12.08.2015
* PJ Leu: Quando Saturno Voltar + Sorteio! ♥
Em: PJ LEU

E a dica literária da semana é Quando Saturno Voltar, da autora brasileira Laura Conrado. Esse post é para todo mundo, mas se você está beirando os 30 e está batendo um leve desespero, recado: corre na livraria. Essa história vai te ensinar coisas superúteis. ;-)

Sinopse: Déborah Zolini tem uma vida, aparentemente, estável. Um namorado, sonha com o casório e trabalha como assessora de imprensa de um time de futebol de segunda divisão. Mas durante uma viagem para o Chile, ela conhece a Cigana Saphira, que avisa: o Retorno de Saturno, um fenômeno astrológico que acontece às vésperas do aniversário de trinta anos, está se aproximando. Quando a Déborah volta ao Brasil, começa a perceber sinais de que grandes mudanças estão por vir. Começando por Henrique, um cara maravilhoso que ela conheceu no avião. E sem esperar, o galã mexe com seus sentimentos e “atrapalha” toda a sua rotina. Tudo o que parecia estar ok, vira de cabeça para baixo. Nossa protagonista terá de confrontar todos os seus medos. Pois é! Saturno realmente mostra o poder da sua volta e o destino a surpreende. Tanto na vida pessoal quanto na profissional. ♥ 

unnamed

Editora: Globo Livros! ♥

Minha Opinião: Até então, não conhecia esse fenômeno. No começo, fiquei meio desconfiada, do tipo: não basta eu estar quase na casa dos 30 e ainda tenho que lidar com esse tal de Saturno? Retornar pra quê? hahaha ;p Mas através da leitura, percebi que todas as mudanças, boas ou não, sempre nos levam para um caminho melhor. O destino realmente pode nos surpreender.

A história caiu como uma luva. Aquela sensação de “calma, cadê a vida dos meus sonhos?” vive me assombrando e esse livro me ajudou a entender algumas coisas. Que eu até sabia, mas fez mais sentido, sabem? Enfim, amei mais uma vez a história que a Laura criou. A escrita dela continua leve, divertida e flui desde o começo. Aliás, os livros dela sempre me dão um alívio. Mostram que eu não estou sozinha! Adorei os personagens, principalmente a Déborah, Saphira e o Henrique (óbvio). Os jogadores são sensacionais e a galerinha do mal da direção do clube, na boa: um pouco de medinho! Achei interessante mostrar o passado e o futuro da nossa protagonista. Mata a curiosidade de como tudo começou e que fim levou. Falando nisso, gosto de trilogias, séries… Porém, às vezes não acho que tenha necessidade de mais um livro. Um já basta, a personagem já cumpriu a missão dela. Conseguem entender? E a Déborah me ensinou muito. Para terminar, um trecho que vou levar para a vida: “Não há dúvidas de que meu céu irá mudar e de que tudo pode acontecer. Mas tenho garantia de uma coisa: da minha própria capacidade de superação.” Já deu para ter uma noção do que a leitura reserva, né? :-)

***

E o post não para por aqui. Não sei se vocês repararam, mas o blog agora é “.com” e agora quem “cuida” dele é a plataforma WordPress. \o/ E para completar, esse mês o PJ completa seis anos.  Para comemorar essas “três vitórias incríveis”, resolvi fazer um sorteio. Simples, porém superamor. Que tal levar para casa o livro protagonista do post de hoje autografado, marcador lindo de Verona e algumas surpresinhas? Para isso acontecer, basta acrescentar no comentário o seu nome completo e e-mail até o dia 30 de agosto e, claro, morar no Brasil. Fácil, né? O resultado vai sair no dia 1º de setembro. Ah! O sorteio será realizado da forma antiga: vou anotar todos os nomes, colocar numa caixinha e sortear. Vou gravar um vídeo para mostrar que não teve marmelada hahaha. Ah! Só vale um comentário, ok? Então, cruzem os dedos, boa sorte e espalhem por aí!! ;-)

Sorteio Seis Anos - PJ

Sorteio: Niver Blog + PJ.Com + PJnoWordpress ♥

Gostaram? Podem opinar à vontade! ^^

Um beijo,

Carol.


