05.09.2022

Ei, Gente! :)

A literatura nacional têm autores incríveis, inclusive os novatos. A última leitura concluída do Clubinho do PJ foi “Vivendo nas entrelinhas“, da Juliana Cirqueira. Booktuber incrível, esse é o seu romance de estreia e já posso adiantar que ela arrasou.

Quer saber mais? Hoje vou contar sobre o que achei do livro. Vamos lá? Boa resenha! ♥

Livro: Vivendo nas entrelinhas | Autora: Juliana Cirqueira | Editora: Planeta
Nota: 5 livros
Crédito da imagem: Pequena Jornalista

Sinopse: Casada com Guto, Heloísa é uma professora de História que gostaria muito de ter mais tempo para fazer o que gosta no tempo livre. Mas a sua vida se resume a preocupações do trabalho e demandas do seu relacionamento.

A saudade de devorar um livro atrás do outro é grande… Até que surge um panfleto de um clube literário! Indecisa e, ao mesmo tempo, curiosa, decidi embarcar em uma jornada de autodescobertas a partir da literatura.

Mesmo gostando da ideia, a protagonista vive alguns dilemas, como o incômodo que sente por conta das atitudes do marido e sonhos deixados de lado. Mas essa nova fase promete autoconhecimento, novas e velhas conexões. Mesmo que tudo isso possa causar rupturas maiores do que ela esperava!

Opinião da Pequena: Eu comprei “Vivendo nas entrelinhas” na pré-venda, mas esperei para ler com as meninas do Clubinho. Valeu muito a espera! :)

É um romance com foco na autodescoberta da protagonista. Com leveza (na medida certa), a autora criou uma história que fala sobre relacionamentos nada saudáveis e a importância dos livros, da família e dos amigos na vida de uma pessoa.

Os capítulos são curtinhos e por mais que tenham partes pesadas, a gente tem vontade de devorar em um fim de semana essa leitura. Helô é uma personagem mais na dela, mas a cada página, consegue se transformar. Claro, no seu tempo! Guto não é nada legal e, infelizmente, muitos têm um desse em casa. Sendo assim, acho que pode ser uma leitura que colabora no entendimento de alguns aspectos de relacionamento abusivo.

Date Literário do Clubinho

Destaque para o Clube do Livro e para os personagens que fazem parte dele. Deu ainda mais orgulho de ter um! As descrições de cada cena, diálogo são cirúrgicas. E é um livro que mostra pequenos detalhes que muitas vezes passam ilesos por estarmos presos a “clichês”. Muitas vezes, um relacionamento não pode ser considerado bom só pelo simples fato de não ter agressão física. A verbal machuca na mesma proporção. E achei legal esse insight que a escritora teve.

Como falei no date do Clubinho do PJ: vou falar para a minha psicóloga para indicar para os pacientes dela. Aliás, queria dizer que essa leitura mostrou um pouco como pode ajudar quem está do lado de fora. Obrigada pelos ensinamentos, Clara e Didi (e todos do Colégio e do Clube).

Adorei o desfecho e espero ansiosamente para saber mais notícias do mundo da Helô. Quem sabe? E eu não posso deixar de falar da avó dela: a melhor personagem desse livro. Aliás, a gente encontra três gerações de mulheres que falam sobre o tal “casamento perfeito”.

Enfim, vou parar por aqui, antes que eu solte algum spoiler. Recomendo a leitura! E prepara que a gente anota um monte de trecho de “Vivendo nas entrelinhas“. No mais, a capa é linda, o conteúdo tem a ver com o título, minha listinha de livros para ler aumentou e coloquei na minha wishlist um balanço vermelho!

Crédito da imagem: Pequena Jornalista

E queria agradecer muito às meninas por terem topado essa leitura e agradecer a autora por ter aceitado o convite para participar do date literário. A gente adorou e aguardamos novas histórias e queremos saber quem é o marido hahaha.

E você já leu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica e, se quiser, só comprar o seu através do meu link de associado. No mais, podem opinar à vontade! ^^

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Leu – O que dizem as estrelas
Skoob ♥ Instagram

carol
compartilhe

leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1 comentário