11.06.2021
* 5 romances fofos! ♥

Ei, Gente! :) Em homenagem ao Dia dos Namorados, separei cinco histórias que mostram o amor na sua versão: arrancando suspiros fofos e mantendo aquela esperança de que amar vale a pena sim. Vamos lá? ♥

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

1. Contemporâneo
Livro: Os segredos da felicidade (Lucy Diamond)
Por quê? Eu poderia citar vários. A minha lista é infinita! E a cada ano que passa, ela só aumenta. Mas esse foi o mais recente que li e juro, é de arrancar suspiros e renova as esperanças. Para saber mais, tem resenha aqui.

Crédito da Imagem: Amazon

2. Juvenil
Livro:
Para todos os garotos que já amei (Jenny Han)
Por quê? Acho que livros adolescentes quase sempre mostram um amor mais inocente, fofinho. Às vezes, bem sofrido. Mas quando você lê um pouco mais velha, rende ótimas lembranças e um pensamento de “faria tudo de novo”. E esse é tão queridinho! Queria morar dentro desse livro e do filme também. Não li todos dessa série, porém, pretendo um dia ler. :) (Tem resenha aqui)

Crédito da Imagem: Amazon

3, Ilustrado
Livro:
Uma história entre nós (Isa G.)
Por quê? É um mini livro ilustrado e com palavras de uma artista nacional que eu adoro: a Isa (@amargoemeio). Da lista, talvez seja o mais poético. Que dói um pouco, mas tudo faz sentido e toca a alma! Resenha aqui.

Crédito da Imagem: Amazon

4. Curtinho
Conto: Um filme de nós dois (Fernanda França e Leila Rego)
Por quê? Cada história que eu embarco desde o começo da quarentena, eu fico pensando nos dias atuais e como a maioria dos livros não retratam. Mas nunca ninguém ia imaginar, né? Esse conto dessas duas escritoras (nacionais) incríveis mostra um pouco do amor nesta fase de isolamento social. De forma leve, divertida e que traz uma esperança que MEU DEUS. E fora que esse conto tem um detalhe bem especial: fui leitora beta! Para saber mais, só clicar aqui.

Crédito da Imagem: Amazon

5. Chick Lit
Livro:
Fiquei com o seu número (Sophie Kinsella)
Por quê? Essa categoria eu também poderia indicar um milhão de histórias. Esse livro da Sophie não é tão falado, mas conversando com uma amiga esses dias, deu uma saudade! Fiquei lembrando como começou o meu amor por emoticons hahaha. Saudade, Sam e Poppy. ♥ (Não tem resenha, mas se quiserem um TBT Literário, eu faço)

Crédito da Imagem: Amazon

***

É isso, pessoal. Espero que o Dia dos Namorados, independente do seu estado civil, seja doce, leve e sem cobranças. Sei que é bem fácil falar, mas acreditem: o amor não acontece antes e nem depois. Acontece na hora certa! Levei um tempinho para saber disso e agora que eu sei, agradeço muito. Aliás, feliz dia namô! Te amo mais que todas as comédias românticas juntas. ♥♥♥♥♥

Tem alguma sugestão de romance fofo? Deixa nos comentários. No mais, pode opinar à vontade!

Beijos, Carol.

Post Antigo: Dia dos Namorados – Expectativa X Realidade
Fan Page ♥ Instagram  


6
10.06.2021
* TBT Pipoca: Um lugar chamado Notting Hill! ♥

Ei, Gente! :) Para o TBT Pipoca da vez, separei um filme bem sessão da tarde e tudo a ver com o mês mais romântico do ano: Um lugar chamado Notting Hill. Vamos lá? O post já vai começar. ♥

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Acho que não precisa, mas vamos ao mini resuminho da história. Will é dono de uma livraria e recebe a visita de uma cliente bem atípica: a atriz renomada Anna Scott. Alguns encontros (legais e outros nem tanto) e uma relação começa a ser construída. Mas será que os holofotes vão deixar? ;-)

Quando esse filme foi lançado, arrancou muitos suspiros aqui em casa. A música então… Aliás, falou “Notting Hill” já começo a cantar “Sheeeeee tralalalala” hahaha. Assim, não era o meu favorito, mas por algum motivo nos últimos 3 anos, toda vez que está passando na TV, eu e meu namorado paramos para assistir.

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Talvez para alguns, a história seja surreal. Talvez impossível de acontecer (acho que sim) e com algumas falas meio sem sentido. Mas como não torcer para o casal fictício? Ficar rezando para o Will chegar a tempo e a coletiva dar atenção à pergunta “especial”?

