10.06.2021
* TBT Pipoca: Um lugar chamado Notting Hill! ♥

Ei, Gente! :) Para o TBT Pipoca da vez, separei um filme bem sessão da tarde e tudo a ver com o mês mais romântico do ano: Um lugar chamado Notting Hill. Vamos lá? O post já vai começar. ♥

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Acho que não precisa, mas vamos ao mini resuminho da história. Will é dono de uma livraria e recebe a visita de uma cliente bem atípica: a atriz renomada Anna Scott. Alguns encontros (legais e outros nem tanto) e uma relação começa a ser construída. Mas será que os holofotes vão deixar? ;-)

Quando esse filme foi lançado, arrancou muitos suspiros aqui em casa. A música então… Aliás, falou “Notting Hill” já começo a cantar “Sheeeeee tralalalala” hahaha. Assim, não era o meu favorito, mas por algum motivo nos últimos 3 anos, toda vez que está passando na TV, eu e meu namorado paramos para assistir.

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Talvez para alguns, a história seja surreal. Talvez impossível de acontecer (acho que sim) e com algumas falas meio sem sentido. Mas como não torcer para o casal fictício? Ficar rezando para o Will chegar a tempo e a coletiva dar atenção à pergunta “especial”?

É uma história meio brega? Talvez um pouco! Mas aquece o coração dos românticos de plantão e amolece (ao menos um pouquinho) os que são mais “frios”. É tão lindo esse filme! O cenário ajuda muito e o fato de ter uma livraria no meio também. ♥

Os amigos são bem comédia e alguns totalmente sem noção. E a cena final é a coisa mais linda. Acho que mostra a simplicidade da felicidade! Meio clichê, mas nem toda a fama compensa. Talvez uma ida ao Parque, ao lado do seu amor e futuro amor, com um livro faça mais sentido! Ah! E eu amo a Julia Roberts e Hugh Grant. Acho que no decorrer, eles evoluíram muito! Mas merecem destaque desde sempre.

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Enfim, se você ainda não assistiu: indico. Já viu? Vale o repeteco! Vi que está disponível no Telecine e volta e meia assisto por lá mesmo! No mais, podem opinar à vontade.

Beijos, Carol. ♥

Post Antigo: Quem não ama esses filmes antiguinhos?
Fan Page ♥ Instagram  


1
09.04.2020
* TBT da semana: Quem não ama esses filmes antigos? ♥

Ei, Gente! :) E já que hoje é dia de TBT, resolvi compartilhar cinco filmes antiguinhos, especialmente, para quem ama comédia romântica clássica e/ou um romance marcante. Aproveita que amanhã é feriado e se joga na pipoca e no sofá! Então, vamos lá? Boa sessão. ♥

Crédito das Imagens: Adoro Cinema
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. Como perder um homem em 10 dias (Ano: 2003)
Sinopse:
Ben é um publicitário e Andie é uma jornalista. Ele faz uma aposta com o seu chefe: caso uma mulher se apaixone por ele em 10 dias, uma grande campanha será responsabilidade dele. Ela decide fazer uma matéria sobre como perder um homem em 10 dias. O destino? Decide pregar uma peça nos dois!
Observação da Pequena: É um dos melhores filmes da vida, gente! Por conta dele, o meu sonho é que a câmera do beijo me encontre (e o boy) em algum jogo americano (ou algo do tipo hahaha) e tal. E Kiss Me faz parte da minha playlist até hoje!!

2. 10 coisas que eu odeio em você (Ano: 1999)
Sinopse:
Bianca não vê a hora de arranjar um namorado, mas seu pai não permite. Mas depois de insistir bastante, ele toma uma decisão: ela pode namorar, caso Katharina, a sua irmã, namore também. Só que ela não é nada fácil de lidar. E para tudo dar certo, Cameron (o carinha da Bianca), contrata Patrick para conquistar a sua futura cunhada (Katharina).
Observação da Pequena: A trilha sonora desse filme é uma das melhores! Quem não queria uma declaração no meio da quadra do colégio? E a cena do poema vai ficar marcada para o resto da vida!!

3. A filha do presidente (Ano: 2004)
Sinopse:
Samantha MacKenzie é caloura de uma Universidade e filha do presidente! Apesar de querer levar uma vida normal, parece que essa possibilidade não existe. Segurança para lá, segurança para cá… E ela se apaixona pela vida que James mostra e…. Só assistindo para saber!
Observação da Pequena: Marcou muito a adolescência e a cena final com o fusquinha roxo, se eu não me engano. E uma das cenas mais fofas é a do cinema e ela esperando o pai para comer o doce na cozinha!! É bem teen, mas vale cada segundinho, independente da idade.

Crédito das Imagens: Adoro Cinema
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

4. Um lugar chamado Notting Hill (Ano: 1999)
Sinopse:
Will é dono de uma livraria especializada em guias de viagem. Um dia, recebe a visita inesperada de uma estrela de cinema: Ana Scott. Entre encontros e desencontros, será que o improvável relacionamento vai dar certo?
Observação da Pequena: Assisti recentemente com o meu namô e bateu uma saudade! Fez mais sentido agora e a cena final mexe comigo até hoje. E se eu não me engano a livraria existe em Londres e eu sou louca para dar um pulinho lá, como quem não quer nada hahaha. E a última música? MINHA SANTINHA DAS PLAYLISTS, NÃO AGUENTO NÃO hahaha.

5. Um amor para recordar (Ano: 2002)
Sinopse:
Landon é punido por ter feito uma brincadeira de péssimo gosto na escola. Sendo assim, fica encarregado de participar de uma peça de teatro. Lá, ele conhece Jamie, uma jovem estudante. Ambos acabam se apaixonando e arranco suspiros e lágrimas dos telespectadores hahaha!
Observação da Pequena: É triste, muito triste! Mas vale muito a pena, gente! Têm cenas tão marcantes, como ele riscando o item da lista dela de estar em dois lugares ao mesmo tempo. As músicas são incríveis e acho bem fofo quando ele pede para a mãe dele ensiná-lo a dançar. Sério, acaba com a gente, mas é tão MARAVILHOSO! ♥

***

É isso, pessoal. :) Agora me contem: qual filme antiguinho passa na sua TV até hoje? No mais, podem opinar à vontade. Ah! Alguns acredito que estejam disponíveis na Netflix, na Amazon e tal. Mas me guiei para fazer essa seleção no Telecine Play. Então, com certeza vocês conseguem matar a saudade por lá. E não é um publipost isso, mas estamos aí hahaha. Brincadeirinha!! ^^

Beijos, Carol.

Post Antigo: 10 filmes queridinhos!
Fan Page ♥ Instagram  


7

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2021