27.07.2015
* Dicas da Juju: para organizar a sua vida financeira! ♥
Hoje tem uma participação mega especial aqui no blog. o/ Convidei a Juju, do blog As Besteiras Que Me Contam, para dar dicas de como ter uma vida financeira saudável. Até ando mais controlada, menos Becky Bloom hahaha. Porééém, ainda preciso de muita ajuda, principalmente, no quesito “organização”. Ai conversando com a Juju, descobri que ela é mega expert nesse assunto. Então, pedi um help extra e ela topou revelar três segredinhos aqui no blog. Então, conta aí, friend! ;-) 
Vida financeira saudável. 
(Por Juju)
Vou começar anunciando que sou descendente de Árabes/Libaneses/Sírios/Turcos, que têm uma fama não muito boa sobre serem mãos de vaca, unhas de fome, avarentos e todas essas coisas ruins sobre não gastar dinheiro. Ainda bem que muitas misturas aconteceram até que eu nascesse então sou equilibrada, mas ainda assim conservadora quando o assunto é dinheiro.
A Carol me convidou e eu fiquei super animada para escrever 3 dicas sobre como manter uma vida financeira saudável, que funcionam muito bem comigo. Anotem aí! ;)
Três dicas que vão ajudar muito! ;-) 
1ª dica: é a mais básica na vida econômica de uma pessoa e é também a mais difícil de seguir. Não gaste mais do que o que você recebe. Não importa de onde vem o dinheiro, se é um salário, mesada ou se você vende coisas na internet, nunca gaste mais do que você recebe. Fácil de falar difícil de fazer, mas essa é a principal dica para quem quiser ter uma vida financeira saudável. Se possível, guarde uma parte deste dinheiro, faça uma “reserva”, ela poderá servir para alguma necessidade, imprevisto ou até mesmo para comprar algo mais caro que você esteja querendo e não tem o dinheiro ainda.
2ª dica: tenha um controle sobre seus gastos. Em uma planilha ou até mesmo em um caderno tente anotar tudo o que você gasta, desde compras bobas até pagamentos. Você irá se surpreender com o dinheiro que vai embora com besteiras, quando fiz isso a primeira vez, me revoltei com o valor mensal do meu gasto com chocolate, isso acabou me ajudando a diminuir a quantidade que eu comia porcariadas rsrs.
3ª dica: a última parece um pouco exagerada, mas me ajuda não sair por aí comprando tranqueiras que eu não preciso. Andar com notas de valor baixo. Como assim? Quando você for sair por exemplo, tente levar o dinheiro já trocado, em notas de 5, 10 e 20 por exemplo. Toda vez que levo uma nota de 50, compro alguma coisa que tenha troco, ele sempre vem picado, isso faz com que você não perceba o valor que tem ali e gaste mais do que deve. Quando isso acontece comigo o dinheiro simplesmente voa sem eu nem saber para onde! Então a ideia é ter dinheiro pouco trocado em vez de ir com uma nota de valor alto e trocá-la na hora.
Anotaram? ;) 
Esses são os passos que eu sigo para tentar manter minhas finanças em ordem. Espero que ajude!
Juju. 
*** 
Juju, ajudou muito. Muito obrigada, viu? Dicas sobre esse assunto sempre são bem-vindas. A partir de agora, vou tentar seguir essas três regrinhas direitinho e conto para vocês. Ah! Se alguém quiser compartilhar mais algum conselho de ouro, é só acrescentar aqui na caixa de comentários. ♥
Beijocas, 
Carol. 
P.S: créditos das imagens – Pinterest. / Imagem 1 – do Pinterest, mas a montagem eu que fiz. ;-)

4
08.07.2015
* Post-Ajuda: Um pouquinho da moda masculina (Por Rick)! ♥
Dessa vez o post-ajuda é especialmente para o público masculino. Mas como eu não sou uma expert no assunto, convidei um amigo mega estiloso: Ricardo Tassilo, que criou recentemente o seu site de moda. Então, se você quer dar um toque a mais no estilo do seu boy, irmão, primo, amigo ou pai, leia esse post e confira as dicas de ouro do Rick. Ah! Ele também fala um pouco sobre o que ele pensa desse universo para eles aqui no Brasil. ;-)

Post-Ajuda do Dia: 
Moda Masculina!  (Por Ricardo Tassilo)

1. O que não pode faltar de jeito nenhum em um guarda roupa masculino? 
R: Uma boa calça jeans e uma camisa branca de botão e manga longa. São peças coringas e que sabendo combinar com um sapato ou um tênis bacana deixa qualquer pessoa muito bem arrumada.

2. Quais são as peças essenciais para aproveitar as estações mais frias? 
R: Para mim, as peças essenciais para o inverno são: um bom casaco combinado com uma calça jeans bem transada. Outra bela combinação que está super em alta: uma jaqueta de couro (ou jeans) com calça de moletom. Fora isso, tudo mais é acessório.

3. E acessórios? Quais são as peças que você indica para fugir do óbvio? 
R: Pode até parecer óbvio mais um bom relógio e um bom sapato denota muito da qualidade que você oferece ao seu estilo pessoal. Um gorro é uma peça que dá um toque bem “street” ao look e está super em alto no inverno. Porém, é uma peça suicida. Tem de ter muita autoconfiança, se não fica vulgar. Sim, um look masculino também pode ser vulgar.

4. Acha que a moda masculina brasileira deixa a desejar em relação aos outros países? 
R: Acredito que a moda brasileira masculina deixa a desejar no sentido de que é falha na fomentação de cultura de moda. Faz-se cada vez mais necessário uma união de forças e segmentos públicos e privados para fomentar uma cultura de moda no sentido geral, tornar a moda cada vez mais democrática e acessível. Muitas pessoas não consomem e não dão o devido valor ao mercado de moda por pura ignorância, julgando que tudo que envolve o seguimento é futilidade. O ponto sensível da não fomentação de cultura de moda no País se reflete de forma muito pior na moda masculina.

O europeu, o norte americano não tem medo de ousar em seu guarda roupa e eles sabem dar valor a uma peça de vestuário de qualidade que vai lhe garantir conforto e durabilidade, sem sombra de dúvida eles possuem mais consciência de moda do que os homens brasileiros, sobretudo por que não possuem em sua maioria medo do julgamento alheio ou coisa parecida. É claro que obtivemos diversos avanços neste aspecto, mas o homem brasileiro quase que em sua total maioria é machista e auto afirmativo, essas características influem e muito nos avanços da indumentária masculina no Brasil.

Quando eu falo de machismo posso com total segurança aplicar essas características em algumas mulheres também. Muitas mulheres quando veem seus namorados se arrumando um pouco mais, logo fazem algum tipo de piada ridicularizando a masculinidade de seus parceiros. É um dado sociológico e cultural mesmo, muitos produtos de moda masculina não obtém êxito de vendas no País por puro preconceito dos consumidores. É óbvio que tivemos avanços e paulatinamente esse quadro vem se atualizando.

5. Se pudesse mudar algo em relação à moda brasileira, o que seria?
R: Acredito que a democratização e investimento. Penso que a moda Brasileira é ainda pouco democrática e com isso digo em relação a preços, qualidades de  produto e sobretudo acessível a todos os tipos de corpo. Em um país altamente miscigenado onde o biótipo varia muito de pessoa para pessoa e não temos um padrão definido, faz-se necessário a confecção de diversos tamanhos que atendam todos os tipos de consumidores.

Quando falo de investimento, falo de maneira geral e setorizada também. É inadmissível a quantidade de impostos e encargos que incidem sobre a produção têxtil no Brasil, fazendo com que a produção nacional perca muito de sua qualidade e deixem de empregar diversas pessoas impactando na economia dos Pais. O poder público nacional infelizmente não vê ainda o mercado de moda como uma fonte geradora de emprego e sustentabilidade. Os incentivos fiscais e a ajuda ao pequeno empresário têxtil ainda são muito aquém do que deveria ser. A moda além de levar cultura e de ser um organismo vivo de arte também contribui de forma eficaz para a economia de um País, gerando receitas e empregando famílias. Ainda é parco o apoio e incentivo aos novos estilistas e suas criações e práticas que incentivem as produções locais e regionais.

Outra ponto sensível que me incomoda e que de fato mudaria é a polarização do circuito de moda nacional, com a extinção do Fashion Rio o único calendário de moda oficial dos grandes nomes da moda nacional se tornou o São Paulo Fashion Week, obrigando alguns estilistas do Rio a migrarem para a capital paulista e abafando outros criadores cariocas que não tem possibilidade de migrar para apresentar suas criações. Sou absolutamente a favor de que eventos de moda como Minas Trend e Dragão Fashion cresçam e que se tornem oficialmente parte do calendário de moda nacional e que nasçam outros tantos eventos neste segmento em diversos estados e regiões do País.

***

Um tapa na cara da sociedade as respostas dele, né? Principalmente as duas últimas. Arrasou muito! Muito obrigada, Rick! Amei e desejo todo sucesso nessa nova fase, que só está começando. ♥ Quem quiser acompanhar o trabalho dele é só clicar aqui. ;-)

Ah! E podem opinar à vontade!!

Beijos,
Carol


5
17.05.2015
* Post-Ajuda: Outono/Inverno 2015! ♥
Oi, Gente, tudo bem? A pequena aqui sem querer apagou o post com o mini guia para a nova temporada de moda que a Ilana Diez, consultora de imagem, fez especialmente para o blog. Já aconteceu isso com vocês? Uma droga! hahaha ;’D. Mas já que não tem como recuperar, estou publicando novamente o post. Lembrando que a nossa especialista contou um pouquinho sobre o que podemos resgatar do verão para usar no outono e no inverno, tendências e por aí vai. Claro, que vai depender do estilo de cada uma, mas uma ajudinha extra é sempre bem-vinda, né? Conta aí, Ilana! ;-)

Entrevista: Ilana Diez
1. O que podemos resgatar da primavera/verão e abusar no outono/inverno? 
R: Então, acho que as calças jeans skinny serão muito bem-vindas com as botas mais altas: os chapéus estilo boho agora fazem uma produção mais glamourosa e a camisa jeans também fica um luxo combinada com uma sobreposição de casaco diferenciado. 
2. Em relação aos acessórios, qual seria o top 5 do que não pode faltar nessa nova temporada?
R: Anotem aí:
1. Bota over the knee
2, Chapéu de feltro
3. Cinto estiloso para acinturar os casacos
4. Botinha baixa estilo boho
5. Um guarda-chuva bacana e de boa qualidade melhora qualquer look. 
Crédito da montagem: Pequena Jornalista
Crédito das fotos: Pinterest
3. Cinco tendências que devemos usar e abusar nas estações mais frias? 
R: Anotem de novo: 
1. Look all jeans: fica um luxo! Capriche nos acessórios. ;-)
2. Casaquetos compridos com cinto diferenciado: use de preferência com saltinho. 
3. Maxi suéter: para finalizar aquela calça linda ou ser usado como vestido. 
4. Batons em tons escuros, como vinho e marrom. 
5. Cabelos mais platinados ou naturais, mudando um pouco a “cara” do verão. 
4. Em relação aos sapatos? O que é super bem-vindo nos pés? 
R: Eu recomendaria: sapatilhas de bico fino, pois alongam a silhueta, já que os casacos nos deixam “maiores”; tênis esporte estilo New Balance, pois compõe qualquer produção e deixa os pés secos e quentinhos; e uma bota de sua preferência, pois é a peça mais marcante da estação. 
Crédito da montagem: Pequena Jornalista
Crédito das fotos: Pinterest
Bem bacana, né? Muito obrigada, Ilana! Adorei a sua participação. E, gente, vale acessar o site Superela, a Ilana é colunista de lá. ♥
Ah! Quero ressaltar que esse post-ajuda é só um help mesmo, não é uma regra. E tem várias outras tendências para a gente usar nas estações mais fresquinhas. Durante essa temporada, vou colocar algumas inspirações. E agora eu quero saber: qual dica vocês vão aderir? Contem, contem!
Beijos,
Carol

4
27.10.2014
* Post-Ajuda: Primavera/Verão 2015! ♥
Oi, Gente!

E o post-ajuda de hoje é para quem está na dúvida do que usar na primavera/verão, quais as peças que deve resgatar do outono/inverno, o que pode guardar e por aí vai. Para dar uma ajudinha extra, entrevistei duas amigas superantenadas com esse mundinho da moda: Ilana Diez e Camila Gomides. Claro, que tudo vai depender do seu estilo. Mas um help é sempre bem-vindo, né? Então, guarda-roupa aberto, caderno e caneta na mão e vamos lá. ;-)

