20.03.2020
* PJ Leu: Tudo que a gente sempre quis! ♥

Ei, Gente! :) Hoje é Dia do Blogueiro (Yay!) e niver da autora Emily Giffin (Parabéns!). Então, para unir os dois, o PJ Leu da semana vai ser: Tudo que a gente sempre quis, última história literária que embarquei. Vamos lá? Boa resenha! ♥

Livro: Tudo que a gente sempre quis | Editora: Editora Arqueiro | Autora: Emily Giffin
Crédito da imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 4 livros

Sinopse: Casada com um membro da elite de Nashville, Nina Browning leva a vida com que sempre sonhou. Recentemente, o marido ganhou uma fortuna vendendo seu negócio de tecnologia e o filho foi aceito em Princeton. No entanto, às vezes Nina se pergunta se ela se afastou dos valores e princípios com que foi criada em sua pequena cidade natal.

Enquanto isso, Tom Volpe é um pai separado que se divide entre vários empregos para a criar a filha, Lyla. Ele finalmente começa a relaxar quando ela consegue uma bolsa de estudos na escola de maior prestígio de Nashville.

A propósito, a menina, que é filha de uma brasileira, nem sempre se encaixa em meio a tanta riqueza e privilégios, mas, tenta, ao máximo, não deixar isso abalar e segue a vida de uma adolescente típica e feliz. Porém, tudo muda quando uma foto é tirada em uma festa em uma momento de bebedeira. A imagem (com uma legenda preconceituosa) logo se espalha!

Então, em um centro de mentiras e escândalos, Tom, Nina e Lyla são forçados a questionar muitas coisas, inclusive, tudo o que eles sempre quiseram!

Opinião da Pequena: Eu nunca tinha lido nada da Emily e o meu primeiro contato foi de total admiração. É uma história muito bem escrita, de coração, gente! Não é exatamente o livro mais leve do mundo, talvez por isso eu tenha demorado um pouco mais para terminar. São assuntos pesados e que fazem a gente rever os nossos conceitos, por mais que a a gente viva uma outra realidade diante das premissas que a história traz (pelo menos a minha).

Aliás, tudo é bem encaixado e cada capítulo e a visão dos três personagens centrais vão moldando uma história cheia de lições, emoções e apertos no coração. Falando nisso, acho que a gente tem de desejar, lutar pelas coisas e querer. Mas, às vezes, é melhor deixar acontecer. E a grande sacada também é tentar não se perder no meio do caminho. Mas não existe uma vida perfeita e erros acontecem! O jeito é tentar fazer a nossa parte, aprendendo sempre. E a justiça nem sempre é justa, mas o carma é certeiro! Isso eu acredito. :)

No mais, é um livro que aborda sobre princípios, valores, família e as diferenças sociais mostram um lado do mundo bem cruel. E eu morro de vontade de ser mãe, mas deu um medo. Porque muitas vezes a gente faz a coisa certa, porém, por querer proteger demais, as coisas não saem do jeito que imaginamos. Educar não é uma tarefa fácil não, enfim…

Quanto aos personagens, não vou dar muito detalhe para não dar spoiler. Mas posso dizer que a Nina e a Bonnie são as minhas personagens favoritas. A Nina se perdeu um pouco, mas pelo passado, a gente tem a real prova de que ele influencia no nosso presente. Mas cabe a gente transformar o limão em uma limonada. E ela fez isso muito bem! Quanto a Bonnie… Ela é a melhor terapeuta e por mais clientes antigas assim.

Sobre os outros: Tom não me conquistou de primeira, mas entendi o seu lado e acho que faria igual. Finch não é o pior vilão da história, mas bem influenciável e sei lá. Kirk é péssimo e não gostei dele não. E Lyla é incrível. Uma adolescente típica, que teve de aprender de uma forma bem triste, mas no fim, soube fazer uma trajetória brilhante. Destaque também para o diretor e os pais da Nina.

O final deixa algumas perguntas no ar. Mas é sempre bom fazer com que o leitor reflita e imagine o que aconteceu, de fato. Porém, queria que alguns personagens tivessem aparecido nas páginas finais! Não imaginava um final assim, porém, ok. Me ensinou do mesmo jeito. E sobre a capa: deu leveza à história, mas se a gente analisar bem depois de terminar, é bem poética.

É isso, gente! Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Recomendo! :)
Ah! Feliz dia do blogueiro para todos os bloggers! E feliz niver, Emily (a íntima hahaha).

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Leu – A luz que perdemos!
Fan Page ♥ Instagram 


11
19.03.2020
* Séries para colocar em dia e dar uma chance! ♥

Ei, Gente! :) Ontem ia rolar post, mas foi um daqueles dias que a gente precisa ficar quietinha e tals. Mas passou e hoje vou postar uma mini lista com cinco séries. Três que eu quero terminar e duas que quero começar! E, de quebra, posso ajudar alguém que deseja passar essa quarentena assistindo tudo que tem direito! Então, vamos lá? Pega a pipoca, o guaraná e fica no sofá (de casa)! ♥

Crédito das Imagens: Adoro Cinema
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. Drop Dead Diva
Sinopse:
Quando uma jovem aspirante a modelo morre em um acidente de carro, a velha batalha entre cérebro x beleza está prestes a dar uma guinada. Ela consegue voltar, mas de uma maneira bem peculiar: no corpo de uma brilhante, criativa advogada fora do padrão tradicional que ela imaginava!
Observação da Pequena: Eu estou há séculos tentando terminar essa série, que é leve, divertida e cheia de lições e personagens cativantes. Comecei assistir na Netflix, porém, eles acabaram tirando a temporada que eu estava vendo, aí desisti. Depois voltou, mas acabou perdendo a graça. Aí esse ano, eu fui dar uma olhadinha no Now e todas as temporadas estão disponíveis. Ainda faltam duas temporadas (ao todo são 6) e pretendo terminar logo! ♥
Onde assistir: Não sei se na Netflix tem ainda, mas no Globo Play e no Now tem. Então, fica a dica. ^^

2. This is us
Sinopse:
A série é uma crônica da relação de um grupo de pessoas que nasceram no mesmo dia: Kevin, Kate e Randall, trigêmeos do casal Rebecca e Jack. Histórias que nos ensinam, nos emocionam, relacionadas à família e tudo que está a sua volta!
Observação da Pequena: A primeira temporada é a melhor, a 2ª cai um pouco e a 3ª também. A quarta deu uma desanimada, mas quero ir até o fim! É emocionante e tudo se encaixa perfeitamente, só espero que eles não se percam muito nas próximas!
Onde assistir: Eu assisto no Now, mas se eu não me engano dá para assistir na Fox. :)

3. Love is blind
Sinopse:
Para saber se o amor é mesmo cedo, o programa reuniu 15 homens e 15 mulheres em um experimento. Eles têm dez dias para conversar e, consequentemente, se apaixonar. Só que todo o processo acontece dentro de cabines individuais, onde se comunicam sem se verem. Ao final desse período, um pode pedir o outro em casamento e, assim, se conhecerem pessoalmente.
Observação da Pequena: Eu vi os dois primeiros episódios e achei bem surreal, mas quero terminar. Tudo bem que já vi alguns spoilers, mas ok! Quero assistir do mesmo jeito hahaha!
Onde assistir: Na Netflix. ♥

Crédito das Imagens: Adoro Cinema
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

4. The Marvelous Mrs. Maisel
Sinopse:
Vivendo na Nova York de 1958, Miriam “Midge” Maisel tem tudo que sempre quis: o marido perfeito, duas crianças e um elegante apartamento no Upper West Side. Mas sua vida toma um rumo inesperado, quando ela descobre um talento até então desconhecido: a comédia stand-up.
Observação da Pequena: Eu assisti um episódio em uma viagem, em 2017. Mas como só tem na Amazon Prime, acabei deixando para lá. Mas é da criadora de Gilmore Girls, né? Então, aqui em casa decidimos que vamos assinar! Opções sempre são legais, né? E acho que vou amar essa série!
Onde assistir: Amazon Prime. :)

5. Suits
Sinopse:
Mike Ross é um garoto que abandonou a faculdade de direito mas, brilhante como é, consegue uma entrevista com o respeitado Harvey Specter , um dos melhores advogados de Manhattan. Quando percebe o talento nato e a memória fotográfica do garoto, Harvey o contrata e, juntos, eles formam uma dupla imbatível. Mesmo sendo um gênio, Mike ainda tem muito a aprender sobre o Direito. E mesmo sendo um advogado tão competente, Harvey irá aprender com sua nova dupla a ver seus clientes de outra maneira. 
Observação da Pequena: Assim, sempre tive vontade de assistir antes mesmo da Meghan (do Harry) entrar para a realeza. Mas desde que ela entrou e saiu da série, a vontade ficou maior. Então, apesar de eu achar que não deve ser leve, acho que vou dar uma chance!
Onde assistir: Pelo que eu entendi, tem na Netflix. Mas vou confirmar e atualizo esse post, ok? :)

***

É isso, pessoal. Já assistiu alguma série que apareceu nesse post? Tem outra para indicar? Podem opinar à vontade! ♥

Beijos, Carol.

