16.03.2020
* Para assistir: Abominável! ♥

Ei, Gente! :) Como o momento pede que a gente fique mais em casa, vou tentar trazer ao máximo dicas para passar esse tempo de forma leve e divertida! Para começar, um filme: Abominável, uma animação fofa e que faz morrer de amores. Vamos lá? Pega a pipoca, o guaraná, que a sessão em casa já vai começar. ♥

Antes de começar, aquele resumo da história: Yi é uma adolescente que vive ocupando o seu tempo para esquecer a sua maior saudade, seu pai. Até que um dia, descobre um yeti no telhado do prédio que ela mora, lá na China. O “abominável” é uma criatura mística que está sendo caçado por pessoas gananciosas. Mas Yi, seus dois amigos e o seu inseparável violino, vão fazer de tudo para levá-lo de volta para casa!

Sabe aquele filme que aquece o nosso coração? É esse! ♥ Ele mostra a importância da família e dos amigos e que, às vezes, o luto pode afastar a gente de outras pessoas que também são importantes, caso não o encare de frente. Tudo bem que a Yi é mais nova e cada um tem o seu tempo, mas acho que essa aventura mostrou isso de forma leve e divertida. No fim, não foi só ela que ajudou Everest voltar para casa literalmente. Todos, inclusive quem a gente achava que era vilão, conheceram o caminho de volta para o seu lar doce lar. :)

Os cenários são encantadores. Tudo bem colorido! E dá vontade de conhecer cada lugar que eles passaram para levar o doce abominável de volta para a sua família. Aliás, amei os amigos dela e como eles se jogaram, sem pestanejar. Quer dizer, um nem tanto, mas ajudou mais do que imagina hahaha. Sua nai nai (avó em mandarim) é uma das personagens mais fofas e queria que ela tivesse aparecido mais. E o que falar das cobrinhas e do ratinho? Amei em um grau, que nem sei!

No mais, a história tem começo, meio e fim e tudo se encaixa de uma forma extremamente mágica. Everest é uma das criaturas mais lindas e a sua relação com Yi é construída de forma tão natural e fofa, que dá vontade de guardar os dois no potinho!

A trilha sonora mega combina com as cenas e faz a gente colocar na nossa playlist diária. Destaque para Fix You (Cold Play) e Beautiful Life (Bebe Rexha). E o que falar da cena final, depois dos créditos (se eu não me engano)? Tanto amor, que nem cabe! ♥ É aquilo: quem se vai, fica para sempre e mostra isso nos pequenos detalhes do dia a dia. Pode apostar!

Enfim, é um filme infantil, mas tenho certeza de que os adultos vão amar também. RECOMENDO e muito! Para quem quiser, assisti no último finde no Now, da Net. E se eu não me engano tem no streaming do Telecine. Se alguém souber de mais algum canal que passe, só acrescentar nos comentários! ♥

Crédito das Imagens desse post: Adoro Cinema

Beijos, Carol.

Post Antigo: Para assistir – Toy Story 4
Fan Page ♥ Instagram


6
13.03.2020
* Post-ajuda: não entrar em pânico e fazer a nossa parte! ♥

Ei, Gente! :) Queria ter feito um outro post, com achadinhos da semana. Mas acho que é quase impossível não falar de um assunto que não seja Corona Vírus. Porém, juro que não vai ser um post para te colocar medo, ok?

No Instagram eu vi uma postagem bem interessante do arroba @habitosquemudam e acho que foi uma das poucas que não me assustou. Informou, mas nada de pânico! E acho que essa palavra no cenário atual é normal, porém, isso só vai causar ansiedade e mexer com psicológico. Às vezes, a gente nem tem nada, mas como é tanta informação, automaticamente, a gente sente tais sintomas do novo vírus. E falo isso por experiência própria!

Enfim, decidi compartilhar e espero que ajude, de alguma forma! :)

Crédito da Imagem: @habitosquemudam

No mais, faça a sua parte, mas sem ficar na neurose (indireta para mim). Pense em todos, principalmente, nos grupos de risco! O que você puder evitar, evite! :) E se ficar em casa for uma opção viável, fique. Trabalhe e nos finais de semana, aproveite para colocar as séries, filmes, leituras em dia. Eu, por exemplo, quero escrever e organizar a minha vidinha!

Ah! Tem sintoma ou teve contato com alguém com sinais do Corona? Vi que tem um Disque Saúde: 136 (UPDATE: esse número, dependendo da sua cidade, pode ser diferente. Então, antes de ligar, veja o certinho, ok? Obrigada pela ajuda Stephanie!). Buscar informações com fontes confiáveis é o melhor que você pode fazer! Por fim, se cuide. Espero que logo logo tudo isso passe e que sirva para a gente pensar mais no próximo, de verdade!

Beijos, Carol. ♥

Fan Page ♥ Instagram 


7
12.03.2020
* Decor PJ: um livro na decoração! ♥

Ei, Gente! :) Livros são para ler, mas está tudo bem se você quiser comprar algum apenas para usar na decoração do seu lar doce lar. Principalmente, aqueles de moda, gastronomia, viagens, arte e por aí vai. Pensando nisso, separei algumas inspirações que encontrei no Pinterest e uma que uso em um cantinho do meu quarto. Então, vamos lá? Bom post para vocês! ♥

Para começar, que tal decorar seu home office com aqueles livros? Pode ser de empreendedorismo ou da área em que atua, que podem ser usados depois de lidos ou esperando chegar a sua vez hahaha. Eu uso muito de blogueiras que me inspiro. E, por exemplo, como trabalho com blog literário, achei bem legal a pessoa ter colocado todos da série “A Seleção” (fique atenta na primeira imagem da montagem).

Cozinha também é um outro lugar que merece livros! Pode ser gastronômico, de vinho ou o que a sua imaginação mandar. E a ideia da cestinha com a colher de pau foi a melhor, na minha humilde opinião! Aliás, quando eu tiver a minha casa, vou usar, fato. ♥

E, claro, que o clássico não ficaria de fora: na sala, perto do sofá. De viagens e/ou moda são os que mais vejo! É objeto de decoração, porém, nada impede de dar aquela olhada com calma e deixar os seus convidados espiares, mas com cuidado, claro hahaha.

Crédito das Imagens: Pinterest
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Na mesinha de cabeceira é outro clichê, mas que não tem como negar: mega combina! Normalmente, coloco lá o livro atual, mas se você tiver espaço, coloque algum com capa fofinha e que tenha a ver com a decor do seu quarto. ;-) Aparador é outro espaço que merece livros também. Não precisa ter um monte. Uns dois com um quadro e um vaso de flores (suculenta, cacto e etc), acho que fica bem clean. Mas o da imagem com mais ficou lindo, da mesma forma.

Crédito das Imagens: Pinterest
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Agora um dos cantinhos que mais amo do meu quarto. Eu comprei há séculos esse livro da Vic, do Dia de Beauté, e ele é mega especial porque tem uma dedicatória da própria (tem uma entrevista com ela aqui). ♥ Fiquei bem satisfeita com esse porta-recado e a mini Torre. Acho que ornou hahaha! Então, aqui vai essa outra dica, mistura o livro com outros objetos de decoração e tal!

Crédito da Imagem e Montagem: Pequena Jornalista

Para finalizar com chave de ouro, separei alguns livros que acho que tem tudo a ver com o post do dia! Ah! Normalmente, não são os mais em conta. Então, a dica é garimpar (brechó, feiras e tal) e/ou investir (Amazon, Travessa e tal) em algum que tenha a ver, de alguma forma, com você e as outras pessoas que moram na casa! :)

Crédito das Imagens: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Ufa. Acho que é isso! Ah! Claro que isso não te impede de ter estantes de livros, mas caso não tenha espaço e queira expor algum, acho que é uma boa opção. No mais, tem alguma outra dica? Compartilha! Quero saber. E me conta: qual livro você mais gosta na decoração do seu lar doce lar? ♥

Beijos, Carol.

Post Antigo: Decor – Prateleiras + Livros
Fan Page ♥ Instagram 


5
11.03.2020
* PJ Entrevista: Fernando Moreira, do Page Not Found! ♥

Ei, Gente! :) Quando eu era rata do Twitter (atualmente, perdi minha senha e não consigo recuperá-la hahaha), um dos arrobas que eu mais amava era do Page Not Found, que na verdade é um blog que conta as situações mais inusitadas da vida!

A propósito, Fernando Moreira, criador desse veículo, escreveu o livroBaseado em fatos reais“, com 14 histórias inspiradas em acontecimentos para lá de diferentes.

E como sou jornalista, tenho um blog que fala de livros e acompanho o Page Not Found, nada mais justo do que entrevistá-lo, né? E rolou \o/! Obrigada, Fernando. Espero que gostem. Eu adorei! ♥

PJ Entrevista: Fernando Moreira

1. Até chegar ao blog Page Not Found: qual foi a parte mais inusitada (ou uma das) da sua carreira jornalística?
R:
Não sei bem se posso chamar de inusitada, mas foi definitiva certamente. E remota ao dia 11 de setembro de 2001. Eu acompanhei ao vivo, pela TV, o choque do segundo avião com uma das Torres Gêmeas, em Nova York. Lembro-me que parei uns longos segundos sem entender exatamente o que estava acontecendo. Pensei que estávamos à beira do colapso mundial. E aquele foi o dia mais longo da minha carreira: eu tinha entrado às 7h e saí às 6h do dia seguinte. Esse evento forjou a minha carreira na editoria internacional. Minha sede de entender (ou tentar) o mundo só aumentava. O Page Not Found nasceu da necessidade de aprofundar essa viagem, até os subterrâneos das notícias mais ignoradas.

2. Falando em blog, o que você acha que o futuro reserva para esse tipo de veículo? Qual seria o seu conselho para inovar?
R: Já há alguns anos se fala que blogs estão com os dias contados. E eles seguem firmes. Até mesmo entre os mais jovens, que são um bom termômetro para testarmos a durabilidade de fenômenos de mídia. O meu conselho é descobrir um nicho. Não adianta sair disparando a esmo para todos os lados. Você tem que ser bom e cada vez melhor em um universo específico. E se abrir para as novas tecnologias e as novas formas de contar histórias e se mostrar ao mundo. E as possibilidades são enormes.

