25.09.2017
* Bienal do Livro: Top 5 – livros de autores nacionais! ♥

E o primeiro post sobre a Bienal do Livro está no ar. \o/ Resolvi preparar um top 5 de cinco livros, de autores nacionais, que conheci no evento. Alguns já conhecia de nome e por alto, mas só nos dias que fui, que fiquei sabendo mais da história de pertinho mesmo! Vamos lá? ;-)

Top 5 - Bienal do Livro - PJ - 1Crédito das imagens: Saraiva
Crédito da montagem: Pequena Jornalista 

1. Turma da Mônica Jovem – Contos: Uma viagem inesperada
Autoras: Babi Dewet, Carol Christo, Pam Gonçalves e Melina Souza
Editora: Nemo
Sinopse: O que pode acontecer numa viagem inesperada? Tudo! As personagens da Turma da Mônica Jovem estão reunidas, pela primeira vez, em um livro de contos. Mônica, Magali, Denise e Marina embarcam em aventuras inéditas, cada uma com um destino especial. Mônica parte rumo à Coreia do Sul, em um tour inesquecível, repleta de k-pop, cores e aventuras. Magali tem seus planos virados de cabeça para baixo e acaba em Paraty, onde gastronomia e novas amizades se misturam. Marina desenvolve um novo lado artístico em Londres – com direito a chá, saudades, encontros e desencontros. E Denise, por ter se metido numa encrenca, é mandada de castigo para um acampamento na Serra Catarinense. Prepare as suas malas e acompanhe as garotas em viagens pelo Brasil e o mundo, com romances, confusões e aventuras!
Observação da Pequena: Era o livro que eu mais queria comprar. Afinal, Turma da Mônica marcou uma época da minha vida. Mas como ele estava um pouco acima do meu orçamento, deixei para um possível livro oculto (né, friends blogueiras Nina e Rai? hahaha). Brincadeirinha (com fundo de verdade), em breve, garanto o meu exemplar! ;p

2. Uma história de verão 
Autora: Pam Gonçalves
Editora: Galera Record
Sinopse: É o último verão de Analu perto de casa antes da faculdade. Entre a dificuldade de se entender com seus pais, que queriam que ela cursasse Direito e não Cinema, e as persistentes comparações com seu gêmeo, André Luiz, o grande exemplo de filho que faz tudo para agradar, a garota está cansada de tanta hipocrisia e da cobrança de todos e só quer aproveitar suas férias com os amigos. O lugar é lindo, o clima está ideal e não faltam lembranças em cada cantinho da praia. Pena que nem todas são boas: a primeira decepção amorosa e grande paixão de Ana Luísa, Murilo, está de volta depois de dois anos com o sorriso cafajeste de sempre e novas promessas. De um lado, o futuro em uma nova e incrível cidade, São Paulo; do outro, os amigos, a família e um amor traiçoeiro que ao mesmo tempo machuca e envolve.
Observação da Pequena: Foi a minha primeira compra na Bienal. A Record colocou ele por R$ 24,00 ou R$ 26,00! Aliás, era um dos melhores stands. Cheio de promoções! Fora, que eu acho que é bem o tipo de livro que gosto. Vou ler no próximo mês, ai conto para vocês! ;-)

3. #Fui
Autora: Viviane Maurey
Editora: Globo Alt
Sinopse: Lully vai realizar o sonho de uma viagem de intercâmbio nos EUA, quando se vê em uma encruzilhada e é obrigada a fazer uma escolha determinante para o resto de sua vida. A viagem acaba revelando o quanto suas certezas e seguranças podem ser frágeis, e que quem parte em uma grande jornada, dificilmente voltará a ser a mesma pessoa de antes.
Observação da Pequena: Fiquei bem curiosa para ler, mas não consegui comprar na Bienal. Só que está na minha listinha de próximas compras! Amei a capa e o título!

