12.10.2021
* 5 formas de incentivar uma criança a ler! ♥

Ei, Gente! :) Uma das lembranças mais fortes de uma Bienal do Livro foi quando eu vi uma criança falar para o pai: “Era essa editora que eu estava procurando“. Eu sempre busquei incentivar meus priminhos, a lerem. Mas depois desse dia.. Vi a magia de encontrar um pequeno leitor.

Por isso, meu hábito de ser a prima que dá histórias literárias de presente ficou ainda mais forte. Com raras exceções! E para o post de hoje, trouxe 5 dicas para tentar incentivar a leitura infantil. Vamos lá? ♥

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

1. A mais básica de todas: dê livros de presentes! Criança gosta de brinquedo e tal, mas uma história literária também tem o poder de fazer o olhinho dela brilhar. Tente!

2. Na hora da leitura, que tal imitar vozes, fazer encenações? Isso vai ficar marcado na cabecinha dela e esse momento não vai parecer uma coisa chata. E, sim, bem divertido!

3. Dependendo da idade, leia para ela. Ou com ela! E não se prenda apenas ao clássico “antes de dormir“. Essa atividade pode ser em uma tarde de domingo. em um feriado chuvoso ou esperando o ônibus da escola.

4. Pegue um livro de um personagem do desenho favorito dela. Pode despertar maior interesse. Pode ter história ou interativo. Tem muita opção! Ah! E feiras de livros, em shopping e tal, são mais em conta.

5. Você não é leitor assíduo? Minha mãe também não é e isso nunca foi motivo para ela não incentivar esse hábito (obrigada, mamy ♥). Vai que em conjunto, o hábito nasce junto? E não precisa ser nada clássico. Deixe ela bem à vontade! ♥

Mini eu só para ilustrar esse post! ♥

***

Eu acredito muito no poder da leitura, gente! E criar esse costume desde cedo, é mais fácil. Ler estimula a criatividade, ensina e pode ser tão divertido quanto brincar de massinha. Coloque essa atividade na rotina. Pode render boas memórias. Por aqui, eu tenho um monte.

E Feliz Dia das Crianças! Para todas. Seja por conta da idade ou para quem não deixa esse lado nunca morrer. :’)

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Leu – A Fada Mamãe e Eu
Fan Page ♥ Instagram


4
07.10.2021
* TBT: Lembranças da Infância! ♥

Ei, Gente! :) Outubro é o mês oficial das crianças. E para o post do dia, trouxe algumas das lembranças da minha infância. Aliás, se eu puder dar um conselho: não cresçam. Mentira, cresçam, mas sem pressa hahaha. Vamos lá? Boa leitura. ♥

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

1. Quando a minha mãe cortou o meu cabelo bem curtinho, por conta do piolho. Eu não gostei nada, mas hoje é divertido lembrar hahaha. ;-)

2. Quando tirei 100 na prova de Português, na 1ª série. Fiquei tão orgulhosa da minha mini pessoa hahaha. E acho que os meus pais também!

3. Quando o Papai Noel veio na porta da casa do meu avô. E eu nem me liguei que era um brinquedo levando outro brinquedo.

4. Quando o meu pai me deu a fita cassete do filme “Meu primeiro amor” no corredor da escola. O que dizer daquele abraço? :’)

5. Quando eu lia o livro do cachorrinho, que tinha a cobra e tal. E pesquisando, acho que encontrei a leitura que marcou a minha infância. ♥

Crédito da Imagem: Magalu

***

Agora me contem uma lembrança que marcou a sua infância. Pode ser engraçadinha, emocionante ou apenas fofa, mas que significa muito! ;No mais, podem opinar à vontade. ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Leu – A fada mamãe e eu
Fan Page ♥ Instagram


5
12.10.2020
* 12 livros que marcaram a infância dos leitores do PJ! ♥

Ei, Gente! :) Para comemorar o Dia das Crianças e o Dia Nacional da Leitura, pedi indicações de livros que marcaram a infância dos leitores lá no Insta do PJ. Separei alguns clássicos e outros que não conhecia. Vamos lá? Bom post. ♥

Crédito das Imagens: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Vamos começar pelos clássicos? Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll, marcou muita infância. Inclusive a minha! Aliás, eu amo todas as princesas da Disney, mas a personagem que sempre me identifiquei muito: Alice. ♥ Outra história que indicaram é “O Pequeno Príncipe“, de Antoine De Saint-exupéry. Eu ainda não li, juro, mas sempre quando vejo algo dele, lembro da minha mãe. E o que falar de “O mágico de Oz“, de L. Frank Baum? Não sei se cheguei a ler, mas a história na telinha me conquistou!

Pedro Bandeira é um autor brasileiro que marca gerações. A droga da obediência e outras histórias deixaram o mundo dos livros bem mais legal. Ziraldo é outro, né? Amava “O menino maluquinho” e eu não lembro de “Uma professora muito maluquinha“, mas fiquei bem curiosa. Outro clássico que faz parte da infância: A bolsa amarela, da Lygia Bojunga. Sei que tem muita gente que leu, porém, confesso que não lembro se fez parte da minha infância hehehe.

Crédito das Imagens: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Recebi indicações de uns títulos bem fofinhos também e que eu quero ler, independente da minha idade hahaha. As cores de Laurinha, do Pedro Bandeira. Como não amar esse livro só pela capa? ♥ Marcelo, marmelo e martelo, da Ruth Rocha, é outro clássico que lembrei agora que fez parte da minha estante. Sopa de letrinhas, da Teresa Noronha, me lembrou da comida que eu mais amava quando era criança hahaha.

Eu tinha medo de bruxa, mas acho que ia adorar a “Bruxa Onilda vai a Paris“, de Enric Larreula e Roser Capdevila. Pode embarcar nessa e em outras histórias da personagem agora? ;-) Listas Fabulosas, da Eva Furnari, tem cara de ser bem engraçadinho e lúdico. Por fim, selecionei “A ilha de chocolate“, da série “Salve-se quem puder“, da Karen Dolby (acho que têm outros autores também). Eu amei o nome e queria mergulhar nessa ilha em busca do melhor chocolate!

***

É isso, pessoal. :) Um livro que marcou muito a infância era um do cachorrinho, que tinha uma minhoca e acho que aquele brinquedo de mola. Mas nunca lembrei o nome! Quem souber, me ajuda, por favorzinho! E um que eu teria adorado ler quando criança, é a história “A fada mamãe e eu“, da diva Sophie Kinsella. Que a propósito, embarquei no último Dia das Crianças e que tem resenha aqui. ♥

E me contem: qual título remete à fase mais inocente da sua vida? No mais, podem opinar à vontade. E obrigada a todos que me ajudaram nesse post. Nem todos são de autores nacionais, mas dá para ter uma ideia de escritores que ajudam na leitura nacional. ;-)

E Feliz Dia da Criança para todos, independente da sua idade. E sempre que for possível, incentive a leitura infantil, que faz toda a diferença nesse mundo. ♥

Beijos, Carol.

Post Antigo: Filmes infantis que eu amo!
Fan Page ♥  Instagram


9

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2021