26.05.2020
* Top 5: livros que nunca imaginei ler e li! ♥

Ei, Gente! :) Se tem uma coisa que tenho feito durante a quarentena é sair da zona de conforto. Apesar de dar preferência a leituras mais leves, li alguns livros que nunca imaginei embarcar. Pensando nisso, trouxe cinco histórias literárias (a maioria não é recente) que se encaixam nesse perfil. Vamos lá? ♥

Crédito das Imagens: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. A menina que roubava livros (Markus Zusak – Editora Intrínseca)
Sinopse:
Horas depois de ver seu irmão morrer nos braços de sua mãe, que era comunista, Liesel Meminger é adotada por Hans e Rosa Hubermann. Ao entrar na nova casa, trazia escondido na mala “O Manual do Coveiro”, livro que o rapaz que enterrou o seu irmão deixou cair na neve. Foi o primeiro dos vários livros que Liesel roubaria. O começo de uma carreira brilhante! Através dos livros, Liesel descobre um mundo diferente do cenário triste de uma guerra, que transformava a Alemanha diariamente. Ela descobre o real significado do amor, da amizade e da lealdade. E as palavras que Liesel encontrou nessas páginas seriam mais tarde aplicadas ao contexto da sua própria vida, sempre com a assistência de Hans, pai adotivo mais amável do mundo, e Max Vandenburg (o judeu do porão), Rudy Steiner e a Morte, que a propósito é a narradora do livro, que testemunhou a dor e a poesia da época em que Liesel teve sua vida salva diariamente pelas palavras.
Observação da Pequena: Quem acompanha o blog há séculos sabe que esse livre foge totalmente do gênero literário que eu amo. Mas por conta de uma desilusão amorosa, decidi na época que embarcaria em outros livros e esse foi o escolhido! Nunca foi tão bom sair da minha zona de conforto, gente! Quem quiser saber mais, tem um post completinho aqui.

2. Divergente (Veronica Roth – Editora Rocco)
Sinopse:
Uma versão futurista da cidade de Chicago, a sociedade se divide em cinco facções dedicadas ao cultivo de uma virtude – a Abnegação, a Amizade, a Audácia, a Franqueza e a Erudição. Aos dezesseis anos, numa grande cerimônia de iniciação, os jovens são submetidos a um teste de aptidão e devem escolher a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas. Para Beatrice, a difícil decisão é entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é – não pode ter os dois. Então, faz uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma.
Observação da Pequena: Como eu soube que os atores do filme eram os protagonistas da história “A culpa é das estrelas”, decidi assistir no cinema. E me apaixonei tanto, que assim que sai do cine, fui correndo na livraria. Jamais imaginei gostar dessa distopia, mas amei e devorei em poucos dias o livro. Só não animei em ler os outros!

3. Todo mundo tem um anjo da guarda (Pedro Siqueira – Editora Sextante)
Sinopse:
Neste livro, o autor conta sobre esse universo dos anjos! Ele mostra uma visão geral das criaturas celestes, explica que é possível ver nossos anjos da guarda e,  até mesmo, saber seus nomes. E não para por aí: Pedro explica como podemos nos comunicar com eles para estreitar os laços com Deus.
Observação da Pequena: Eu não tenho intimidade com livros religiosos. No comecinho, não sabia se tinha feito a melhor escolha para sair da minha zona de conforto. Mas depois a leitura fluiu e, independente, da sua religião as mensagens são incríveis e dão paz! Falei mais sobre aqui.

Crédito das Imagens: Amazon e Arqueiro
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

4. Coragem (Rose McGowan – Editora Harper Collins)
Sinopse:
Rose McGowan se tornou uma das atrizes mais desejadas de Hollywood da noite para o dia. Mas o que seria um sonho, virou logo um inferno pessoal e, com o tempo, ela se reemergiu como um ícone feminista ao expor verdades sobre a indústria hollywoodiana. Mas sua história começou muito antes: aos 13 fugiu de casa e viveu de forma instável, morando e saindo das ruas. Até que foi descoberta por Hollywood, viu seu estrelato se tornar um verdadeiro pesadelo de exposição e sexualização constantes. Um mercado machista a tornou, sem consentimento, em apenas um produto, excluindo sua identidade e imagem, tudo em nome do lucro. Mas o que essa seita não esperava, aconteceu: ela não ficou calada e voltou expondo as verdades, incluindo os crimes cometidos por Harvey Weinstein, um produtor cinematográfico, que tem coleções de denúncias de assédios sexuais. Um livro de memórias, em forma de manifesto honesto e sem censura alguma!
Observação da Pequena: É uma leitura extremamente necessária e que ensina muito. Mas é um livro pesado e que marca. Não é que não valha a pena sair da zona de conforto com ele, porém, é sempre uma história que vou lembrar de um jeito bem triste. Quem quiser saber um pouco mais, é só clicar aqui.

5. A Gaiola de Ouro (Camilla Läckberg – Editora Arqueiro)
Sinopse:
Jack e Faye começaram a namorar na faculdade. Ele é um garoto criado em berço de ouro. Ela é uma jovem que se esforçou para enterrar um passado sombrio. Quando ele decide criar uma empresa, ela deixa os estudos e passa a trabalhar de dia, dedicando as noites a traçar a estratégia do novo negócio. A companhia se torna um sucesso bilionário, mas Faye fica apenas cuidando da filha em casa e sendo exibida pelo marido, que toma todas as decisões da empresa. Um dia, Faye descobre que ele tem um caso e a bela fachada de sua vida desmorona. De uma hora para outra, ela está sozinha, emocionalmente abalada e sem nenhum centavo. Mas Jack está prestes a receber o que merece, e muito mais.
Observação da Pequena: Esse foi o que me tirou da zona de conforto nessa quarentena. Logo eu que sempre indico leituras leves! Mas mesmo sendo uma história mega pesada, a escrita te prende do início ao fim. Não quero ler um thriller psicológico tão cedo, mas gostei de ter riscado esse desafio de leituras. Para mais informações, corre nesse post. ♥

***

Moral da história: acho importante lermos o que amamos. Mas se arriscar e sair da zona de conforto pode render aprendizados, experiências diferentes e, até mesmo, livros que entram para a sua lista de favoritos da vida (no meu caso: A menina que roubava livros).

Então, leia o que te agrada. Em contrapartida, não há problema algum aceitar desafios literários. ;-) Agora me conta: qual livro te fez sair do mesmo? No mais, podem opinar à vontade! ^^

Beijos, Carol.

Post Antigo: Top 5 – Distopias
Fan Page ♥ Instagram  


9
15.05.2020
* Um chick-lit que mudou a sua vida! ♥

Sou uma leitora que tem saído da zona de conforto da leitura. Mas entra gênero e sai gênero, eis o que mais deixa a minha vidinha leve: chick-lit. Sei que rola uns preconceitos em relação a esse tipo de livro, porém posso dizer com toda a certeza que comédias românticas literárias são capazes de mudar a vida! Tudo bem não gostar, mas não tem nada a ver dizer que elas não acrescentam nada no dia a dia do leitor. ;-)

Enfim, não é um post para dar esporro (sei que tem gente que não gosta, mas mega respeita). É apenas para fazer refletir e também para mostrar cinco livros que amigas-leitoras indicaram lá na caixinha de perguntas do meu Instagram. Se você tem curiosidade, quer indicar para alguém e/ou gosta e quer dicas para essa quarentena de histórias bem-humoradas e levinhas, acho que vai gostar do post. Então, vamos lá? ♥

