20.02.2019
* Top 5: Sophie Kinsella – Parte 2! ♥

Ei, