31.08.2021
* Beda 31 – Blogueirinha com orgulho + Promoção de Niver do PJ! ♥

Ei, Gente! :) Vocês sabiam que hoje é o Dia do Blog? Sei que muita gente chama a gente de “blogueirinha” com o intuito de diminuir. Mas juro, seja no diminutivo ou não, eu sinto muito orgulho quando me chamam de little blogger. ♥

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

E antes de falar da 2ª Promoção de Niver do PJ, quero agradecer a todos os leitores, família, amigos e parceiros por acreditarem no meu trabalho aqui no blog. Obrigada pelo apoio e carinho de cada um! Sei que parece mimimi, mas esse incentivo faz a diferença. Apoiem a blogosfera, esses cantinhos valem ouro! Tem muito conteúdo bom, independente do nicho.

Obrigada também a todos os blogueiros. Parabéns! Vocês me inspiram! A minha listinha de indicação aqui do lado é de verdade. :)

E para terminar esse Beda, tem uma surpresa para vocês!!! Uhul \o/! Mais uma Promoção de Niver do PJ, dessa vez valendo uma caixinha recheada com coisinhas de papelaria, da Bee Mine, parceira do PJ. Aliás, esse blog é para quem ama fofurices em papel também, como caneta, bloco, adesivo e tals.

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista (@lou.click)

Como vai funcionar??? Responda a seguinte pergunta: Qual foi o seu maior aprendizado com o Pequena Jornalista (ou outro blog) até hoje? Soltem a imaginação de vocês! Vale responder até o dia 07.09 (terça-feira – 23h59). As três melhores respostas, vão parar em uma enquete lá no Insta do PJ na segunda, dia 08 de setembro. Dia 9, conto quem ganhou. Combinado? ♥

Atenção! Algumas regras: tem de ter endereço aqui no Brasil. Eu vou enviar pelo Correio (Provavelmente pelo PAC) e vou considerar as respostas feitas aqui nesse post mesmo, ok? Não é sorteio e só terá UM VENCEDOR!!!! Junto com a resposta, coloca o seu e-mail ou Instagram para eu te achar e pegar o seu endereço. ;-)

E o que vale?

– Card, Marcadores e 4 Kits de Adesivo Bee Mine
– 1 Bloco de Notas Bee Mine
– Trio de Canetas Bee Mine
– Trio de Bottons Bee Mine
– 1 marcador de livro do PJ
– Uma lâmpada portátil da Loja ForFonFun

Crédito das Imagens: Pequena Jornalista

Enfim, é isso. Hoje foi o último dia do Beda. Deu trabalho, mas sempre é bom criar conteúdo nessa época. Queria ter mais tempo para visitar os blogs amigos. Porém, para conseguir deixar tudo em dia e pensar em novas ideias para cá: vou tirar uma mini férias até o dia 05 de setembro! Mas tem muito post legal para vocês. Então, coloquem a leitura do blog em dia também hahaha.

Obrigada pela companhia! Ano que vem tem mais Beda. Boa sorte para todo mundo que participar da Promoção! E se você é novo por aqui: seja bem-vindo. Leitores de sempre: obrigada por tanto!

Beijos, Carol.

Post Antigo: 12 primaveras do PJ!
Fan Page ♥ Instagram   


9
30.08.2021
* Beda 30 – 12 livros para 12 anos de blog! ♥

Ei, Gente! :) E o penúltimo post do Beda desse ano é uma sugestão que veio de vocês: falar sobre 12 livros para cada ano do blog. Amei a ideia, Di. Aliás, visitem o blog incrível dela: Coisas de Diane! E boa leitura. ♥

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

2009 – Crepúsculo (Stephenie Meyer)
Observação da Pequena:
O início de tudo! O blog nasceu e nesse época, eu estava devorando o primeiro livro da série Crepúsculo. Hoje em dia, não sei se embarcaria, mas sem dúvida foi uma história que mega me incentivou a ler ainda mais!

