04.12.2014
* Top 5 personagens dramáticos – Projeto Drama Queen #8 (Por Teca Machado)! ♥
Semana passada, no nosso querido Projeto Drama Queen, a Carol Daixum
falou sobre músicas dramáticas. Seguindo a mesma onda, resolvi falar sobre
personagens dramáticos. Afinal, a ficção imita a vida e está cheia de gente
fazendo drama por nada ou por pouca coisa.

Para montar a lista pedi ajuda para as minhas amigas do Meg’s Army Book Club:
5. Sansa Stark, da série Crônicas de Gelo e Fogo (George R. R. Martin) 
Estou lendo A Guerra dos Tronos, o primeiro volume, e estou para descobrir personagem mais cheia de dramas, frufrus e mimimis do que essa menina chata. Enquanto o pai está sendo acusado, a mãe meio fugida, o irmão em coma e mais um monte de pepino nessa vida, ela só sabe reclamar que, ó, puxa vida, a rainha Cersei, vaca mor, vai reparar que a renda do vestido dela é verde musgo ou invés de verde bandeira. 
4. Margo Roth Spielgeman, de Cidades de Papel (John Green) 
Uma mala. Ai, minha nossa! Morria de “dó” da Margo: Linda, rica, popular e amada por todos. Mas mesmo assim vivia reclamando. Ok, ao longo do livro descobrimos que o namorado a traía e que não tinha amigos de verdade, mas ela é muito dramática. Lança uma vingança sobre todos os conhecidos e depois foge. Por quê? Porque sim! E vai morar no meio do mato, sem fazer nada, quase como uma Mogli, a Menina Loba. 
3. Johanna Mason, de Jogos Vorazes (Suzanne Collins)
Agressiva, com sérios problemas de controle de raiva e numa TPM eterna, Johanna é uma personagem que amamos odiar. Nada ganha da cena em que ela tira a roupa no elevador na frente de todo mundo ou quando dá os seus pitis na arena de Em Chamas. O drama de Johanna não é de reclamar. Ela já passou dessa fase. Desconta no mundo inteiro o seu ódio profundo, mesmo que você não tenha feito nada para ela. 
2. Frodo Baggings, de O Senhor dos Aneis (J. R. R. Tolkien) 
Frodo é simplesmente a rainha do drama. Só eu que não suporto ele? Gente do céu, quanto mimimi num período curto de tempo. Me desculpa, Frodo, mas gosto muito mais do seu tio Bilbo, que leva a vida com mais humor do que você. Muito fragilzinho, muito coitadinho, muito “pobre de mim, fui o escolhido”. Meu filho, vira gente logo e joga a porcaria do anel no vulcão. Aproveita e se joga também. 
1. Bella Swan, da saga Crepúsculo (Stephenie Meyer) 
A pessoa fictícia mais insuportável e dramática de toda a face da Terra. Odeio a do livro e mais ainda a do filme (Tenho horror a Kristen Stewart). Como gosta de reclamar! Tudo pode estar indo lindamente bem, ela pode estar casando com o cara da vida dela, um vampiro bonitão, gostoso, sabe-se lá porque apaixonado por ela, rico e tudo o mais, mas mesmo assim a cara que ela faz é de dor de barriga em 100% do tempo. Ele desapareceu? Vou me jogar do penhasco. Ele quer casar comigo? Vou ficar de cara feia. Ele fala que lê a mente de todo o mundo, menos a minha (O que é bizarríssimo)? Me preocupo porque o problema é comigo, não com ele que lê mentes. Bela, me faça um favor: Encontre o Frodo e se jogue no vulcão junto com ele. 
*** 
Quem mais vocês acrescentariam nessa lista? Tem mais algum dramático que vocês não suportam? 
Teca Machado. 
*** 
Hahaha ;-) A Teca não perdoou nem o Frodo, tadinho (nunca assisti e tal, mas acho ele bonitinho e fiquei com peninha hahaha). E a Bela tem o meu respeito, porque ela prendeu o vampiro mais gato do universo (na minha humilde opinião hahaha), mas vamos combinar que a cara de bunda dela no casamento é bem irritante, mas no fundo acho que entendo hahaha. E eu acrescentaria a Vada, do filme Meu Primeiro Amor. Lembram? Ela é estressadinha, mas também adora um drama. Lembram dela fingindo que desmaiou na cozinha? E quando ela bate a porta bem forte depois que “fugiu” de casa? 
Projeto Drama Queen: Lembrando que esse é um projeto do Pequena Jornalista e do blog Casos Acasos e Livros. As blogueiras, apesar de muito dramáticas, colocam uma dose extra de exagero, humor e sarcasmo. Para os outros textos da série, clique no link: 
Beijocas, 
Carol. 
Autora do romance chick lit I Love New York, Teca Machado é uma devoradora de livros e filmes desde 1988 (Ok, mentira, desde 1994, quando aprendeu a ler). Alguém que compra livros pela capa, chora até com propaganda de margarina, é apaixonada por trailers, tem gostos mais adolescentes do que meninas de 14 anos, sonha com dinossauros e com o Bon Jovi, dá risada de si mesma, canta alto e dança no carro e pretende ser autora de Best Sellers. ;-)  * Dona do Blog Casos Acasos & Livros

12

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017