22.02.2019

Ei, Gente! :) E a dica literária da semana é Lendo de cabeça para baixo, da autora Jo Platt. O chick lit, publicado pela editora Fábrica 231, consegue distrair o leitor com uma história leve e divertida, fazendo com que os problemas do mundo real fiquem de lado um pouco. Enfim, vamos lá? Boa resenha! 

PJ Leu - Lendo de cabeça para baixo - 1Livro: Lendo de cabeça para baixo | Editora: Fábrica 231 (Selo da Editora Rocco) | Autora: Jo Platt
Crédito da Imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: quatro livros!

Sinopse: Rosalind Shaw tem 30 anos e foi abandonada no altar sem nenhuma explicação. Ela mergulha em uma forte depressão que a impele a praticamente não sair de casa, largar o emprego e passar quase todos os dias em frente à TV. Preocupados, sua família e seus amigos se revezam para cuidar dela. Passados alguns meses, sem sequer manter regulares os seus banhos, Ros, por sugestão do amigo Tom, resolve deixar o centro da cidade e começar uma vida nova na pequena St. Albans, onde se torna coproprietária de uma loja de livros usados e antigos. Nesse cenário, trabalhando na companhia de três novos amigos (Andrew, Georgina e Joan), ela tenta voltar a ser a pessoa que sempre foi: feliz, confiante e divertida. Porém, quando tudo parece estar se encaixando, chega o seu novo vizinho Daniel com a seguinte notícia de que matou sem querer o seu porquinho da índia!

Minha opinião: Confesso, que comprei essa história mais pelo título, porém, o conteúdo que a gente encontra nos capítulos são tão deliciosos de embarcar, que valeu a pena julgar o livro pela capa. Rosalind (Ros) é a típica protagonista de chick lit, mega carismática, divertida, gente como a gente e tem uma mente fértil, que meu Deus (mega me identifiquei hahaha). Por mais clichê que seja, esses são ingredientes essenciais junto a uma boa temática, que conquistam o leitor logo de cara.

Não há enrolação e os diálogos deixam a gente querendo saber mais e mais. Aliás, no começo é meio rebuscado, mas depois me acostumei e amei. E deu muita vontade de ler tudo de uma vez só, mas o sono impedia e aí bateu também aquele medo clássico “como vou viver sem história depois?” hahaha. Fiquei muito na dúvida entre dois personagens que poderiam fazer par romântico com a Rosalind. A autora soube prender por esse ponto também e eu adorei como a gente aprende que sim, existe amizade entre homens e mulheres, de verdade. Ah! E os três funcionários da loja são incríveis e dão um toque a mais nessa história, que é leve e para lá de divertida. Daniel é o meu mais novo crush literário e Andrew não fica atrás. E o que falar da família da nossa protagonista? Maravilhosos também! Celia e a mãe são as melhores! Palmas para a George (Georgina) e Joan.

Fiquei muito feliz como todos os que mais aparecem no livro cresceram e aprenderam. Realmente, nada acontece por acaso e tudo acaba se encaixando. Ah! E quem a gente menos espera, surpreende de uma forma bem positiva. Aliás, adorei o casal Tom e Amy! E como nem tudo são flores, apesar de ter amado muito essa leitura, confesso que o fim veio com uma pequena dose de decepção. Curti tudo, porém, queria mais detalhes de alguns casais secundários, sabem? Mas fica a dica para a escritora: que tal uma história só para um casal mega fofo, que não posso citar nomes, para não dar spoiler.

Enfim, pessoal. É isso. Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Mega indico! 

Beijos, Carol.

Post Antigo: Adulta sim, madura nem sempre!

Fan Page ♥ Instagram  

carol

leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 Comentários