Crédito das Imagens: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. O Segredo de Emma Corrigan (Sophie Kinsella – Indicação da Dani, do blog “Dani que Disse“)
Sinopse: Durante uma viagem de avião bem turbulenta, Emma acredita que não sobreviverá aos solavancos, e acaba contando todos os seus segredos para o homem sentado na poltrona ao lado. Quando a aeronave pousa em segurança, ela pede desculpas ao companheiro de voo pelo desabafo, pensando que nunca mais veria aquele estranho bonitão. No dia seguinte, no entanto, ela descobre que seu colega de viagem era ninguém menos que Jack Harper, um dos fundadores da grande Corporação Panther, empresa na qual Emma trabalha como assistente de marketing.
Observação da Pequena: Eu sou suspeita, porque eu amo a Sophie hahaha. Mas esse livro é muito divertido e leve. Perfeito para essa quarentena também! Queria muito assistir a adaptação do filme, mas não acho em nenhuma plataforma.

2. É agora… Ou nunca (Marian Keys – Indicação da escritora Aimee Oliveira)
Sinopse: O destino entrará em cena sem pedir licença, mudando as vidas de três amigos de forma totalmente inesperada e muito divertida! Tara, Katherine e Fintan são amigos inseparáveis. Tara namora há dois anos, mas a relação está cada dia pior. Katherine se desiludiu aos 19 anos e nunca mais se abriu para o amor. Até que Fintan, o ponto de equilíbrio na amizade dessa dupla, revela que tem uma séria doença. Com isso, as duas amigas prometem fazer tudo que o amigo pedir. Graças às suas exigências malucas, Fintan assistirá de camarote às mudanças – para melhor, claro – nas vidas de Tara e Katherine.
Observação da Pequena:
Eu tenho uma relação de amor e não muito amor com a autora. Alguns livros acho que ela enrola muito, mas outros aquecem o meu coração. E eu acho que esse pode ser um deles! E, gente! A Aimee escreve livros do gênero, que são maravilhosos. Você encontra resenha aqui no PJ.

3. O Diário de Bridget Jones (Helen Fielding – Indicação da artista Juliana Bittar)
Sinopse: Um romance em forma de diário, que fala sobre a vida de Bridget Jones. uma solteira de trinta e poucos anos, que luta com todas as forças para emagrecer. encontrar um namorado. parar de beber e largar o cigarro.
Observação da Pequena: Até o fim da quarentena eu leio ou pelo menos esse ano ainda hahaha.

Crédito das Imagens: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

4. O Diário da Princesa (Meg Cabot – Indicação da Lila, do blog “O Dia da Lila“)
Sinopse: Mia Thermopolis é uma típica adolescente americana que recebe uma notícia que vira sua vida de ponta cabeça. Mia sabe que é fruto de um caso que sua mãe teve há muitos anos e só vê o pai nas férias e no Natal. Mia descobre que seu pai é um príncipe. Ou seja, de uma hora para outra a jovem é a única herdeira do trono da Genovia. Sendo uma princesa e na verdade se chamando Amelia Mignonette Grimaldi Thermopolis Renaldo, a vida dela muda completamente.
Observação da Pequena: Eu sempre amei muito o filme, mas nunca parei para ler o livro. Quem sabe nessa quarentena, né?

5. Como quase namorei Robert Pattinson (Carol Sabar – Indicação da escritora Teca, do blog “Casos, Acasos e Livros“)
Sinopse: Aos 19 anos, Duda é literalmente viciada na saga Crepúsculo. Através de um perfil secreto na internet, ela se comunica com outras fãs de Crepúsculo que, assim como ela, estão totalmente convencidas de que não há garoto no mundo que valha um dente canino do vampiro Edward Cullen. Em Nova York, onde ela faz planos mirabolantes para conhecer pessoalmente Robert Pattinson, o ator que interpreta o vampiro nos cinemas. Mas, após um incidente com seus únicos (e insubstituíveis!) livros da saga, Duda entra em verdadeiro surto de desespero. Só que ela não espera conhecer Miguel Defilippo, seu vizinho na ilha de Manhattan, que é a cara do ator Robert Pattinson!!
Observação da Pequena: Fato que eu vou amar esse livro!! Afinal, eu já fui apaixonada por ele e pela saga igual a Duda. Estou lendo um agora e o próximo acho que vai ser esse. Ah!!! A Teca escreve livros maravilhosos e aqui no PJ você acha resenha de alguns. ♥

***

Muito obrigada, meninas! ♥ O bom desses posts é que a gente fica conhecendo um monte de livros novos e a nossa listinha de próximas leituras fica ainda mais giga hahaha!

