15.08.2019
*Top 5: Thalita Rebouças! ♥

Ei, Gente! :) A Bienal do Rio está quase chegando e, pensando nisso, resolvi fazer um top 5 com uma das escritoras brasileiras que mais admiro: Thalita Rebouças! São livros que vão além do clássico “Fala Sério, mãe”, mas que estão na minha listinha de “preciso ler” ou “já li”. Então, vamos lá? Bom post! ♥ 

Top - Thalita RebouçasCrédito das Imagens: Saraiva 
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática! (Editora Arqueiro) 
Sinopse: Tetê acaba de se mudar com a família toda para a casa dos avós em Copacabana (RJ), pois com a crise o pai perdeu o emprego e eles tiveram que sair do lindo apartamento na Barra da Tijuca. Resultado? Sua vida virou de cabeça para baixo! Ela perdeu sua privacidade e sua referências. A parte boa foi se livrar do antigo colégio, onde sofria bullying devido ao seu jeitinho peculiar de ser. O problema é que a nossa protagonista está apavorada, porque agora tudo será novo e estranho, com o ensino médio, com a nova escola e sem conhecer ninguém. Seus maiores medos: de ser excluída novamente, de não fazer amigos e sofrer com tudo isso!  Tetê é uma garota divertida, bem-humorada e que adora cozinhar. Porém, está muito mal. Será? Acontece que uma das características dela é ser (um pouco) dramática! Afinal, no primeiro dia de aula as coisas já parecem um pouco diferentes. Ela já conheceu na prática a palavra amigo! Enfim, com o tempo, ela vai descobrir que sair da zona de conforto e enfrentar seus medos é a única maneira de ser feliz. :)
Observação da Pequena: Esse é o primeiro da série “Confissões”. Me identifiquei tanto com essa personagem e apesar de ser uma série mais teen, eu aprendi muito. Quer saber mais? Tem resenha aqui.

2. Confissões de um garoto tímido, nerd e (ligeiramente) apaixonado! (Editora Arqueiro) 
Sinopse: Davi está no segundo ano do ensino médio e finalmente tomou coragem para iniciar o curso de astrologia que sempre quis fazer mas nunca teve coragem de admitir, por medo de sofrer preconceitos. Entre signos e mapas astrais, conhece Milena, uma menina incrível, que o deixa encantado com seu jeito apaixonante. Tetê, melhor amiga de Davi, o incentiva a investir no relacionamento, mas vencer a timidez é um desafio para ele. Ajudar Zeca, seu amigo que passa por problemas amorosos, também é uma dificuldade, pois Davi é inexperiente no assunto. No final do primeiro semestre, entretanto, uma novidade causa um rebuliço na turma: Samantha, colega de classe do trio, apresenta Gonçalo, que mora em Portugal e veio passar as férias de verão europeu na casa dela, no Rio de Janeiro. A chegada do estrangeiro tem efeitos inesperados, e Davi e seus amigos passam a lidar com questões que nunca imaginaram ter que enfrentar.”
Observação da Pequena:  Eu não li esse e não faço a mínima ideia do motivo, mas tenho certeza de que assim como o primeiro, vou amar saber mais sobre o Davi.

3. Confissões de uma garota linda, popular e (secretamente) infeliz! (Editora Arqueiro) 
Sinopse:  É o terceiro da série, que fala sobre a “vilã”, a Valentina. Com uma complicada história familiar e muitos traumas, Valentina vai contar o seu lado e mostrar por que age como age. Fofocas, intrigas, disse me disse e muito mais!
Observação da Pequena: Apesar de eu não ter lido o segundo da série, estou querendo embarcar logo nesse hahaha! <3

4. Adultos sem filtro e outras crônicas! (Editora Rocco) 
Sinopse: Nesse livro, nossa autora vez  escreve crônicas sobre relações familiares e amorosas, critica a ditadura da beleza, conta como são seus encontros com fãs, celebridades e taxistas, e ainda revela suas imperfeições, provando que a combinação entre ler e rir agrada a qualquer idade.
Observação da Pequena: Um livro que está na minha wishlist: sim ou com certeza?

5. 360 dias de sucesso! (Editora Rocco) 
Sinopse: Um grupo de amigos que só queriam levar um som e se divertir vêem suas vidas virar de cabeça para baixo quando publicam um vídeo na internet e se tornam sucesso imediato na rede. Retratando um fenômeno comum no meio artístico e ainda mais frequente em tempos de internet – a fama instantânea e efêmera. Um livro que fala sobre sonhos, ídolos, romance, traição, escolhas. E, claro, muita música.
Observação da Pequena: Eu jurava que esse livro era de crônicas e eu não faça a mínima ideia do motivo hahaha! Mas hoje li a sinopse e já acrescentei na minha wishlist da Bienal. 

***

É isso, pessoal. Claro, que a Thalita tem outros livros, mas esses estão na minha listinha! Agora me contem: qual livro vocês mais amam dela? E me indicam algum outro? =)

Beijos, Carol.

Post Antigo: A personagem literária mais dramática da vida

Fan Page ♥  Instagram


0
24.07.2019
* Top 5: Nas quartas usamos rosa! ♥

Ei, Gente! :) Quarta-feira é o dia oficial da cor rosa. Aliás, esse foi o maior ensinamento do filme “Meninas Malvadas“, né? Então, para o post de hoje selecionei cinco itens que estou desejando nessa cor e com a tonalidade (mais clarinha) que eu mais amo. Vamos lá? ♥  

Top 5 - Rosa - PJ - 1Crédito das imagens: Pinterest e Instagram The Beauty Box 
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista
♥ 

Confesso, que apesar de amar rosa, nunca fui muito de usar essa cor nas roupas. Mas hoje em dia, eu adoro. E fiquei apaixonada por essa jardineira que achei no Pinterest! Dá um toque bem fofo, né? Outro item que estou querendo muito é esse perfume da Miss Dior (meu favorito) para levar na bolsa. Fora que a embalagem é apaixonante! A roupa, eu não sei onde a gente encontra, mas o perfume, vi que na The Beauty Box tem. ;-)

Top 5 - Rosa - PJ - 2Crédito das imagens: Grupo Editorial Record, Meg & Meg e Bee Mine
Crédito da montagem: Pequena Jornalista

E se roupa nem sempre aderi, livros com capa rosa sempre me chamam atenção e se for de uma das minhas autoras favoritas, melhor ainda, né? Muito ansiosa para ter em mãos a nova história da Sophie Kinsella: Te devo uma, que já falei inúmeras vezes no blog. É da Record e lança em agosto! ;-) Também já declarei por aqui que sou a louca da papelaria e eu amo coisinhas rosa desse universo. Fiquei apaixonada por esses planejamentos semanais e diários, da Meg & Meg e, apesar de não usar muito, eu estou morrendo de amores por esse grampeador ROSA, da Bee Mine. Sério, essas lojinhas online me deixam com vontade de gastar tudo e mais um pouco!

***

É isso, pessoal. E vocês? Amam esse tom rosinha bebê? E o que mais chamou a atenção e quer passar no cartão o quanto antes? Enfim, podem opinar à vontade! ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Coleção Cadernos e Blocos!

Fan Page ♥  Instagram


1
17.07.2019
* Top 5: “chick-lit” que estão na fila! ♥

Ei, Gente! :) Já declarei o meu amor por chick-lit, né? Como semana passada, mostrei algumas histórias literárias leves que já embarquei esse ano, resolvi trazer cinco livros que estão na minha listinha de próximos. Lembrando, que quem tiver dicas de leituras do gênero, pode indicar, que eu vou amar! Enfim, vamos lá? Bom post! 

PJ - 5 Chick LitCrédito das Imagens: Saraiva 
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. Te devo uma (Sophie Kinsella – Editora Record)
Sinopse: Fixie Farr não consegue deixar nada pra lá. Se encontra alguma coisa fora do lugar, quer logo ajeitar, se um amigo está em dificuldade, já começa a pensar em como pode ajudar… Ela sente necessidade de arrumar tudo. Tudo! Então, quando um estranho em um café lhe pede que fique de olho em seu laptop por um instante, ela não só se compromete a tomar conta do computador como acaba salvando-o de um grande desastre. Sebastian, muito tocado com o gesto de Fixie, não sabe como lhe agradecer, então pega um protetor de copo e o entrega a ela depois de escrever nele: “Te devo uma”. Fixie acha a atitude muito fofa, mas duvida que voltará a vê-lo. Até o dia em que um antigo crush da época da escola volta para sua vida e Fixie precisa ajudá-lo. Ela então recorre a Seb, mas as coisas não dão muito certo. Agora é ela quem fica lhe devendo um enorme favor, e isso gera uma troca de favores infinita que obriga Fixie a enfrentar um passado que cheio de mágoas para abraçar o futuro que ela de fato merece.
Observação da Pequena: É da diva Sophie, né? Não poderia deixar de entrar na minha listinha. Mas só lança em agosto. Alguém contando os dias para o próximo mês também? hahaha =)

2. As joias de Manhattan (Carmen Reid – Editora Bertrand Brasil) 
Sinopse: Três irmãs, um destino: se tornarem milionárias. Como conseguir? Vendendo joias roubadas! Mas a experiência no assunto é zero e a chance de o plano virar de pernas pro ar é de 100%.
Observação da Pequena: Eu comprei na última Bienal que teve aqui no Rio, mas ainda não consegui embarcar. Espero resolver essa questão ainda esse ano. Lendo novamente a sinopse, tem cara de ser maravilhoso e do jeitinho que eu gosto! 

3. Falsiane (Lucy Sykes e Jo Plazza – Editora Harper Collins) 
Sinopse: O que fazer quando a geração mais nova (mais descolada, mais ambiciosa, mais antenada) está de olho no seu cargo? É o que Imogen Tate, editora de uma grande revista de moda nova iorquina, está prestes a enfrentar. Após uma licença médica de seis meses, ela está de volta à redação, mas as coisas estão bem diferentes… Sua assistente de vinte e poucos anos aproveitou sua ausência para tentar derrubá-la do seu pedestal, roubar seu emprego e transformar a famosa Glossy em um aplicativo de celular! Avessa às tecnologias e sem sequer saber usar direito um iPhone, Imogen vai ter que correr atrás do prejuízo para desbravar o mundo virtual e provar que a experiência ainda vale muito. Custe o que custar!
Observação da Pequena: Recebi essa dica no Insta e, com certeza, entrou para a minha lista! =)

4. As Patricinhas (Zoey Dean – Editora Bertrand Brasil) 
Sinopse: Megan Smith, recém-formada em Yale, tem grandes planos para a sua carreira de jornalista, mas também uma dívida enorme: 75 mil dólares do empréstimo que fez para pagar a faculdade. Por conta disso, aceita trabalhar num tabloide de quinta categoria, é demitida, até que… recebe uma proposta irrecusável. As gêmeas Rose e Sage Baker têm 17 anos e são as herdeiras mais badaladas de Palm Beach, conhecidas por terem rios de dinheiro e uma queda pelos flashes dos paparazzi. A avó das gêmeas se oferece para pagar a dívida de Megan, com a condição dela aceitar ser professora particular das meninas e fazer com que entrem numa boa universidade. Mas as gêmeas não estão nem um pouco dispostas a abrir espaço em suas agendas de patricinhas para aprender álgebra. Megan logo descobre que, para conquistar suas alunas, vai ter que saber a diferença entre Pucci e Prada. E mais: se entrar para a galera, talvez, quem sabe, consiga ensinar alguma coisa para as meninas. O que nunca imaginou é que ela própria aprenderia uma grande lição.
Observação da Pequena: Acreditam que eu não sabia da existência desse livro? Simplesmente encontrei por acaso na internet e eu estou louca para embarcar! Aliás, amanhã mesmo vou tentar encontrar na livraria! 

5. Esposa 22 (Melanie Gideon – Editora Intrínseca) 
Sinopse: Alice e William Buckle se casaram apaixonados. Mas, dois filhos e quase vinte anos depois, Alice está entediada. Por isso, quando recebe um convite por e-mail para participar de uma pesquisa on-line sobre casamentos, ela aceita num impulso. Respondendo às perguntas enviadas por um pesquisador anônimo e carismático, Alice tem a oportunidade de reexaminar a história do próprio relacionamento. Protegidos pelos pseudônimos “Esposa 22” e “Pesquisador 101”, a protagonista e o condutor da pesquisa iniciam uma intensa troca de mensagens que acaba tomando um rumo cada vez mais íntimo.
Observação da Pequena: Sempre escutei falar desse livro, mas nunca tinha lido a sinopse, acreditam? Diz que não está mais disponível, mas espero encontrar esse livro naqueles quiosques promocionais da Bienal. Torçam por mim! ;-)

***

É isso, pessoal. Ah! Vou fazer uma versão desse post com autores brasileiros também, ok? Mandem sugestões!

Beijos, Carol. ^^

Post Antigo: 5 chick-lit que eu indico!

Fan Page ♥ Instagram 


2
11.07.2019
* TBT Literário: 5 livros que embarquei esse ano! ♥

E já que 5ª feira é dia de #TBT, resolvi relembrar cinco leituras que deixaram esse 1º semestre ainda mais leve! Sim, às vezes, a vida real é bem tensa, mas os livros ajudam a escapar um pouquinho. Porém, ledo engano, quem acha que essas histórias são rasas. Pelo contrário, deixam muitas lições para enfrentarmos o dia a dia. Então, vamos lá? Bom post. 

TBT Literáio - PJCrédito da Montagem e Imagens: Pequena Jornalista

1. Adulta sim, madura nem sempre (Camila Fremder – Editora Paralela) 
Sinopse: Um livro que reflete sobre a chegada da fase adulta. Que muitas vezes, nem está lá, mas, de acordo com a sociedade, já deveria estar lá há séculos. A autora brasileira conta para a gente sobre a sua experiência com a transição do fim da adolescência para a maturidade. Que a propósito, chega do nada e pode ser assustadora! Fala sobre a maternidade, relacionamentos e a autoestima. De um jeito bem-humorado, ela conta passo a passo e histórias como entregar um freela para ontem, pagar a conta de gás atrasada e colocar o bebê para dormir. Tudo junto e misturado! E, de forma alguma, ela finge que está tudo sob controle e que essa transformação não é tão simples. E tudo bem! O melhor é aceitar e adotar o melhor remédio: rir muito!  
Lição #TBT: Consegui entender melhor as amigas que já são mães e, até mesmo, a minha. E vi que não estou adulta, porém, nem sempre madura, sozinha!

2. Confissões de uma terapeuta (Renata Lustosa – Editora Lura) 
Sinopse: Melissa Belinque é uma garota planejada. Muito planejada. Apaixonada por seu melhor amigo e formada em psicologia, ela é uma terapeuta especializada em relacionamento, porém, nunca esteve em um. E o que fazer quando, numa reviravolta do destino, Mel descobre que uma de suas pacientes está completamente apaixonada (e é recíproco) justo pelo mesmo boy que ela? Bom, nossa protagonista terá de correr atrás do prejuízo e impedir que o grande amor de sua vida e seus planos mega certos sejam passados para trás!
Lição #TBT: Aprendi que planos são bons, mas não há problema algum readaptá-los!

3. Corra, Abby, Corra (Jane Costello – Editora Record) 
Sinopse: Abby Rogers nunca foi de se preocupar com hábitos saudáveis e, desde que fundou a River Web Design, as coisas só pioraram. Fazer as refeições nos horários certinhos é missão impossível. Mas quando a sua melhor amiga, a Jess, maratonista incurável, a convence de participar de um clube de corrida, nossa protagonista topa se arriscar. Claro, que a sua motivação tem nome, apelido e um sorriso encantador: Oliver, ou melhor, Dr. Sexy, que a propósito é o capitão do clube. Seu primeiro dia de corrida? Um desastre total! Com certeza, essa atividade não combina nada com ela. Então, depois de ter a sensação de que seus pulmões foram incendiados, prometeu nunca mais correr…. Até que a sua assistente Heidi lhe dá a notícia que é portadora de esclerose múltipla, uma doença que não tem cura. Sendo assim, ela ganha um outro incentivo na corrida e decide investir nessa “carreira” para arrecadar fundos para uma pesquisa da cura dessa enfermidade. Claro que ela vai precisar de muito fôlego para enfrentar essa e outras corridas diárias da vida: gerenciar a sua empresa (que não está muito bem), lidar com os pais, conquistar o Dr. Sexy e ainda por cima enfrentar um motoqueiro que cruzou o seu caminho por acidente (literalmente) e muito mais. Haja disposição! Mas será que ela vai ter para essas maratonas atípicas? Só lendo para descobrir.
Lição #TBT: Quando ajudamos o outro, automaticamente estamos nos ajudando também!

