01.10.2014
* PJ Leu: Freud Me Segura Nessa! ♥
Oi, Gente! 
A dica literária do dia é Freud Me Segura Nessa, da autora mega fofa Laura Conrado! Para quem não sabe, é a continuação do livro Freud Me Tira Dessa. Já falei sobre ele aqui. A leitura é tão leve e divertida quanto o primeiro! ♥
Depois de se apaixonar pelo terapeuta e passar por desventuras, Cat, agora encara uma série de descobertas sobre si própria e o mundo. Numa temporada fora do país (NY, baby!) e em meio a novas oportunidades, amores e amigos, nossa querida protagonista descobre que, mesmo distante, sentimentos não resolvidos de seu passado podem se fazer presentes. Ela confronta traições, inseguranças, dúvidas e os riscos das escolhas adultas diante do dinheiro, do sexo e do amor. Sendo assim, mais uma vez, Cat pede ajuda ao Freud para se segurar nos desafios da vida adulta. 
Crédito da foto: 
Pequena Jornalista! 
♥♥♥
– Livro: Freud  Me Segura Nessa 
– Editora: Editora Novo Século
– Trechos:  “Estava absolutamente entregue às nuvens de tempestades. Aprendia na prática que era impossível controlar o voo ou ter previsões acertadas sobre o céu.”  /  “Mas, ainda que minha caminhada parecesse em círculos, sabia que um dia, assim como a Dorothy, acharia meu trajeto para casa. A minha casa.” / “Modéstia demais é para disfarçar vaidade. Reconhecer no que se é bom e no que se é ruim é um ótimo sinal de maturidade.”  / “Você pode escolher se preparar para ser a pessoa que sempre sonhou ou andar por aí incomodada com os outros.”  / “Com medo de perder, você nunca irá ganhar.” /  “Ninguém tinha nada meses atrás – falei. – Talvez ainda não tenhamos muita coisa, mas descobrimos que não precisamos de Oz. As coisas acontecem durante o trajeto.” / “Catarina, a gente só suporta as coisas quando vê sentido nelas. Talvez seus planos aqui não façam mais sentido.” / “Isso mesmo. Quanto mais flexível nas ideias, maior a chance de ser feliz.” 
Adorei embarcar nas novas aventuras da Cat. E NY foi o cenário perfeito! Mais uma vez a série foi tipo uma terapia extra para mim. Não somente no quesito “vida amorosa catastrófica”, mas ajudou a pensar na minha vida profissional, relação com a família e com os amigos. A nossa protagonista amadureceu bastante, mas na minha humilde opinião, não só graças ao Freud e, sim, pelo fato dela estar mais disposta a assumir os riscos. Ah! Fiquei bem feliz com o final da história e com a surpresa boa que apareceu. Torcendo muito para Freud mantê-la nessa. 
Gente, é um livro que eu mega indico. A gente devora rapidinho, ri bastante, chora um pouquinho (mas eu sou chorona hahaha) e reflete muito também. E se você é fã do clássico “Mágico de Oz”, vai amar as referências. Ah! Quem não leu o primeiro não vai ficar perdido, mas acho que ler um seguido do outro é muito melhor! Tirei lições valiosas com essa leitura, como a vida é cheia de encontros e desencontros mesmo. Cada pessoa tem um papel fundamental ao entrar na nossa vida, nem que seja apenas para nos mostrar o que não queremos. Também confirmei que são através dos perrengues e dos riscos, que amadurecemos e descobrimos os nossos verdadeiros sonhos. 
Quem já leu, conta o que achou! Ainda não? Corre para a livraria! ♥
Um beijo, C. 

9

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2020