Crédito da Imagem: Amazon

2010 – Os Diários de Carrie (Candance Bushnell)
Observação da Pequena:
Gente, confesso que nunca fui muito de assistir Sex and the City… Mas adorei o primeiro livro sobre como toda a história da Carrie começou! Inclusive, eu amava a série inspirada nesse livro. Fora a capa que me conquistou muito. ♥

Crédito da Imagem: Amazon

2011 – A dieta das chocólatras (Carole Matthews)
Observação da Pequena:
Esse livro me acompanhou enquanto eu estava lá na Suíça! E foi perfeito, porque a cada capítulo, eu tinha a caixa de chocolates ideal hahaha.

Crédito da Imagem: Amazon

2012 – Malas, memórias e Marshmallows (Fernanda França)
Observação da Pequena:
Foi em 2012 que eu conheci a minha autora brasileira favorita, a Fernanda França. Mal sabia que me tornaria a leitora beta dela. Foi um livro que deixou a minha vidinha de leitora bem mais feliz nesse ano! ♥

Crédito da Imagem: Amazon

2013 – Fiquei com o seu número (Sophie Kinsella)
Observação da Pequena:
O ano em que não me senti sozinha ao colocar emoji nos e-mails. Um dos melhores livros da Sophie e que merecia um filme, né? Nessa época, eu já fazia resenha, mas por algum motivo, não postei. Mas eu amei a história, juro juradinho!

Crédito da Imagem: Amazon

2014 – A menina que roubava livros (Markus Zusak)
Observação da Pequena:
Eu não li quando lançou, mas li um pouco antes da estreia do filme. E acredito que foi no momento certo! Foi o primeiro livro que saiu da minha zona de conforto literária e entrou para a minha lista de favoritos!! Aliás, foi uma das resenhas mais difíceis. Não encontrava palavras para expressar o significado dele para mim. ♥

2015 – Não se esqueça de Paris (Deborah McKinlay)
Observação da Pequena:
Mais um livro que me acompanhou em uma das temporadas que morei na Suíça. Aliás, é um livro que eu comprei pelo simples fato de ter Paris no meio e me surpreendeu muito! Meu amor pela cidade luz só aumentou hahaha.

Crédito da Imagem: Amazon

2016 – Becky Bloom em Hollywood (Sophie Kinsella)
Observação da Pequena:
Coloquei esse livro, pois é a edição que tenho autografada! Então, não poderia faltar, né? Aliás, relembra muito o momento em que a Sophie teve aqui no Brasil e foi um dos momentos históricos da minha vidinha de leitora!!! ♥

Crédito da Imagem: Amazon

2017 – Je T’aime Paris (Teca Machado)
Observação da Pequena:
Um chick lit de uma autora brasileira que merece muito ser lido. Tem Paris no meio, eu amo. Mas é aquele clichê que deixa a vida mais leve e feliz, de verdade!! Fora que a Teca que estreou a seção do blog “PJ Entrevista”.

Crédito da Imagem: Amazon

2018 – Girl Boss (Sophia Amoruso)
Observação da Pequena:
Li por influência da série que teve na Netflix e pela Pat, do Sublinhando. Me ajudou muito a refletir sobre a vida profissional e é uma inspiração. Foi uma das minhas leituras favoritas de 2018! ♥

Crédito da Imagem: Amazon

2019 – Adulta sim, madura nem sempre (Camila Fremder)
Observação da Pequena:
Eu já tinha lido alguns livros da Camila, mas confesso que foi depois dessa leitura que virei fã. Hoje em dia não acompanho muito, mas ainda adoro acompanhar o que ela escreve! E esse livro tem bem o jeitinho dela. Algumas partes não me identifiquei, mas gostei do mesmo jeito.

Crédito da Imagem: Amazon

2020 – Corajosa sim, Perfeita não (Reshma Saujani)
Observação da Pequena:
Li antes de começar a pandemia e juro que é uma leitura que me ajuda até hoje. Tirar essa ideia de que preciso ser perfeita e apenas corajosa, colabora com a minha saúde mental. Mesmo, às vezes, não funcionando na prática. Mas é uma sementinha que plantou e ajuda também neste momento caótico que a gente tá vivendo. ♥

Crédito da Imagem: Amazon

2021 – A Troca (Beth O’Leary)
Observação da Pequena:
O ano ainda não acabou, mas esse sem dúvida, vai entrar para a minha listinha de favoritos de 2021. É mais um chick lit que mostra que esse gênero nada tem de raso. Muito pelo contrário!

