04.03.2021
* TBT Pipoca: As Patricinhas de Beverly Hills! ♥

Ei, Gente! :) E a dica do dia para o TBT Pipoca é: As Patricinhas de Beverly Hills, um filme de 1995. Fui longe dessa vez, né? hahaha. Vamos lá? Boa sessão! ♥

Crédito da Imagem: Globoplay

Para quem não conhece a história, segue um resuminho da sinopse: Cher é uma adolescente que mora Beverly Hills. A sua vida é repleta de roupas, amigas, conversas e amores. Entre shoppings, encontros, festas e aulas do colégio, ela tem de lidar com a chegada do enteado de seu pai: Josh, que tem uma visão mais dura da realidade. ;-)

Acho que durante muito tempo da minha infância/adolescência, esse filme estava no topo das minhas histórias favoritas. ♥ Taxado como muito fútil, eu até entendo, mas prefiro achar que é aquela comédia que distrai, faz suspirar e rir.

Crédito da Imagem: Jovem Pan

Acho bem divertida a premissa e o ritmo das cenas. Alguns momentos são mais legais do que outros, mas todos marcaram. Quem nunca teve o sonho de ter o armário da Cher e passear com ela e a Dionne pelas ruas de Beverly Hills? Sempre quis juntar funcionários na escolha, como a protagonista, mas não rolou hahaha. E queria ter a coragem de enviar um buquê de flores para mim mesma em plena aula!

A Cher é meio mimada, claro. Mas não é totalmente culpa dela e, sim, das circunstâncias da vida. E apesar dessa característica, acho ela mega fofa. Olha o que ela fez pela Tai, né? Falando nisso, dá um aperto no coração quando vejo esse filme hoje em dia: a atriz Brittany Murphy já faleceu e, se eu não me engano, ela começou lá.

Crédito da Imagem: Omelete

Quanto ao Josh? Ele é meu crush muito antes do ator ser o boy da Phoebe, de Friends ou o Homem-Formiga hahaha. Aliás, apesar de ser meio estranho o desfecho dele e da Cher, na época eu gostei. Aliás, o final é tão perfeito, que dá um quentinho no coração!

Enfim, é um filme que vale o repeteco um milhão de vezes. Ansiosa pelo reboot da história, que vai ser no formato de série. Enquanto não lança (pelo que eu pesquisei não tem data), dá para ver a versão original na Netflix, Amazon Prime e Telecine Play. ;-)

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Agora me contem: já assistiram ou não é da época de vocês? No mais, podem opinar à vontade!

Beijos, Carol

Post Antigo: Dia Internacional da Mulher
Fan Page ♥ Instagram  


3
25.02.2021
* TBT Pipoca: De repente 30! ♥

Ei, Gente! :) Essa semana, vi no Insta do Hugo Gloss uma foto com dois atores que eu adoro: Jennifer Garner e Mark Ruffalo, relembrando o casal fictício Jenna e Matt, do clássico filme “De repente 30“. Então, pensei: por que não falar dessa história que marcou várias pessoas? Peguem a pipoca e o refri, que a sessão (TBT) pipoca vai começar. ♥

Crédito da Imagem: The Movie DB

Para começar, segue aquele clássico resuminho da sinopse: Jenna não é popular e seu único amigo é o Matt. Para tentar conquistar popularidade, ela decide dar uma grande festa no seu niver de 13 anos. Mas tudo vira de cabeça para baixo e a protagonista decide fazer um pedido… Virar adulta! E não é que o sonho se torna realidade? Porém, nem tudo sai como ela imagina.

Esse filme é de 2004 e é um dos mais divertidos da vida. ♥ Quem nunca esperou completar 30 anos para colocar uma legenda “#derepente30”? hahaha. Brincadeirinha! A história vai bem além.

