30.04.2015
* Projeto Drama Queen – Motorista da rodada? #28 ♥
(Por Carol Daixum)
Dirigir. Pois é! Um verbo que eu não pratico muito. Ou melhor: nadinha de nada! Não é medo, nem pânico. É meio trauma. Tudo começou quando eu fui tirar a carteira. Teste psicotécnico. Meu Deus! Sempre escutei: qualquer um passa, relaxa! No meu caso? Até passei, mas a moça disse que eu tinha um raciocínio meio lento, mas que eu era muito inteligente. Em minha defesa: tinha acabado de terminar um namoro. E eu sempre fui meio lerdinha mesmo! Daí, veio a prova teórica! Escutei o mesmo discurso: qualquer um passa, relaxa. Ahá! Prazer, Carol Daixum, primeira pessoa a não passar numa prova teórica. Fiquei no quarto durante uma semana. Me senti a pessoa mais burra da face da Terra. Minha mãe e minha irmã falaram: quanto drama blá-blá-blá. É porque elas não tiveram que ajeitar a coroa na frente do senhorzinho que me olhava com uma cara de dó na hora que falou “na próxima, você consegue”. Quase o abracei, mas dei a meia volta e fui embora daquele lugar horrível. Na segunda vez? Passei. o/!!! Daí vieram as aulas práticas…. 
Na primeira aula: meu instrutor me jogou na Avenida das Américas (no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca), na hora do almoço. Quase morri, mas ele não ia colocar a vida dele em risco. Eu acho! Enfim, me sai bem nessa parte. Até que veio a prova prática. Aliás: três! Passei só na terceira, mas tenho certezaaaa que foi implicância do cara do Detran. Na primeira, esqueci a seta. Na segunda, fui ajeitar o carro na hora de fazer baliza, bati no cone. Poxa, eu só queria ajeitar o carro para ficar bonitinho na vaga. Mas ele não me obedeceu muito! ;-) Na terceira? Passei tranquilamente, finalmente os caras não implicaram comigo e, modéstia parte, mandei muito bem. Arrasei estacionando o carro. Aí finalmente eu peguei a carteira…. 
Entrei em pânico e ainda coloquei a culpa na minha mãe (desculpa, manhê). Falei que ela não tinha paciência comigo. Mas na verdade isso de dirigir é muita informação, sabem? Ajeita espelho, liga o carro, coloca a seta, mexe no banco, coloca o pé na embreagem, ai acelera, primeira marcha. Não deixa o carro morrer! Gente, calmaaaa! Não funciono sob pressão. Ainda tem o fator: sou bai-xi-nha, tenho que dirigir colada no volante! Caso contrário, o meu pé não chega até o pedal. E nem ousem falar: coloca almofadinha. Adianta muito não, gente! 
Eu tenho vontade de dirigir. Mesmo! De verdade, verdadeira! Morro de vontade de cantar que nem uma louca dentro do carro e ter um chaveiro gigantesco (e tosco) para chamar de meu. E não aguento mais pegar táxi e ônibus. Quero ser livre, pegar meu carrinho e sair sem destino. Mas aí eu lembro que sou lerda, do infinito de coisas que eu tenho que fazer antes de ligar o carro. Penso que se eu morrer com o carro, bem no sinal, as pessoas não vão ter paciência comigo e vão buzinar que nem umas loucas. Vou chorar no meio trânsito e ser mais xingada que sei lá o que. Não vou conseguir ajeitar a coroa não, gente. Ainda tem a história da minha garagem. Duas rampas gigantes. A sensação é de que eu vou cair lá na terceira garagem e ainda bater com carro. Acho que não vou ter controle do meu pé na hora de frear, sabem? Se eu morasse em casa, acho que seria mais fácil. Ou pelo menos na vaga de visitante…. Mas aqui no meu prédio é proibido. #fuén 
Porém, tomei uma decisão! Mesmo com tantos dramas, vou respirar e vou dirigir. Se buzinarem, eu peço desculpa e ainda mando beijinho. Mentira, vou fazer cara de choro, mas vou engolir. Sou forte, cara! Já enfrentei a mulher me chamando de lerda, não vou aguentar uma buzininha? E as pessoas vão aprender a ter paciência no trânsito. Comigo vão ter que ter. E ainda vou salvar esse trânsito louco, vai rolar paciência. As buzinas vão acabar, gente! Todo mundo zen. Vou mudar o mundo. Me aguardem! Pequena motorista está na área. Quer dizer, até o final desse ano! Prometo. Com medo ou não! Me proteja, protetora das dramáticas de plantão. Ajeita a coroa pra mim, por favor! ;-) 
♥ 
***
O Projeto Drama Queen é uma parceria entre os blogs Casos, Acasos e Livros e o Pequena Jornalista. Todas as quintas-feiras têm um texto novo sobre algum draminha do dia a dia. Tudo com uma dose de exagero e muito bom-humor. Quer participar? Mande o seu relato drama queen para projetodramaqueen@gmail.com. ;-) 
Beijos, 
Carol 

20

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2018