Crédito da Imagem: Amazon

***

Pessoal, claro que eu poderia citar um milhão de livros para cada ano do blog. Mas tentei mudar um pouquinho!

Agora me digam: um livro que vocês esperam que esteja aqui em 2022. No mais, podem opinar à vontade. ♥

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Entrevista – Camila Fremder
Fan Page ♥ Instagram 



2
29.08.2021
* Beda 29 – Para assistir: Free Guy! ♥

Ei, Gente! :) Domingo combina com um filme em família, não é mesmo? Sendo assim, separei uma história que amei assistir: Free Guy. Vamos lá? Pega a pipoca, que a sessão PJ já vai começar. ♥

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Para começar, aquele resuminho: um caixa de banco preso a uma rotina muda a sua maneira de pensar quando descobre que é um personagem secundário de um video game! O que ele vai fazer com essa descoberta? Aceitar e tentar salvar o seu mundo! ;-)

Eu não tinha ideia do que encontraria nessa história. Quando o meu namô falou do que se tratava, que era inspirado em um jogo e tals, fiquei pensando que provavelmente iria dormir hahaha. Mas me surpreendeu muito! Mesmo eu não sendo uma jogadora de vídeo game, amei a premissa e a história me prendeu do início ao fim!

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Guy é um personagem bem carismático e todos a sua volta chamam atenção do telespectador (inclusive o carinha que não abaixa as mãos por nada nesse mundo hahaha). Juro, a gente nunca mais vai olhar para aquele game de outra maneira. Principalmente para os “figurantes” hahaha. Tudo é bem feito e encaixa direitinho, do início ao fim. As sacadas são hilárias, as referências também (temos até o Capitão América) e a trilha sonora dá um toque bem divertido ao filme!

Até que ponto a inteligência artificial faz o que só o ser humano deseja? Uma história que faz a gente refletir de forma leve, com atores que se destacam. Com um final bem fofo e que juro: queria que tivesse uma continuação. Destaque para o Buddy e, claro, para o Guy. Aliás, eu acho que é um dos personagens do Ryan (a íntima, foi mal eterna Serena hahaha) que mais curti. Também amei os criadores e o desfecho deles!

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Recomendo muito! ♥ Ah! Pelo que eu vi, só está disponível no cine mesmo. Sei que o momento pede todo cuidado possível. Eu e o meu namô nos sentimos seguros para ir, mas veja o que é melhor para você, sem julgamentos. Com certeza, em breve vai dá para assistir em casa. ;-)

Já viu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica!

Beijos, Carol.

Post Antigo: Para assistir – Ralph Wifi
Fan Page ♥  Instagram


1
28.08.2021
* Beda 28 – Sobre a vida, sobre controle! ♥

Ei, Gente! :) O post do dia? Uma pequeno desabafo, reflexão, essas coisas. Boa leitura! ♥

Crédito da Imagem: Pinterest Rose RJ

Tema do dia? Controle. Ou melhor: o descontrole! Eu sei, já falei algumas vezes sobre isso aqui. Mas todo dia, eu aprendo um pouco na prática que a gente não tem controle de quase nada!

Seja de uma pandemia. De um job que não está dando certo. Ou aquele familiar que é completamente indiferente a você. A gente se esforça, dá o nosso melhor. Mas nada muda! A parte boa é que a gente tem o controle de como podemos lidar, depois que a ficha cai 100%.

Por mais que a gente planeje. Se dedique. Têm coisas que simplesmente vão acontecer de forma oposta. A gente aconselha, mostra a nossa visão, mas a pessoa ainda vai escolher o outro caminho.

Não existe o certo. Nem o errado! A gente tem de ir atrás do que deseja, sonha e acredita, mas sempre com aquele lembrete diário: não depende só da gente. Temos controle das nossas atitudes e mesmo assim, agimos por impulso. Dos outros? Menos ainda!

