09.11.2016

Ei, Gente! Temos novidades no mundo da moda! Ontem, dia 8 de novembro, a C&A, o Instituto C&A e a Malha (movimento colaborativo liderado pelo Templo – plataforma de empreendedorismo criativo – e André Carvalhal, com sede em um Galpão em São Cristóvão, no Rio de Janeiro – onde foi o evento de lançamento) anunciaram parceria em um projeto que propõe novas formas de organizar, produzir e consumir moda em busca de um futuro mais sustentável e colaborativo!

298934_657256_1_web_Uma parte dos responsáveis pelo projeto: Marcia Costa (vice-presidente de RH, Comunicação e Sustentabilidade), Paulo Correa (presidente da C&A), André Carvalhal (cofundador da Malha), Herman Bessler (cofundador da Malha) e Elio Silva (vice-presidente de Operações e Marketing da C&A)
Crédito da Imagem: Raul Aragão (I Hate Flash) 

Esse projeto tem quatro frentes de atuação: as duas primeiras contemplam a incubação de novas marcas (através de um edital serão escolhidas 10 marcas para ficarem encubadas durante 1 ano no Galpão da Malha) e o desenvolvimento de um polo de “upcycling” (transformar resíduos ou peças de roupas que seriam descartadas em novos produtos). Já as outras terão palestras, workshops e bolsas de estudo para a Escola de Moda da Malha.

Bacana essa iniciativa, né?  Se eu não me engano, esse projeto tem previsão de inauguração no início de 2017. Então, quem quiser acompanhar mais detalhes, acredito que mais para frente tenha mais informações aqui, aqui e aqui.  ;-)

Sobre o evento que rolou para anunciar o novo projeto e o que achei! 

298934_657239_andre_carvalhal__elio_silva__caio_braz__paulo_correa_e_gabi_mazepa__2__web_Bate-papo que rolou durante o evento com André Carvalhal, Elio Silva, Caio Braz, Paulo Correa e Gabi Mazepa
Crédito da Imagem: Raul Aragão (I Hate Flash)

Com o bate-papo que rolou durante o evento, deu para perceber que o futuro é esse mesmo, gente! Chega de blá-blá-blá e vamos agir de verdade. ;)

Pequenas mudanças fazem toda diferença! Por exemplo? Usar matérias-primas mais sustentáveis, como o algodão orgânico. Além de ajudar o meio ambiente, o preço fica bem mais acessível, pelo que eu entendi. Claro que as coisas não vão mudar da noite para o dia, porém é preciso dar o primeiro passo. Ah! Uma dica: a C&A disponibiliza um relatório de sustentabilidade (ano 2015) completo. Clique aqui!

Enfim… Espero que mais marcas façam iniciativas com esse mesmo propósito de sustentabilidade (mais para frente, vou fazer um post contando sobre empresas que também têm projetos com esse mesmo objetivo, ok? ^^) e sejam transparentes com os consumidores. Espero também que o consumidor exija cada vez mais. Aliás, espero que eu exija mais também! Confesso que não sou muito ligada nisso, mas depois de ver um projeto assim um pouco mais de perto, com certeza uma sementinha foi plantada em mim. 

298934_657245_geral__2__web_Todo mundo! =) 
Crédito da Imagem: Raul Aragão (I Hate Flash) 

É isso, gente. Podem opinar à vontade.

Beijos, Carol. 

Fan Page ♥  Instagram

carol

leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

11 Comentários