4. Lendo de cabeça para baixo (Jo Platt – Editora Fábrica 231) 
Sinopse: Rosalind Shaw tem 30 anos e foi abandonada no altar sem nenhuma explicação. Ela mergulha em uma forte depressão que a impele a praticamente não sair de casa, largar o emprego e passar quase todos os dias em frente à TV. Preocupados, sua família e seus amigos se revezam para cuidar dela. Passados alguns meses, sem sequer manter regulares os seus banhos, Ros, por sugestão do amigo Tom, resolve deixar o centro da cidade e começar uma vida nova na pequena St. Albans, onde se torna coproprietária de uma loja de livros usados e antigos. Nesse cenário, trabalhando na companhia de três novos amigos (Andrew, Georgina e Joan), ela tenta voltar a ser a pessoa que sempre foi: feliz, confiante e divertida. Porém, quando tudo parece estar se encaixando, chega o seu novo vizinho Daniel com a seguinte notícia de que matou sem querer o seu porquinho da índia!
Lição #TBT: Sim, amigos leitores, nada acontece por acaso e quem menos esperamos nos surpreende positivamente!

5. A pequena livraria dos sonhos (Jenny Colgan – Editora Arqueiro) 
Sinopse: Nina Redmond é uma bibliotecária que passa os dias unindo alegremente livros e pessoas, afinal, ela sempre sabe as histórias ideais para cada leitor. Porém, quando a biblioteca pública em que trabalha fecha as portas, nossa protagonista não tem ideia do que fazer. Então, se depara com um anúncio de classificados de uma van, que te chama atenção e tem um clique: por que não transformá-la em uma livraria volante e transformar vidas em cada lugar por onde passar. Seu primeiro destino: um vilarejo em Terras Altas, na Escócia. Por lá, descobre um mundo de aventuras, romances e talvez, o seu verdadeiro lar doce lar.
Lição #TBT: Livros tem um poder de aproximar as pessoas e os fatos. Aliás, existe uma leitura para cada tipo de pessoa, viu? Esquece essa história de não gostar de ler!

***

É isso, pessoal. Gostaram desse #TBT especial? Podem opinar à vontade. E, claro, me contem: qual livro leve, nesse 1º semestre, te ensinou bastante?
Lembrando, que temos resenhas de todos os livros citados nesse post. É só buscar na caixinha de “procura-se”.

Beijos, Carol. 

Post Antigo: 5 livros chick lit

Fan Page ♥ Instagram 


1
26.06.2019
Top 5: livros que falam de livros! ♥

Ei, Gente! Livros que falam sobre livros merecem todo o nosso amor, né? E merecem também um top 5 especial. ♥ Então, segue uma seleção com algumas histórias que se encaixam nesse “gênero”, que eu adoro e não vivo sem! Vamos lá? Boa leitura! ;-)

Livros que falam de livros - PJ 1Crédito das Imagens e da Montagem: Pequena Jornalista

1. A pequena livraria dos sonhos 
Autora: Jenny Colgan (Editora Arqueiro)
Sinopse: Nina Redmond é uma bibliotecária que passa os dias unindo alegremente livros e pessoas, afinal, ela sempre sabe as histórias ideais para cada leitor. Porém, quando a biblioteca pública em que trabalha fecha as portas, nossa protagonista não tem ideia do que fazer. Então, se depara com um anúncio de classificados de uma van, que te chama atenção e tem um clique: por que não transformá-la em uma livraria volante e transformar vidas em cada lugar por onde passar. Seu primeiro destino: um vilarejo em Terras Altas, na Escócia. Por lá, descobre um mundo de aventuras, romances e talvez, o seu verdadeiro lar doce lar.
Observação da Pequena: O livro que me fez amar ainda mais esse “gênero”. A leitura é bem amorzinho e aquece o nosso coração! Tem resenha aqui.

2. Manual prático de bons modos em livrarias 
Autora: Lilian Dorea  (Editora Seoman)
Sinopse: O livro é uma coleção de pérolas hilárias de fregueses sem noção. Sendo assim, a autora teve uma sacada brilhante e criou um manual de como se comportar dentro deste lugar sagrado. Ah! Livreiros também não escapam. A autora conta e comenta pérolas desses profissionais que, a propósito, merecem todo o nosso amor.
Observação da Pequena: TODO MUNDO que ama livraria tem que ler esse livro, ok? Mas primeiro pode ler a resenha aqui.

3. A menina que roubava livros 
Autor: Markus Zusac (Editora Intrínseca)
Sinopse: Horas depois de ver seu irmão morrer nos braços de sua mãe, que era comunista, Liesel Meminger é adotada por Hans e Rosa Hubermann. Ao entrar na nova casa, trazia escondido na mala “O Manual do Coveiro”, livro que o rapaz que enterrou o seu irmão deixou cair na neve. Foi o primeiro dos vários livros que Liesel roubaria. O começo de uma carreira brilhante! Através dos livros, Liesel descobre um mundo diferente do cenário triste de uma guerra, que transformava a Alemanha diariamente. Ela descobre o real significado do amor, da amizade e da lealdade. E as palavras que Liesel encontrou nessas páginas seriam mais tarde aplicadas ao contexto da sua própria vida, sempre com a assistência de Hans, pai adotivo mais amável do mundo, e Max Vandenburg (o judeu do porão), Rudy Steiner e a Morte, que a propósito é a narradora do livro, que testemunhou a dor e a poesia da época em que Liesel teve sua vida salva diariamente pelas palavras.
Observação da Pequena: Como eu amo esse livro, gente. Foge do estilo que estou acostumada e gosto, mas ele me marcou tanto. Indico a todos, inclusive, o filme. Quem quiser saber mais, é só clicar aqui.

Livros que falam de livros - PJ 2Crédito das Imagens: Saraiva 
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

4. A pequena livraria dos corações solitários
Autora: Annie Darling (Editora Verus)
Sinopse: Era uma vez uma pequena livraria em Londres, onde Posy Morland passou a vida perdida entre as páginas de seus romances favoritos. Assim, quando Lavinia, a excêntrica dona da Bookends, morre e deixa a loja para Posy, ela se vê obrigada a colocar os livros de lado e encarar o mundo real. E não bastava ter herdado um negócio falido, a nossa protagonista ainda tem de lidar com a atenção indesejada do neto de sua eterna chefe: Sebastian, conhecido como o homem mais grosseiro. Posy tem um plano astucioso e seis meses para transformar a Bookends na livraria de seus sonhos. Porém, Sebastian não a deixa trabalhar em paz. Enquanto (quase) todos lutam para salvar a amada livraria, ela se envolve em uma batalha com Sebastian. Aliás, Posy começou a ter fantasias um tanto ardentes com ele… Resta saber se, como as heroínas de seus romances favoritos, a protagonista vai conseguir finalmente o seu “felizes para sempre”.
Observação da Pequena: Não é o meu livro favorito da vida, mas vale ler tirar a sua própria conclusão, viu? Tem resenha aqui.

5. Ler, amar e viver 
Autoras: Jennifer Kaufman e Karen Mack (Editora Casa da Palavra)
Sinopse: Divorciada pela segunda vez, a vida de Dora se resume a ficar na banheira acompanhada de uma garrafa de vinho e muitos livros – de Tolstoi a Mark Twain, de Flaubert a Jane Austen. Numa das idas à livraria para se reabastecer para o próximo “porre literário” ela conhece Fred, seu príncipe encantado: formado em Literatura, oferece a ela idéias inteligentes, romantismo e uma válvula de escape. Mas a convivência com a família do namorado traz à tona sentimentos novos e a desperta para importantes decisões. Dividida entre Fred e o arrependido ex-marido, bem como entre o ócio e a retomada da vida profissional, a personagem nos proporciona uma história divertida, sexy e inteligente. A heroína imperfeita Dora reflete a angústia da busca por realização e felicidade com que toda mulher irá se identificar.
Observação da Pequena: Li tem muito tempo, gente. Lembro que amei o título e a capa, mas a história não me surpreendeu tanto! Pelo menos não na época… Quem sabe hoje em dia, né?

****

É isso, pessoal. :) Recomendo todos, até mesmo, os que eu não curti tanto. Acho que cada um pode ter uma percepção diferente e tem muito disso de talvez eu ter embarcado no momento não tão certo. Enfim… Ah! E se alguém tiver outros livros do tema para me indicar, fique à vontade! E eu sei que tem muitos!

Beijos, Carol.  

Post Antigo: Livros que adoçam a vida

Fan Page ♥ Instagram  


0

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2019