01.07.2015
* PJ Leu: Amy & Matthew! ♥
E a dica literária da semana é Amy & Matthew, da autora Cammie McGovern. Confesso que a capa me chamou mais atenção, mas o conteúdo não deixa nadinha a desejar. Vamos lá? ;-)

Sinopse: Matthew sabia quem era Amy, mas não fazia a menor diferença! Afinal, ele também sabia quem eram várias outras pessoas e nem por isso era amigo delas. Amy vivia numa cadeira de rodas, não conseguia verbalizar com ninguém. Só com a ajuda de um computador, ela conseguia se expressar. Porém, mostrava para os outros que era feliz o tempo todo. Até o dia em que Matthew disse a Amy tudo o que pensava sobre sua eterna fachada de felicidade. Sendo assim, Amy viu que era exatamente disso que precisava. Durante um período, Amy seleciona alguns “amigos” para ter ajuda extra na escola (pegar livros, colocá-la no carro e tal). A partir daí, Amy e Matthew viram inseparáveis e ela acaba descobrindo que ele também precisa de ajuda (tanto quanto ela). E quando a relação, que começou com uma amizade, se transforma em outra coisa que nenhum dos dois esperava e nem sabem definir, eles percebem que tudo foi dito…. exceto o que mais importava. ;-) 

Editora: Galera Record 
Autora: Cammie McGovern 

Minha opinião: A história é bem intensa! Casais mais novinhos realmente levam tudo ao pé da letra, mas alguns podem ensinar como se comportar como um adulto. Não é mais uma história de amor, vai além. Fala de amizade, principalmente. Ajudar um ao outro, independente de qualquer coisa. Ah! Não sei se é exatamente igual, mas Amy sofre da mesma doença que o físico Stephen Hawking. Sobre Matthew… Bom, aparentemente ele vive melhor do que ela, porém seus conflitos internos, não o deixam 100% feliz. Nessa parte me identifiquei e até me ajudou um pouco! ♥ 
O livro aborda assuntos sérios, mas não deixa a gente deprimida. E eu adoro isso! Tirei várias lições, mas as principais: a gente tem que encarar de frente os problemas. Viver experiências, mesmo se o risco for enorme. E que a gente pode até fracassar várias vezes, mas a cada “derrota” estamos mais perto da vitória. Em relação aos personagens, adorei os dois principais. São encantadores, mesmo com as suas manias, ideias. Achei a mãe dela mega protetora e até senti raiva em alguns momentos, mas acho que no lugar dela seria assim também (ou até pior). Mas o meu preferido: o ex professor da Amy. No começo ele até pode parecer um antipático, mas depois a gente entende o que ele quis dizer. 
Mega recomendo o livro! A leitura é leve, cada capítulo fica mais interessante (pelo menos eu achei) e quando termina a gente fica com gostinho de quero mais. Ah! Confesso que eu imaginei outro final, mas tudo bem. E eu sei que já falei da capa, mas ela é linda e lembrou muito a do livro “Eleanor & Park”. 
Ainda não leu? Fica a dica! Já sabe a história todinha? Conta o que achou! ;-) 
Beijos,
Carol. 

5
17.02.2015
* PJ Leu: A Vingança Veste Prada! ♥
E a primeira indicação literária do ano é A Vingança Veste Prada, da autora Lauren Weisberger. Para quem não sabe é a continuação da história O Diabo Veste Prada, que virou filme em 2006. Comprei esse livro na Bienal do Livro em 2013, mas só consegui ler no final do ano passado. Enfim, vamos lá? ;-) 
Sinopse: A vida de Andy Sachs mudou muito desde os tempos de assistente da poderosa diretora Miranda Priestly. De seu passado na revista Runway restaram apenas pesadelos e ataques de pânico ao se lembrar da ex-chefe e, por incrível que pareça, uma amizade com Emily, antiga companheira de trabalho. Juntas, as duas resolveram fundar uma revista especializada em cobrir glamorosos casamentos. Sofisticada, estilosa e de bom gosto, The Plunge é uma Runway para noivas. Além do seu “novo” trabalho, Andy está prestes a se casar com Maxon Harrison, um dos “melhores” partidos de Nova York. 
Tudo parece estar em perfeita ordem, mas não por muito tempo. No dia do seu casamento e durante a lua de mel, surpresas acontecem nos momentos mais inoportunos. E como se não bastasse, parece que o pior dos pesadelos voltou para assombrar os dias dela e da Emily. Com o grande sucesso da The Plunge, o grupo Elias-Clark, onde Miranda reina, vê na revista um ótimo investimento. Com tudo isso, a vida de Andy vai virar de cabeça para baixo. Tudo está por um fio: sua amizade com Emily, sua nova vida e seu casamento! E tudo isso com a presença pavorosa de Miranda Priestly. 
Nome: A Vingança Veste Prada 
Autora: Lauren Weisberger
Editora: Record
Minha opinião: Antes de embarcar na leitura, li muita coisa ruim sobre a continuação. Mas eu adorei o livro! Me prendeu desde o comecinho até as últimas páginas. A amizade entre as duas me surpreendeu. Aliás, não esperem uma nova Emily, ela continua com o mesmo jeitinho, mas hoje em dia dá para ver que isso não significa que ela não tenha um bom coração. Max me conquistou, mas depois me decepcionou no mesmo grau. Emily idem, mas ela eu perdoei hahaha! A sogra da Andy é uma megera, por favor Deus, não me dê uma sogra assim, ok? Gostei muito de uma das surpresas do livro e, talvez, por isso eu queira tanto uma adaptação cinematográfica. Queria acompanhar a nova vida da Andy nas telinhas! E esse livro me mostrou que se uma história romântica não deu certo no passado, pode ser que no futuro seja a melhor história do mundo. E estou torcendo para que a autora escreva um livro contando o que rolou depois do “final”. Ah! Se no primeiro livro (e no filme) eu amava completamente o Nigel, nesse eu só vi o quanto que a gente pode se decepcionar com os personagens. Tudo bem que as pessoas erram, mas nesse caso falsidade tem nome e sobrenome, gente! Quanto a Miranda, não sei se tudo que ela fez foi de propósito, mas sinceramente? A vingança veste Prada hehehe! Mas no final, eu até acho que ela fez um bem para a Andy e todo mundo da vida dela. 
O livro me surpreendeu de uma forma bem positiva. Tudo bem que algumas coisas eu queria que tivessem sido diferentes. Por exemplo, o desfecho da história da The Plunge não foi o meu preferido, mas se a gente olhar para o mundo real, acho que coisas assim acontecem o tempo inteiro. Fica a lição, sabem? Mas tirando isso, gostei bastante da história! E como eu falei, estou mega ansiosa e torcendo para ter esse livro nas telinhas e um terceiro livro também! Só espero que não demore uns 10 anos para a Lauren escrever a continuação, né? hahaha ;p! Enfim, mega indico o livro, meninas! A leitura é leve, divertida e dependendo do ponto de vista podemos tirar lições valiosas em relação à vida profissional. Inclusive, acrescentar itens na nossa listinha de sonhos profissionais. O que eu acrescentei? Trabalhar numa revista estilo The Plunge e ser a minha própria chefe. Mas com um final diferente, por favor! ;-) 
Prontinho, gente! 
Quem leu, pode opinar à vontade! Quem não leu, fica a dica! ♥
Beijocas, 
Carol. 

18

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017