Às vezes, juro que eu queria prever o futuro, mas ao mesmo tempo, como sou bem ansiosa, acho que viveria ainda mais com medo ou mais sonhadora do que nunca. Então, esse desejo deixo para lá. Pelo menos, por enquanto. Mas tem tanta coisa que eu quero que aconteça do jeito que eu imaginei… Por mais que Papai do Céu já tenha mostrado que planos que seguiram caminhos opostos me deixaram ainda mais feliz.

Crédito da Imagem: Pinterest

Enfim, não é deixar para lá e só observar. Mas é ter a ciência de que a vida, quase nunca vai seguir os nossos comandos. Não é como um controle da TV, que podemos mudar de canal a hora que bem entender. Às vezes, nem esse controle, a gente consegue controlar.

Aonde eu quero chegar? Faça o seu melhor. Faça a sua parte e o que puder fazer. Conheça os seus limites, descanse quando for necessário. Aliás, a gente nem sempre sabe quando é necessário. Escute a sua intuição, as pessoas que te dão boa sensação. E vai! Segue. Com o rumo que sonha, mas sabendo que quase nunca depende só de você. ♥

***

Podem opinar à vontade. :) Bom finde!

Beijos, Carol.


2
27.08.2021
* Beda 27 – PJ Leu: Um proposta irrecusável! ♥

Ei, Gente! O Beda está chegando ao fim e uma resenha literária não poderia ficar de fora, né? Então, a dica de livro da vez é “Uma proposta irrecusável“, da Katie FForde. Vamos lá? Boa leitura. ♥

Livro: Um proposta irrecusável | Autora: Katie FForde| Editora Record
Crédito da imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 3,7 livros

Sinopse: Sophie está sempre tentando agradar as pessoas e ajudar todo mundo. Mas quando se dá conta de que sua família nunca levou a sério e que vive tirando vantagem dela, resolve dar um basta. Então, não pensa duas vezes antes de aceitar o convite de uma amiga para deixar a Inglaterra por Nova York, principalmente, depois de receber uma missão de seu tio distante.

Assim que chega em Manhattan, conhece Matilda, uma senhora simpática e as duas se dão bem. Mas nem todo mundo fica feliz com a amizade das duas, principalmente, o neto Luke. Porém, tudo muda depois de alguns episódios e uma proposta para lá de irrecusável. ;-)

Opinião da Pequena: Quando eu li a sinopse, me apaixonei pela história. Fora que a capa é linda e o nome chama atenção! E o meu amor por chick lit não deixou eu abandonar a minha edição lá no carrinho. Tive que levar hahaha.

O livro me remeteu a duas histórias que eu amo: “Menina de 20” (livro) e “Cartas para Julieta” (filme). Não completamente, mas quase isso hahaha. Porém, mesmo tendo gostado, confesso que não superou as minhas expectativas.

A premissa é bem interessante e os capítulos bem escritos. Em contrapartida, em alguns momentos, tudo é resolvido muito rápido e de uma forma meio estranha. Por mais que eu seja uma leitora sonhadora, achei alguns pontos meio surreais.

Crédito da Imagem: Amazon

Os personagens são carismáticos e todos cumprem a sua função: seja despertar o melhor da gente ou aquela raivinha que dá vontade de invadir o livro hahaha. Sophie é a típica protagonista que inspira com o jeito dela de levar a vida. Matilda é fofa, mas com algumas ressalvas. Moira é a minha favorita! Luke, eu não sei. E o tio é aquele parente distante que todo mundo deveria se aproximar. Pode nos surpreender mesmo.

Eu me diverti, devorei alguns capítulos e outros, a leitura se arrastou bem. Só pensava que eu queria acabar logo! Teve suspiro, aprendizados… Da Moira então, nem se fala! Para anotar todos os conselhos dela no caderninho.

No mais, acho que trocaria algumas floreadas para saber de outros desfechos. Acho que uma continuação, seria uma boa… Talvez! Enfim, apesar de não ser o meu chick lit favorito, rendeu bons momentos como leitora. Vale ler, se rolar interesse, e tirar a sua própria conclusão.

Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica. Se quiser comprar e ajudar o blog, clica aqui.

Beijos, Carol.

Post Antigo: Para assistir – Que seja doce!
Fan Page ♥ Instagram   


2

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2021