Crédito da Imagem: Ré Menor

Nem tudo que a gente deseja é um mar de rosas quando vira realidade. O homem dos sonhos pode virar um completo estranho e a melhor amiga pode ser uma cobrinha por trás dos bastidores de uma revista. E, talvez, a vida profissional não seja tudo aquilo. Por fim, o carinha que esteve sempre lá pode ter encontrado outro caminho…

Mas como é filme, tudo pode acontecer, né? Incluindo pó mágico, cenas divertidas de uma adolescente no corpo de uma adulta, tentando flertar com um garoto no restaurante hahaha (a melhor parte). E músicas antigas que fazem a gente querer dançar e fazer uma festa do pijama igualzinha.

Crédito da Imagem: Sobre Filme

É uma história que arranca risadas, suspiros… Fala da família, de amigos e do primeiro amor. Mostra o quanto a gente tem de ter cuidado com os nossos desejos e aproveitar cada segundinho. Meio clichê, mas totalmente real.

De repente 30 está na minha listinha de filmes que marcaram a minha adolescência e, até hoje, eu me emociono com a cena da casinha de boneca e todo o desfecho. Adoro os looks da Jenna, principalmente, da versão adulta. ♥

Crédito da Imagem: Metro Jornal

Ainda não viu? Recomendo. Já? Vale o play quantas vezes quiser. Bem que poderia ter uma remake, né? Fica a dica aí, Netflix e afins hahaha. No mais, podem opinar à vontade.

Por fim, a foto que inspirou esse post. :)
Crédito da Imagem: Mark Ruffalo

Ah! Pesquisei e vi que está disponível na Apple TV, Claro TV e Looke. Se alguém souber de mais algum streaming, é só falar. :)

Beijos, Carol.

Post Antigo: TBT Pipoca – O Diabo veste Prada
Fan Page ♥ Instagram  


3
04.02.2021
* TBT Pipoca: Os delírios de consumo de Becky Bloom! ♥

Ei, Gente! :) Separei mais um filme para o nosso TBT Pipoca da semana. Aliás, pasmem: a adaptação “Os delírios de consumo de Becky Bloom” não tinha um post exclusivo! Mas vamos mudar isso, né dona Pequena? Então, peguem a pipoca, o refri, que a sessão consumista vai começar hahaha. ♥

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Eu acredito que a maioria saiba a sinopse. Mas vou colocar um resuminho, ok? :) Rebecca Bloomwood é uma garota que ama fazer compras e seu grande sonho é trabalhar na sua revista de moda favorita. Mas os gastos vão além e a levam à falência. E quanto ao trabalho: tudo o que ela consegue é escrever para um veículo de finanças. Chega a ser contraditório e cômico, né? E quanto tudo está prestes a melhorar, nossa protagonista repensa em suas ambições e seu estilo de vida!

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Vocês já estão cansados de saber que a Becky é uma das minhas personagens favoritas da vida. Sim, esse filme é uma adaptação do livro da Sophie Kinsella. Apesar de amar ler as atrapalhadas da protagonista, amei ver a personagem ganhando vida nas telonas.

Claro que no cine, o mundinho da protagonista ganhou alguns toques diferentes. E se eu não me engano, eles misturaram o livro 1 e o 2. Mas juro, não me incomodou nadinha. Pelo contrário, amei ver uma premissa que me fez amar chick lit. ♥

Achei tudo bem amarradinho. O filme tem ritmo e cada cena envolve o telespectador e não dá sono. Mesmo assistindo pela milésima vez! A gente ri e aprende lições valiosas. Não só sobre finanças, mas a importância da família e o que um lenço verde não faz na vida de uma pessoa hahaha!

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Quanto à escolha dos atores: não poderia ter sido melhor, juro! A Isla como Becky é perfeita. Não imagino outra atriz fazendo esse papel. Ela captou direitinho a essência da protagonista. Também amei os pais dela, que são aquelas “pessoas” que a gente quer guardar dentro de um potinho, sabem? Luke é de arrancar suspiros e a Suzy é igualzinha hahaha. Alicia? Tão irritante quanto a do livro hahaha.

Sobre o Dereck Smeath… É a única mudança que eu faria. Ele saiu meio como vilão, mas na real não é. Afinal, a gente ama a Becky, mas ele tava fazendo o trabalho dele. De uma forma meio nada a ver, mas foi a solução que ele achou. Em contrapartida, amei cada centavo que ela colocou na sala dele hahaha.

