23.02.2015
* Looks e Beleza: Oscar 2015! ♥
Iei, mais um post sobre o Oscar (acho que desde que eu comecei a blogar, nunca deixei de falar sobre essa noite). ;-) Eu adoro assistir a premiação e só durmo quando a última estatueta é entregue, porém a minha parte preferida é o tapete vermelho, não tem jeito. Amo, amo! E dessa vez foi difícil fazer a seleção com os meus looks preferidos, pois gostei de vários. E quem acompanha esse tipo de post, sabe que os meus preferidos sempre são os simples e elegantes! Até gosto de um “detalhe” que chame mais atenção, mas a simplicidade é tudo na vida e, na minha humilde opinião, no red carpet também. E chega de falação, vamos aos meus queridinhos da noite de ontem! ♥  
Várias famosas apostaram em looks pretos e brancos. Os meus preferidos? Para começar, ela, a diva das divas: Meryl Streep! O look dispensa comentários. Parabéns, Meryl! Também adorei o vestido Saint Laurent da Margot Robbie. Ah! E ela arrasou nos carões! E para finalizar, a nossa eterna legalmente loira: Reese Witherspoon. O vestido Tom Ford é a prova viva que simplicidade samba na cara de frufrus. Amei a escolha! 
Preto & Branco!

Agora um pouco de cor neste post. ;-) Teve muito vermelho no red carpet, mas o meu preferido foi o da Rosamund Pike, mas conhecida como a Garota Exemplar. O longo Givenchy tinha frufru, mas nada muito chamativo e ficou bem bonito. Também teve um azul escuro lindo de morrer: um outro Givenchy, que a Jessica Chastain escolheu. Acho que foi o preferido dos preferidos! E, claro, não poderia faltar a que sempre acerta: Emma Stone. Não sou muito fã de verde, mas adorei o Ellie Saab que ela escolheu. Desejei um idêntico! 
Um pouco de cor! 
Também fiquei de olho em três vestidos clarinhos. Primeiro, o da Jennifer Aniston. Eu sei que tem gente que achou muito simples, mas eu achei fofo e delicado o Versace que ela escolheu para o tapete vermelho! E um dos primeiros que eu bati o olho e falei “amei” foi o longo Alexander McQueen da Felicity Jones! Falando nela, estou louca para assistir A Teoria de Tudo. E para terminar: Jennifer Lopez. Me surpreendi com a minha escolha. Geralmente, eu acho os looks dela bem extravagantes, porém esse eu adorei.  Tirando o decote, acho que está meio princesa, sabem? 
Clarinhos! 

Não sou expert no assunto, mas resolvi escolher as minhas quatro preferidas no quesito beleza. A primeira: Lupita! Achei bem suave e casou perfeitamente com o look. A segunda: Anna Kendrick! Ela não mandou bem no vestido, mas em compensação a maquiagem estava linda. Vai para a pastinha de inspirações. A terceira: Margot Robbie. Eu sou fã de batom mais clarinho, porém esse vermelhão está lindo de morrer! A quarta: Dakota Johnson! Ok, bem simples a maquiagem e o penteado. E se eu não me engano ela sempre anda assim, mas eu curti!   
Beleza! 
Muitos looks e maquiagens ficaram de fora. :-( O post ia ficar giga, né? Mas eu acho que os outros vestidos e inspirações para pastinha de looks e beleza vocês, sem dúvida, encontram em outros blogs. Falando nisso, sempre quando tem red carpet eu dou uma olhadinha no Fashionismo e Dia de Beauté. Para mim, são os melhores (depois do PJ, claro, cof cof hahaha) nesses assuntos! ;-) 
E para finalizar o post, os mais lindos da premiação: Ansel, Josh e Adam! ♥
Eles! 
E quanto aos prêmios, eu não assisti quase nenhum filme que foi indicado. Mas estava torcendo para Julianne Moore (assim que o filme estrear, vou correndo no cinema para assistir “Para sempre Alice”), Meryl Streep (sempre!!), “Lost Stars” (do filme “Mesmo se nada der certo”) e, apesar de não ter sido o grande vencedor da noite, estou louca para assistir “A Teoria de Tudo”. 
Acho que é isso, gente! Podem opinar à vontade, ok? ;-) 
Beijos,
Carol
P.S: crédito das imagens: Just Jared / crédito das montagens: Pequena Jornalista

