e pronto. Peraí, será que rolou fofoquinha? Sempre tem uma pessoa que adora inventar fatos da vida alheia!
Enfim, são perguntas sem respostas. O único que poderia explicar o que aconteceu, está “desaparecido”. Bia até tentou entender, mandou e-mail, mas, mais uma vez ficou esperando e nada aconteceu. Bom, o fato é simples e duro: a falta de consideração é explícita.
Bia ficou decepcionada não pelo fato de não ter encontrado Marcelo e, simplesmente, por não ter recebido nenhum telefonema de cinco minutos. A falta de consideração está nos mínimos detalhes. A ligação era mais importante do que um encontro, nesse caso.
O final dessa história? Ah! Bia chorou, teve vontade de falar umas poucas e boas para o dito cujo, queria se vingar de qualquer maneira (entrando em comunidades do tipo “ex é igual a vestido velho” e bláblá). Mas, ao contrário, resolveu ser indiferente, desprezar. A melhor vingança está aí. Nada como uma boa dose de desprezo e indiferença para seres como Marcelo.
Claro, que nem todas as faltas de considerações merecem um castigo radical. Afinal, errar é humano. Que atire a primeira pedra, não é mesmo? Quem nunca deixou de ir a um aniversário de uma amiga ou um familiar e escutou “Nossa! Que falta de consideração!” Quem faltou um evento importante de uma pessoa que considera muito? Fatos como esses incomodam, mas acontecem. Ninguém está livre disso. Um dia você vai ser a “vítima” e no outro o “causador”.
A questão, não é essa! O ponto principal é aonde foi parar a explicação? Na boa, vale até uma mentirinha de leve. Sumir e deixar a sensação “qual foi?” dói muito, ainda mais quando vem de uma pessoa que você tinha uma consideração imensa e, jurava que era recíproco.
Bia há um tempinho atrás, fez o “papel” do Marcelo. Simplesmente ignorou uma “amiga”. Mas teve seus motivos. Foi juntando peça por peça. Viu que a menina estava mais para oportunista do que qualquer outra coisa. Pensando assim, o ex dela deve ter tido suas razões. Fato! Porém, uma amizade de poucos meses não chega aos pés de uma relação, onde a confiança, até então, nunca deixou a desejar.
Mas a vida tem dessas coisas. Assim a gente aprende né?! Há muitas “Bias” e “Marcelos” espalhados pelo mundo a fora. E você pode representar os dois lados. O objetivo não é julgar ninguém, por mais que pareça. Nessa história, sem pé nem cabeça, cada um vai para o seu canto. Viver a sua vida. Quem sabe, não foi o melhor.
A lição disso tudo? Ah! Não tem! Situações como essas, ocorrem o tempo todo, infelizmente. Falar para não confiar, ficar com um pé atrás e etc e tal, seria hipocrisia. É melhor achar que nada acontece por acaso.

————————————————————————————————

Ah! Recuperei meu antigo blog…rs! Não mudo mais de layout por nada nesse mundo…rs! Obrigada Rê, Mc Mary e Ronaldo ;)!
Ah!! Parabéns jornalistas! Nossa colação foi perfeita!
Beijos para a melhor família do mundo e melhores amigos :)!!
E gente!! Sorry pela minha ausência! Tentei mudar de layout, mas foi um desastre total…rs! Ai como queria só postar no blog “novo”, acabei sumindo!
Mas estou de volta ;)!

Ah!! O Modismo está no ar! Entrem!!

Xoxo,

Pequena

carol

leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

7 Comentários

  • Philipe Milanez

    É…. dê tempo ao tempo, o ser humano é assim mesmo… Vivendo e aprendendo né… bjao e o blog tá show

  • sf (lat consideratione) 1 Ato de considerar. 2 Raciocínio, reflexão, opinião. 3 Deferência, estima ou importância que se dá a alguém. 4 Atenção. 5 Valimento, importância. (Michaelis)
    Talvez Marcelo nao tenha dado o mesmo valor, a mesma atencao…talvez Bia se superestimou, o importante e' q independente disso, Bia tera' sempre com quem contar…

  • Acho que consideração é uma palavra muito difícil de se definir. Porque o que pode ser falta de consideração para uns, pode não ser para outros… Digo isso por mim! Você sabe que eu sou a rainha de faltar eventos e festas de quem adoro muito e muitos acham que eu não tenho consideração, mas conheço um montão de pessoas que vão nessas mil festas e eventos e essas sim não tem nenhum pingo de consideração. É tudo questão de pontos de vista, de ângulos distintos. Consideração é sentimento, é sentir falta, é dar explicações sim (mesmo que sejam as piores). Diante de tudo isso, acredito que o que Marcelo fez com Bia foi falta de consideração! E das grandes… Talvez se ele nem tivesse dito que viria, se nem perguntasse sobre os telefones dela, tudo seria melhor. Mas o fato dele sumir foi a pior atitude que ele tomou.

    De qualquer maneira, Bia é mais forte do que todos esses "Marcelos" e tem muito mais amigos verdadeiros que ele. Porque quem não tem consideração com alguém que foi tão importante na vida dele, não tem com mais ninguém. E a Bia? Ah, essa sim! É a pessoa que mais se importa em mostrar a consideração dela para as pessoas que gosta e isso faz dela uma pessoa infinitamente melhor do que Marcelo.

    ;]

  • O layout é bem bacana!! Sou suspeita pra falar, rsrs… sobre consideração, eu acho que a melhor coisa é não tentar adivinhar o que se passa na cabeça do outro. Se incomoda o suficiente, ligue e descubra vc mesmo… se não, faça como o outro fez: deixe pra lá.
    Bjs!

  • Olá, pessoa despigmentada como eu..rsrsrs Até consegui pegar uma corzinha na Bahia, acredita? O Clima Tempo errou feio na previsão e só choveu sexta lá. Consegui ficar vermelhinha na segunda, só que quinta-feira eu já era a famosa Branquinha da Silva de novo..rsrs desisto!

    Sobre o post, sabe oq eu acho? Que nossas maiores frustrações vem de nossas maiores expectativas. Se a "Bia" não fosse tão expectante pela consideração de "Marcelo", não teria ficado tão mal. Apenas pensaria "ele deve ter os motivos dele pra não ter aparecido." e aí.. vida que segue! Mas, certamente, ela tinha em seu coração a certeza de que "Marcelo nunca faria isso." só que ele fez.
    Minha meta é: não criar expectativas em relação a ninguém, cada um sabe aquilo que pode e consegue e dar ou doar de si mesmo, então para quê criar ilusões e fantasias sobre o outro? deixe que ele aja da maneira dele, e aí vc avalia se aquilo te faz bem ou não. Só que como eu disse, isso é apenas uma meta.. daquelas bem utópicas! rsrsrs Se um dia eu conseguir eu te aviso!

    Gostei do Modismo, vc tem participação nele?

    Tem post novo lá tbm.. estou na faculdade agora, intervalo entre uma aula e outra, foi só um postinho desabafo..rsrs Mais tarde devo postar de novo.
    Bjão =*

    ps.: como está no emprego novo… conteeeee!!!!