14.08.2015

Parece que tem inúmeras pessoas invisíveis dando socos no meu rosto. É, sinusite é uma droga, ainda mais se você tem crônica, o meu caso. Não posso reclamar muito, já que ela aparece só de vez em quanto, tipo uma vez por ano ou menos, mas precisava surgir justo na minha lua-de-mel?

unnamed (5)

E a minha sinusite ataca principalmente na maçã do rosto. Dependendo do grau de intensidade, consigo sentir o catarro seco se quebrando na camada abaixo da pele quando movimento o rosto de forma intensa ou aperto com as mãos a região (Ok, isso foi muito nojento, mas é a mais pura verdade).

Quando ela resolve dar o ar da graça, sinto como se estivesse morrendo. Drama? Com certeza! Mas só quem sofre desse mal terrível sabe do que eu estou falando. Às vezes eu mal consigo abrir os olhos, quanto mais viver uma vida normal. A pressão na minha cabeça, principalmente no meu rosto, é tanta que parece que meus ossos vão se despedaçar. Pensar claramente nesses momentos definitivamente não é uma opção viável.

Nesses dias, quando a situação está feia, eu daria tudo para fazer a dor parar, até mesmo o meu rim direito. Tudo o que eu tenho vontade de fazer é deitar num sofá com um pano quente no rosto enquanto penso em como provocar a sinusite nas pessoas seria uma ótima forma de tortura. Sei que eu contaria rapidinho o que o meu interrogador quisesse saber.

Dessa última vez a Sinu, modo carinhoso como eu chamo essa ingrata, resolveu aparecer na minha lua-de-mel. No meio da viagem mais ou menos, enquanto eu estava curtindo todas em Curaçao, ela brotou após uma gripe leve que tive nos dias anteriores. Ela pensou: “Opa! A viagem da Teca está perfeita! Tanta perfeição assim não pode. Acho que eu vou dramatizar as coisas um pouquinho…”. E dramatizou total! Foi uma das crises mais fortes que eu tive.

Felizmente, no hotel que eu fiquei tinha uma mini farmácia. Depois de ter passado uma noite insone querendo chorar por causa da pressão no rosto, de manhã descobri que lá vendia Advil Sinus. Olha, vou falar uma coisa para vocês, o negócio é milagroso! 15 minutos depois de tomar eu já me sentia uma pessoa quase normal. Em meia hora eu já não tinha nada. Foi lindo! Nunca um remédio funcionou tão bem e tão rápido.

Só sei que da próxima vez que a Sinu vier, já estou preparada: Várias cartelinhas de Advil Sinus na bolsa. Queria contrabandear o negócio, porque nunca vi por aqui, mas achei melhor não, né? Ficar presa na imigração por tráfico de Advil aí sim ia ser um drama enorme!

***

Sabe o Projeto Drama Queen? Tem textos todas as quintas-feiras tanto no Casos, Acasos e Livros quanto no Pequena Jornalista. São posts com muito drama, exagero e bom humor. Também tem um drama para nos contar? Mande a sua participação especial para projetodramaqueen@gmail.com. E não se esqueça de curtir nossa página no Facebook aqui. 

Beijos, Teca Machado.

Já está participando do sorteio de aniversário do blog? Vale um livro e algumas surpresinhas. Clique aqui e participe! ♥

carol

leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

3 Comentários

  • Ai, céus só você hahaha Tive uma vez e doeu muito essa bendita, eu tenho bronquite asmática toda vez que o tempo em SP fica seco.. Tipo, sempre. Então vivo num drama também haha Amo essas sessões de crônicas, você me lembrou o jeito de escrever da Ruth Manus e da Paula Pimenta <3

  • Sei bem do que você está falando. Sofro de rinite e, segundo minha querida alergista, não sei como consigo respirar com quase 90% do nariz trancado. É horrível, principalmente agora nessa época de seca quando a gente fica com cara de choro porque está com tudo trancado, inflamado, atacado, congestionado…um horror. Gostei da dica do remédio, mas também nunca vi por aqui. O Ibuprofeno – princípio ativo do Advil – é a única coisa que resolve minha enxaqueca. Ou seja: várias cartelas na bolsa também.
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com