25
27.12.2014
* Especial Retrô PJ: Os cinco melhores filmes! ♥
Oi, Gente! ;-)
Mais um post do Especial Retrô PJ. Dessa vez, selecionei os cinco melhores filmes que eu assisti esse ano. Falando nisso, estou muito orgulhosa da minha pessoa hahaha. Tirando os meses que viajei, acho que toda semana rolou uma ida ao cine. Mais um meta riscada da minha listinha de coisas para fazer esse ano. Parabéns para a pequena blogueira que vos bloga uhul hahaha o/! Vamos lá? Lembrando que é a minha humilde opinião. ♥

1. Questão de tempo
O primeiro filme que eu assisti esse ano e o primeiro post do PJ também. 
A história é linda e podemos tirar lições valiosas. 
P.S: rolou post sobre o filme aqui
2. A menina que roubava livros
Tanto amor por esse filme, que não cabe. 
O livro é melhor, mas a história na telinha é tão emocionante quanto.   
P.S: rolou post sobre o filme aqui


3. A culpa é das estrelas
A gente chora muito, mas é aquele choro que alivia.
E as lições são tão lindas, Ansel (nosso Gus) é tão lindo, 
que vale a pena gastar todos os pacotes de lencinhos hahaha! 
P.S: rolou post sobre a trilha sonora aqui

4. Juntos e misturados
Marcou o Dia dos Pais! Depois que meu paidrasto almoçou com a gente e foi para São Paulo, eu e minha mãe fomos para o cine assistir esse filme (minha irmã foi para a casa do boy). 
Claro que a companhia foi a melhor parte, mas o filme é leve e a gente ri muito. 
Típico filme para assistir com a família depois do almoço de domingo. 
P.S: rolou post sobre o filme aqui


5. Mesmo se nada der certo
O filme é lindo e a trilha sonora mais ainda. Sai tão bem da sala de cinema. 
Superindico esse filme mesmo!
P.S: rolou post sobre a trilha sonora aqui

Gente, foi bem complicado fazer essa listinha com os cinco melhores filmes. Então, eu roubei um pouquinho nessa categoria e adicionei um bônus com mais três filmes que eu amei hahaha. ;-)
Bônus: 

Meu lado criança: Frozen
Um dos filmes mais fofos do mundo. Assisti com a minha irmã Lulu 
e a gente desejou um Olaf hahaha! 
Acabei com os lencinhos: O melhor de mim
Gente, sofri com esse filme. Sai soluçando do cine!
Mas vale a pena, a história é bem linda e emocionante. 
Filme brasileiro: Os homens são de marte e é pra lá que eu vou
Ah! É o típico filme que eu amo assistir. Leve e divertido, sabe? 
E para quem adorou esse filme, tem uma série no GNT. 
Prontinho, gente! Todos os filmes desse post eu amei e marcaram de alguma forma: trilha sonora, momento mãe e filha, momento irmãs, chororô, ataque de risos e com lições valiosas. ♥
Claro que muitos filmes ficaram de fora, mas não teve jeito #fuén! Mas agora é com vocês: quais são os cinco filmes desse ano que vocês mais gostaram? Pode ter bônus também hahaha! ;-) 
Um beijo, 
Carol. 

12
04.12.2014
* Top 5 personagens dramáticos – Projeto Drama Queen #8 (Por Teca Machado)! ♥
Semana passada, no nosso querido Projeto Drama Queen, a Carol Daixum
falou sobre músicas dramáticas. Seguindo a mesma onda, resolvi falar sobre
personagens dramáticos. Afinal, a ficção imita a vida e está cheia de gente
fazendo drama por nada ou por pouca coisa.

