21.01.2021
* TBT Pipoca: ABC do Amor! ♥

Ei, Gente! :) E o primeiro TBT Pipoca do ano está no ar. Para começar, escolhi falar de um filme que eu amo há mais de 10 anos: ABC do Amor. Então, pega a pipoca, que a sessão já vai começar. ♥

Crédito da Imagem: Interocitro

Antes de mais nada, um resuminho do que se trata a história: Gabe é um garoto de 10 anos e que vive em Manhattan. Os pais dele estão separados há um ano e pouquinho, mas ainda moram juntos. A vida dele é feliz e ter interesse por garotas? Nem pensar! Mas com as aulas de karatê, tudo muda! Rosemary, uma amiga de infância, desperta sentimentos desconhecidos até então. Seu primeiro amor, envolve confusões, importantes decisões e lições.

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Sabe aquele filme que dá vontade de guardar no potinho e que você para tudo o que estiver fazendo se estiver passando na TV? Então! ♥ E eu já contei que amo o filme “O meu primeiro amor”, né? Esse de hoje, está no nível dele. ;-)

Lançado em 2006, é uma das minhas histórias favoritas do cinema. Mostra o amor na sua forma mais inocente e encantadora, mesmo com o lado não tão bom e que deixa o coração partido! Gabe é o tipo de filho que eu adoraria ter ou um irmão. Rosemary é bem adulta para a idade dela e, às vezes, até irrita. Mas não deixa de ser inspiradora.

Tudo acontece de forma bem fofa e a gente aprende e relembra as dores e as delícias do primeiro amor, mesmo que seja uma dor, como diz a mãe do Gabe. Aliás, essa parte da conversa é trágica, mas engraçadinha hahaha. :) Quando assisti, meu sonho era andar de patinete por Manhattan e, até fazer, aula de karatê hahaha.

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Outros personagens, como os pais do Gabe, merecem destaque, mesmo com algumas ressalvas. Aliás, alguns desfechos são clichês e aquecem o coração. Outros não são como imaginamos, mas a gente entende direitinho o motivo. Afinal, amar é incrível e a reciprocidade também. Em contrapartida, tudo tem o seu tempo. E por mais que alguns amores machuquem lá no fundinho da alma, podem acreditar, doces memórias ficam. E ABC do Amor retrata isso direitinho!

Eu e minha irmã somos apaixonadas pelo Gabe e pela história. A música final é linda e, confesso, que amo a versão em português, que se eu não me engano é da Rita Lee. ;-) E para quem é fã de Jogos Vorazes, sabiam que o ator que faz o Gabe é o Peeta? Cresceu e ficou ainda mais lindo, né? Hahaha.

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Enfim, recomendo e muito. É filme de sessão da tarde e que toda família vai gostar. Vale até ver com o boy ou na sua incrível companhia. Traz memórias e sorrisos de orelha a orelha! Pelo que eu vi, está disponível na Amazon Prime. ♥

Já assistiu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica! No mais, podem opinar à vontade!

Beijos, Carol.

Post Antigo: Para assistir – O amor não tira férias!
Fan Page ♥  Instagram


7
26.11.2020
* TBT Pipoca: Esqueceram de mim! ♥

Ei, Gente! :) Falta menos de 1 mês para o Natal, então o último TBT Pipoca de Novembro é para entrar no clima natalino! E quando a gente fala sobre esses dois assuntos, um filme que sempre vem na minha mente é: Esqueceram de mim, com o Macaulay Culkin. É um clássico, né? Então, vamos lá? Pega a pipoca, que a sessão nostalgia vai começar. ♥

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Assim, eu acho meio difícil alguém que não tenha visto ou não saiba do que se trata. Mas como é um filme dos anos 90, pode ser que isso aconteça. Então, um resuminho básico: Kevin e sua família giga planejam passar o Natal fora. E como é muita gente, ele acaba sendo esquecido em casa! Então, aos 8 anos ele vai ter que fazer as coisas sozinho e, de quebra, dar um jeito em dois ladrões!

Ah! Confesso, que sempre confundo o primeiro com o segundo filme! Mas eu sei que amo os dois, então esse TBT vai ser uma mistura, ok? Dito isso, é impossível não lembrar da infância! As duas histórias são divertidas, leves e como o Kevin consegue pensar em todas aquelas armações? E olha, os dois bandidos são muito lerdos hahaha! E amo que todos os planos do nosso protagonista dão certo (ou quase).