Ah! O motivo pelo qual elas gostam tanto dessas histórias eu não sei ao certo. Esqueci desse mero detalhe hahaha (foi mal, gente)! Mas na real não importa muito, com certeza o importante é que esse gênero muda o nosso dia a dia e rende ótimas gargalhadas e aquece o coração.

Agora me contem: qual é o chick-lit que mudou a vida de vocês? E para quem não lê muito esse gênero, qual é o favorito? No mais, podem opinar à vontade! ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Top 5 – Sophie Kinsella (Parte 2)
Fan Page ♥ Instagram 


14
05.05.2020
* Top 5: Livros & Cafeterias! ♥

Ei, Gente! :) Uma das coisas que mais estou sentindo falta nessa quarentena é ler em cafeterias. Não que eu goste de café, mas ambientes que vendem essa bebida me dão uma sensação de aconchego, sabem?

E outra coisa: eu amo histórias que estão ligadas de alguma forma com esse cenário. Pensando nisso, selecionei cinco livros para o post do dia. Três estão na minha wishlist e dois já embarquei e amei. Então, vamos lá? ♥

Crédito das Imagens: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. Encontro na cafeteria (Francine Cândido)
Sinopse:
Lucas está sendo obrigado pelo pai a assumir como CEO na empresa Braincoff e continuar uma faculdade que nem sabe o motivo de ter escolhido. É nessa onda de dúvidas e com uma certa coincidência, que Lucas vai ajudar a dona de uma loja de queijos e é confundido com alguém buscando trabalho. Decidido a conseguir o emprego e fazer uma única coisa na vida em que seu pai não se meteu, Lucas vai descobrir segredos e desejos sobre si mesmo ao se deparar com o fato de que Sonata sua chefe, lhe causa sentimentos perturbadores.
Observação da Pequena: Acho que vai ser a minha próxima leitura. Tem cara de arrancar muitos suspiros e fazer parte dessa cafeteria.

2. Dedique-se de coração (Howard Schultz)
Sinopse:
Uma empresa pode, sim, funcionar com o coração, nutrir a alma e ainda dar lucros. Neste livro, o leitor nota que é possível, a longo prazo, oferecer valor aos seus acionistas sem sacrificar a crença central de que se deve tratar os funcionários com respeito e dignidade.
Observação da Pequena: Eu amo a Starbucks, por mais que eu não ame café. Mas muitas coisas me chamam a atenção nela e vão além do nome escrito com uma carinha feliz na bebida escolhida hehehe. Não sou muito de ler esses livros, mas esse entrou para a minha listinha.

3. Café em Paris (Marília Cichini)
Sinopse:
Um livro para a gente colorir e brincar com paper dolls, independente da idade.
Observação da Pequena: Eu amei o cenário escolhido! Acho que não brincaria com paper dolls , mas adoraria colorir um pouco para me distrair nessa quarentena.

Crédito das Imagens: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

4. Te devo uma (Sophie Kinsella)
Sinopse:
Fixie Farr tem a necessidade de ajeitar tudo. Até que um dia no Café Allegro, um estranho pede para ela olhar seu laptop por um instante. E, claro, ela diz sim, até que…. O teto do local desaba, nada muito grave, e ela defende com unhas e dentes o computador do cara, que a propósito se chama Sebastian. Surpreso e grato pelo gesto, pega um protetor de copo e entrega para a protagonista com os dizeres “Te devo uma”. Será que o destino fará com que ele cumpra a “promessa”?
Observação da Pequena: É um dos melhores livros da Sophie e o cenário onde tudo começou é tão perfeito, mesmo com os poréns hahaha. Para quem quiser saber mais, é só clicar aqui.

