17.06.2021
* 4 hábitos antigos que eu amo! ♥
Em: Niver

Ei, Gente! :) Adivinha quem está completando mais uma primavera hoje? Euzinha \o/! Eu mal nasci e já tô aqui com 35 anos hahaha. Sim, o tempo passa voando. E acho que por isso que a gente tem de tentar aproveitar ao máximo! E uma das formas é mantendo alguns hábitos antigos que me deixam feliz. Até mesmo nos dias mais tensos! Então, vou compartilhar alguns com vocês, ok? Bom post. ♥

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

1. Ir na livraria!
Observação da Pequena:
A Amazon que me perdoe. Amo as promoções e facilidades. Mas por mais que o amor seja grande, nada substitui uma ida à livraria. Ficar olhando cada livro, lendo sinopse por sinopse e admirando as capas mais incríveis e que chamam a atenção! Fora que é uma forma de ajudar esses lugares mágicos do seu bairro. ;-)

2. Escrever no papel!
Observação da Pequena:
Eu vivo no computador. Trabalho nele! Escrever nessa tela faz parte da minha rotina. Em contrapartida, não dispenso o papel. Bloco, caderno, planner, diário são itens indispensáveis na minha vidinha! Escrever cartinha no papel? Também. É um dos hábitos que faço questão de ter para sempre. Não importa quanta tecnologia surja!

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

3. Ler livro físico!
Observação da Pequena:
Desde 2019, o kindle ganhou o meu coração. Mas apesar de todas as facilidades e de gostar de ler por lá também…. O físico é o meu preferido! A capa, o papel… Já fico tanto tempo conectada e em frente a uma tela, que ler à noite a versão “concreta”, dá uma paz.

4. Tomar mate nas minhas canecas!
Observação da Pequena: Parece bobeira, mas vocês não tem noção do quanto eu amo esse simples hábito. Sentar na frente do computador e tomar o meu mate (leão com limão) é uma das coisas que mais amo na minha vida. Eu sou a louca da caneca, mas juro: uso todas! Sem exceção.

***

É isso, pessoal. :) Espero que esses pequenos hábitos façam a diferença e inspirem vocês de alguma forma! Mesmo que nem sempre seja possível, esses detalhes valem a pena manter, viu?

E para esse meu próximo ano, eu desejo: leveza e que mais hábitos leves deixam essa nova primavera mais feliz e repleta de lembranças. Ao lado de pessoas que eu amo! E desse bloguinho também! ♥

Beijos, Carol.

Post Antigo: Completei 34 primaveras!
Fan Page ♥  Instagram


5
20.08.2020
* Beda 20 – 11 primaveras! ♥

Ei, Gente! :) Chegou o 2º dia mais esperado por mim esse ano: o niver do Pequena Jornalista. Há 11 anos nascia esse bloguinho, que é a minha dose de alegria diária. O meu hobby preferido e o lugar que eu mais amo criar conteúdo. ♥

Quando chegamos na blogosfera: era tudo mato e ainda tinha leitor “segue, que eu sigo de volta” hahaha. Terminei a faculdade e queria um cantinho para escrever do meu jeito e no dia 20 de agosto de 2009, eu o criei. Juntei o apelido que uma amiga (Mari Garbes, mamys da facul) me deu e a minha profissão e deu match: Pequena Jornalista. De lá para cá, muita coisa mudou! Novas plataformas e redes sociais nasceram, mas apesar deu amá-las também, como o meu negócio é escrever, o blog sempre fez mais sentido para mim.

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

No comecinho, eu escrevia muito sobre moda, esmaltes e textos aleatórios. Mas daí eu vi um mundo que tinha muito mais a ver comigo: o literário. Sempre amei ler e aí as resenhas entraram no cronograma de posts e sinto que me encontrei nesse meio. Por mais que volta e meia, role uma postagem de look inspiração e beleza. O bom do lema “de tudo um pouco do meu mundo” é que eu posso segui-lo à risca.

O blog ainda não é a minha fonte de renda principal. Aos poucos, estou sabendo valorizar mais esse trabalho. Que apesar de ser um hobby, não é fácil e é trabalhoso. Aliás, têm muitos dias incríveis, mas outros o desânimo bate na porta. Mas tento ter foco nas vitórias (que são muitas) e aprender com as dificuldades. Por falar nisso, saibam que estou sempre aberta a sugestões, ok?

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

E eu não sei se eu sou a única a ter essa impressão, mas apesar dos males da pandemia, tive a sensação de que essa blogosfera se uniu e cada vez mais blogs incríveis estão surgindo, estou reencontrando antigos e outros voltando com tudo! Aliás, o PJ foi um dos meus refúgios que me ajudou a não enlouquecer nesse distanciamento social. Falando nele, eu sempre amei ler, mas sinto que virei uma bookaholic de carteirinha graças a ele! Afinal, resenhas de livros sempre são bem-vindos por aqui, né?

