10.04.2019
* Para assistir: Dumbo! ♥

Ei, Gente! :) Sabem aquele filme que a gente fica com o pé atrás antes de assistir, mas quando embarca na história fica encantada? Foi assim com Dumbo, um clássico da Disney através dos olhos do Tim Burton. Sendo assim, resolvi contar um pouco sobre o que eu achei, mas sem spoiler. Vamos lá? Boa sessão

3541107.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Para começar, um pouquinho da história do filme: o ano é de 1919 e Holt Farrell é uma ex-estrela de circo que acabou de voltar da Guerra. Após esse retorno, encontra seu mundo de cabeça para baixo: perdeu um braço, a mãe de seus dois filhos faleceu enquanto estava fora e perdeu seu posto antigo no circo. Agora, além de cuidar sozinho dos filhos, está encarregado em cuidar de uma elefanta que está prestes a ter um elefantinho. Porém, quando ele nasce, é tratado com estranheza por conta do tamanho de suas orelhas. Porém, Holt e as crianças descobrem que essa característica peculiar do elefante permite que ele voe. Após essa descoberta, todos enfrentam aventuras e desafios! ♥ 

null

Não lembro muito da história original, mas o pouco que lembrava, achei que ia chorar do começo ao fim com Dumbo. Porém, Tim Burton me surpreendeu positivamente. Amei! No comecinho, dá um aperto no coração, mas depois a gente se envolve, se emociona, mas tudo com muita leveza. Um amiga que foi assistir comigo e meu namorado, disse que o final é diferente e têm personagens novos, mas que mega cabem com o nosso momento atual. Tudo evolui e seria estranho não ter essa evolução, mesmo nesse clássico. Adorei o desfecho e me apaixonei completamente por Dumbo, que a propósito é um elefante que tem muito a ensinar. Nossas características podem fugir do comum, mas são justamente elas que fazem a gente ser especial e surpreender o respeitável público.

Porém, como nem tudo são flores, tive uma leve impressão de que a Disney falou mal dela no próprio filme. Meu namorado teve a mesma sensação! É meio surreal, né? Mas quando assistirem me falem o que acharam do dono do Parque e os dizeres deles. ;-) E senti falta de uma trilha sonora que a gente baixa todas as músicas! No mais, mega recomendo. É uma história que faz a gente sair leve que nem a pena que ajuda o Dumbo a voar. Ah! Amei as duas crianças e a Colette! Depois do elefante número 1 do mundo, eles e alguns do elenco do circo são os meus favoritos!

DUMBO

nullCrédito das imagens: Adoro Cinema 

É isso, pessoal. Já assistiu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica! ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Wifi Ralph

Fan Page ♥  Instagram


1
09.04.2019
* PJ News de abril: de pernas pro ar! ♥

Ei, Gente! :) Vamos de PJ News hoje? Abril tem Páscoa, filme da Ingrid Guimarães (atriz que eu adoro), outras novidades nem tão novas assim e umas que acabaram de sair do forninho! Enfim, partiu morrer de amores comigo? Bom post! 

PJ News - Abril 2019Crédito das imagens: Adoro Cinema, Instagram Arqueiro, Instagram Bele Sweets, Instagram Garotas Estúpidas, Instagram Hering,
Divulgação Assessoria de Imprensa, Instagram Meg & Meg e Instagram Garotas Estúpidas
Crédito da montagem: Pequena Jornalista

