01.05.2020
* PJ Leu: Notre-Dame – A história de uma catedral! ♥

Ei, Gente! :) Para começar esse mês, resolvi postar a minha última leitura de abril, que na verdade finalizei hoje mesmo hahaha. O nome é Notre-Dame, do autor Ken Follett, livro publicado pela editora Arqueiro (eterna parceira do blog). Vamos lá? Boa resenha! ♥

Conto: Notre-Dame | Editora: Arqueiro | Autor: Ken Follett
Crédito da imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 4 livros

Sinopse: Em abril de 2019, um incêndio quase destruiu uma das maiores catedrais do mundo. Sendo assim, Ken Follett resolveu descrever em Notre-Dame as emoções que sentiu ao saber do ocorrido. Aliás, nesse livro, o autor reflete sobre o papel que a catedral desempenhou ao longo do tempo e revela a influência que a mesma tem em outras ao redor do mundo.

Opinião da Pequena: Quando o pessoal do marketing da Arqueiro enviou o e-book para a gente ler, não sabia ao certo se a leitura me agradaria. Mas resolvi sair da minha zona de conforto e aceitei embarcar. :)

Ken Follet fala sobre um dos pontos turísticos mais incríveis de Paris e transmite uma paixão pelo assunto, que é quase impossível não se envolver. É triste saber tudo o que aconteceu. Mas em uma das matérias que vi sobre a Pandemia que estamos vivendo, eu fiquei muito feliz quando vi que um padre ou bispo (não sei ao certo), estava celebrando uma missa lá dentro (sem os fiéis, claro). Depois de tudo que a Catedral passou, ver aquela cena me deu esperança.

Enfim, gostei da escrita do autor e como o livro é rico em detalhes históricos. Por exemplo, ela levou quase 100 anos para ser construída e eu não fazia a menor ideia de que a Notre-Dame é a quinta igreja erguida naquele local. Entre outros fatos que a gente fica sabendo em cada capítulo. Ou seja, a gente enriquece bastante com a leitura.

Adorei que tem uma parte do original da história criada pelo Victor Hugo, mas que só conhecia pelos olhos da Disney: O corcunda de Notre Dame. A gente também tem a oportunidade de ler alguns trechos do livro “Os pilares da Terra” e conhecer um pouquinho do próximo do Ken (a íntima hahaha): O Crepúsculo e a Aurora.

Então, se você é apaixonado por catedrais, independente da religião, e sempre faz questão de acrescentar no seu roteiro esse tipo de lugar para visitar, acho que essa breve história (sim, o livro é bem curtinho) vai te agradar bastante. E, por mais que não seja o meu livro favorito da vida, surpreendentemente, me agradou. ♥

Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Recomendo. Falando nisso, ele está disponível aqui.

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Leu – Depois daquela montanha
Fan Page ♥ Instagram


14

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2021