Post Antigo: Para assistir – This is us
Fan Page ♥ Instagram  


3
17.03.2020
* Top 5: Livros Chick-lit para embarcar durante a quarentena! ♥

Ei, Gente! :) Uma das coisas que a gente pode fazer durante a quarentena é embarcar em histórias literárias. Em momentos assim, eu prefiro ler coisas que deixam o dia a dia mais leve (mas vai do gosto de cada um, ok?). Caso você seja assim ou conheça um amigo que pensa do mesmo jeito, continue lendo esse post hahaha.

Então, digitei lá no site da Amazon livros da categoria “Comédia Romântica” (chic-lit) e os cinco primeiros que apareceram (um eu pulei porque era um kit hahaha) viraram o top 5 da vez! Então, vamos lá? Boa leitura. ♥

Crédito das Imagens: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Para começar, apareceu “Teto para dois“, que foi um dos livros que eu mais amei embarcar no ano passado. Um romance onde dois completos estranhos dividem o mesmo quarto, porém, em turnos diferentes! Se quiser saber mais, é só clicar aqui. Ah! A autora é a Beth O’Leary e a Editora é Intrínseca. :)

O segundo que apareceu na listinha foi da Carina Rissi, autora brasileira que sou louca para ler. Amor Sob Encomenda, da Verus Editora. Esse não apareceu no Top 5 que fiz da autora aqui, mas olha essa capa? E resumindo fala sobre a Mel, uma personagem totalmente focada na profissão. Até que vê seu namorado comprando uma aliança, porém, para outra. E o pior: sua empresa é contratada para o cerimonial do dito cujo! Acho que vou embarcar assim que terminar os chic-lit que tenho em casa e ler pelo Kindle mesmo.

Crédito das Imagens: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

O terceiro foi um da Sophie Kinsella: O segredo de Emma Corrigan, publicado pela Record. ♥ Eu amo essa autora e sou mega suspeita! Esse livro virou filme (que ainda não consegui assistir, já que não foi para os cinemas) e não tem resenha no PJ, porque eu li há séculos. Mas imagina: você está dentro de um avião e tem certeza de que o mesmo vai cair… Daí, resolve contar os seus segredos mais absurdos para o passageiro ao lado… Porém, o carinha é o seu futuro chefe! Já dá para imaginar o que aguarda, né? Então, fica a dica!

O penúltimo que apareceu é também da Carina Rissi, só que dessa vez: Procura-se um marido, da Verus Editora. Fala sobre Alicia, que é excluída da herança porque o avô acha que ela não é madura o suficiente. Entretanto, pode receber só depois de casada! Eu acredito que esse livro vá aparecer na minha listinha de favoritos. E vocês?

E a Sophie surgiu nessa categoria pela segunda vez também com uma das minhas personagens favoritas da vida: Becky Bloom, ao resgate (da Record). Eu amei essa história e jurava que era o desfecho, mas ainda bem que eu estava enganada. Quem quiser saber mais, só correr aqui. ♥

***

Espero que essas dicas ajudem a passar esse tempo em casa de um jeito bom. E ler realmente distrai, vai por mim! Mas é aquilo que eu falei, segue o seu gosto. Livro é o que não falta e resenhas literárias aqui no PJ também! E caso você ainda não tenha esse hábito, fiz um post ano passado com alguns conselhos. Só clicar aqui!

Ah! Quem já escolheu as leituras para esses dias, me conta? No mais, podem opinar à vontade. :)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Top 5 – Sophie Kinsella – Parte 2
Fan Page ♥ Instagram 


6
16.03.2020
* Para assistir: Abominável! ♥

Ei, Gente! :) Como o momento pede que a gente fique mais em casa, vou tentar trazer ao máximo dicas para passar esse tempo de forma leve e divertida! Para começar, um filme: Abominável, uma animação fofa e que faz morrer de amores. Vamos lá? Pega a pipoca, o guaraná, que a sessão em casa já vai começar. ♥

Antes de começar, aquele resumo da história: Yi é uma adolescente que vive ocupando o seu tempo para esquecer a sua maior saudade, seu pai. Até que um dia, descobre um yeti no telhado do prédio que ela mora, lá na China. O “abominável” é uma criatura mística que está sendo caçado por pessoas gananciosas. Mas Yi, seus dois amigos e o seu inseparável violino, vão fazer de tudo para levá-lo de volta para casa!

Sabe aquele filme que aquece o nosso coração? É esse! ♥ Ele mostra a importância da família e dos amigos e que, às vezes, o luto pode afastar a gente de outras pessoas que também são importantes, caso não o encare de frente. Tudo bem que a Yi é mais nova e cada um tem o seu tempo, mas acho que essa aventura mostrou isso de forma leve e divertida. No fim, não foi só ela que ajudou Everest voltar para casa literalmente. Todos, inclusive quem a gente achava que era vilão, conheceram o caminho de volta para o seu lar doce lar. :)

Os cenários são encantadores. Tudo bem colorido! E dá vontade de conhecer cada lugar que eles passaram para levar o doce abominável de volta para a sua família. Aliás, amei os amigos dela e como eles se jogaram, sem pestanejar. Quer dizer, um nem tanto, mas ajudou mais do que imagina hahaha. Sua nai nai (avó em mandarim) é uma das personagens mais fofas e queria que ela tivesse aparecido mais. E o que falar das cobrinhas e do ratinho? Amei em um grau, que nem sei!

No mais, a história tem começo, meio e fim e tudo se encaixa de uma forma extremamente mágica. Everest é uma das criaturas mais lindas e a sua relação com Yi é construída de forma tão natural e fofa, que dá vontade de guardar os dois no potinho!

A trilha sonora mega combina com as cenas e faz a gente colocar na nossa playlist diária. Destaque para Fix You (Cold Play) e Beautiful Life (Bebe Rexha). E o que falar da cena final, depois dos créditos (se eu não me engano)? Tanto amor, que nem cabe! ♥ É aquilo: quem se vai, fica para sempre e mostra isso nos pequenos detalhes do dia a dia. Pode apostar!

Enfim, é um filme infantil, mas tenho certeza de que os adultos vão amar também. RECOMENDO e muito! Para quem quiser, assisti no último finde no Now, da Net. E se eu não me engano tem no streaming do Telecine. Se alguém souber de mais algum canal que passe, só acrescentar nos comentários! ♥

Crédito das Imagens desse post: Adoro Cinema

Beijos, Carol.

Post Antigo: Para assistir – Toy Story 4
Fan Page ♥ Instagram


6
13.03.2020
* Post-ajuda: não entrar em pânico e fazer a nossa parte! ♥

Ei, Gente! :) Queria ter feito um outro post, com achadinhos da semana. Mas acho que é quase impossível não falar de um assunto que não seja Corona Vírus. Porém, juro que não vai ser um post para te colocar medo, ok?

No Instagram eu vi uma postagem bem interessante do arroba @habitosquemudam e acho que foi uma das poucas que não me assustou. Informou, mas nada de pânico! E acho que essa palavra no cenário atual é normal, porém, isso só vai causar ansiedade e mexer com psicológico. Às vezes, a gente nem tem nada, mas como é tanta informação, automaticamente, a gente sente tais sintomas do novo vírus. E falo isso por experiência própria!

Enfim, decidi compartilhar e espero que ajude, de alguma forma! :)

Crédito da Imagem: @habitosquemudam

No mais, faça a sua parte, mas sem ficar na neurose (indireta para mim). Pense em todos, principalmente, nos grupos de risco! O que você puder evitar, evite! :) E se ficar em casa for uma opção viável, fique. Trabalhe e nos finais de semana, aproveite para colocar as séries, filmes, leituras em dia. Eu, por exemplo, quero escrever e organizar a minha vidinha!

Ah! Tem sintoma ou teve contato com alguém com sinais do Corona? Vi que tem um Disque Saúde: 136 (UPDATE: esse número, dependendo da sua cidade, pode ser diferente. Então, antes de ligar, veja o certinho, ok? Obrigada pela ajuda Stephanie!). Buscar informações com fontes confiáveis é o melhor que você pode fazer! Por fim, se cuide. Espero que logo logo tudo isso passe e que sirva para a gente pensar mais no próximo, de verdade!

Beijos, Carol. ♥

Fan Page ♥ Instagram 


7

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2020