Para começar: De pernas pro ar, no terceiro filme, Alice roda o mundo com o sucesso da franquia Sex Delícia. Como anda sem tempo para se dedicar à família e está cansada de tanta agitação, ela decide se aposentar e entregar o comando dos negócios à mãe. Porém, no meio disso tudo, surge Leona, uma jovem competidora que faz a Alice mudar seus planos! Mega ansiosa para ver essa história nas telonas e vocês? Estreia nessa 5ª feira, dia 11. ;-) E amanhã é dia de lançamento do livroTudo que a gente sempre quis“, da autora Emily Giffin, o primeiro com a Editora Arqueiro, que conta sobre Nina Browning, que leva a vida com que sempre sonhou. Recentemente, o marido ganhou uma fortuna vendendo seu negócio de tecnologia e o filho adorado foi aceito em Princeton. Já Tom Volpe é um pai separado que se divide entre vários empregos para criar a filha, Lyla, que ganhou uma bolsa de estudos na escola de maior prestígio de Nashville. No meio disso tudo, uma fotografia, tirada em um momento de embriaguez em uma festa, muda tudo. À medida que a imagem se espalha, as opiniões da comunidade se dividem. No centro das mentiras e do escândalo, Tom, Nina e Lyla são forçados a questionar seus relacionamentos mais íntimos, percebendo que tudo que sempre quiseram talvez não fosse tão perfeito assim. Fala muito sobre família, bullying, entre outros assuntos mega importantes!

E já que esse mês é bem doce por conta da Páscoa, que tal apoiar “produtores” independentes? É o caso da Bele Sweets, que faz doces maravilhosos! Quem quiser encomendar, é só entrar no Instagram dela (@belesweets) e fazer o seu pedido. Eu recomendo muito, gente! ;-) E mudando de assunto: essa semana vai entrar a minha opinião sobre o filme “Dumbo“, que ganhou destaque em diversas marcas, como Riachuelo. Apaixonada por essas t-shirts! Ah! E a Camila Coutinho lançou recentemente uma coleção com a Hering. Não são peças mega baratinhas, mas também não são mega caras. Fiquei apaixonada pelo vestido preto! Se couber, quem sabe não levo. Ainda no mundinho da moda, tem esse lindo colar, escrito “Juntas somos mais fortes“, da Josefina Rosa Cor. O lucro das vendas (R$ 54,00 cada colar) será revertido para a ONG Turma do Bem! A gente dá um toque no look e ajuda a no empoderamento feminino. Aqui não dá para ver nitidamente, mas é só acessar esse link da marca.

Por fim, mas não menos importantes, a papelaria online “Meg & Meg” lançou esses cadernos novos, que estou apaixonada e desejando muito! A #loucadapapelaria vai atacar novamente: sim ou não? hahaha! E, claro, não dá para falar desse mês sem falar da nova e última temporada de GOT, né? Tentei ficar inteirada nessa série, mas não rolou muito. Mas se você ama e tem bichinho, que tal correr e olhar essa coleção especial da Zee.Dog + Game of Thrones? As peças são limitadas, mas pelo que eu vi ainda dá tempo de garantir alguma coleira e tal. 

***

É isso, pessoal. Contem agora: o que mais amaram? Ah! Se alguém souber de alguma new e quiser compartilhar, fique à vontade! ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Meu cachorro também é gente!

Fan Page ♥  Instagram


2
04.04.2019
* Top 3: Jane Costello! ♥

Ei, Gente! :) Todo mundo sabe que a minha autora gringa favorita é a Sophie Kinsella. A segunda? Apesar de eu estar no segundo livro ainda, a Jane Costello atualmente ocupa esse lugar! ^^ Uma escrita, leve, divertida e que deixa o meu amor por chick lits ainda mais forte. Pena que ela tem pouco livro publicado aqui no Brasil. Bom, isso foi o que eu pesquisei. Não sei ao certo se ela publicou mais, porém, dando uma olhadinha no Insta dela acho que sim. Enfim, mesmo com esses “poréns”, fiz um top 3 com histórias literárias dela. Vamos lá? Bom post! 

Top 3 - Jane CostelloCrédito das imagens: Saraiva 
Crédito da montagem: Pequena Jornalista