É uma história meio brega? Talvez um pouco! Mas aquece o coração dos românticos de plantão e amolece (ao menos um pouquinho) os que são mais “frios”. É tão lindo esse filme! O cenário ajuda muito e o fato de ter uma livraria no meio também. ♥

Os amigos são bem comédia e alguns totalmente sem noção. E a cena final é a coisa mais linda. Acho que mostra a simplicidade da felicidade! Meio clichê, mas nem toda a fama compensa. Talvez uma ida ao Parque, ao lado do seu amor e futuro amor, com um livro faça mais sentido! Ah! E eu amo a Julia Roberts e Hugh Grant. Acho que no decorrer, eles evoluíram muito! Mas merecem destaque desde sempre.

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Enfim, se você ainda não assistiu: indico. Já viu? Vale o repeteco! Vi que está disponível no Telecine e volta e meia assisto por lá mesmo! No mais, podem opinar à vontade.

Beijos, Carol. ♥

Post Antigo: Quem não ama esses filmes antiguinhos?
Fan Page ♥ Instagram  


1
08.06.2021
* Decor PJ: Home Office Casal! ♥

Ei, Gente! :) A pandemia veio para mostrar também que o home office é uma realidade, dependendo do tipo de trabalho. Aliás, muitos casais tiveram que dar um jeitinho para ter um canto para os dois. Seja compartilhado ou um na sala e o outro no quarto.

Aqui em casa, eu já tinha uma estrutura para mim. Sou freela e o home office já faz parte da minha vidinha, desde 2017. O meu namorado, a mesma coisa. Mas para a minha irmã e o meu cunhado não! E agora como nós quatro, normalmente, estamos no mesmo ambiente, tivemos que adaptar.

Claro, que um dia, cada casal vai ter o seu espaço. E já imagino, como será a parte do escritório. Confesso, que me concentro mais sozinha. Mas vi tanta ideia legal no Pinterest, que estou revendo essa ideia. E, óbvio, que vou compartilhar com vocês! Vamos lá? ♥

Credito das duas imagens: Pinterest

Acredito que o cantinho do home office do casal para dar certo, tem de ter conforto e qualidade para ambos. Vale até estabelecer algumas regrinhas e esteja aberto para fazer mudanças necessárias. A conversa é a melhor saída!

Os dois espaços anteriores, imagino que tenham sido preparados com calma, organização e tal. Mas se a sua realidade é o improviso mesmo, tem inspiração para você também! :) Pode ser na varanda e, até mesmo, na sala de casa ou cozinha.

Crédito das duas imagens: Pinterest

Claro, são apenas ideias. Essa última imagem, por exemplo, dá para ver que é para o dia a dia e não um espaço fixo. Talvez funcione para alguns casais. E essa ideia da varanda também achei bem legal. Mas dependendo da época do ano, o sol pode incomodar. Vale pensar nesses detalhes.

E se você depende de mais espaço, a minha sugestão, se for viável, é cada um ficar no seu cantinho. ;) O que for melhor para o casal, viu? Agora me conta: home office faz parte da sua rotina atualmente? E do seu love? Funcionam trabalhando dividindo o mesmo espaço ou não?

Tem dica? Compartilha nos comentários. No mais, pode opinar à vontade! ♥

Beijos, Carol.

Post Antigo: Decor Home Office!
Fan Page ♥ Instagram 


2
31.05.2021
* Ideias de Presentes para o Dia dos Namorados (inspirado no meu namô)! ♥

Ei, Gente! :) Por aqui, vivemos de indiretas (do bem) hahaha. Não é a toa, que toda comemoração, eu faço uma wishlist do que eu quero ganhar e tal.

Mas dessa vez, o jogo virou: fiz uma listinha com algumas sugestões de presentes de Dia dos Namorados inspirado no meu namô. Peguei algumas dicas que ele já deu e o que geralmente imagino que ele vá gostar ou que eu gostaria que ele gostasse hahaha.

Enfim, é um post meio ajuda e meio lembrete para essa e outras datas comemorativas. E acho que pode ajudar vocês de alguma forma. Vamos lá? ♥

Crédito das Imagens: Zara, Amazon, Philips e Ophelia
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Desde o começo do namoro, vejo o meu em busca de uma carteira (porta-cartão). Mas digamos que ele é uma pessoa meio exigente hahaha! Só que olhando a Zara esses dias, parece que encontramos. Yay! Mega ansiosa para ver a carinha dele.

Meu namô (ainda) não é um leitor assíduo, mas acho que esse é um livro que ele embarcaria. Aliás, o namorado (ou namorada) de vocês também pedem resumos dos livros? hahaha ;p! O nome é Mentes Brilhantes, do Alberto Dell’isola.

E uma característica marcante dele: adora descontos, frete grátis e tal. Quem nunca, né? E como o aparador de pelos que ele usa tá meio antiguinho, acho que um novo ia ser bem útil. Vi esse da Philips e o melhor: tem cupom de desconto. Vale dar uma olhadinha! ;-)

Por fim, esse hino de blusa da loja Ophelia: cool boy (tem cool girl também)! Sonho em sair de combinandinho com ele. Será que consigo convencer? ♥

Crédito da Imagem: Pinterest

***

Agora me contem: o que amor da vida de vocês gostaria de ganhar? Vale lembrar que presentes são legais, mas o mais importante é o carinho e amor diário! E o amor que nunca pode morrer: é o próprio, viu? Ter alguém é incrível por inúmeros motivos, mas ter uma relação feliz com você é fundamental. ;-)

No mais, podem opinar à vontade.