Top 5 - Bienal do Livro - PJ - 2Crédito das imagens: Saraiva
Crédito da montagem: Pequena Jornalista 

4. Trago seu amor de volta sem pedir nada em troca
Autor: Ique Carvalho
Editora: Sextante
Sinopse: O que é o amor? O amor não é uma pergunta. É a resposta para tudo! (sinopse curta, mas é aquela que diz tudo)
Observação da Pequena: Tem título mais maravilhoso? Ganhei esse livro da editora e estou louca para ler (queria ter o poder de ler mais de um livro por vez, mas a minha lerdeza não me permite hahaha). Falando nisso, conheci de pertinho o Ique e MEU DEUS. Que autor mais incrível. Foi um dos melhores momentos da Bienal. Pretendo fazer um post sobre isso depois! ;-)

5. Quinze Dias 
Autor: Vitor Martins
Editora: Globo Alt
Sinopse: Felipe está esperando por esse momento desde que as aulas começaram: o início das férias de julho. Finalmente ele vai poder passar alguns dias longe da escola e dos colegas que o maltratam. Os planos envolvem se afundar nos episódios atrasados de suas séries favoritas, colocar a leitura em dia e aprender com tutoriais no YouTube coisas novas que ele nunca vai colocar em prática. Mas as coisas fogem um pouco do controle quando a mãe de Felipe informa que concordou em hospedar Caio, o vizinho do 57, por longos quinze dias, enquanto os pais dele estão viajando. Felipe entra em desespero porque a) Caio foi sua primeira paixãozinha na infância (e existe uma grande possibilidade dessa paixão não ter passado até hoje) e b) Felipe coleciona uma lista infinita de inseguranças e não tem a menor ideia de como interagir com o vizinho. Os dias que prometiam paz, tranquilidade e maratonas épicas de Netflix acabam trazendo um turbilhão de sentimentos, que obrigarão Felipe a mergulhar em todas as questões mal resolvidas que ele tem consigo mesmo.
Observação da Pequena: Conheci o autor nessa Bienal e GENTE! Muito fofo! Tem cara de ser uma história leve, divertida e que carrega um monte de lições. Está na minha listinha de próximos livros que eu quero comprar!

***

É isso, gente! :) Claro que a listinha de livros de autores nacionais vai além. Por isso, estou pensando em preparar um post parte dois e publico em outubro, ok?
Enquanto isso, me contem se conhecem algum desses autores. Se já embarcaram em alguma dessas histórias. Enfim, podem opinar à vontade! 

Beijos, Carol.

Fan Page ♥ Instagram 


2
18.09.2017
* Inspiração do dia: aguardando a primavera! ♥

PJ - Inspiração do dia - 18.09Crédito da imagem: Lovely Pepa 

Ei, pessoal. O inverno já está chegando ao fim! Dá um aperto no coração (eu amo o frio hahaha), mas a nova temporada tem o lado bom também: looks lindos como esse do post do dia.  Peças que destacam os ombros e essa cor rosinha bebê tem tudo a ver com a primavera e o verão. E nem preciso dizer que tênis branco já virou item básico  do guarda-roupa, né? De resto, é só se jogar e aproveitar essas tendências. ;-)

Vocês gostam da inspiração do dia? Podem opinar à vontade!

Beijos, Carol.

Fan Page ♥ Instagram 


5
14.09.2017
* PJ Leu: Tudo e todas as coisas! ♥

Ei, Gente! Andei sumida, eu sei. A vida está bem corrida, mas estou tentando colocar tudo em ordem. Enquanto isso, tem dica literária no post do dia. Dessa vez: Tudo e todas as coisas, da autora Nicola Yoon. Recebi esse livro da Arqueiro (parceira do blog) e já posso adiantar que  amei tanto quanto o filme. Então, boa resenha para vocês! ;-)

Tudoetodasascoisas_CapaWEBLivro: Tudo e todas as coisas | Editora: Arqueiro | Autora: Nicola Yoon
Crédito da imagem: Arqueiro 

Sinopse: Um romance que conta a história da Madeline, uma adolescente que tem uma doença rara. Isso significa que ela é basicamente alérgica ao mundo. Há 17 anos, nossa protagonista não coloca o pé para fora de casa. As únicas pessoas que ela tem contato direto são: a mãe e a enfermeira Carla. Mas tudo muda quando um caminhão de mudança para na frente da casa ao lado. Madeline olha pela janela e dá de cara com um cara alto, magro e, aparentemente, ama preto. Seu nome? Olly. O significado? Ele irá provocar uma mudança na vida dela e ela na dele. Se isso será uma catástrofe? Ninguém sabe, mas imagina… ;-)

Minha opinião: O que falar desse livro, gente? É o tipo de história que você abraça bem forte no final e se apaixona por cada capítulo. Devorei esse livro em menos de uma semana e fiquei com vontade de saber mais e mais. Assisti ao filme primeiro, mas mesmo assim ler não perdeu a graça. Vale muito a pena, principalmente para tirar algumas dúvidas e entender melhor outras questões.