1. Damas de Honra 
Sinopse: Quando Evie Hart, uma jovem e sonhadora jornalista, aceita ser dama de honra de Grace, sua melhor amiga, ela percebe que isso é o mais perto que conseguirá chegar do altar. Aos 27 anos, Evie nunca experimentou aquela sensação de frio na barriga, do coração parecer estar saindo pela boca ao chegar perto de alguém especial. Mesmo sabendo que relacionamentos não são seu forte – e que, por mais encantada que fique por um namorado, não consegue suportá-lo por mais de três meses. E quando Evie põe os olhos em Jack, seu mundo dá uma guinada. É amor à primeira vista. Lindo, charmoso, inteligente, bem-humorado, ele até seria capaz de fazê-la pensar em um relacionamento sério… Mas de onde saiu esse deus grego a quem nunca foi apresentada? Para decepção de Evie, Valentina, sua amiga mais deslumbrante e incrivelmente sexy está saindo com ele. Ou estava, porque Jack rapidamente deixa claro que Valentina não é dona do seu coração. Evie fica maravilhada com a perspectiva de um romance, porém, sua vida está longe de ser perfeita. Ela precisa trabalhar duro no jornal para mostrar seu valor. Enquanto isso, sua amiga de infância, Charlotte, que sempre se sentiu excluída por ser gordinha, decide mudar completamente o visual – com direito até a um namorado misterioso! E Georgia, uma amiga da faculdade, está de casamento marcado. Para completar, sua mãe anuncia que também vai se casar. De vestido verde! Como se não fosse o bastante, seu ex-namorado parece persegui-la por todos os lugares.
Observação da Pequena: Eu lembro que ganhei esse livro de várias amigas, porque digamos já fui madrinha algumas vezes hahaha. A capa e o título me chamaram atenção, mas o conteúdo é, sem dúvida, a melhor parte. Amei a história e tenho esse livro na minha pilha de livros que não dou por nada nesse mundo!

2. Corra, Abby, Corra
Sinopse: Abby nunca foi de se preocupar com hábitos saudáveis. Aos 28 anos, ela acaba de fundar a própria empresa de web design, e sua rotina parece consumir todo o seu tempo. Ela não tem a menor ideia de quando foi a última vez que deu um beijo apaixonado. E o pior: mal tem tempo para comer, malhar então… nem pensar. Mas quando sua melhor amiga a convida para participar de um clube de corrida, a jovem empresária encontra uma motivação: Oliver, charmoso e bem-sucedido médico que parece estar interessado em suas investidas. Seu primeiro dia de corrida, entretanto, não acaba como imaginou e ela jura que nunca mais vai correr. Até o dia em que sua assistente Heidi revela ser portadora de esclerose múltipla. A partir daí, Abby vê nas corridas uma forma de arrecadar fundos para a pesquisa da cura para a esclerose. Só que ela precisa de muito fôlego para gerenciar a empresa, lidar com sua operadora de seguro para arcar com o prejuízo de um motoqueiro que ela atropelou por acidente, e ainda conquistar o Dr. Sexy. Mas o que Abby não imagina é que pode estar correndo atrás do homem errado…
Observação da Pequena: Esse é o meu segundo livro da Jane e ainda não terminei, mas sério, por enquanto, é o meu favorito dela. Sério, não dá vontade de parar de ler, mas infelizmente preciso dormir e tenho outras coisas para fazer. Mas, no momento, só queria ler Corra, Abby, Corra. Assim que eu acabar, posto resenha aqui, ok?

3. Quase Casados
Sinopse: Para Zoe Moore, o dia de seu casamento foi o mais marcante de sua vida. Ou melhor, o dia em que deveria ter se casado, mas em vez disso, foi largada no altar após sete anos de namoro. Arrasada e disposta a se recuperar, ela decide se mudar de Liverpool para os Estados Unidos e trabalhar como babá. Ao chegar em Boston, ela se depara com a esperta Ruby, prestes a completar 6 anos, o adorável Samuel, que acaba de fazer 3, e o pai deles, Ryan Miller. Seu novo chefe, além de fazer uma bagunça sem precedentes e de ter um mau humor imbatível, é incrivelmente bonito. Depois de um começo um tanto decepcionante, Zoe e Ryan começam a se entender, mas ela está prestes a descobrir que recomeços podem ser mais difíceis do que esperava.
Observação da Pequena: Não sabia que esse livro era dela! Se eu não me engano quase comprei, mas como estava em uma fase meio tensa, desiludida do amor, acabei nem levando. Ou levei e troquei. Não lembro ao certo! Mas agora que descobri que é dela, vou procurar novamente e devorar. Vocês sabem, eu não resisto a um chick lit! 

***

É isso, gente! E o que falar dessas capas? Amo! ^^
Enfim… Vocês já conheciam essa autora? Se alguém souber de outro livro e tal, comenta aí, por favor. No mais, podem opinar à vontade! ;-)

Beijos, Carol.

Post antigo: Top 5 – Lucinda Riley

Fan Page ♥ Instagram 


1
03.04.2019
* PJ Leu: Ho’oponopono para todos os dias! ♥

Ei, Gente! :) E a dica literária da semana é Ho’oponopono para todos os dias, da Maria-Elisa Hurtado-Graciet. Publicado pela editora Sextante, o livro é uma pequena introdução de um método baseado no amor, na gratidão e no perdão! Vamos lá? Boa resenha.

PJ Leu - HooponoponoLivro: Ho’oponopono para todos os dias| Editora: Sextante | Autora: Maria-Elisa Hurtado-Graciet 
Crédito da Imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 3 livros!

Sinopse: Você sabia que “Ho’oponopono” é uma antiga palavra havaiana que leva como significado também “colocar as coisas em ordem” ou “restabelecer o equilíbrio”? Sendo assim, a autora apresenta nessas páginas os fundamentos essenciais desse método e mostra uma nova maneira de viver, sempre levando em conta três fatores: perdão, amor e gratidão. Então, se você deseja uma cura interior ou saber mais sobre, vale a pena embarcar na sabedoria do Ho’oponopono, que pode ser útil em todos os momentos de sua vida!

Minha opinião: Se eu pudesse resumir esse livro em apenas uma palavra, usaria “libertador”. Ho’oponopono é um método que tem tudo para ser bem útil no nosso dia a dia. Para começar, destaque para a frase “Quando vestimos a pele de cordeiro, o lobo aparece”. No Clube do Livro da Saraiva, a Frini comentou sobre e fez ainda mais sentido quando eu li. Tipo, não adianta a gente ficar toda hora sendo a vítima. Por mais que sejamos, ficar remoendo as coisas que estão fora do nosso controle, só faz com que a vida não ande e que os lobos insistam em aparecer! De todos os dizeres que encontrei, esse foi o que mais marcou.

Quanto às frases que a autora usa, todas (“sinto muito”, “me perdoe”, “eu te amo” e “sou grato”) são fundamentais. Mas essa última – sou grato – é a que deu um clique diferente, sabem? Gratidão é uma palavra forte e que muda o rumo da nossa vida! Ser grato faz bem e traz recompensas inacreditáveis! ;-) Também gostei do livro porque ele traz a responsabilidade dos nossos pensamentos para a gente e por mais que soe como um trabalho a mais, ser responsável também por essa parte da vida, dá uma sensação boa, de liberdade! Claro que na prática, a teoria é bem mais complicadinha. Não é como um passe de mágica que tudo vai mudar, mas acredito que aos poucos praticar os dizeres que encontramos em cada capítulo, não é impossível.

No mais, o projeto gráfico é lindo e dá mais leveza ao ler. É bem curtinho, a gente devora em poucos dias e no final, traz uma sensação bem boa! Se você deseja saber mais, vale buscar outros livros, esse acredito que é só para a gente ter um gostinho do que significa “Ho’oponopono”, que a propósito ô palavra difícil de falar, né? hahaha  ;-) Por fim, não é o meu gênero literário preferido, mas deu para matar um pouco a curiosidade desse termo que está em alta, porém, não sabia muito sobre. Ah! Era para eu ter lido o e-book, mas não consegui ler no IPad (e ainda não tenho Kindle), então comprei a edição física mesmo.

Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica! ♥ 

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Leu – Escolha sua vida

Fan Page ♥ Instagram 


0
02.04.2019
* Metas Literárias: Abril 2019! ♥

Ei, Gente! :) Ultimamente, eu não tenho conseguido cumprir à risca as minhas metas literárias. Sabem como é, aparece um livro ali, outro aqui, aí eu não resisto e acabo burlando os meus planos hahaha. Mas tudo bem. Pelo menos essa lista me ajuda a ter noção de qual caminho literário quero seguir. Fora que vocês conhecem novos livros, podem opinar nas histórias que já embarcaram e por aí vai. Ou seja, por mais que eu não siga fielmente, sempre tem um lado bom esse tipo de post. Mas enfim, chega de conversa e vamos ver o que desejo ler no mês de abril. Boa leitura! ;-)

Metas Literárias - Abril 2019Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

1. Corra, Abby, Corra (Jane Costello – Grupo Editorial Record)
Sinopse: Abby nunca foi de se preocupar com hábitos saudáveis. Aos 28 anos, ela acaba de fundar a própria empresa de web design, e sua rotina parece consumir todo o seu tempo. Ela não tem a menor ideia de quando foi a última vez que deu um beijo apaixonado. E o pior: mal tem tempo para comer, malhar então… nem pensar. Mas quando sua melhor amiga a convida para participar de um clube de corrida, a jovem empresária encontra uma motivação: Oliver, charmoso e bem-sucedido médico que parece estar interessado em suas investidas. Seu primeiro dia de corrida, entretanto, não acaba como imaginou e ela jura que nunca mais vai correr. Até o dia em que sua assistente Heidi revela ser portadora de esclerose múltipla. A partir daí, Abby vê nas corridas uma forma de arrecadar fundos para a pesquisa da cura para a esclerose. Só que ela precisa de muito fôlego para gerenciar a empresa, lidar com sua operadora de seguro para arcar com o prejuízo de um motoqueiro que ela atropelou por acidente, e ainda conquistar o Dr. Sexy. Mas o que Abby não imagina é que pode estar correndo atrás do homem errado…
Observação da Pequena: Sabe aquele chick lit de primeira? É esse! Já estou lendo e amando cada página. Queria só ler esse livro e não fazer mais nada na vida. Assim que eu acabar, conto para vocês, óbvio.

 2. Sou fã! E agora? (Frini Georgakopoulos – Editora Seguinte) 
Sinopse: Com uma linguagem rápida e divertida, este livro é uma mistura de artigos breves e atividades interativas que te convidam a refletir e discutir o que todos nós, fãs, mais amamos: as histórias. Escrito por uma fã de carteirinha, “Sou fã! E agora?” faz um verdadeiro raio X da literatura jovem adulta, analisa os principais elementos das narrativas e a relação intensa que se desenvolve entre os fãs e as histórias. A autora ainda dá algumas dicas valiosas para você conseguir extravasar todo o seu amor, como criar seu próprio cosplay, escrever uma fanfic, organizar um evento, começar um blog ou canal e muito mais!
Observação da Pequena: A Frini me ajudou no TCC  da pós e, desde então, virei fã dela. Esse livro está na minha listinha há séculos, mas só comprei no último clube do livro, que ela faz na Saraiva todo mês. Fica a dica para quem for do Rio. ;-)

3. Dez argumentos para você deletar agora suas redes sociais (Jaron Lanier – Editora Intrínseca) 
Sinopse: Hoje as redes sociais são praticamente um segundo documento de identidade e não participar de determinada plataforma muitas vezes é sinônimo de total isolamento. Mas você já pensou como seria se deletasse os seus perfis na rede e levasse uma vida diferente? Jaron Lanier não tem conta em nenhuma rede social e deixa bem claro por quê, diz que evita as redes sociais pela mesma razão que fica longe das drogas. Então, através de dez argumentos poderosos e convincentes, fala o motivo de largar Instagram, Facebook e por aí vai. Segundo o autor, é uma forma de ter redes sociais dignas e aproveitar de verdade o potencial da internet.
Observação da Pequena: Mamy me deu de Natal esse livro e não sei se vou apagar as redes sociais depois da leitura, mas vou tentar entender os argumentos do autor!

***

É isso, pessoal. Se tiver mudanças, aviso lá no Insta do blog, ok? E se alguém tiver algum comentário sobre os livros e tal, fique à vontade. Também pode sugerir, qual resenha gostaria de ler e por ai vai!

Beijos, Carol. 

Post Antigo: 5 Perfis que me inspiram

Fan Page ♥ Instagram 


1

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2019