3. Conta um pouco sobre a rotina do Page Not Found (seleção dos posts e etc).
R: O Page nasceu do vácuo que a dita imprensa tradicional deixava para notícias consideradas inusitadas, bizarras, insólitas. Ainda são assuntos considerados menores por muitos. A minha rotina é fuçar em sites mundo afora quais as histórias mais esdrúxulas, mais curiosas, mais impactantes. Mas, apesar de a imprensa que se considera mais “séria” negar o seu DNA nessa cobertura, volta e meia encontro boas histórias em sites bem clássicos, como o do New York Times, do Guardian, do Independent, da CNN. Redes sociais são outro universo onde boas e insólitas histórias costumam desfilar. Antes de ser jornalista, preciso ser garimpeiro.

Crédito: Reprodução Blog Page Not Found

4. Quanto ao livro “Baseado em fatos reais”: o que o leitor, que ainda não embarcou, pode esperar? E como foi o processo de escrita, do início ao fim?
R:
O livro é uma espécie de acerto de contas. As postagens do Page são curtas, geralmente elas se prendem a um fato específico. Algumas lacunas ficam abertas: o que aconteceu antes desse fato, o que vem depois dele? No livro, eu respondo essas questões. Porém com ficção. São 14 contos, que flutuam entre realidade e fantasia. Eu parti de fatos noticiados no blog e me permiti imaginar um cenário mais rico e denso no entorno dessas histórias reais. O processo é uma provocação: o que há de real e imaginário nos contos? O que há de real e imaginário nas nossas vidas?

5. Pergunta clássica do Pequena Jornalista: teve um incêndio na parte de livros de jornalismo da sua biblioteca, quais são os 3 que você salvaria?
R: “1984“, de George Orwell, uma obra atemporal de ficção recheada de realidade, que deveria ser uma bíblia para os jornalistas, “Notícias de um Sequestro“, de Gabriel García Márquez, pela maestria da narrativa, e “A Sangue Frio“, de Truman Capote, que me inspirou muitíssimo, por ser uma mescla de jornalismo e literatura.

***

E o quanto essa entrevista me inspirou? Principalmente, em relação ao blog! Mais uma vez: obrigada, Fernando. Quem quiser saber das notícias mais inusitadas da vida, só clicar aqui. Quer ler o livro? Corre aqui! Assim que eu embarcar, publico a resenha, combinado?

No mais, podem opinar à vontade!! :)

Beijos, Carol.

***

Post Antigo: PJ Entrevista – Nathalia Fuzaro
Fan Page ♥  Instagram 


7
10.03.2020
* PJ News – Março: Girl Power! ♥

Ei, Gente! :) Todos os dias, são delas. Mas março é aquele mês escolhido e tudo bem. Então, no PJ News da vez tem coisa girl power e tal. Espero que gostem. Bom post! ♥

Para começar, um filme que marcou a infância de muitas: Mulan. Confesso, que nunca foi o meu favorito da Disney, eu nem sei se cheguei a vê-lo completinho. Mas, como a China está mais presente no meu dia a dia e é uma personagem bem Girl Power, é um dos live-actions que estou ansiosa para embarcar! Quer saber mais e ver o trailer? Corre aqui. ;-)

E, claro, não poderia faltar livro nesse PJ News, né? A Arqueiro (eterna parceira do blog) lança esse mês o 2º da trilogia Bevelstoke, escrito pela Julia Quinn (rainha dos romances de época): O que acontece em Londres, que pelo que eu entendi conta a história da Olivia, a amiga da Miranda, no 1º livro. Quer mais informações? Clica aqui.

Ah! E esse mês tem show do Backstreet Boys no Brasil. No RJ, é na sexta e, em São Paulo, no sábado. Eu vou? Não (acabaram os ingressos mais em “conta” rápido demais “/), porém, fiquei apaixonada por essas blusas da Ophelia. Como não amar? Sério? Para saber mais, só clicar aqui. ♥

Crédito das Imagens: Adoro Cinema, Insta Arqueiro e Insta Loja Ophelia
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

E agora tem Banca do Bem com o lançamento da coleção Humanas: mulheres que são a história. ♥ São dois produtos, um box de cartões comemorativos e livro-pôster. E assim como todos os produtos dessa loja linda, uma venda vira uma transformação social. Esse pôster, por exemplo, vira 2 horas de aula e mentorias para as mulheres via Instituto RME. Para mais informações, clica aqui.

Por fim, mas não menos importante: achocolatado de Prestígio, um dos meus chocolates favoritos da vida! Obrigada, Nestlé. A linha é limitada e só quero experimentar AGORA! E vocês? :)

Crédito das Imagens: Insta Banca do Bem e Insta Garotas Estúpidas
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

****

É isso, pessoal. Agora me contem: qual foi o lançamento que mais vocês amaram? Podem opinar à vontade! :)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Diário de Viagem – Cho-co-la-te!
Fan Page ♥  Instagram 


0

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2020