Enfim, vou tentar não me estender muito, mas já estou me estendendo hahaha. Aliás, fico com medo de ser repetitiva a cada ano nessa data, mas não tem como não dizer essas palavras! ;-)

Obrigada leitores por cada comentário e visita.
Obrigada blogueiros por me inspirarem sempre!
Obrigada mãe, namô e Jeanninha por me incentivarem.
Obrigada irmã Lulu (ela tira todas as fotos que eu apareço e me ajuda com as partes mais técnicas) por me ajudar tanto nessa parte, mesmo com a agenda lotada.
Obrigada irmã Ni por todos os seus palpites no Insta!
Obrigada amigos que apoiam e que vibram comigo, mesmo que alguns não tenham a menor ideia do que blog significa hahaha.
Obrigada às amigas virtuais (inclusive do grupo Blogando com amor) por todas as dicas e conselhos.
Obrigada às amigas que viraram uma das melhores amigas, como a Juju Bittar, uma ilustradora de mão cheia e que sempre cria artes lindas pensando no PJ.
Obrigada às empresas que ajudam de alguma forma no layout e brindes, como a Cor Seletiva e a Renata Lustosa.
Obrigada a cada parceiro por acreditarem e confiarem no meu trabalho.
Obrigada escritores, por tanto. Vocês nem imaginam! ♥

Crédito das Imagens: Pequena Jornalista

Enfim, que venham mais e mais primaveras e que a essência desse bloguinho sempre permaneça intacta. Aliás, desculpem qualquer deslize, viu? =D Que não falte inspiração, posts, comentários que nos deixam com um sorriso de orelha a orelha e que os dias mais complicadinhos sirvam apenas para nos impulsionar mais para frente. E que os dias felizes façam tudo valer a pena! E podem acreditar: valem.

Ah! Por mais clichê que pareça, nada disso seria possível sem vocês que estão aqui diariamente ou quase isso. Para retribuir, resolvi fazer um sorteio lá no Instagram, que é o meu segundo cantinho favorito da internet (ele ganhou uma nova forma e estou amando). Têm itens de papelaria e um vale-livro. Quem quiser participar, só correr aqui. ;-)

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

E para o blog tudo ou nada? TUDO!! Parabéns, Pequena Jornalista. Amo você e obrigada por me fazer tão feliz! Espero retribuir sempre. ♥


7
19.06.2020
* Completei 34 primaveras! ♥
Em: Niver

Ei, Gente! :) Desculpa pelo meu sumiço nos últimos dois dias. Na quarta, foi o meu niver e, na quinta, nenhum texto fluiu. Mas para compensar: vai ter post hoje, amanhã e domingo. Vamos lá? ♥

Pequena Jornalista na sessão de fotos com uma decoração inusitada
e divertida e com alguns mimos que ganhei!
Crédito da Imagem: Louise Daixum, irmã da Pequena que vos bloga!

17 de junho de 1986: eu estava lá quentinha na barriga da minha mãe, pronta para chegar ao mundo. 34 anos (e 1 dia) depois: estou aqui meio na dúvida do que escrever sobre o meu niver!

Não tinha planos mirabolantes para comemorar esse ano. Porém, nem nas minhas imaginações mais férteis, pensava em completar mais uma primavera em plena pandemia. Em contrapartida, confesso que nunca me senti tão especial. Faltou o presencial, mas a cada mensagem, ligação e surpresa…. Era meio que um acalento. Quebrei até o meu preconceito que eu tinha com parabéns pelo Zoom hahaha! ♥

Emfim, o que eu desejo para mim? Mais leveza. Ah! E uma dose extra de bom-humor. Independente se o sol está lá fora ou o tempo esteja meio nublado. Acho que ambas as palavrinhas fazem a diferença no dia a dia. Claro, que nem sempre será possível segui-las à risca. Daí vem um outro pedido: que eu me cobre menos! Em contrapartida, que eu não esqueça que eu posso ir além, respeitando os meus limites!

Que eu não seja tão 8 ou 80 e que eu esteja aberta ao novo. Que eu saiba escutar e não tenha vergonha de falar. Quero dizer “sim”, mas que o “não” faça parte do meu vocabulário. Que a minha escrita ocupe os meus dias e que os livros estejam sempre lá. Aliás, espero que essa nova primavera seja digna de um best-seller. Mas de chick-lit, por favor! hahaha ;-)

Pequena mini: viu, gente! Eu cresci.

Desejo abraços quentinhos. Quando tudo for mais seguro, claro. E que a vacina contra o coronavírus chegue logo! E que a gente não esqueça o que aprendeu com toda essa quarentena. Que nada seja em vão, sabem? E eu me incluo nessa! Que tenham saídas, viagens e momentos inesquecíveis ao lado das pessoas que eu mais amo e sei que a recíproca é verdadeira. Ah! Que eu possa respeitar as diferenças! E que não espere nada cair do céu. Que eu seja menos preguiçosa, papai do céu hehehe.