5. O café da praia (Lucy Diamond)
Sinopse:
Evie sempre foi a ovelha negra da família. Então, quando a sua tia preferida sofre um acidente, ela recebe uma inesperada herança…. O café na beira da praia, de Cornualha, onde passou sua infância, entre outros momentos, agora é seu! Entretanto, logo descobre que nem tudo são flores no Café! Mas apesar das dificuldades, ela está determinada a fazer dar certo!
Observação da Pequena: É aquele livro amorzinho e que a gente fica com vontade de frequentar o lugar e conversar com os personagens. Para quem quiser saber mais, é só clicar aqui. Ah! Vai ter live com essa autora na 5ª feira, às 15h, no Insta da Editora Arqueiro. ♥

***

É isso, pessoal. :) Agora me conta: quem gosto de livro com esse pano de fundo? E fique à vontade para recomendar outros livros com esse cenário.

Beijos, Carol.

Post Antigo: Top 5 – Mães literárias que merecem destaque
Fan Page ♥ Instagram


5
30.04.2020
* Top 5: livros que amei, mas não fiz resenha! ♥

Ei, Gente! :) Eu sempre fui uma leitora assídua, mas quando criei o PJ, não falava sobre livros (pois é, absurdo, eu sei hahaha). Ou seja? Muitas histórias ficaram de fora! Daí, na hora de montar a minha estante virtual no Skoob, descobri várias leituras que poderiam ter virado uma resenha aqui no blog. Então, selecionei 5 delas e vou contar um pouquinho sobre. Vamos lá? ♥

Crédito das Imagens: Estante Virtual e Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. Os homens com quem não me casei (Janice Kaplan – Editora Record)
Sinopse:
Após o marido de Hallie Pierpont dispensá-la, um pensamento curioso invade sua mente: por onde andarão os homens com quem ela não se casou? Eric tornou-se milionário e ocupa a 255º posição na lista da Forbes. Barry agora é conhecido como Rav Jon Yoma Maharishi, um líder espiritual que se dedica a meditação. Já Kevin é fotógrafo submarino, e está trabalhando no último filme de Angelina Jolie. Junte-se a Hallie e descubra se valeu a pena ela não levar esses homens para o altar…
Observação da Pequena: Eu li há seculos esse livro e a única coisa que lembro bem era de ter chorado de tanto rir. Vocês sabem que eu não costumo ler livros repetidos, mas esse eu tenho vontade. :) Aliás, achei essa história para vender só na Estante Virtual. Então, fica a dica para quem se interessar.

2. O casamento de mentirinha de Kate Simpson (Mina Ford – Editora Record)
Sinopse:
Depois do fim traumático de seu namoro, Katie Simpson precisa desesperadamente do apoio de seus amigos. Mas justo na hora eles estão mais preocupados com os próprios problemas. Todos estão ocupados demais para pensar em Katie, até que ela resolva se casar. Será apenas um truque para atrair novamente a atenção deles? Ou ela está mesmo disposta a levar o plano até o fim?
Observação da Pequena: Sabe aquele livro que você se arrepende profundamente de ter emprestado? Então! Esse é o típico chick-lit que vale cada capítulo. Não lembro de muita coisa, mas o pouco que guardo na memória arrancou muitas risadas e aprendizados sobre amor e amizade.

3. A dieta das chocólatras (Carole Matthews – Editora Bertrand Brasil)
Sinopse:
Lucy Lombard achava que sua felicidade estava garantida ao lado de Aiden, seu namorado e chefe lindo, desejado por todas as mulheres. Até o dia em que pegou o amado na cama com outra. Pelo menos, um consolo: ela não é a única desesperada. Autumn ainda não tomou coragem para apresentar o novo namorado para os pais. Nadia não acredita mais nas desculpas dadas pelo marido para esconder o vício da jogatina. Chantal continua tentando salvar o casamento, embora de um jeito um tanto quanto inusitado. Portanto, está decretado: essa é uma EMERGÊNCIA CHOCOLATE!
Observação da Pequena: Nunca comi tanto chocolate lendo um livro. Sério! Leia esse livro com uma caixinha de bis ou outra guloseima. A leitura fica deliciosa e rende bons momentos ao lado das quatro amigas, repletas de histórias que a gente se identifica, nem que seja em alguns pontos. Quero muito ler o primeiro da série para conhecer como tudo começou. Aliás, o nome do 1º é esse “O clube das chocólatras”.

Crédito das Imagens: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

4. O atlas do amor (Laurie Frankel – Editora Paralela)
Sinopse:
Ninguém sobrevive à maternidade sem aliados – principalmente quando se está em meio a um curso de pós-graduação. Por isso, apesar de descobrir no fim de um semestre que está grávida e de ser abandonada pelo namorado sete anos mais novo, Jill ainda pode se imaginar sortuda quando suas duas melhores amigas imediatamente se prontificam a ajudá-la a criar Atlas, o bebê. Então, ela e as amigas se mudam para uma casa maior, arranjam um cachorro e montam uma programação sem intervalos. Mas é claro que tudo acaba se complicando…
Observação da Pequena: Foi uma leitura bem rapidinha. Leve, divertida e que a gente fica apaixonada pelo Atlas! Vale cada palavras! é um dos livros mais fofos e com a capa mais linda! Esse foi indicação de uma amiga da facul, a Mary. Obrigada, amiga!

5. Anna e o beijo francês (Stephanie Perkins – Novo Conceito)
Sinopse:
Anna Oliphant não quer se mudar para Paris. Porém, seu pai, um famoso escritor norte-americano, decidiu enviá-la para um colégio interno na Cidade Luz. Então, ao chegar lá, ela conhece Étienne St. Clair, um rapaz inteligente, charmoso e bonito, que além de muitas qualidades, tem uma namorada…Anna e Étienne se aproximam e as coisas ficam mais complicadas. Será que um ano inteiro de desencontros em Paris terminará com o esperado beijo francês? Ou certas coisas simplesmente não estão destinadas a acontecer?
Observação da Pequena: Livros estão repletos de frases que marcam, né? E esse é o dono de um dos trechos que levo para a vida “Eu desejo o que for melhor para mim”. Algumas coisas me irritam no Étienne, mas são coisas que acontecem. De resto, amei cada página! E essa capa é a nova, a que eu eu tenho é a antiga, que é muito mais fofa, na minha humilde opinião! ♥

***

É isso, pessoal. Me contem: já embarcaram em alguma dessas histórias? No mais, podem opinar à vontade. :) Ah! E aproveitem para me adicionar no Skoob. ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: TBT Literário – 5 livros
Fan Page ♥ Instagram 


7
23.03.2020
* Top 5: máscaras faciais para você usar hoje e sempre (Por Kaka, Rainhas da Pechincha)! ♥

Ei, Gente! :) Convidei uma amiga, a Kaka, que a blogosfera me deu, mega especialista em produtinhos de beleza (ela e a Lola), para convocar 5 máscaras faciais que ela ama. Então, com vocês as escolhidas da Kaka, do blog (lindão) Rainhas da Pechincha. Vamos lá? Bom post! ♥

1. Máscara Facial Detox Argila Pura Esfoliante (L’oréal)
Opinião da Kaka:
Com certeza uma das minhas favoritas. Recentemente encontrei a versão gringa dela numa free shop. O produto é o mesmo, mas a embalagem é maior e de vidro, então óbvio que trouxe pra casa. A versão brasileira é fácil de achar, mas fique atenta que pode ser encontrada por R$ 30,00, mas também por R$ 50,00. Vem num tubo, o que facilita a aplicação. A parte legal das máscaras esfoliantes, é que depois que a argila já cumpriu a função na pele, após os 20 minutos no rosto, entra a parte da esfoliação. É só ir molhando, e enquanto enxágua, massagear o rosto delicadamente.
Para saber mais, é só clicar aqui.

