10.08.2021

Ei, Gente! :) Quem nunca escutou que “dar um livro de presente chega a ser um elogio“? Eu sempre concordei com essa teoria. Afinal, sou uma leitora assídua e com muito orgulho! ♥

Crédito da Imagem: Aqui.

Mas e quando a pessoa ainda não tem o hábito de ler? Será que vale sempre presentear com histórias literárias, mesmo sabendo que a maioria vai ter outro destino, menos o da leitura?

Não quero problematizar nada, viu? Porém, acho que a insistência a qualquer custo, pode ter o efeito contrário, por experiência própria hahaha. A gente está lá achando que super está incentivando e, no fim, só está sendo a “chata” que só dá livro hahaha.

Para criança, eu mega concordo. Incentivar, desde pequeno, vale MUITO. Mas para uma pessoa mais vivida, pode ser que esse costume seja visto como chatice e não como um elogio.

Crédito da Imagem: Aqui.

Então, nada de mimos literários para a amiga que diz que ler dá sono? Pode dar, mas vai com cuidado. Por exemplo, ela ficou de olho em tal título e comentou com você por alto? Pode ser uma ÓTIMA oportunidade. Nunca tentou presentear? Vale a tentativa! Ou seja, avalie bem a situação.

Mas se a irmã, o papagaio, seja quem for, for um leitor de carteirinha: pode apostar, que é o melhor presente e um VERDADEIRO ELOGIO!! E, às vezes, rola até um mimo que tenha a ver com esse mundinho e não, necessariamente, um livro. Vale camisa personalizada, marcador de livros e por aí vai. ;-)

Crédito da Imagem: Pinterest

Agora me contem: o que acham disso tudo? Podem opinar à vontade.

Beijos, Carol.

Post Antigo: Todo leitor precisa de…
Fan Page ♥ Instagram   

carol

leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4 Comentários