E que eu cresça, porém, espero que algumas essências permaneçam intactas, ok? Que eu nunca esqueça os meus princípios e valores e… Que eu me permita viver, sabendo das dores e delícias do que isso significa! Por fim, volto ao começo: que seja leve! Sejam bem-vindos, 34 anos. ♥

***

Espero que gostem desse textinho e podem opinar à vontade! Com certeza esqueci de escrever algum desejo importante, mas no geral, acho que é isso hahaha. :)

Beijos, Carol.

Post Antigo: De repente 30!
Fan Page ♥  Instagram


10
08.06.2020
* Wishlist literária de niver! ♥

Ei, Gente! :) Dia 17 de junho é o meu niver e aqui está a tradicional (in)direta para amigos e família: a minha wishlist literária hahaha! ♥ Vamos lá? Bom post!

Crédito das Imagens: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. A adorável loja de chocolates de Paris (Jenny Colgan – Arqueiro)
Sinopse:
Anna Trent é supervisora numa fábrica de chocolate. Mas isso não quer dizer que ela saiba fazer chocolate. Por isso, quando um acidente muda sua vida e Anna tem a chance de ir trabalhar numa tradicional loja em Paris, ela tem certeza de que vão descobrir que é uma fraude. Mas com um pouco de sorte, muita paciência e a ajuda dos novos amigos, o exuberante Sami e o galanteador Frédéric, Anna vai descobrir mais sobre o verdadeiro chocolate – e sobre si mesma – do que jamais sonhou.
Observação da Pequena: Como admiradora da série Romances de hoje, da Editora Arqueiro (eterna parceira do blog), eu preciso ler o livro físico e acrescentá-lo na minha linda coleção. Fora que une duas coisas que eu amo: chocolate e Paris!

2. A prometida (Kiera Cass – Seguinte)
Sinopse:
Quando o rei Jameson se declara para a Lady Hollis Brite, ela fica radiante. Afinal, a jovem cresceu no castelo de Keresken, competindo com as outras damas da nobreza pela atenção do rei, e agora finalmente poderá provar seu valor. Porém, Hollis logo percebe que estar ao lado dele significa ser um simples enfeite e ao conhecer Silas tudo fica ainda mais confuso.
Observação da Pequena: Eu devorei a série “A seleção”, escrita pela Kiera. E acho que vou amar esse livro também! Pelo menos a capa me conquistou de primeira. Não me decepcione, por favorzinho hahaha.

3. Amo(res) Verdadeiro(s) (Taylor Jenkins Reid – Paralela)
Sinopse:
Emma Blair casou com seu namorado do colegial, Jesse, quando tinha vinte anos. Juntos, eles construíram uma vida diferente das expectativas de seus pais e das pessoas de sua cidade natal, Massachusetts. Sem perder nenhuma oportunidade de viver novas aventuras, eles viajam o mundo todo, curtindo a vida ao máximo. Mas, em vez do tradicional “e viveram felizes para sempre”, uma tragédia separa os dois, no dia do seu aniversário de um ano de casamento. Ela volta para sua cidade natal e, depois de anos de luto, reencontra um velho amigo, Sam, que lhe mostra ser, sim, possível se apaixonar novamente. E quando os dois ficam noivos? Jesse é encontrado vivo.
Observação da Pequena: Eu li um livro da Taylor e fiquei apaixonada pela escrita dela. Achei o livro bem intrigante e estou louca para saber o final!

4. Minha história (Michelle Obama – Objetiva)
Sinopse:
Em suas memórias, Michelle Obama convida os leitores a conhecer seu mundo, recontando as experiências que a moldaram — da infância na região de South Side, em Chicago, e os seus anos como executiva tentando equilibrar as demandas da maternidade e do trabalho, ao período em que passou no endereço mais famoso do mundo. Com honestidade e uma inteligência aguçada, ela descreve seus triunfos e suas decepções, tanto públicas quanto privadas, e conta toda a sua história, conforme a viveu — em suas próprias palavras e em seus próprios termos. Reconfortante, sábio e revelador, Minha história traz um relato íntimo e singular, de uma mulher com alma e consistência que desafiou constantemente as expectativas — e cuja história nos inspira a fazer o mesmo.
Observação da Pequena: Já namorei muito esse livro nas livrarias e mais do que nunca acho que embarcar na história da Michelle vai me ensinar muito a transformar a minha.

5. Todo mundo que vale a pena conhecer (Lauren Weisberger – Record)
Sinopse:
Bette Robinson mora em um cubículo, tem um emprego “semiescravidão” em um banco de Manhattan e um chefe detestável. Cansada de ter uma vida entediada aos 27 anos, ela resolve agir impulsivamente e pedir demissão. Com influencia de um tio colunista social, consegue um emprego dos sonhos em uma das maiores agências de eventos de Nova York. Agora sua principal função é ir a boates frequentadas por celebridades. A badalação de Manhattan vai dar um novo rumo à vida da jovem, de uma hora para outra ela está nas colunas de fofoca, arruma um namoro de reputação duvidosa e sua vida pessoal vira um desastre.
Observação da Pequena: Esse é um livro que está na minha listinha há séculos! Adoro a escrita da autora e acho que esse não vai me decepcionar. Assim espero. ♥

***

Muito cara de pau essa Pequena, né? ;-) Mas é tudo uma brincadeirinha, com um fundinho de verdade hahaha.

Aliás, foi bem difícil selecionar apenas 5 livros. Quando eu me toquei, queria todos e mais um pouco! Muitos ficaram de fora e outros eu vi que dava para ler pelo Kindle Unlimited. Ainda bem!

É isso, pessoal. Me contem se já leram algum ou se acrescentaram na listinha de desejo de vocês também! ♥

Beijos, Carol.

Post Antigo: Wishlist de Niver – 33 primaveras!
Fan Page ♥ Instagram   


8
13.06.2019
* Wishlist de Niver – Versão: 33 primaveras! ♥

Ei, Gente! :) Na próxima 2ª feira, dia 17, completo mais uma primavera. E, claro, que vai rolar a clássica wishlist de niver. Porém, dessa vez, acrescentei outras coisinhas além de livros! Eu amo ler e esse tipo de presente, considero realmente um elogio. Mas também adoro outros mimos! Enfim, é um post de brincadeirinha, mas se alguém quiser  levar (mega) à sério, estamos aí hahaha. Vamos lá?

IMG_8574Crédito das Imagens: Google, Amazon, Saraiva, Donna Dolce, Touts e Bee Mine
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Para começar, não é bem um desejo simples e depende muito mais de mim: mas conseguir trabalhar na medida certa e realizar alguns sonhos profissionais! A propósito, essa é uma das minhas maiores metas: trabalhar com o que eu realmente amo. Torçam por mim! E, claro, que quer viajar muito nesse novo ano também. Amsterdã está na minha listinha e outros destinos, óbvio! Outro, que quero tentar comprar na Bienal: um Kindle. Sim, eu amo livro físico, mas algumas histórias só estão disponíveis online e ler pelo celular ou computador é bem ruim.

Agora os mais viáveis no momento: esse lindo organizador, da Donna Dolce. Aliás, eu amo ganhar coisinhas fofas de decoração! Sempre arruma um jeito de encaixar no meu dia a dia. E t-shirt, quem acompanha o #lookdapequena no Insta (segue lá: @pequenajornalista), sabe que é uma das minhas peças favoritas. E tem de ser divertida. Tipo essa, do doguinho, da Touts! E não poderia faltar itens de papelaria, né? Ando precisando de adesivos para decorar o meu planner. E esse de livros, da Bee Mine, não é a coisa mais fofinha? Prometo, que não vou ter pena de usar hahaha! =)

Por fim, mas não menos importante: o novo livro da Sophie Kinsella! O nome é “Te devo uma“, que conta a história da Fixie Farr, que não consegue deixar nada para lá. Por exemplo, se ela encontra alguma coisa fora do lugar, quer logo ajeitar, se um amigo está em dificuldade, já começa a pensar em como pode ajudar… Ela sente necessidade de arrumar tudo. Tudo! Então, quando um estranho em um café lhe pede que fique de olho em seu laptop por um instante, ela não só se compromete a tomar conta do computador como acaba salvando-o de um grande desastre. Sebastian, muito tocado com o gesto de Fixie, não sabe como lhe agradecer, então pega um protetor de copo e o entrega a ela depois de escrever nele: “Te devo uma”. A protagonista acha a atitude muito fofa, mas duvida que voltará a vê-lo. Até o dia em que um antigo crush da época da escola volta para sua vida e Fixie precisa ajudá-lo. Ela então recorre a Seb, mas as coisas não dão muito certo e ela se vê obrigada a enfrentar um passado que cheio de mágoas para abraçar o futuro que ela merece. Sério, como não amar desde já? Disponível só em agosto, mas já está na pré-venda! Então, pode desejar, né? =D

É isso, pessoal. Família, namô e amigos: dedico esse post para vocês hahaha! Brincadeirinha. A cara de pau ama vocês, independente disso hahaha!
Agora me contem: o que vocês amam ganhar de niver? 

Beijos, Carol.

Post Antigo: Pequena Indireta – Wishlist de Niver

Fan Page ♥ Instagram   


2
12

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2021