1. O que podemos resgatar do outono/inverno e abusar na primavera/verão?

Ilana Diez: 
Couro: tome o cuidado de selecionar apenas as peças leves e de cores claras, para não carregar o visual. Saias ou shorts larguinhos de couro, por exemplo, combinam perfeitamente com uma camiseta básica; já um top de couro fica lindo com saia de tecido. 
Cropped: apenas os larguinhos. Caso tenha modelos de manga longa, que tal customizar? 
Quimono: continua em alta nessa estação, mas com uma pegada mais clean. Portanto, só resgate se a peça transmitir esse conceito de leveza. 
Saia rodada: o estilo lady like é a aposta do verão. Opte pelas mais românticas, curtas ou midi. 
Pantalona: as estampas podem continuar e serão muito aceitas no calor. 
Camila Gomides:
As transparências continuam em alta e também o verde militar, que é uma cor tipicamente do inverno. 
2. O que devemos manter guardadinho no guarda-roupa ou, até mesmo, doar? 

Ilana Diez:
Para guardar, recomendo peças justas (pois o verão será mais fluido) e as variações de xadrez pied de poule e tartan (por serem típicas de outono/inverno). Para doar, recomendo aquelas peças que você comprou porque eram tendência, mas nunca consegue usar, deixando de lado no armário. Sobre itens que saíram de cena agora, não se preocupe, pois a moda se reinventa continuamente e tudo volta a ser usado, mesmo que de forma diferente. Então, guarde o que você gosta. E se me permite listar de forma pessoas o que eu doaria (caso tivesse), seria o sneaker estilo antigo, aquele de saltinho. 
Camila Gomides:
Isso depende muito do seu estilo pessoal e não das tendências. O que te deixa segura e confortável você guarda e usa na ocasião certa. O que você já não se sente tão bem ao usar, você doa. Tenho uma regra assim: sou bem tranquila de doar roupas, mas têm aquelas que a gente tem apego e não sabe o motivo, então se eu conseguir segurar ela por 18 meses sem usar é sinal que ela não merece tanto a minha atenção. 


3. Cinco tendências que devemos usar e abusar nas estações mais quentes?

Ilana Diez: 
Estilo lady like, cores vivas, look branco total, maxi estampas e biquínis comportados. 

Camila Gomides: 
Como eu disse anteriormente transparências, além de azul celeste, saias midi, listras e franjas. 
Crédito das fotos: Pinterest 
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista
4. Em relação aos acessórios, qual seria o top 5 do que não pode faltar nesta nova temporada? 

Ilana Diez:
Bolsa de lado pequena (em couro colorido), tênis sneaker (sem salto), óculos de sol redondo, maxi brinco (de uma só orelha) e mochila bem estilosa. 
Camila Gomides: 
Peças em ródio negro, um metal escuro. Pedras turquesa. Colares em moedas com pegada bem boho. Pérolas modernas, como as usadas pela Dior e agora são febre. E pequenos terrários, que são acessórios em vidro com micro jardins dentro. 
5. Em relação aos sapatos? O que é super bem-vindo nos pés? 

Ilana Diez:
O tênis esportivo é hit, pois une conforto, estilo e praticidade. As rasteirinhas serão bem delicadas e as gladiadoras de todos os modelos estarão em alta. Para os saltos, aposte em estampados e metalizados, para o dia ou a noite. 
Camila Gomides:
Os anos 70 estão em alta e apareceram nas principais semanas de moda internacionais, levando isso em consideração as flats vão ter grande destaque na temporada. Sejam elas mais baixas ou aquelas com salto reto. Saltos coloridos também vão cair bem.

Crédito das fotos: Pinterest 
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Muito obrigada, meninas! Amei, amei! A Ilana é consultora de imagem e escreve para os sites Super Ela e Trends Magazine. E a Camila é formada em design de moda e escreve para o blog Notas Promissórias, que no momento está fora do ar, mas logo logo volta. ♥
Esse mini guia que as meninas montaram para o PJ não é regra, é só um help mesmo. Me ajudou bastante e espero que ajude vocês também! Lembrando que há outras tendências que estão com tudo na nova temporada, como os tons pastel (que eu amo!!). 
Dessas dicas, o que vocês vão aderir? Eu estou querendo um quimono para chamar de meu (esse da foto eu vi num blog amigo, que eu não lembro qual “/, e no Pinterest. se alguém achar aqui no Brasil, me avisa?), saia midi acho fofa, cropped (estilo looks da Taylor Swift também), short de couro, listras, franjas (uma bolsa) e uma mochila estilosa. 
Então, é isso! Podem opinar à vontade! ;-)
Um beijo, 
Carol.

8

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017