Para montar a lista pedi ajuda para as minhas amigas do Meg’s Army Book Club:
5. Sansa Stark, da série Crônicas de Gelo e Fogo (George R. R. Martin) 
Estou lendo A Guerra dos Tronos, o primeiro volume, e estou para descobrir personagem mais cheia de dramas, frufrus e mimimis do que essa menina chata. Enquanto o pai está sendo acusado, a mãe meio fugida, o irmão em coma e mais um monte de pepino nessa vida, ela só sabe reclamar que, ó, puxa vida, a rainha Cersei, vaca mor, vai reparar que a renda do vestido dela é verde musgo ou invés de verde bandeira. 
4. Margo Roth Spielgeman, de Cidades de Papel (John Green) 
Uma mala. Ai, minha nossa! Morria de “dó” da Margo: Linda, rica, popular e amada por todos. Mas mesmo assim vivia reclamando. Ok, ao longo do livro descobrimos que o namorado a traía e que não tinha amigos de verdade, mas ela é muito dramática. Lança uma vingança sobre todos os conhecidos e depois foge. Por quê? Porque sim! E vai morar no meio do mato, sem fazer nada, quase como uma Mogli, a Menina Loba. 
3. Johanna Mason, de Jogos Vorazes (Suzanne Collins)
Agressiva, com sérios problemas de controle de raiva e numa TPM eterna, Johanna é uma personagem que amamos odiar. Nada ganha da cena em que ela tira a roupa no elevador na frente de todo mundo ou quando dá os seus pitis na arena de Em Chamas. O drama de Johanna não é de reclamar. Ela já passou dessa fase. Desconta no mundo inteiro o seu ódio profundo, mesmo que você não tenha feito nada para ela. 
2. Frodo Baggings, de O Senhor dos Aneis (J. R. R. Tolkien) 
Frodo é simplesmente a rainha do drama. Só eu que não suporto ele? Gente do céu, quanto mimimi num período curto de tempo. Me desculpa, Frodo, mas gosto muito mais do seu tio Bilbo, que leva a vida com mais humor do que você. Muito fragilzinho, muito coitadinho, muito “pobre de mim, fui o escolhido”. Meu filho, vira gente logo e joga a porcaria do anel no vulcão. Aproveita e se joga também. 
1. Bella Swan, da saga Crepúsculo (Stephenie Meyer) 
A pessoa fictícia mais insuportável e dramática de toda a face da Terra. Odeio a do livro e mais ainda a do filme (Tenho horror a Kristen Stewart). Como gosta de reclamar! Tudo pode estar indo lindamente bem, ela pode estar casando com o cara da vida dela, um vampiro bonitão, gostoso, sabe-se lá porque apaixonado por ela, rico e tudo o mais, mas mesmo assim a cara que ela faz é de dor de barriga em 100% do tempo. Ele desapareceu? Vou me jogar do penhasco. Ele quer casar comigo? Vou ficar de cara feia. Ele fala que lê a mente de todo o mundo, menos a minha (O que é bizarríssimo)? Me preocupo porque o problema é comigo, não com ele que lê mentes. Bela, me faça um favor: Encontre o Frodo e se jogue no vulcão junto com ele. 
*** 
Quem mais vocês acrescentariam nessa lista? Tem mais algum dramático que vocês não suportam? 
Teca Machado. 
*** 
Hahaha ;-) A Teca não perdoou nem o Frodo, tadinho (nunca assisti e tal, mas acho ele bonitinho e fiquei com peninha hahaha). E a Bela tem o meu respeito, porque ela prendeu o vampiro mais gato do universo (na minha humilde opinião hahaha), mas vamos combinar que a cara de bunda dela no casamento é bem irritante, mas no fundo acho que entendo hahaha. E eu acrescentaria a Vada, do filme Meu Primeiro Amor. Lembram? Ela é estressadinha, mas também adora um drama. Lembram dela fingindo que desmaiou na cozinha? E quando ela bate a porta bem forte depois que “fugiu” de casa? 
Projeto Drama Queen: Lembrando que esse é um projeto do Pequena Jornalista e do blog Casos Acasos e Livros. As blogueiras, apesar de muito dramáticas, colocam uma dose extra de exagero, humor e sarcasmo. Para os outros textos da série, clique no link: 
Beijocas, 
Carol. 
Autora do romance chick lit I Love New York, Teca Machado é uma devoradora de livros e filmes desde 1988 (Ok, mentira, desde 1994, quando aprendeu a ler). Alguém que compra livros pela capa, chora até com propaganda de margarina, é apaixonada por trailers, tem gostos mais adolescentes do que meninas de 14 anos, sonha com dinossauros e com o Bon Jovi, dá risada de si mesma, canta alto e dança no carro e pretende ser autora de Best Sellers. ;-)  * Dona do Blog Casos Acasos & Livros