Crédito das Imagens: Adoro Cinema

Adoro a moça dos pombos, mas confesso que quando eu era criança tinha um pouco de medo e não curto muito oferecer comida para eles até hoje. Não me julguem, por favor! O senhor da loja é um dos mais fofos e o cara do hotel que carrega as malas e adora uma gorjeta é bem cara de pau hahaha.

A cena clássica da árvore de Natal em plena Nova York? É simplesmente incrível. Aqui em casa, a gente sempre lembra porque a minha mãe ama essa parte. E a pombinha da paz é tão linda e, se eu não me engano, temos uma parecida de enfeite natalino. E os caras que dão carona para a mãe do Kevin? São personagens que eu idolatro. Por mais pessoas assim!

No mais, a gente ri bastante. Hoje em dia, eu vejo mais por pura nostalgia, mas ainda me divirto e tiro lições. Por exemplo: nunca esquecer ninguém em casa, espero hahaha! E que a família tem os seus defeitos e tal, mas a maioria é bem especial e nada melhor do que passar a noite e a manhã com quem a gente ama e cumpre esse papel familiar.

Crédito das Imagens: Adoro Cinema

Aliás, sempre fiquei querendo abrir os presentes de manhã e não meia noite! Mas até hoje, a gente segue a tradição brasileira mesmo hahaha. E, sim, sempre morri de medo de me esquecerem e não sei se tenho a ousadia do Kevin não hahaha!

Enfim, os dois filmes são um clássico de Natal e que eu acho que mesmo velhinha, vou continuar vendo. Porque é engraçado e dá um toque mágico nessa época! E a gente sempre precisa disso, né? ♥

E vocês? Me contem a relação com essas histórias natalinas!

Beijos, Carol.

Post Antigo: Um filme, um look e um comercial de Natal.
Fan Page ♥ Instagram  


3
03.09.2020
* TBT Pipoca: Vestida para casar! ♥

Ei, Gente! :) Para o TBT da semana, escolhi um filme antiguinho que eu amo muito, desde sempre: Vestida para casar, com uma atriz que aparece frequentemente nas comédias românticas, a Katherine Heigl. Então, pega a pipoca e o refri e boa sessão! ♥

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Se você ainda não assistiu ou quer relembrar, segue um resumo do que se trata a história: Jane é para lá de romântica, que tem um dom de ser madrinha de casamento. Mas o seu grande sonho mesmo é subir ao altar como noiva e acredita plenamente que a pessoa que vai esperar é o seu chefe George, o grande amor platônico da sua vida.

Porém, tudo muda quando um jornalista (Kevin) chega para fazer uma matéria e a sua irmã caçula, a Tess, conquista o coração do George. Isso faz com que a protagonista reveja a sua vida e que está na hora de arrumar o seu verdadeiro “felizes para sempre“, mas de uma forma real. ♥

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Eu não cheguei a assistir no cine esse filme, mas quando vi por acaso na TV, me apaixonei e logo me identifiquei com a personagem principal. Não fui madrinha 27 vezes, mas acho que já tive esse posto umas 10 hahaha. E, assim como ela, sou uma romântica incurável.

Vestida para casar tem começo, meio e fim bem amarradinhos. O ritmo é divertido e nada que faça a gente pegar no sono! É clichê, mas têm os elementos surpresas , que fazem a diferença na história. E sério: a gente ri muito. Cada situação com casamento que a Jane passa, que a gente pensa: meu Deus, ser madrinha não é para qualquer um não hahaha. A cena do táxi é hilária!

Crédito das Imagens: Adoro Cinema

O George é incrível e é totalmente compreensível a paixonite que a protagonista sente por ele. Fiquei com raiva da Tess, na maioria das vezes, mas depois acabei perdoando. A Casey é a típica melhor amiga que todo mundo deseja ter. E adoro o final dela!

Kevin? O ator pode fazer um milhão de filmes, mas sempre vai ser o meu jornalista fictício favorito. E a editora dele um porre, tudo culpa dela, na minha humilde opinião. Aliás, amei a cena do bar com os dois (Ele e a Jane, não a editora hahaha) e a música (Bennie and the Jets) fica na nossa cabeça.

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

O desfecho? Mais perfeito não existe. Às vezes, algo dá “errado” só para a gente ter o nosso digno final feliz. Ou melhor, recomeço! E adorei o fora que a protagonista deu numa senhorinha muito abusada em uma ocasião hahaha.