E o que falar do final? Perfeito! A dancinha, a mini vingança, os manequins e a volta do lenço. Aliás, essa peça roubou a cena e é a melhor compra da vida. Os figurinos são extravagantes, mas não poderiam ser outros. Talvez, a roupa de madrinha do casamento. Enfim, é uma história que deixa a vida mais leve e diverte qualquer domingo de tédio!

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Sim, os livros são melhores, claro. Porém, essa adaptação não deixa nada a desejar e o meu sonho é que tenha mais continuação. Já assistiu? Conta o que achou. Ainda não? Recomendo! Pelo que eu pesquisei, está disponível na Apple TV. ♥

Beijos, Carol.

Post Antigo: Green Scarf
Fan Page ♥ Instagram  


6
09.09.2020
* Para assistir: Feel the beat! ♥

Ei, Gente! :) Para o post do dia separei uma dica de filme. Recentemente, assisti: Feel the beat, na Netflix. Uma comédia bem água com açúcar e para lá de divertida. Vamos lá? Boa sessão! ♥

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Para começar, aquele clássico resuminho sobre o que se trata a história. April é uma dançarina, que deixou a sua cidade natal para correr atrás do grande sonho chamado “Broadway”. Mas depois de uma obra do destino, as coisas não andam muito bem e ela volta para casa!

Por lá, a protagonista acaba sendo convidada a treinar um grupo de jovens dançarinos um pouco desajeitados para uma competição, que terá um importante jurado e que April quer chamar atenção. Será que vai dar certo? ♥

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Pelo que eu vi, ele está há séculos na Netflix, mas só consegui assistir no feriado. É aquele clichê com música e dança, onde a gente não dá nada para o grupo participante e tals… Porém, vem a reviravolta e nos surpreende de forma positiva.

Mas tem um diferencial: a April não é a típica protagonista desse tipo de filme. Acredito que isso vá chamara a atenção de quem quer ver algo que fuja um pouco do óbvio! Ela é bem dura na queda e vai nos conquistando aos poucos! Nick é de arrancar suspiros e o pai dela é tão incrível. Apoia e conhece a filha que tem! Barb é inspiradora e uma comédia e o amigo da April bem maravilhoso, mas talvez um pouco forçado. Ainda não tenho uma opinião 100% formada.

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Mas o elenco que conquistou mesmo o meu coração foi o dos alunos e os pais deles! Cada um dá o seu melhor mesmo e isso inspira muito! Aliás, aprendi que, às vezes, o importante não é o 1º lugar. O segundo e o terceiro também tem o seu valor. E cada vitória tem de ser comemorada, sem moderação. E o que falar do Dick? Completamente apaixonada por esse ator mirim. O melhor!! ♥

Enfim, é uma história para assistir com a família ou na sua própria companhia. A gente ri, torce e sente cada batida. Do início ao fim, prende. Mesmo com algumas cenas que dispersam um pouco. Ah! Tem inclusão e a dança final é emocionante. Amei a trilha sonora, os figurinos e o desfecho, que já esperava, mas o caminho até lá aqueceu o coração da pequena telespectadora que vos bloga. Dá vontade de sair para dançar no meio de Nova York (destaque para essa cena com uma personagem que também é destaque no filme, mesmo não aparecendo tanto) hahaha.

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Já assistiu? Conta o que achou. Ainda não? Recomendo muito!

Beijos, Carol.

