01.07.2015
* PJ Leu: Amy & Matthew! ♥
E a dica literária da semana é Amy & Matthew, da autora Cammie McGovern. Confesso que a capa me chamou mais atenção, mas o conteúdo não deixa nadinha a desejar. Vamos lá? ;-)

Sinopse: Matthew sabia quem era Amy, mas não fazia a menor diferença! Afinal, ele também sabia quem eram várias outras pessoas e nem por isso era amigo delas. Amy vivia numa cadeira de rodas, não conseguia verbalizar com ninguém. Só com a ajuda de um computador, ela conseguia se expressar. Porém, mostrava para os outros que era feliz o tempo todo. Até o dia em que Matthew disse a Amy tudo o que pensava sobre sua eterna fachada de felicidade. Sendo assim, Amy viu que era exatamente disso que precisava. Durante um período, Amy seleciona alguns “amigos” para ter ajuda extra na escola (pegar livros, colocá-la no carro e tal). A partir daí, Amy e Matthew viram inseparáveis e ela acaba descobrindo que ele também precisa de ajuda (tanto quanto ela). E quando a relação, que começou com uma amizade, se transforma em outra coisa que nenhum dos dois esperava e nem sabem definir, eles percebem que tudo foi dito…. exceto o que mais importava. ;-) 

Editora: Galera Record 
Autora: Cammie McGovern 

Minha opinião: A história é bem intensa! Casais mais novinhos realmente levam tudo ao pé da letra, mas alguns podem ensinar como se comportar como um adulto. Não é mais uma história de amor, vai além. Fala de amizade, principalmente. Ajudar um ao outro, independente de qualquer coisa. Ah! Não sei se é exatamente igual, mas Amy sofre da mesma doença que o físico Stephen Hawking. Sobre Matthew… Bom, aparentemente ele vive melhor do que ela, porém seus conflitos internos, não o deixam 100% feliz. Nessa parte me identifiquei e até me ajudou um pouco! ♥ 
O livro aborda assuntos sérios, mas não deixa a gente deprimida. E eu adoro isso! Tirei várias lições, mas as principais: a gente tem que encarar de frente os problemas. Viver experiências, mesmo se o risco for enorme. E que a gente pode até fracassar várias vezes, mas a cada “derrota” estamos mais perto da vitória. Em relação aos personagens, adorei os dois principais. São encantadores, mesmo com as suas manias, ideias. Achei a mãe dela mega protetora e até senti raiva em alguns momentos, mas acho que no lugar dela seria assim também (ou até pior). Mas o meu preferido: o ex professor da Amy. No começo ele até pode parecer um antipático, mas depois a gente entende o que ele quis dizer. 
Mega recomendo o livro! A leitura é leve, cada capítulo fica mais interessante (pelo menos eu achei) e quando termina a gente fica com gostinho de quero mais. Ah! Confesso que eu imaginei outro final, mas tudo bem. E eu sei que já falei da capa, mas ela é linda e lembrou muito a do livro “Eleanor & Park”. 
Ainda não leu? Fica a dica! Já sabe a história todinha? Conta o que achou! ;-) 
Beijos,
Carol. 

5

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017