2. Máscara Detox Cleansing Scrub Mask (Primark)
Opinião da Kaka:
Também esfoliante, essa máscara não vende no Brasil, mas vale colocar na listinha de desejos pra quando você encontrar uma Primark pelo caminho, na próxima viagem. É uma das melhores máscaras esfoliantes que já usei na vida, e super baratinha.
Para saber mais, é só clicar aqui.

Crédito das Imagens: Blog Rainhas da Pechincha
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

3. Máscara Facial de Argila Preta (Panvel)
Opinião da Kaka:
Infelizmente agora a Panvel só vende ela na versão sachê, pois antigamente a versão em pote, com maior quantidade, ainda estava disponível. De qualquer forma, vale a pena assim mesmo. É uma máscara excelente, que promete regenerar a pele e protegê-la da poluição. Dá até uma suavizada naqueles poros mais aparentes.
Para saber mais, é só clicar aqui.

4. Máscara Detox Total (Ricca)
Opinião da Kaka:
Depois que você começa a usar máscaras de argila, e máscaras que vem em embalagens maiores rendendo mais aplicações, você não quer mais saber das versões sheet masks. É que geralmente essas, só podem ser usadas uma única vez e depois vão pro lixo. Então, nem sempre compensa. No caso dessa da Ricca, quando está com um preço amigo, ainda vale o custo benefício. Tem uma fragrância super gostosa, hidrata a pele e deixa ela sequinha, ou seja, a pele absorve todo o produto. 
Para saber mais, é só clicar aqui.

Crédito das Imagens: Panvel e Blog Rainhas da Pechincha
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

5. Máscara Argila Kaolin + Chá Verde Dá-Lhe Lama (Ricca)
Opinião da Kaka:
Mais uma opção de máscara esfoliante. Essa é ótima! Possui uma embalagem com excelente vedação, o que permite você seguir usando o produto por bastante tempo, e ainda rende! A lógica da esfoliação aqui, é igual a máscara da argila vermelha da L’oréal: Aplica, espera, e na hora de enxaguar, faz a esfoliação. O resultado é uma pele super macia!!
Para saber mais, é só clicar aqui. ♥

Crédito da Imagem: Blog Rainhas da Pechincha
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

***

E o quanto eu amei e já quero experimentar? Confesso que não sou a louca das máscaras faciais, mas cada dica que elas dão, seja no Insta, no Blog, no Youtuber, eu fico com vontade de seguir. As que eu fiquei mais interessada desse post: da Ricca (a primeira) e da Panvel. E, gente, cheguei a uma conclusão: eu preciso conhecer o poder da Argila hahaha!

Ah! Todas têm resenha no blog da Kaka (e da Lola, que é irmã dela, que é uma querida também ♥), ok? Deixei o link em cada palavra “aqui”. Então, é só clicar para saber mais detalhes. O legal que elas sempre indicam produtos que valem a pena e que são em conta. Tudo que a gente ama, né?

E me contem: qual é a máscara facial que vocês não vivem sem? E as que mais ficaram curiosa para experimentar? Minha mãe ama as da Dermage, que estão na minha listinha também! :) Aliás, vale lembrar que cada pele age de uma maneira, então, se testar e não curtir, vai experimentando outra. E sempre peça um help para a sua dermato.

No mais, muito obrigada Kaka! Pelo carinho e pela ajuda de sempre. :) Sou fã de vocês, de coração! E, por fim, mas não menos importante, ano passado participei do RDP (sou intima =D). Quem quiser conferir, vem ! Falei um pouco da minha pele e da minha ansiedade. ♥

Beijos, Carol.

Post Antigo: Favoritos da vida (Beauté)
Fan Page ♥ Instagram 


8

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2020