61
Tags:
28.07.2015
* PJ Leu: Mikaela – O desencontro! ♥
Minha lista de livros (que eu li) desse ano está cheia de histórias leves, divertidas e que me ensinaram muito. Um dos últimos que li, foi Mikaela – O Desencontro, da autora Marcella Brafman, dona do blog Sem Clichê (lembrando que toda semana, eu colaboro com posts de dicas de filmes ^^). A blogueira lançou recentemente esse livro lindo. E, desde já, aviso: ela começou com o pé direito no mundinho literário. Vamos aos detalhes? ♥
Sinopse: Mikaela é jornalista e uma jovem cheia de sonhos. Mora em BH, mas uma entrevista de emprego faz com que ela vá para São Paulo. Nos primeiros dias, fica hospedada na casa de uma pessoa que tem um lugar especial na sua vidinha: Felipe, um amor antigo e com quem coleciona uma história cheia de encontros e desencontros. Com a mudança, a protagonista encara os mais variados sentimentos. Vive experiências inesquecíveis, aprende lições valiosas, agarra oportunidades de ouro. Tudo isso ao lado de personagens que dão um toque a mais no livro. E, claro: novos capítulos surgem na vida desse casal Mikaela e Felipe (com algumas participações especiais). 
Livro: Mikaela – O Desencontro
Autora: Marcela Brafman
Editora: Da boa prosa (selo da Livros de Safra)
Minha opinião: A Mikaela é gente como a gente. O Felipe? Achei muito parecido com esses caras que encontramos ao longo da nossa vidinha amorosa. Ou seja, é uma história fictícia, mas que, sem dúvida, acontece muito na vida real (eu sempre acho que esses livros são inspirados pelo menos um pouquinho na vida da autora. vocês também tem essa sensação?). Tirando o gosto musical, me identifiquei muito com a Mika. Tanto no quesito pessoal quanto no profissional (adoraria trabalhar numa revista ♥). Algumas horas cai de amores pelo Lipe, outras não queria vê-lo nem pintado de ouro. Comprovei que algumas viagens surgem na hora certa e que algumas pessoas podem participar apenas de um capítulo da nossa história, mas serão páginas inesquecíveis e cheias de ótimas lembranças. Amei o Rick e a Bela. Amigos realmente são tudo na vida. Tanto os antigos, quanto os novos. E a gente pode até tentar, mas a nossa família sempre sabe quando algo tá acontecendo. Principalmente, as mães. 
É um livro que você devora rapidinho. Uma leitura leve, divertida, intensa e que faz a gente refletir muito. Preparem um caderninho para anotar trechos essenciais para uma vida mais feliz. ;-) Prende a atenção e o final deixa gostinho de quero mais e quero agora. Aí dá um pouquinho de raiva, porque a gente sabe que a continuação demora e a nossa curiosidade aumenta cada vez que olhamos o livro na estante. Ainda bem que o tempo voa, né? hahaha Ah! Cada capítulo, tem o nome de uma música. Mas confesso que não conhecia a maioria. A princípio, esperava uma capa diferente, mas hoje em dia não imagino outra. Enfim, mega recomendo e estou ansiosa pelo segundo da série. ♥
Já leu? Conta o que achou. 
Ainda não? Vale muito a pena! ;)
Beijos, 
Carol.

