02.06.2015
* PJ Entrevista: Autor Guilherme Ramos! ♥
E a entrevista da semana é com o mais novo escritor brasileiro Guilherme Ramos, autor do livro Alltruísmo (isso mesmo, com dois “L’s”), lançado recentemente pela Novos Talentos da Literatura Brasileira (selo da editora Novo Século). O leitor vai encontrar páginas repletas de poesias e crônicas, com um tema superimportante: altruísmo. ;-) Bom, não preciso dizer mais nada, né? Um ótimo post para vocês (e leitura também)! ♥
Entrevista: 
Autor Guilherme Ramos!

1. Como surgiu a ideia de escrever o livro “Alltruísmo”? Qual foi a sua inspiração?
R: Na realidade, foi muita transpiração. Se a gente fizer um resumo do panorama mundial, infelizmente, é fácil de presenciar um mundo ausente de harmonia: guerras, brigas, imposição de verdades, disputa de ideologias e, até mesmo, nem um “bom dia” para a pessoa que a centímetros passa diante de nossos narizes. E, além disso, quando perguntei a uma entrevistada na minha última empresa (estava na função Gestão de Pessoas) sobre o que era “altruísmo”, para minha surpresa, ela não soube responder. Meses depois, ao me desligar da empresa, e por sempre ter trabalhado com criação e redação publicitária, resolvi tentar falar e dar um fôlego nas relações humanas dentro das empresas; isto é, apontar alguns erros existentes dentro da área de recursos humanos e, também, levar alguns pontos que acho pertinente para boa relação entre funcionários. E, com essa motivação, junto com muita transpiração, surgiu a ideia – um livro – que aborda as relações humanas em outras esferas também. 
2. Esse “L” a mais tem algum significado? Conte um pouco! 
R: Eu não quero contar o final do filme (risos). Mas, a ideia foi criar algo novo para despertar a atenção do leitor para uma palavra que está esquecida não só no nome, mas, também, na conduta e atitude que nos encontramos hoje. Se eu pudesse resumir esse “L” a mais, diria: de tudo que você tem, dê um pouco ao outro. 
3. Acha que atualmente a nossa sociedade é altruísta?
R: Acredito que estamos caminhando pra isso. As pessoas estão procurando algo a mais – seja lá o que for e como entendemos esse “algo mais”. E, por esta razão, é natural que devemos deixar nosso egoísmo de lado. Mas, ainda temos um longo caminho pela frente para que a nossa sociedade deixe o umbigo – de cada um – em paz e passe a olhar um pouco mais pro outro. Tem uma passagem no livro, do Professor Hermógenes, que é uma excelente carona pro assunto: “A verdadeira liberdade é estar na unidade. Preciso deixar de me sentir diferente dos outros. Cultivar o amor. O amor reaproxima, vence a distância e a ignorância”. 
4. Qual foi o seu maior desafio nesse processo todo de publicar um livro? 
R: Ter a coragem de vencer os medos, dúvidas, e claro, de juntar todas as ideias que foram aparecendo para dar uma sequência sobre o assunto. Um desafio muito prazeroso! 
5. Tem vontade de publicar outros livros? Se sim, vai seguir esse mesmo gênero (crônicas, poemas)? 
R: Criar e escrever são uma atividade prazerosa que me gerou, com o “Alltruísmo”, pontos de plenitudes (felicidade) que jamais havia sentido. Tenho vontade de continuar a jornada e, se assim for, acredito que não vou me arriscar numa maratona logo de cara. Acredito que contos e poemas fariam parte deste novo projeto. Mas, tudo é possível neste mundo!
6. Para quem tem o desejo de publicar livros, tem alguma dica de ouro? 
R: Ler bons livros (escritores), ter coragem, acreditar em si mesmo e disciplina diária para escrever. 
7. Se tivesse que salvar três livros de um incêndio, quais seriam os escolhidos? 
R: Primeiro que eu não gostaria de estar no tal incêndio, mas, se lá estivesse, salvaria: ‘O Senhor dos Anéis’, por ter me dado o gosto pela leitura; ‘Memória de Minhas Putas Tristes’, Gabriel Garcia Márquez; e ‘Falar Sozinhos’, Andrés Neuman. E, tantos outros, principalmente o time Russo de escritores, que ficarão queimados, mas estarão bem guardados em meu coração! 
O autor e a obra! 
Lançamento do livro em São Paulo 
;-) 

É isso, gente! Espero que tenham gostado. ♥ E agora eu quero saber: vocês acham que a nossa sociedade é altruísta? Podem opinar à vontade! Na minha opinião, acho que não muito. Mas não podemos generalizar. Acho que cada um tem que fazer a sua parte e o que a consciência (limpa) manda. ;-) Falando nisso, achei bem interessante o tema e quando eu acabar a minha pilha de livros, vou comprar, sem dúvida. Leituras assim são sempre bem-vindas na minha vidinha. E eu amei a capa!!! Enfim, quem quiser comprar o seu é só clicar aqui ou aqui. E muito obrigada pela entrevista, Guilherme. Muito sucesso nessa nova carreira e que ela seja longa. ;-)
Beijos, 
Carol. 
P.S: crédito das fotos: 1. Site Novos Talentos da Literatura Brasileira / 2. Autor Guilherme Ramos. ^^ 
P.S (2): agradecimento: Friend Teca Machado, que me apresentou o autor. Thank’s, Teca!! ^^

6

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017