Ah! Eu li por aí que o filme é inspirado no livro “Um romântico incorrigível“, mas não tenho certeza. Se alguém souber, me conta? No mais, eu recomendo muito. É aquela história que sempre que passa, eu paro para assistir. Assim como outras, “Vestida para casar” dá esperança no quesito amor e rende lições valiosas. ♥

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Para quem quiser assistir, vi que está passando no Telecine Play e na Claro Vídeo. E me conta: já viu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica!

Beijos, Carol.

Post Antigo: Para assistir – Uma manhã gloriosa
Fan Page ♥ Instagram  


6
13.08.2020
* Beda 13 – TBT Pipoca: Cartas para Julieta! ♥

Ei, Gente! :) Separei mais um filme antiguinho para o post de hoje: Cartas para Julieta. Eu já mencionei algumas vezes ele aqui no blog, mas nunca teve uma postagem 100% dedicada a ele e acho que merece! Enfim, vamos lá? Que a sessão TBT já vai começar. ♥

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Para quem não conhece a história, vou contar um pouquinho: Sophie viaja para Verona com o noivo Victor. Tipo uma pré-viagem de lua de mel. Mas chegando lá, ele acaba tendo de resolver as questões de seu novo restaurante e a nossa protagonista acaba conhecendo sozinha a doce cidade de Romeo e Julieta.

Até que ela acha uma carta antiga na Casa da Julieta e resolve respondê-la. O que parecia uma tentativa sem resposta, Sophie e as voluntárias desse ponto turístico da Itália se deparam com a visita surpreendente da destinatária Claire Smith e seu neto Charlie.

Seguindo os conselhos de Sophie, os três vão em busca do grande Romeo (quer dizer Lorenzo hahaha) da Claire. Ambos viveram uma paixão na juventude e pode ser que essa aventura renda bons momentos e um final feliz. Será? ♥

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Enquanto O Diabo veste Prada dá um ânimo na minha vida profissional, esse filme de hoje me traz uma esperança que acalenta o meu coração em relação ao amor.

O cenário é incrível e é impossível não acrescentar no roteiro, depois dessa história, uma visita à Verona. Claro que o filme meio que não mostra a real de como a Casa da Julieta é cheia. Mas até que da última vez que eu fui, deu para tirar um monte de fotos com a dona do ponto turístico praticamente sozinha.

O decorrer do filme é bem amarradinho e nos dá a sensação de que tudo vai dar certo. Mas caso não dê: pelo menos a tentativa rolou e o caminho foi repleto de momentos inesquecíveis e surpreendentes. De arrancar inúmeros suspiros!

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Ah! Quem quer ser escritora, logo vai se identificar com a Sophie. Sobre a Claire… Se eu não tivesse a minha avó, com certeza, queria ter uma igual a ela. Bondade é seu segundo nome e perseverança o primeiro. E o que falar da carta que deu abertura a tudo o que acontece no filme? Um tapa na nossa cara.

A propósito, essas voluntárias que respondem as cartas de amor dos visitantes realmente existem (até onde eu sei, pelo menos). Eu nunca recebi uma resposta, mas sei de uma pessoa que recebeu e é a coisa mais incrível da vida. Para quem quiser saber mais sobre, é só correr nesse post da Teca Machado.

Quanto ao final é simplesmente lindo e inspirador. Algumas histórias começam, outras terminam. Mas todas nos ensinam que o amor sempre vale a pena e lutar por ele, na medida certa, também. Aliás, ao contrário do namorado da Andy (O Diabo veste Prada), não acho o Victor um babaca. Algumas vezes as pessoas mudam e não se encaixam mais e está tudo bem.

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Em relação ao Charlie: amo o seu sotaque britânico e ele me irritou muitas vezes, mas ele é o meu crush da história e dá de 1000 a zero no Romeo hahaha. E têm outros personagens tão incríveis quanto, mas corre o risco de eu dar spoiler brabo, então, deixa para lá.

Destaque para a trilha sonora e para a cena do sorvete (que coloquei lá em cima). E só de escrever esse post já me deu saudade de viajar hahaha. A lição que fica? Deixar o “e se” para lá. Porque juntas, essas duas palavras podem ser mais nocivas do que imaginamos.

Enfim, se você não assistiu, recomendo. Já viu? Sempre vale um repeteco dele! ♥ No mais, podem opinar à vontade.

Beijos, Carol.

Post Antigo: Filmes com cenários incríveis!
Fan Page ♥ Instagram 


8
12

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2021