12
07.11.2014
* Para escutar (e assistir): Músicas + Filme Tim Maia! ♥
Oi, Gente! 
E a dica do dia é baixar as músicas do Tim Maia. Assisti o filme sobre o cantor ontem e adorei. Principalmente a trilha sonora. Acho que pelo menos uma música dele todo mundo gosta. Jogue o primeiro disco de vinil, quem nunca se acabou na pista de dança ao som de Não quero dinheiro. Festa sem essa música, não é festa hahaha. Então, com base na trilha sonora do filme, selecionei músicas do Tim Maia para o post de hoje. Algumas têm na cinebiografia, outras não. Algumas são composições dele, outras eu acho que não. Enfim, abre o Youtube aí e som na caixa. ;-)
Músicas do Tim Maia!

1. Gostava Tanto de Você
2. Primavera 
3. Não Quero Dinheiro
4. Você
5. Do Leme ao Pontal
Achei fofo esse vídeo da música 
Não Quero Dinheiro!

Quanto ao filme (que à propósito é baseado no livro Vale Tudo, do Nelson Motta), acho que vale muito a pena. Tim Maia era totalmente louco e, meu Deus, quanto palavrão ele falava hahaha! Mas por trás de tantos defeitos e atitudes erradas, a gente reconhece que no fundo ele tinha um bom coração e boas intenções. A cinebiografia rende boas risadas e os mais sensíveis vão chorar. Afinal, ver um talento se acabando aos pouco é triste. Mas ele deixou muita música boa. Ah! A gente não pode julgar ninguém, mas fiquei com raivinha do Roberto Carlos. Achei ele bem estrelinha, sabem? Ah! Os atores são ótimos, principalmente os dois que fazem o papel do Tim Maia. Gostei bastante! Enfim, quem não tiver programação para o fim de semana, vale correr para o cine. Para dar um gostinho, segue o trailer. ♥
Já assistiu o filme? Conta o que achou! 
Ainda não? Fica a dica! ;-)
E para animar o fim de semana, músicas do Tim, gente! E fiquem à vontade para acrescentar mais músicas dele. ♥
Um beijo,
Carol. 
P.S: crédito da Imagem – Site Adoro Cinema! ;-)

8
29.09.2014
* Trilha sonora do filme “Mesmo Se Nada Der Certo”! ♥
A dica do dia é a trilha sonora do filme Mesmo Se Nada Der Certo. A história é bem bacana (no final do post tem o trailer) e as músicas são românticas, cura fossa e por aí vai. Para baixar todinha, ou pelo menos, quase todas. Principalmente, as músicas que o Adam Levine e a Keira Knightley (que são do elenco) cantam. Pensando nisso, eu fiz uma seleção das canções que eu não paro de escutar. Então, Youtube aberto e aperta o play! ;-)

Uma parte da trilha sonora do filme
Mesmo Se Nada Der Certo
1. Step You Can’t Take Back – Keira Knightley 
2. Lost Stars – Versão da Keira Knightley e do Adam Levine.
3. Like a Fool – Keira Knightley
4. No One Else Like You – Adam Levine 
5. Higher Place – Adam Levine
6. Tell Me If You Wanna Go Home – Keira Knightley 
7. Coming Up Roses – Keira Knightley 
Adorei esse vídeo da música “Like a Fool”. 
;-)
Gostaram? Espero que sim! ;-) Ah! Eu sei que a semana acabou de começar, mas se você tiver um tempinho corre para o cinema e assiste. A gente sai da sala leve, feliz e com uma sensação boa. Sem falar que tem o Adam Levine no elenco. Tudo bem que ele aparece com uma barba ridícula, mas até assim ele consegue arrancar suspiros da pequena blogueira que vos bloga. Hahaha! Deixando o “piriguetismo” de lado, segue o trailer do filme. Já falei que vale muito a pena? 
O cenário principal é a música. E vamos combinar, quem não gosta? Teve uma cena, que eu não sei se eu entendi direito, mas diz que nesses filmes as trilhas sonoras dão um toque a mais nas cenas, que de repente não teriam tanta importância se não fosse a música de fundo. A mesma coisa serve para o nosso dia a dia, né? Momentos que poderiam passar sem a menor importância, ficam mais relevantes com uma trilha sonora. ♥
Podem opinar à vontade!
Um beijo, C. 

17

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017