27.03.2024

Ei, Gente! :)

No último fim de semana, assistimos a peça de teatro “Histórias do Porchat“, com o comediante Fábio Porchat. Está rolando uma temporada aqui no Rio de Janeiro e foi uma noite bem divertida!

Sem muito spoiler, vou contar um pouco do que achei dessa experiência. Vamos lá? Bom post.

Crédito da Imagem: Globo.com

Para começar: o stand-up é sobre as histórias vividas pelo ator, principalmente, em relação às viagens que ele já fez pelo mundo. Uma comédia que valeu muito a pena e arrancou muitas risadas!

Eu gosto dele e quando vi que teria essa temporada aqui no RJ, já garanti os ingressos. E pasmem, quando fui comprar para mim e para o marido, já estava quase tudo esgotado. Mas conseguimos para um dos últimos fins de semana no teatro Multiplan. Aliás, fica em cartaz até o dia 12 de maio pelo que eu pesquisei. Em relação aos valores, varia entre 50 a 140 reais. E pagando meia, fica mais em conta, óbvio. Fora as taxas e tal.

Começou um pouquinho depois das 21h e de cara já morremos de amor com a apresentação por áudio do afilhado do Fábio. Muito fofo! E é só ele entrar no palco que a gente morre de rir. Sério, acho ele muito divertido e com sacadas que fazem o maior sentido. É impossível não se identificar em algum momento da peça. Principalmente, no quesito viagem! Quem nunca escutou “foi em que época do ano?”, “ah! mas em maio é bem melhor” e por aí vai. Aliás, deu muita saudade de viajar! Quando ele falou da Disney então, nem se fala.

Também morri de rir quando ele falou “sou quase o Fabio Jr. da comédia” por conta de ter casado algumas vezes hahaha. E como nem tudo são flores, algumas piadas são meio apelativas, mas acho que é o tipo de humor e nada que tenha atrapalhado para mim no geral, sabe? O saldo foi muito mais positivo!

Por fim, o ponto alto do espetáculo foi ele pedindo para a plateia cantar “evidências” por conta do filme (Evidências do Amor) que vai estrear em breve com ele e a Sandy. FOI O MELHOR MOMENTO!!!!!

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

Ah! E sabe aquela sensação de que: ué, será que ele viveu tudo isso mesmo ou ele está tirando todo o texto de fontes da cabeça dele hahaha? Ele comprova algumas partes e o público, claro, se diverte horrores!

Enfim, quem tiver a oportunidade de assistir, eu recomendo! Passa muito rápido, mas quando a gente foi olhar já era quase 11 da noite. E um detalhe que relembrou a infância e a adolescência por aqui: ver a peça na companhia de um saco de pipoca! É meio bobo, mas foi tão legal hahaha.

É isso, pessoal. Histórias do Porchat deixou o nosso fim de semana mais leve e feliz! Quem já viu, conta o que achou. Ainda não? Fica a dica! No mais, podem opinar à vontade. ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Campanha – Leia. Seja!
Skoob ♥ Instagram

carol

leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comentários