18.05.2014
* Para pensar: Fundo do poço! ♥
“Tão real como a própria vida. E nos ensina algo sobre a felicidade: só podem experimentá-la em toda sua intensidade aqueles que viveram grandes altos e baixos, porque trata-se de um jogo de contrates. Aqueles que navegam sempre pelo espectro médio das emoções jamais conhecerão a essência da vida. Esse é o ensinamento do poço: às vezes é necessário tocar o fundo para entender a grandeza do céu.”
Trecho do livro “O Melhor Lugar do Mundo é Aqui”
Viu, gente? O fundo do poço nem sempre é ruim!  ;-)
Tudo depende do ponto de vista e eu adorei olhar por esse lado. Às vezes é necessário e nos ensina muito o tal do fundo do poço. Quer uma dica? Sempre quando eu tenho vontade de chorar e posso, eu esgoto as lágrimas. Durante 20 minutos (às vezes eu passo, às vezes sobra tempo), depois respiro, dou conselhos para mim e pronto. No dia seguinte, acordo bem melhor. Ah! Hoje eu acordei bem melhor! ♥
Boa semana! 
Um beijo, C. 
P.S: Crédito da Foto – We ♥ It. 

7
17.05.2014
* Casamentos: Registros (além dos noivos)! ♥
Olá, Gente, tudo bem? 
Nessa semana, a revista Sorria compartilhou no Face um link do site Buzz Feeds, com lindas fotos de casamentos. Não só de momentos exclusivos dos noivos, mas também da daminha emocionada, madrinha chorona, noivo levando o pai na cadeira de rodas até o altar, avós levando as alianças com o priminho e por aí vai. Até porque o momento é dos noivos, mas os outros personagens também são peças fundamentais para a história ficar mais completa e feliz. Registros emocionantes, gente! Separei as minhas imagens preferidas. Confiram! Ah! Os registros são de fotógrafos brasileiros. ♥ 

Tem como não se emocionar com as lágrimas dessa daminha? 
Foto: Alexandre Borges
O pai do noivo sofreu um acidente e perdeu os movimentos das pernas. 
O noivo fez questão de empurrar a cadeira até o altar. 
Foto: Nelson Alves Jr. 
A noiva consolando a madrinha chorona. 
Carol e Gê, vou ficar assim hahaha ;p
Foto: Mansano Fotografia 
A mãe do noivo morreu quando ele era criança. No dia do casamento, 
fez questão de colocar a foto dela na paletó. Durante a cerimônia 
acabou escorregando para dentro. Na hora,
a noiva fez questão de ajeitar. ;`)
Foto: Nelson Alves Jr. 
Os noivos pediram para que os avós 
e o priminho levassem as alianças.  
Foto: Nelson Alves Jr.
Noivo aos prantos. Existe coisa mais fofa 
que o noivo chorando? Meu marido também 
vai ter que chorar! hahaha ;p
Foto: Alexandre Borges
Nessa foto, a noiva acabou de receber um abraço da sua irmã, 
que está de mudança para outro estado. Depois disso, o 
noivo (fofo) consola a noiva. Um gesto tão simples (e tão lindo)!  
Foto: Mansano Fotografia
Muito lindo e de chorar, né? =)
Vale a pena o clique no site e conferir as outras imagens!
Podem opinar à vontade!
Um beijo, C. 

6
16.05.2014
* Mini Roteiro Cultural: Terra da Garoa! ♥
Olá, Gente, tudo bem?
Fim de semana combina também com programação cultural, né? Seja com a família, namorado, amigos ou sozinha. Além de ser um programa diferente, a diversão é garantida e sempre levamos para a casa um pouco mais de cultura, que é sempre bom. Da última vez que fui para São Paulo, conheci a Pinacoteca, o Museu da Língua Portuguesa e, de quebra, uma exposição da Alemanha de A a Z. Aprendi, gastei menos que um lanche no McDonald’s e me senti a paulista andando de metrô sozinha hahah. Para quem está com viagem marcada para a terra da garoa ou mora na cidade (e quer conhecer mais), segue um mini roteiro cultural. ;-)

Crédito das fotos:
Pequena Blogueira que vos bloga.

O roteiro começa pelo Museu da Língua Portuguesa. Muita história em apenas três andares! Até o dia 20 de julho desse ano, podemos ver no 1º andar a exposição “Narrativas Poéticas – Coleção Santander Brasil”. São obras de diferentes artistas acompanhadas por fragmentos de poesias de renomados autores brasileiros. Já no segundo andar, tem uma tela ultra giga apresentando filmes que mostram a nossa língua no dia a dia e na história de seus usuários. Também podemos nos divertir e aprender no beco da palavras, palavras cruzadas, linha do tempo, entre outros. E para terminar com chave de ouro: o terceiro andar, meu preferido! Como tem horário marcado o filme que passa no auditório, comecei por ele. Assistimos um filme de 10 minutos sobre a origem da língua portuguesa e depois entramos numa espécie de planetário da língua, onde fica a Praça da Língua. Essa sala é composta por imagens projetadas e áudios com coleções de lindos trabalhos da literatura brasileira. Quem é apaixonado por palavras, vai sair de lá mais ainda! ♥

Crédito das fotos:
Pequena Blogueira que vos bloga.

Nesse meu curto passeio cultural pela terra da garoa, acabei conhecendo também a exposição Alemanha de A a Z. Uma mostra que apresenta um pouco da cultura alemã, a sua história e a língua deles. Vale aproveitar cada letrinha desse passeio. Fica no próprio Museu da Língua Portuguesa, a entrada é gratuita e fica por lá até o dia 1º de junho!

E para finalizar, quando atravessamos a rua, damos de cara com a Pinacoteca, o museu de arte mais antigo de São Paulo. Na verdade, eu dei um pulinho. O cansaço venceu e eu acabei não aproveitando (praticamente nada). Tenho que voltar lá para dar a minha opinião mesmo! Mas vale acrescentar no roteiro, ok? O ingresso é R$ 6,00 e toda quinta e sábado, a partir das 17h, não pagamos nada. Ah! A entrada é linda e lembra muito o Museu do Prado, que fica em Madrid.

Acho que é isso, gente! Esse dia me provou que nosso país não é só desgraça, a parte cultural é boa e acessível (o ingresso do Museu da Língua Portuguesa é R$ 6 também, e estudante paga meia). Bom, pelo menos nesses pontos turísticos.

Enfim, podem opinar à vontade e contar o que tem no mini roteiro cultural de vocês! ;-)

Um beijo, C. 

7
14.05.2014
* PJ Entrevista: Autora Fernanda França! ♥

Oi, Gente, tudo bem?

Sabem quem respondeu as perguntinhas do PJ hoje? Simplesmente a autora Fernanda França, que escreveu Malas, Memórias & Marshmallows, um dos meus livros preferidos, que conta a doce e divertida história da jovem jornalista Mel. Tão feliz! ♥
No mini papo, ela contou que o livro MMM terá continuidade e será lançado em breve, antes mesmo da Bienal do Livro, que acontece a partir do dia 22 de agosto em São Paulo. Ah! A autora vai marcar presença por lá. Ela também deu algumas dicas para quem sonha escrever um livro e viver desse mundinho literário. Vamos lá? Bom post! ;-) 
Entrevista Fernanda França 
1. Como surgiu a ideia de
escrever “Malas, Memórias e Marshmallows”? Tem um pouquinho da sua
vida? Conta um pouco! 
R: Olá,
leitores do blog! Um prazer falar com vocês. Malas,
Memórias e Marshmallows é meu segundo livro. Eu me considero mochileira e morei
algum tempo nos Estados Unidos. Tinha algumas histórias dos lugares e resolvi
inserir o enredo da Melissa naquele cenário que eu conhecia. O que ela vive é
dela, mas os cenários são reais. O que posso dizer sobre a identificação com a
personagem é que sou tão esquecida quanto a Mel. Vivo em situações engraçadas
porque minha memória não me ajuda! :-)
2. Soube que MMM terá uma continuação. Quais serão as próximas aventuras da Mel? O que as leitoras podem
esperar? E o lançamento será quando? 
R: Estou
muito feliz por anunciar o lançamento da continuação de Malas, Memórias e
Marshmallows. Ainda não podemos divulgar o nome, mas posso adiantar que apesar
de ser uma continuação, os leitores que não tiveram a oportunidade de ler MMM
também poderão ler o livro novo, que é independente e se passa depois de MMM –
o livro começa na Itália. Para quem leu MMM, vai saber o que aconteceu depois
daquela cena do avião ;-) O lançamento será em breve, antes da Bienal de São
Paulo, feira em que estarei presente, pela editora Planeta. A história se passa
na Europa, com Melissa contando suas aventuras em novos países.
3. Uma curiosidade do livro que
nunca contou para ninguém? Pode contar? :)
R: Uma
história aconteceu de fato comigo: uma vez esqueci um casaco no hotel e lá
dentro do bolso estava a chave do apartamento. Quando cheguei, eu simplesmente
não tinha como entrar. Claro que a Mel tomou atitudes mais drásticas (risos),
mas é a prova de que minha memória é bem parecida com a dela.
4. Qual é a tarefa mais difícil
da vida de uma escritora? E a mais emocionante?
R: O
começo é difícil e, embora eu esteja pronta para lançar o terceiro livro, ainda
me sinto no começo. Tenho muito para aprender na profissão. A parte mais
emocionante é, sem dúvida, encontrar os leitores em um lançamento e autografar.
Adoro receber recados nas redes sociais também. Fico emocionada e muitos recados
já me fizeram chorar.
5. Para quem deseja ser uma
escritora? O que não pode faltar? E como funciona todo o processo? Desde a
ideia até o lançamento? 
R: Ler muito
muito muito muito muito. A leitura é a base para a escrita. Vejo escritores que
dizem que não gostam de ler ou da língua portuguesa. Para ser escritor, é
preciso amar o idioma. É com ele que você expressa sua história! Depois de ter
o livro pronto, é importante submetê-lo às críticas para melhorar o trabalho.
Registrar o livro na Biblioteca Nacional é um passo importante. Depois, é
preciso estudar sobre as editoras no mercado para enviar o seu trabalho para
aquelas que seguem sua linha editorial. E além de esperança, ter muita
paciência ;-)
6. Você sempre quis ser
escritora? O que te motivou (e motiva) a escrever seus livros? 
R: Acho
que, no fundo, eu sempre quis ser escritora. Encontrei textos meus antigos em
que eu já dizia, na adolescência, que eu gostaria de escrever livros. Estudei
Jornalismo na faculdade, trabalhei por 12 anos como repórter em diferentes
veículos e ao mesmo tempo comecei a carreira na literatura. Hoje, eu me dedico
somente à escrita de ficção. O que me motiva a escrever é a vida. As histórias
que escuto na rua, de amigas, que vejo… tudo é inspiração! Desejo inspirar
leitores. Inspirar para que possam ver um lado da vida mais bonito, para que se
animem com minhas histórias e descubram que vale a pena sonhar e ir atrás de
seus sonhos.

Para terminar, a Fernanda deixou um recado para a gente!
Obrigada
pelo carinho! Espero que curtam o meu novo livro. Em breve teremos novidades!
 Acompanhem meu trabalho na internet. Será um prazer conhecer vocês! 
Alegrias!
Fernanda França
***
Tão bom entrevistar autores dos nossos livros preferidos, né? E, de quebra, descobrir que são atenciosos e queridos. Sonho em publicar os meus livros, e ler essas respostas me deu um incentivo a mais. Muito obrigada, Fernanda! =) Mega ansiosa para ler a continuação de Malas, Memórias & Marshmallows. Quem sabe a carioca não dá um pulinho na Bienal do Livro em SP. Tomara! E quem quiser saber um pouco mais sobre a minha opinião do livro, fiz um post aqui e aqui. Ah! Segue o site dela, o Face e o Twitter (@fernandafranca). Por lá (Twitter), toda quinta à noite, rola o #chatdelivro.  
Pronto, gente! 
Gostaram? Podem opinar à vontade! ;-)
Um beijo, C.

P.S: Crédito da foto: Pequena Blogueira que vos bloga! ;-)


8
12.05.2014
* Inspiração do Dia: Mais um moletom, por favor! ♥
Olá, Gente, tudo bem? 
O Rio de Janeiro amanheceu frio. E a mínima para hoje é de 16º. Tem ideia do quanto a pequena blogueira está feliz? Muito! Então aproveitando esse momento raro, separei algumas inspirações com moletom. Quem acompanha o blog há um tempinho, já deu para perceber que eu amo essa peça, né? ♥

Crédito das fotos:
1- Flávia, do Fashion Coolture
2. Andy, do Style Scrapbook 
P.S: a montagem eu que fiz.
Uma inspiração fashionista e outra mais básica. Mas as duas superfofas e estilosas! 
Adoro essa dupla “saia + moletom”. Dependendo do frio, dá para usar tanto de dia quanto à noite. 
O segundo look é mega fofo e básico. Para aqueles dias que a gente quer vestir a primeira coisa que vê pela frente, mas sem perder o estilo, sabe? Destaque para o moletom de Donut. Quero um para ontem, manhêêê! ♥
Crédito da fotos:
1- Flávia, do Fashion Coolture
2- Alexandra, do Lovely Pepa
P.S: a montagem eu que fiz. 
Moletom com a cara do Mickey (ou a clássica mãozinha dele) é o que há. Apesar de ter uma pegada infantil, deixa o look divertido. Dependendo da escolha das outras peças, não deixa você com cara de “muito baby”. Vale a aposta e se inspirar nesse primeiro look. E para terminar, não é a cara do frio esse moletom de boneco de neve? Eu superusaria no trabalho (com a calça preta)! ;-)
E vocês? Gostam da peça protagonista do post? 
Qual é o modelo preferido? Podem opinar à vontade! 
Um beijo, C. 
Todo mundo já curtiu a Fan Page do blog? 
Podem sugerir, criticar e por aí vai! 
Ainda não curte? Clica, clica! ♥

7

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2020