Post Antigo: Para assistir – Eurovision!
Fan Page ♥ Instagram  


6
09.04.2020
* TBT da semana: Quem não ama esses filmes antigos? ♥

Ei, Gente! :) E já que hoje é dia de TBT, resolvi compartilhar cinco filmes antiguinhos, especialmente, para quem ama comédia romântica clássica e/ou um romance marcante. Aproveita que amanhã é feriado e se joga na pipoca e no sofá! Então, vamos lá? Boa sessão. ♥

Crédito das Imagens: Adoro Cinema
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. Como perder um homem em 10 dias (Ano: 2003)
Sinopse:
Ben é um publicitário e Andie é uma jornalista. Ele faz uma aposta com o seu chefe: caso uma mulher se apaixone por ele em 10 dias, uma grande campanha será responsabilidade dele. Ela decide fazer uma matéria sobre como perder um homem em 10 dias. O destino? Decide pregar uma peça nos dois!
Observação da Pequena: É um dos melhores filmes da vida, gente! Por conta dele, o meu sonho é que a câmera do beijo me encontre (e o boy) em algum jogo americano (ou algo do tipo hahaha) e tal. E Kiss Me faz parte da minha playlist até hoje!!

2. 10 coisas que eu odeio em você (Ano: 1999)
Sinopse:
Bianca não vê a hora de arranjar um namorado, mas seu pai não permite. Mas depois de insistir bastante, ele toma uma decisão: ela pode namorar, caso Katharina, a sua irmã, namore também. Só que ela não é nada fácil de lidar. E para tudo dar certo, Cameron (o carinha da Bianca), contrata Patrick para conquistar a sua futura cunhada (Katharina).
Observação da Pequena: A trilha sonora desse filme é uma das melhores! Quem não queria uma declaração no meio da quadra do colégio? E a cena do poema vai ficar marcada para o resto da vida!!

3. A filha do presidente (Ano: 2004)
Sinopse:
Samantha MacKenzie é caloura de uma Universidade e filha do presidente! Apesar de querer levar uma vida normal, parece que essa possibilidade não existe. Segurança para lá, segurança para cá… E ela se apaixona pela vida que James mostra e…. Só assistindo para saber!
Observação da Pequena: Marcou muito a adolescência e a cena final com o fusquinha roxo, se eu não me engano. E uma das cenas mais fofas é a do cinema e ela esperando o pai para comer o doce na cozinha!! É bem teen, mas vale cada segundinho, independente da idade.

Crédito das Imagens: Adoro Cinema
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

4. Um lugar chamado Notting Hill (Ano: 1999)
Sinopse:
Will é dono de uma livraria especializada em guias de viagem. Um dia, recebe a visita inesperada de uma estrela de cinema: Ana Scott. Entre encontros e desencontros, será que o improvável relacionamento vai dar certo?
Observação da Pequena: Assisti recentemente com o meu namô e bateu uma saudade! Fez mais sentido agora e a cena final mexe comigo até hoje. E se eu não me engano a livraria existe em Londres e eu sou louca para dar um pulinho lá, como quem não quer nada hahaha. E a última música? MINHA SANTINHA DAS PLAYLISTS, NÃO AGUENTO NÃO hahaha.

5. Um amor para recordar (Ano: 2002)
Sinopse:
Landon é punido por ter feito uma brincadeira de péssimo gosto na escola. Sendo assim, fica encarregado de participar de uma peça de teatro. Lá, ele conhece Jamie, uma jovem estudante. Ambos acabam se apaixonando e arranco suspiros e lágrimas dos telespectadores hahaha!
Observação da Pequena: É triste, muito triste! Mas vale muito a pena, gente! Têm cenas tão marcantes, como ele riscando o item da lista dela de estar em dois lugares ao mesmo tempo. As músicas são incríveis e acho bem fofo quando ele pede para a mãe dele ensiná-lo a dançar. Sério, acaba com a gente, mas é tão MARAVILHOSO! ♥

***

É isso, pessoal. :) Agora me contem: qual filme antiguinho passa na sua TV até hoje? No mais, podem opinar à vontade. Ah! Alguns acredito que estejam disponíveis na Netflix, na Amazon e tal. Mas me guiei para fazer essa seleção no Telecine Play. Então, com certeza vocês conseguem matar a saudade por lá. E não é um publipost isso, mas estamos aí hahaha. Brincadeirinha!! ^^

Beijos, Carol.

Post Antigo: 10 filmes queridinhos!
Fan Page ♥ Instagram  


7

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2021