Os personagens cativam o leitor desde a primeira página. Principalmente, o casal protagonista. Olly definitivamente é o meu crush literário atual! Madeline é forte e tem o poder de inspirar muita gente. Bom, pelo menos inspirou. Dá um aperto saber da doença, mas a autora desenvolveu a história de um jeito que dá para sentir várias coisas ao mesmo tempo. Desde suspiros apaixonantes até medo!

A leitura é leve, emocionante e prende. As ilustrações dão um toque a mais e fazem toda a diferença! Sobre a mãe dela: me deu raiva, mas acho que não cabe a gente julgar as atitudes, sabem? Tudo bem que toda ação tem uma reação, entretanto, acredito que ela mereça uma segunda chance. Mas não pode sair totalmente impune. Tem que ter a consciência do que fez, sem dúvida! Acho que foi um dos aprendizados. Julgar menos, porém seguir a vida é o principal.

Achei o livro bem mais realista do que filme. Mas preciso dizer que não imagino outros atores interpretando os papeis principais! Adorei as menções ao livro O Pequeno Príncipe. É um detalhe que também faz toda a diferença.

É isso, pessoal. Quem já leu, conta o que achou. Ainda não? Recomendo e MUITO! 

Beijos, Carol.

Vale a leitura: Para assistir – Tudo e todas as coisas!

Fan Page ♥ Instagram


2
01.09.2017
* Metas literárias de setembro! ♥

Ei, Pessoal. Tudo bem? Agosto foi um mês bem agitado e não consegui cumprir direitinho o Beda. Mas são coisas que acontecem, né? Ainda bem que tem setembro e pretendo voltar com a programação normal do blog. Posts de 2ª a 6ª feira! Assim não fica pesado e eu consigo me organizar direitinho. Bom, assim espero. Mas vou fazer de tudo para dar certo! Sem esquecer de cumprir também as minhas metas literárias (algumas eram de agosto, porém não rolou), que inclusive trouxe para o post de hoje. Vejam só! ;-)

Metas literárias de setembro 2017 - PJCrédito das imagens: Saraiva, Travessa e Arqueiro

1. Meus dias com você (Clare Swatman – Editora Arqueiro)
Meusdiascomvoce_CapaWEB (1)
Sinopse: Quando o marido de Zoe morre, o mundo dela desaba. Mas e se fosse possível tê-lo de volta? Numa fatídica manhã, Ed e Zoe têm uma discussão terrível, algo recorrente no seu casamento em crise, e ela acaba se despedindo de forma brusca quando ele sai para o trabalho. Pouco tempo depois, um ônibus acerta a bicicleta de Ed, matando-o e deixando Zoe arrasada por não ter lhe dito quanto o amava. Se tivessem ficado mais um pouco juntos aquela manhã, ele ainda estaria vivo? Será que poderiam ter reconstruído o amor que os unira?

Após dois meses, Zoe ainda não conseguiu se conformar. De luto, decide cuidar do jardim do marido, quando acaba caindo e desmaiando. Então, algo estranho acontece: ao acordar, ela está em 1993, no dia em que conheceu Ed na faculdade. A partir desse instante, Zoe passa a reviver momentos cruciais de sua vida e percebe que talvez tenha conseguido uma segunda chance: uma oportunidade de fazer tudo diferente, de focar naquilo que realmente importa, de mudar os rumos do relacionamento – e, quem sabe, o destino de seu grande amor.

2. Blogueiras ponto com (Organizado pela Thati Machado, do blog Nem te conto)
d08062bc-8410-4df7-a48d-daf52ae0c7e9
Sinopse: 
Oito histórias. Oito protagonistas. Uma paixão em comum: blogar! Nas páginas desse livro, vamos conhecer oito garotas diferentes com um sonho em comum. Seja falando de livros, música, comportamento ou viagem, tudo o que elas querem é compartilhar interesses e fazer novos amigos. No caminho, contudo, elas descobrirão que a blogosfera tem muito mais a oferecer.

3. Como agarrar uma herdeira (Julia Quinn – Editora Arqueiro)
Comoagarrarumaherdeira_CapaWEB
Sinopse: 
Quando Caroline Trent é sequestrada por engano por Blake Ravenscroft, não faz o menor esforço para se libertar das garras do agente perigosamente sedutor. Afinal, está mesmo querendo escapar do casamento forçado com um homem que só se interessa pela fortuna que ela herdou.

