21.02.2024

Ei, Gente! :)

Queria dizer que não sei fingir costume e fui notada pela Editora Intrínseca yay \o/. Recentemente, eles me enviaram o livro “Mil vezes amor“, da Lynn Painter, a mesma autora de “Melhor do que nos filmes”. A ideia era ler com as meninas do Clubinho do PJ, mas a ansiedade falou mais alto haha.

Então, com vocês a resenha sobre esse romance com uma pegada teen que tem referências de Gilmore Girls. Vamos lá? Boa resenha.

Livro: Mil vezes amor | Autora: Lynn Painter | Editora: Intrínseca
Número de Páginas: 281 (livro físico) | Nota: 5 livros
Crédito da imagem: Pequena Jornalista

Sinopse: Emilie Hornby acredita no amor verdadeiro, mas é do tipo que se recusa a ficar sentada esperando o universo mandar sinais. Afinal, por que esperar ser atingida pela flecha do Cupido se ela mesma pode trilhar seu caminho até o “felizes para sempre“?

Por isso, a jovem decidiu planejar o Dia dos Namorados perfeito. Comprou um presente incrível e vai dizer “eu te amo” pela primeira vez para Joshua Sutton, seu namorado maravilhoso, o único garoto que preenche a maioria de seus requisitos. Só que o dia se revela um completo desastre…

Depois de bater na caminhonete de Nicholas Stark (um colega de turma irritante e lindo), perder a bolsa de estudos do tão sonhado curso de verão, receber a notícia de mudança do seu pai e flagrar o Josh beijando outra, ela só quer dormir e esquecer tudo. Porém, no dia seguinte ela descobre que é novamente o fatídico dia dos namorados. Uma data que se repete várias vezes por algum motivo.

Para sair desse looping, nossa protagonista cria planos mirabolantes para tentar reverter esse ciclo desastroso e em cada tentativa, Nick ressurge em seu caminho de diferentes maneiras e acaba se tornando uma pessoa importante e mostrando que a vida pode ser bem mais divertida sem um roteiro.

Opinião da Pequena: Eu sempre fico com receio quando a história tem essa premissa de repetir o mesmo dia diversas vezes. Mas a autora soube conduzir essa “repetição” de um jeito diferente e que não dá vontade de largar a leitura enquanto as coisas não se resolvem, sabem?

De cara, me identifiquei com a Emmie e fiquei com ranço do Joshua. E quanto ao Nick: me apaixonei perdidamente hahaha! A leitura flui e as referências são incríveis. Aliás, por mais que a pegada seja teen, a gente se vê muito nos personagens principais. Aliás, a referência de Gilmore Girls ajudou muito por aqui e tenho quase certeza de que a Lynn é Team Jess, de GG hahaha!

Crédito da imagem: Pequena Jornalista

Adorei a forma como a autora construiu cada capítulo e a Emmie, apesar dos perrengues, achei bem madura e amadurece ainda mais no decorrer das páginas. E o Dia sem consequências é a melhor invenção dela! Acho que quando a gente não se importa muito com a opinião alheia e com o que pode acontecer depois, tudo flui melhor! Essa história que o diga.

No mais, é uma leitura divertida, apaixonante e que ensina muito o leitor. Pelo menos foi assim comigo, gente! A capa é linda e o desfecho surpreendente. Fiquei triste muitas vezes com as atitudes dos pais dela, mas me surpreendi com o final. A propósito, amei o Chris.

Tenho um plena desconfiança do que acontece com o Nick e fiquei bem feliz em saber que tem um conteúdo extra disponível na Amazon. Ansiosa para ler e contar para vocês se os meus palpites estão certos. Só não fala quais são – por enquanto – para não dar spoiler hahaha. ;-)

Destaque para alguns trechos ideias para anotar no caderninho e levar para a vida, como “(…) sempre vivi para agradar os outros, mas quem mais poderia fazer o que eu realmente queria se não eu mesma?“, “(…) o que era bom no papel nem sempre era bom na vida.” e “Talvez ele não fosse tão mau assim“. Esse último é um dos meus favoritos e diz muito sobre essa ideia de que alguém só pode ser vilão ou bonzinho, como Josh e o padrasto da Emmie.

Crédito da Imagem: Intrínseca

Enfim, foi um livro que me deixou feliz e leve. Mesmo eu tendo quase 38 anos de idade, funcionou como uma terapia essa leitura. Muito obrigada por isso Lynn e olha estou correndo para ler as suas outras histórias.

É isso, gente! Quem já leu? Conta o que achou. Ainda não? Recomendo muito! No mais, podem opinar à vontade.

Beijos, Carol.

Post Antigo: Pequena Escritora – Esse tal de amor
Skoob ♥ Instagram

carol
compartilhe

leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 comentário

  • Parece ser um livro bem interessante. Obrigado pela resenha.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está em HIATUS DE VERÃO do dia 03 de fevereiro à 06 de março, mas comentarei nos blogs amigos nesse período. O JJ, portanto, está cheio de posts legais e interessantes. Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia