28.02.2024

Ei, Gente! :)

Mais uma resenha para vocês. Dessa vez, a primeira leitura do ano do Clubinho do PJ: Um experimento de amor em Nova York, da Elena Armas.

Publicado pela Editora Arqueiro (parceira do blog), é um livro que pode dividir opiniões. Então, vamos lá? Boa resenha!

Livro: Um experimento de amor em Nova York | Autora: Elena Armas | Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 397 (livro físico) | Nota: 2 livros
Crédito da imagem: Pequena Jornalista

Sinopse: Depois de largar o emprego como engenheira para focar na carreira de escritora, Rosie Graham se vê presa em um bloqueio criativo e não consegue escrever uma única palavra do livro que precisa entregar à editora. E ainda por cima seu teto desaba em sua cabeça. Literalmente!

Desesperada, Rosie decide se abrigar na casa de Lina, sua melhor amiga que está fora da cidade. O que ela não sabe é que Lina já havia prometido emprestar o apartamento para o primo, Lucas, o crush secreto da protagonista, que vem stalkeando há meses pela internet.

A princípio, o lugar parece pequeno para os dois, mas Lucas sugere que eles o dividam até que ela possa voltar para casa. E, assim que fica sabendo sobre o bloqueio criativo, ele resolve levá-la em uma série de encontros de mentira para trazer de volta a sua inspiração romântica e ajudá-la a entregar o livro no prazo.

Como acredita não ter nada a perder, ela aceita a sugestão. Mas quando ele começa a agir como os personagens de romance dela, seis semanas (tempo que ele vai ficar em NY) parecem um longo tempo para manter a atração por ele sob controle.

Opinião da Pequena: Esse é o meu segundo contato com a escrita da Elena. Acho que funciona para muita gente, viu? Mas confesso que, para mim, o excesso de detalhes, acaba deixando a leitura arrastada por aqui.

Em contrapartida, essa premissa e o casal protagonista me conquistaram mais do que Uma farsa de amor na Espanha (apesar da nota ter sido menor, explico mais para frente). A Rosie é mega engraçada e o Lucas é digno de crush mesmo, gente!

Porém, há ressalvas. Queria ter visto mais leveza da Rosie que nem no começo do livro. A propósito, se toda a história tivesse tido a mesma vibe do início, com certeza eu iria favoritar! Claro que sem dramas, não teria muito gancho para criar os capítulos, digamos assim. Mas acho que foi um pouco além, sabem?

Gosto da premissa, da química do casal, do Taco (melhor personagem), dos encontros (principalmente do disco de vinil), das referências! Entretanto, algumas cenas parece que só foram jogadas. Não sei se com a intenção de ter outros livros nesse mesmo “ambiente”, mas onde a gente queria detalhe, não tinha!

E uma coisa que me deixou pistola, foi o fato do (não) uso da camisinha e o seu contexto. Por mais que seja um leitura, aparentemente, 18+, a gente sabe que a autora é sensação do Tik Tok e ela acaba influenciando leitores mais novos. E, claro, sabemos que muita coisa a gente aceita em cenários fictícios e não aceita na vida real. Mas talvez o público dela mais novinho, não saiba diferenciar. E esse fato foi o que mais me pegou mesmo e por isso perdeu muitos pontos comigo. :(

Falando nisso, por um momento, eu achei que não teria cenas picantes, mas quando veio, veio com tudo. Então, sim, tem sapequice! No mais, queria muito ter só elogiado o livro, porque realmente gostei dos personagens, da premissa dela ser escritora e do Lucas ser apaixonado por seu doguinho, ter NY no meio, mas acontece. E isso não significa que a leitura tenha sido 100% ruim. Aliás, anotei alguns trechos valiosos e o pai da Rosie é um fofo!

Crédito da imagem: Pequena Jornalista

Então, a minha dica é: leia se tiver vontade e tire sua conclusão, viu? Afinal, muitas meninas do Clubinho amaram a leitura. Vai que você tenha a mesma experiência, né? No mais, podem opinar à vontade.

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Leu – A hipótese do amor
Skoob ♥ Instagram

carol

leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comentários

  • Oi, Carol!

    Apesar de já ter ouvido falar na autora, ainda não tive a oportunidade de ler nada dela.
    A premissa parece bem interessante, mas acho que eu também ficaria incomodada com as ressalvas que você fez. E sabendo que é um livro 18+, não sei se iria gostar tanto da leitura, já que dou preferência pra romances mais leves e fofinhos haha.
    Mas quem sabe eu não arrisque futuramente?
    Amei sua resenha e todas as pontuações feitas!

    Estante Bibliográfica

  • Parece ser um livro bem legal de ler e se acompanhar.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está em HIATUS DE VERÃO do dia 03 de fevereiro à 06 de março, mas comentarei nos blogs amigos nesse período. O JJ, portanto, está cheio de posts legais e interessantes. Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia