13.02.2010
* É Carnaval! (Roteiro – Blocos de Rua!)

Galerinha, quem já entrou no clima carnavalesco levanta a mão o/! Sem dúvida, essa é uma das festas mais animadas do ano. Por isso, ela pede muita alegria, confete e serpentina, samba no pé e disposição!

Há várias opções para comemorar o carnaval em grande estilo. Você é do tipo que adora curtir os famosos blocos de rua do Rio de Janeiro? Então, vai adorar esse post! Peguei um roteirinho básico com os nomes e horários dos blocos!

Para começar: o roteiro de sábado de carnaval! Confira e entre na folia com tudo ;)! Ah! Eu super adoro dar conselho de mãe, então: responsabilidade, ok?! :D

Xoxo, C.

* Roteiro – 13 de Fevereiro (sábado de carnaval) *
*Horário: 6h
NA TERRA – Praça Odilo Costa Neto (Santa Teresa)
*Horário: 7h
CORDÃO DA BOLA PRETA – Cinelândia (Centro)
*Horário: 8h
DOIS PRA LÁ, DOIS PRA CÁ – Da Rua Álvaro Ramos (Botafogo) até o hotel Copacabana Palace
*Horário: 10h
BAKIDILATA – Rua Batista da Costa (Jardim Botânico)
XODÓ DA CINELÂNDIA – Rua Alcindo Guanabara (Centro)
BOÊMIOS DE IRAJÁ – Av. Monsenhor Félix (Irajá)
*Horário: 11h
FOGO NA CUECA – Rua Maestro Francisco Braga (Copacabana)
MULTIBLOCO – Rua do Resende, esquina com a Mem de Sá (Lapa)
*Horário: 12h
TOCO-XONA – Praça Jóia Valansi (Botafogo)
ESCANGALHA – Rua Orsina da Fonseca (Gávea)
O BERRO DA VIÚVA – Rua Gomes Freire, entre a Rua da Constituição e a Visconde do Rio Branco (Lapa)
PEGA PRA SAMBAR – Av. Gomes Freire, em frente ao número 226 (Lapa)
*Horário: 13h
BLOCO DOS IMPUSSIVI – Av. Lucio Costa próxima a Av. Gláucio Gil (Recreio)
BARBAS – Rua Arnaldo Quintela (Botafogo)
EMPOLGA ÀS 9 – Rua Henrique do Novaes (Botafogo)
BANDA CLUBE NOBRE PEIXOTO – Av. Atlântica com Siqueira Campos (Copacabana)
BLOCO DO SASSARICANDO – Rua do Russel, 496 (Glória)
BLOCO DO ZÉ PEREIRA – Saída da Escola Villa-Lobos, Rua da Carioca (Centro)
FAZENDÁRIOS DO AMOR – Rua Debret (Centro)
*Horário: 14h
BANDA DO BAIRRO PEIXOTO – Av. Atlântica com Figueiredo de Magalhães (Copacabana)
AMIGOS DO CATETE – Rua Dois de Dezembro (Catete)
ULALÁ BALANCÊ – Av. Atlântica, Posto 6 (Copacabana)
OS IMÓVEIS – Rua Souza Lima, em frente ao 121 (Copacabana)
EMPURRA QUE PEGA – Av. Delfim Moreira, Posto 12 (Leblon)
INIMIGOS DO IMPÉRIO – Rua Dias Ferreira (Leblon)
ACONTECEU – Largo das Neves (Santa Teresa)
OS MARIOCAS – Rua Joaquim da Silva (Lapa)
*Horário: 15h
BLOCO ASPA – Rua Pedro Américo (Catete)
PINTA MAS NÃO BORRA – Rua Voluntários da Pátria com Rua Nelson Mandela (Botafogo)
AQUECIMENTO GLOBAL – Calçadão do Arpoador (Arpoador)
INTERFERÊNCIA SISTEMA DE SOM – Parque Garota de Ipanema (Arpoador)
BANDA DA BOLÍVAR – Rua Bolívar (Copacabana)
O PLUTO É O FILHO DA PLUTA – Largo do Machado (Laranjeiras)
CARIOCA DA GEMA – Rua do Lavradio, próximo à Rua dos Arcos (Lapa)
AMIGOS DO BOM SUJEITO – Largo da Barrinha (Barra)
*Horário: 16h
BANDA ATLÂNTICA – Av. Atlântica, esquina com Constante Ramos (Copacabana)
BANDA DA SÁ FERREIRA – Rua Bolhões de Carvalho, próximo à Sá Ferreira (Copacabana)
BANDA DA SANTA CLARA – Rua Santa Clara (Copacabana)
CABEÇA DE CHAVE – Rua Duvivier (Copacabana)
CHOPINHO DA PAULA FREITAS – Rua Paula Freitas (Copacabana)
BANDA DE IPANEMA – Rua Gomes Carneiro (Ipanema)
NÃO MEXE QUE FEDE – Av. Atlântica com Av.Princesa Isabel (Leme)
*Horário: 17h
REBARBAS – Praça Mauro Duarte (Botafogo)
ESTICA DO FLAMENGO – Rua Marquês de Abrantes (Flamengo)
*Horário: 18h
O REMÉDIO É O SAMBA – Av. Atlântica com Xavier da Silveira (Copacabana)
FELIZ DA VILA – Praça Barão de Drummond (Vila Isabel)
QUAL SEU PREÇO, MEU AMOR? – Rua dos Oitis (Gávea)
Obs. Amanhã tem mais ;)!
Fonte: Rio Etc & Diário do Rio