Blake a confundiu com a famosa espiã espanhola Carlotta De Leon, e Caroline não vai se preocupar em esclarecer nada até completar 21 anos, dali a seis semanas, quando passará a controlar a própria herança milionária. Enquanto isso, é muito mais conveniente ficar escondida ao lado desse sequestrador misterioso. A missão dele era levar “Carlotta” à justiça, e não se apaixonar por ela. Depois de anos de intriga e espionagem a serviço da Coroa, o coração dele ficou frio e insensível, mas essa prisioneira se prova uma verdadeira tentação que o desarma completamente.

4. Amor & Gelato (Jenna Evans Welch – Editora Intrínseca)
download (1)
Sinopse: 
Um verão na Itália, uma antiga história de amor e um segredo de família. Depois da morte da mãe, Lina fica com a missão de realizar um último pedido: ir até a Itália para conhecer o pai. Do dia para a noite, ela se vê na famosa paisagem da Toscana, morando em uma casa localizada no mesmo terreno de um cemitério memorial de soldados americanos da Segunda Guerra Mundial, com um homem que nunca tinha ouvido falar. Apesar das belezas arquitetônicas, da história da cidade e das comidas maravilhosas, o que Lina mais quer é ir embora correndo dali. Mas as coisas começam a mudar quando ela recebe um antigo diário da mãe. Nele, a menina embarca em uma misteriosa história de amor, que pode explicar suas próprias origens. No meio desse turbilhão de emoções, Lina ainda conhece Ren e Thomas, dois meninos lindos que vão mexer ainda mais com seu coração. Uma trajetória que fará Lina descobrir o amor, a si mesma e também aprender a lidar com a perda.

***

É isso, gente! ;-) Já estou lendo o primeiro da listinha e, como de costume, vou postar a resenha de cada um aqui no blog, ok?
Agora me contem: quais são as metas literárias de vocês?

Beijos, Carol. 

Fan Page ♥ Instagram


4
25.08.2017
* {Beda 25} – PJ Entrevista: Raffa Fustagno! ♥

Ei, Gente! Mais uma vez sumi por aqui, mas tive um pequeno problema com o servidor. Ainda bem, que eles resolveram e estou de volta! :) Daí, para essa sexta-feira, preparei para vocês uma entrevista muito especial e que é uma inspiração nessa blogosfera literária: Raffa Fustagno, dona do blog A menina que comprava livros e autora do “O livro da menina” e “Blogueiras.com“. Espero que gostem! 

Entrevista Raffa Fustagno - PJ - 1PJ Entrevista: Raffa Fustagno 

1. Alguma curiosidade do “O livro da menina” e “Blogueiras.com” que quase ninguém saiba? Aliás, como foi todo o processo? 
R: “O Livro da Menina” e “Blogueiras.com” foram convites incríveis. Um veio da editora e outro de uma amiga linda e talentosa (a Thati Machado!). Minha memória nem sempre é maravilhosa, mas acho que nunca contei que quando recebi o convite do primeiro e a editora sugeriu que tivesse muitas partes interativas, eu que já sou super fã de livros interativos, virei a louca dos livros de preencher. Eu comprei em uma tacada só 8 livros do gênero para pesquisa, em inglês e em português. Eu queria ter ideias, não queria nada de colorir, mas pensei “O que você gostaria de preencher?” e fiz de um modo que eu me divertiria preenchendo! No Blogueiras.com, o processo de pesquisa foi vendo filmes, eu assisti 2 vezes (e nem lembro quantas vezes já tinha visto antes disso…mas muitas!) “E O vento Levou” e “A Rosa Púrpura do Cairo”, pois queria me inspirar ainda mais e o resultado acho que deu certo. Amo esses filmes!