6
07.07.2015
* PJ Leu: A Herdeira! ♥
E a dica da semana tem a ver com um dos meus casais preferidos desse mundinho literário.♥ Semana passada, terminei de ler A Herdeira, o quarto livro da série A Seleção, da Kiera Cass. Era um dos milhões de livros que eu estava mega ansiosa para ler esse ano. Ai ganhei de duas amigas (pois é!! hahaha), abandonei tudo e embarquei completamente. Confesso que os primeiros eu gostei mais, mas também me prendeu muito o rumo que a herdeira deu para a distopia. E agora chega de conversa e vamos lá! Ah! Se você ainda não leu os três primeiros, acho melhor voltar depois. Esse post contém um pouco de spoiler do começo dessa história. Mas se você não liga, é curiosa ou já está careca de saber o que acontece, boa leitura. ;-) 
Editora: Seguinte
Agradecimento: Clary e Camila, que me deram o livro no meu aniversário. 
Sinopse: Quando Maxon e America tornaram-se rei e rainha de Illéa, a primeira medida que tomaram foi acabar com as castas para que a sociedade pudesse se adaptar a uma nova configuração. Agora muito mais justa, sem os rótulos que limitavam as opções de educação e de trabalho de cada um. Além disso, a família real ganhou novos integrantes: os gêmeos Eadlyn e Ahren, seguidos pelos filhos Kaden e Osten. Por ser a primogênita desde pequena Eadlyn recebeu o treinamento para um dia continuar o legado do pai. 
Mais tarde, a expectativa era de que a situação política do país estivesse estabilizada e tranquila, para que em breve Eadlyn pudesse assumir o governo. Porém, nada disso aconteceu. Na prática, as pessoas ainda sofrem preconceito por causa da casta que sua família costumava pertencer. Frente a essa nova discriminação, revoltas passam a eclodir por toda a parte, resultando em mortos e desaparecidos. Enquanto não descobrem uma solução definitiva para o problema, eles decidem retomar com a Seleção para “distrair” a população. Mas dessa vez buscam um candidato para ficar do lado da primogênita. 
Não muito feliz com a decisão, Eadlyn recebe inscrições de jovens pretendentes de todo o país, inclusive de rapazes que nunca pensou na possibilidade de “conhecer melhor”. Mas ela tem um plano: eliminar os trinta e cinco o mais rápido possível para que possa seguir seu caminho sem nenhum marido desnecessário ao seu lado. Ou seja, planeja mostrar seu lado fria e calculista para assustar os Selecionados e mantê-los bem longe de sua vida pessoal. Mas como a vida é uma caixinha de surpresa, a princesa se depara com sensações que jamais imaginou conhecer de perto. ;-) 
Ótima leitura para esse frio! 
Minha opinião: Como eu disse no começo, sou muito mais os três primeiros livros. Porém, a história me prendeu do início ao fim. Afinal, a escrita da autora não deixa nada a desejar. ♥ A Eadlyn mostra desde o início que a sua personalidade é bem complicada. Acho que esse fato deu uma ajudinha extra na saudade que senti da Seleção anterior. Mas aos poucos, por incrível que pareça, deu para perceber que a princesa pode deixar de lado o seu posto “mimada” e mostrar as suas melhores qualidades. ;-) 
Além disso, adorei rever alguns personagens dos primeiros livros, principalmente o casal protagonista e a irmã da America. Nossa o tempo passou muito rápido hahaha. Difícil imaginá-los adultos sábios e tal, mas a vida real é assim, né? No livro não seria diferente hahaha! Quanto aos selecionados, suspirei por três em especial e um que parecia coadjuvante virou o meu preferido. Mas não vou escrever muito para não dar spoiler. ;-) O final é, digamos, bem misterioso. Acho que tudo indica que um quinto livro vem por aí. Assim espero! Ah! E o que falar da capa? Mais um vestido que virou desejo! ♥
Não acho que seja um livro para quem não leu os três primeiros. Para mim, acho bem importante embarcar no começo de tudo e depois ler A Herdeira. Apesar da gente ficar com saudade do começo de tudo, a leitura flui bem e fica com gostinho de quero mais. Leu, Dona Kiera?? ;-) 
Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Corre para a livraria. E quem quiser saber um pouco mais sobre os três primeiros livros é só clicar aqui
Beijo, 
Carol
P.S: Crédito das imagens – Pequena Jornalista! ♥

5
01.07.2015
* PJ Leu: Amy & Matthew! ♥
E a dica literária da semana é Amy & Matthew, da autora Cammie McGovern. Confesso que a capa me chamou mais atenção, mas o conteúdo não deixa nadinha a desejar. Vamos lá? ;-)

Sinopse: Matthew sabia quem era Amy, mas não fazia a menor diferença! Afinal, ele também sabia quem eram várias outras pessoas e nem por isso era amigo delas. Amy vivia numa cadeira de rodas, não conseguia verbalizar com ninguém. Só com a ajuda de um computador, ela conseguia se expressar. Porém, mostrava para os outros que era feliz o tempo todo. Até o dia em que Matthew disse a Amy tudo o que pensava sobre sua eterna fachada de felicidade. Sendo assim, Amy viu que era exatamente disso que precisava. Durante um período, Amy seleciona alguns “amigos” para ter ajuda extra na escola (pegar livros, colocá-la no carro e tal). A partir daí, Amy e Matthew viram inseparáveis e ela acaba descobrindo que ele também precisa de ajuda (tanto quanto ela). E quando a relação, que começou com uma amizade, se transforma em outra coisa que nenhum dos dois esperava e nem sabem definir, eles percebem que tudo foi dito…. exceto o que mais importava. ;-) 