1
04.02.2010
* Dica Imperdível!!!

Para os consumidores de plantão (ou não!), lá vai uma dica imperdível: Liquidação do Lápis Vermelho! Entre os dias 04 e 07 de fevereiro, as lojas de 12 shoppings da rede Multiplan estão dando desconto de até 70%.
Gente, não há uma pessoa no mundo que não ame uma super liquidação! Até os homens se encaixam nessa história. Afinal, comprar roupas, tênis, acessórios, livros, filmes, entre outras coisas com “aquele” mega desconto, dá uma sensação de “to gastando, mas nem tanto”.
E olha, não é para sair pegando tudo que vê pela frente. O bom senso nessas horas é fundamental. Enfim, prepare o seu cartão, corra para o shopping mais perto e tenha um ótimo “programinha light” ;)!

# Shoppings:

– Rio de Janeiro: Barra Shopping e New York City Center
– São Paulo: Morumbi Shopping, Shopping Anália Franco e Shopping Vila Olímpia
– Ribeirão Preto: Ribeirão Shopping
– Belo Horizonte: BH Shopping, Diamond Mall e Pátio Savassi
– Brasília: Park Shopping
– Curitiba: Park Shopping Barigüi
– Porto Alegre: Barra Shopping Sul
# Mais informações: http://www.liquidacaolapisvermelho.com.br/
Xoxo,

C.

2
11.01.2010
* Ano novo, vida nova!

Adoro essa frase-clichê: “Ano novo, vida nova”. Não sei o que ela significa para vocês, mas eu acho que ela transmite 100% esperança e uma excelente sensação de poder recomeçar tudo de novo e de uma forma bem melhor.
Para começar o ano novo com o pé direito, há várias simpatias e costumes. Que atire a primeira oferenda a Iemanjá quem nunca pulou as sete ondas, comeu uvas ou fez a famosa listinha de metas. Eu já fiz de tudo um pouco, mas nesse réveillon, fiz parte do “team” listinhas.
Nem sempre escrevo minhas metas para o ano seguinte. Para falar a verdade, nem lembrava da lista até o dia 30 de dezembro de 2009. Mas uma conversa com uma amiga, mudou tudo. Então, peguei uma caneta, um papel e coloquei a mão na massa. O final disso?! 20 metas para alcançar durante 365 dias. Será que eu consigo?! I hope… rs!
Se você ainda não fez, ainda dá tempo. Afinal, o ano mal começou. E antes que ele passe voando, faça a sua listinha. Nem sempre você vai conseguir riscar todos os itens, mas sabe aquela história de “não importa se você ganhou e, sim, o que você fez para ganhar”.
Esse costume é uma “ponte” para um recomeço e/ou um começo. Ele não é a solução de todos os problemas e por aí vai. Têm algumas metas, que exigem tempo, mas o principal é ter em mente o que você deseja, e, claro, dar a largada inicial. Para mim, essa lista é uma pequena parte do primeiro passo.
Então, queridos leitores, desejo em primeiro lugar: que vocês risquem todas as metas da listinha. Em segundo e terceiro lugar: tudo que há de melhor no mundo para vocês e que esse ano novo seja “o” ano, de verdade! Vem com tudo 2010!!! Ok! Meio atrasada, ele já chegou, mas juro que um dos meus itens é me entregar mais para o blog ;)!
Xoxo,
Pequena Jornalista :)
Obs: Gostaram do novo look do blog?!

2
25.12.2009
* Feliz Natal :)

Hohoho ;)!!!

Para variar, ando meio sumida :D! Mas é Natal :)!

Achei linda essa pequena mensagem e resolvi postar aqui:

“Que a presença magnífica do espírito de Natal, esteja presente em todos os dias de sua vida”

Desejo do fundo do meu coração, muita saúde, amor e paz para vocês :)! Hoje e sempre!

Xoxo,

Carol :)

0
24.11.2009
ઇ‍ઉ Jornalismo…

Olá!!

Semana passada saiu o resultado do Curso da Abril de jornalismo! Infelizmente eu não passei. Confesso que eu fiquei tristinha, mas acontece e bola para frente ;)! Ano que vem eu tento de novo!! Rumo à revista Gloss…uhuuulll :)!

Segue meu textinho que eu mandei! Não ficou uma ‘brastemp”, mas eu gostei do resultado!

Xoxo**
Tema: Quem sou eu e porque eu escolhi o jornalismo como profissão
Meu nome é Caroline Daixum Menezes, tenho 23 anos e sou do Rio de Janeiro. Fugindo do clichê e indo diretamente a minha realidade, sei que o “quem sou eu” vai muito além do meu nome, idade e do lugar em que nasci e cresci.
Era outubro de 1985. Toca o telefone e meus pais ficam sabendo que vão ser papais pela segunda vez. Nove meses depois eles ganharam uma garotinha pequena, cabeludinha e branquinha. Bem branquinha! Na verdade, branquinha da silva!

O tempo voa e aqui estou. Não mudei muito fisicamente. Quando os amigos e familiares olham minhas fotos de bebê e criança, dizem que eu continuo com a mesma “carinha” de sempre. Também não cresci muito – um metro e meio de altura – e sou bem magrinha. Olhos castanhos escuros e me defino como castanha, mas minha cabeleireira cisma em dizer que eu sou “loira escura”, vê se pode.

Além do meu tamanho único, tenho outra característica marcante: a voz inconfundível. Impossível passar trote, pois logo de cara vão reconhecer. Às vezes isso até me irrita, queria ter um tom “normal” como o das outras pessoas. Mas já me acostumei e acho que não a trocaria por nada nesse mundo. Nunca chegou ao ponto de me prejudicar, no máximo escutei “quantos anos você tem?”.

Sou vaidosa ao extremo, amo uma make-up básica e gosto de estar no mesmo ritmo do mundo da moda, mas com aquela velha história: “nada que fuja do meu estilo”. E por falar nele, faço parte da tribo clássica e patricinha.

Deixando de lado as características físicas, vamos ao que interessa: o meu jeito de ser. Um dia li que uma pessoa é “aquilo que ninguém vê. Uma coleção de histórias, estórias, memórias, dores, delícias, pecados, bondades, tragédias e sucessos, sentimentos e pensamentos”. E eu sou exatamente assim.

Por fora, sou pequena e tenho a aparência mignon. Já por dentro, sou uma pessoa grande. Sonho muito alto e às vezes esqueço de colocar os pés no chão. Minha mente borbulha de tantas ideias e ideais. Imagino situações perfeitas e até imperfeitas. Tento me colocar nos dois lados de uma moeda. Tenho fé e a minha esperança nunca morre, por mais que eu diga “chega, não vai acontecer mesmo”.

Sou filha, irmã e amiga. Procuro sempre ser sincera, mas espero o momento certo. Sou tímida e extrovertida ao mesmo tempo. Sou educada, simpática, alegre e divertida. Entretanto, há dias em que nem eu me suporto. Tenho minhas qualidades, porém tenho inúmeros defeitos. Aproveito muito a minha vida.

Eu sei que sou nova e que ainda não passei a metade do que eu vou passar. Geralmente, eu escuto: “Carol, você ainda tem muita vida pela frente”. Concordo. Mas isso não me impede de dizer que eu já vivi diferentes situações, que me exigiram atitudes de uma pessoa com experiência avançada. Eu realmente tenho uma coleção de histórias e estórias.

Futuramente, vou ter muito mais para contar. Afinal, a minha vida está apenas começando. Sei que em vinte anos vou olhar esse texto e pensar: “Hora de aumentar essas páginas do Word”.

Confesso que é um pouco difícil falar sobre a escolha da minha profissão. Desde criança eu sempre gostei de ler, escrever e me comunicar. Antigamente, a timidez não era constante no meu cotidiano.

Até uns 17 anos, eu sonhava em seguir a carreira de atriz. Queria viver todo aquele glamour. Mas o terceiro ano do colégio me fez mudar de escolha. A pergunta “O que você vai ser quando crescer?” precisava de uma resposta urgente.

Mas porque o jornalismo? Ora, sempre gostei de ler e escrever, então tinha tudo a ver.

A minha meta é trabalhar em revista feminina, afinal, a gente já vive em um mundo tão problemático, que falar sobre assuntos leves – como moda, beleza, comportamento – me dá mais prazer. Me identifico com a linguagem das revistas. Gosto de falar diretamente com o leitor e tratá-lo de uma maneira quase íntima.
Quase errei na escolha da minha carreira, mas foi “quase”. Amo o jornalismo e, digo com toda certeza, não o trocaria por nada nesse mundo.

3

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2018