2. Escrever livro ou “blogar” sobre eles? Comente um pouco sobre as dores e delícias de ser blogueira literária e autora!
R: Quando a gente bloga, damos nossa opinião ao resenharmos, e talvez lá no início eu não tivesse tanta noção de como escrever um livro é se doar. Amo blogar, não me vejo sem postar na Menina e alimentar todas as redes sociais possíveis. Mas descobri que ser autora é muito difícil. A gente tem uma vaga noção quando entrevista os autores, porém quando lança seu próprio livro, vê como é complicado ser lido e manter as amizades. Conheci muita gente bacana e vivi momentos maravilhosos, tanto como autora quanto blogueira. Na verdade, mais como blogueira. Afinal, são 7 anos blogando e nem fiz 1 ano de livro lançado ( completo em novembro). Mas os dois meios tem gente que sente inveja, gente que te decepciona. É o ser humano e seu ego incurável agindo em todas as profissões! Infelizmente, a gente tem que matar um leão por dia, não é fácil, Mas quando algo dá certo ou quando uma mensagem fofa de um leitor e/ou seguidor chega para te animar, você esquece de tudo isso.

3. Pergunta difícil: quais são os três livros (não podem ser os que você escreveu rs) que salvaria de um possível incêndio na sua biblioteca?
R: Eu poderia dizer o dos meus autores favoritos, mas esses eu poderia comprar novamente. Então, certamente eu salvaria um livro autografado pelo Mauricio de Sousa (tenho uns 6 rs… Mas ok, escolheria um), o livro “Seis Anos Depois”, que está autografado por Harlan Coben. E aí fica difícil porque eu não sei se escolheria o livro da Anne Rice ou da Jojo Moyes. Mas acho que da Anne, ela é mais difícil de voltar ao Brasil.

Entrevista Raffa Fustagno - PJO livro da Menina! 

4. O blog da Menina completou sete anos. Quais são os ingredientes fundamentais para manter um cantinho tanto tempo na internet?
R: 
Resiliência. Acho que não encontro outra palavra. Antes de publicar os livros, nunca tinha ganho um tostão. Então, o primeiro ponto importante é não esperar que ele faça sucesso logo de cara, que você ganhe como a Kéfera, que a vida seja só seguidores dizendo que te amam. Porque infelizmente a vida tem Hater para caramba! Mas não pode se deixar abalar, blogar é muito de tirar do próprio bolso, é dormir pouco para colocar uma postagem importante no ar, é saber que nem sempre você poderá cobrir eventos porque tem faculdade ou trabalho… Tem outro fator que acho que faz diferença: fazer eventos é um diferencial, você fica mais próximo de quem te lê, você se sente amiga (e vira mesmo!) daquela pessoa que te acompanha online. E é não desistir NUNCA! A vida é feita de mais nãos dos que sim, né?

5. A Raffa leitora e autora tem alguma mania peculiar na hora de ler, escrever e gravar vídeos?
R: Sim! Eu leio em qualquer lugar: no metrô, no elevador, no avião. Só não leio no ônibus porque enjoo. Para escrever eu preciso ouvir música, pode ser antes, parar e escrever, e pode ser depois. Sempre me inspira! Escrevi “O livro da Menina”, ouvindo Guns n´Roses e Shakira, sou eclética. O “Blogueiras.com”, escrevi ouvindo David Bowie. E agora estou escrevendo para um projeto lindo, que assim que puder divulgar vou ficar super feliz! Mas tem sido Alicia Keys, Frank Sinatra e Nirvana. Bem louco  isso né? Em relação aos vídeos, eu mudo o lugar da casa. É o que é mais fácil, pois o tempo é curto. No meu quarto, tem o lugar que fica meu laptop e já tem câmera e tripé ali, então é mais tranquilo. Mas na sala, eu já gravei muitas vezes também o espaço é até maior, porém, meu marido fica jogando e do nada ele dá uns berros e atrapalha meu vídeo… Então ultimamente tenho optado por gravar no quarto mesmo. Não sei se chamaria isso de peculiar hahaha.

***

Tem como não se inspirar? A Raffa é bem pé no chão e eu adoro isso! Além de ser, mega fofa e divertida! Muito obrigada, viu? Mais e mais sucesso! Muitos eventos, livros, filmes e por aí vai. Você merece!!  Quem tiver na Bienal, é só conferir a agenda dela (no final desse post). Vale a pena pedir uma dedicatória, dar um abraço e conversar com ela. E assim que eu ler os dois livros, conto para vocês!!

20543554_1625249107508482_4264071765204403228_oPartiu Bienal? =)

É isso, pessoal. Podem opinar à vontade e não deixem de seguir a Raffa no Insta, na Fan Page e assinar o canal dela também! E quem quiser comprar os livros, é só entrar na lojinha da Menina. =)

Beijos, Carol.

Fan Page ♥ Instagram 


3

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017