Editora: Galera Record 
Autora: Cammie McGovern 

Minha opinião: A história é bem intensa! Casais mais novinhos realmente levam tudo ao pé da letra, mas alguns podem ensinar como se comportar como um adulto. Não é mais uma história de amor, vai além. Fala de amizade, principalmente. Ajudar um ao outro, independente de qualquer coisa. Ah! Não sei se é exatamente igual, mas Amy sofre da mesma doença que o físico Stephen Hawking. Sobre Matthew… Bom, aparentemente ele vive melhor do que ela, porém seus conflitos internos, não o deixam 100% feliz. Nessa parte me identifiquei e até me ajudou um pouco! ♥ 
O livro aborda assuntos sérios, mas não deixa a gente deprimida. E eu adoro isso! Tirei várias lições, mas as principais: a gente tem que encarar de frente os problemas. Viver experiências, mesmo se o risco for enorme. E que a gente pode até fracassar várias vezes, mas a cada “derrota” estamos mais perto da vitória. Em relação aos personagens, adorei os dois principais. São encantadores, mesmo com as suas manias, ideias. Achei a mãe dela mega protetora e até senti raiva em alguns momentos, mas acho que no lugar dela seria assim também (ou até pior). Mas o meu preferido: o ex professor da Amy. No começo ele até pode parecer um antipático, mas depois a gente entende o que ele quis dizer. 
Mega recomendo o livro! A leitura é leve, cada capítulo fica mais interessante (pelo menos eu achei) e quando termina a gente fica com gostinho de quero mais. Ah! Confesso que eu imaginei outro final, mas tudo bem. E eu sei que já falei da capa, mas ela é linda e lembrou muito a do livro “Eleanor & Park”. 
Ainda não leu? Fica a dica! Já sabe a história todinha? Conta o que achou! ;-) 
Beijos,
Carol. 

5
24.06.2015
* PJ Leu: O Penhasco! ♥
Esse ano eu resolvi inovar nas minhas leituras. Colocar alguns desafios, sabem? Para dar início, embarquei na misteriosa história do livro O Penhasco, da autora brasileira Carine Raposo. Já rolou uma entrevista aqui com a escritora e fiquei bem curiosa, mesmo fugindo do meu estilo literário. Vamos lá? ;-)  

Livro: O Penhasco
Autora: Carine Raposo
Editora: CADMO 
Sinopse: Liza foi comemorar o seu aniversário em Los Angeles com seus pais e sua irmã Raquel. Quando acordou no meio da noite, depois de um sonho com um lugar lindo e um homem mega misterioso (e de arrancar suspiros), nossa protagonista notou que a cama de seus pais estava vazia. A busca começou e durou alguns meses. Sem ter resposta do que aconteceu com eles, o delegado aconselhou Liza tentar seguir em frente e, qualquer novidade, entraria em contato. Sendo assim, as duas irmãs foram para a casa dos amigos Ben e Amanda. Apesar do novo capítulo que ela tentava construir, era impossível ignorar o fato de que a sua irmã Raquel virou rebelde. E não para por aí: os sonhos com o majestoso Penhasco e o homem com os olhos cor esmeralda eram constantes. Afinal, o que estava acontecendo? Quais eram as respostas? Tcharanranran…. ;-) 
Minha opinião: Esse livro é bem diferente do que estou acostumada a ler. Mas gostei desse desafio literário. A história te envolve do início ao fim. Como eu lia de madrugada, levava alguns sustinhos, mas a minha curiosidade falava mais alto! E, gente! Tem muito mistério, muito mesmo! Isso me incomodou um pouquinho. Suspense é bom, mas revelação é melhor ainda hahaha! Ainda bem que vai ter continuação. Meu lado curiosa, agradece! 
Ah! Eu sou bem medrosa e fico impressionada com essas histórias e tal, por isso qualquer barulhinho, meu coração acelerava. E também sonhei algumas vezes com os personagens, cenas. Mas a parte boa é que tinha o Nathaniel, o protagonista! ♥ 
Então, é isso: se você é louca por livros desse gênero, fica a dica! Gosta de desafios literários? Corre, que a leitura vale a pena. E segura a curiosidade hahaha! Ah! Não posso deixar de mencionar a capa. Uma das mais lindas do mundinho literário. Quem não queria ter um cantinho assim, né? Dependendo, eu adoraria. E por fim: obrigada, Carine! Adorei e quero um Nathaniel no meu mundinho, mas sem as partes assustadoras, ok? ;-)
Beijocas, 
Carol. 

6
Tags:

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017