Beijos, Carol.

Post Antigo: Dia dos Namorados – Expectativa x Realidade
Fan Page ♥  Instagram


3
12.06.2020
* PJ Leu: Conto – Um filme de nós dois! ♥

Ei, Gente! :) Para o dia de hoje, separei uma resenha para lá de romântica e bem a cara da quarentena. O conto da vez é “Um filme de nós dois“, das autoras brasileiras Fernanda França e Leila Rego. Vamos lá? Boa leitura! ♥

Conto: Um filme de nós dois | Disponível na Amazon | Autoras: Fernanda França e Leila Rego
Crédito da imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 5 livros

Sinopse: Sozinhos e em plena quarentena, Kátia e Jonas se conhecem no Tinder, migram para um aplicativo de xadrez e logo se conhecem pessoalmente, protegidos pelo distanciamento social e por máscaras e roupas especiais – e surpreendentes. A rotina é mudada com a inscrição em um concurso de curtas-metragens. É nesse cenário de comédia e romance que os dois amigos começam a se conhecer melhor, partilham segredos e descobrem que os sentimentos não medem distância. E quando a quarentena acabar será que haverá lugar para cada um deles na vida do outro?

Opinião da Pequena: Em primeiro lugar, gostaria de dizer que essa leitura teve um gostinho para lá de especial para a Pequena que vos bloga. Fui convidada pelas autoras para ser meio que uma leitora beta e ler algumas partes do conto! Me senti tão honrada, que nem sei. Mas juro que apesar da parceria, a minha opinião é de todo o coração!

Tenho lido bastante nessa quarentena e todos os livros acrescentam de alguma forma. Em contrapartida, nenhuma traduz o que a gente está passando no momento. Daí, vem esse conto e acolhe o leitor com tanto carinho, repleto de álcool em gel, máscaras de proteção e uma história incrível de amor com muitas risadas e lições valiosas.

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

A premissa prende do início ao fim e é quase impossível não se identificar em algum momento com a Kátia. Seus dilemas durante o isolamento social (depilar ou não a perna, dar adeus aos sutiãs) e as conversas inusitadas com os motoboys arrancam choros de tanto rir e trazem um humor necessário para essa pandemia. Aliás, essa palavra – humor – tem um novo significado e faz a gente olhar para ela com outros olhos.

O Jonas é muito fofo e apaixonante. Adorei a originalidade do jogo de xadrez e apesar de ter amado as roupas diferentonas em breves encontros, não sei se isso aconteceria, de fato, na vida real. Mas entrando na onda do conto… Já sei as próximas fantasias do Carnaval e decidi que quero um pijama de unicórnio. Me julguem hahaha!

Há outras partes incríveis e a gente nota que ficar em casa pode trazer tédio, mas ideias que dão certo, como o curta-metragem. Preciso destacar a Dani e a avó dela. São pessoas como elas que trazem leveza no dia a dia, principalmente, em tempos de distanciamento social. Adorei os conselhos e tirei algumas lições, como a importância de tirar as sujeiras que escondemos embaixo do tapete. Ah! Desfechos não, necessariamente, precisam ser tristes. Aliás, sinceridade com carinho é tudo!

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

No mais, as coisas acontecem aos poucos e tudo vai se encaixando no seu tempo. Nada corriqueiro, mas nada que deixe a leitura arrastada. Alguns assuntos sérios, como antirracismo, são abordados e mesmo por alto, fizeram a diferença. É um conto que traz esperanças de um futuro melhor, mostra como o presente que pode ser especial e a importância de visitar novamente algumas partes do passado.

Por fim, preciso falar que fiquei muito feliz quando um simples pitaco (meu) fez parte da rotina de ambos. Talvez tenha rolado algumas lágrimas e uma inspiração a mais para finalmente sentar o meu bumbum na cadeira e escrever livros e tal. Muito obrigada, Fer e Leila! Inclusive, pela dedicatória na parte de agradecimentos!! ^^

Se eu recomendo? Sim! Pode ler nesse Dia dos Namorados e em outras ocasiões. Falando nisso…. Aos casais apaixonados: um feliz dia! Ao meu namô: te amo! Aos que estão na fase do “só tô lendo”: esse status vale tanto a pena quanto qualquer outro! ♥

Quem quiser ler, é só clicar na imagem abaixo. Aliás, ler por aqui, ajuda muito o Pequena Jornalista, viu? ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Leu – 9 minutos com Blanda!
Fan Page ♥ Instagram


13

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2021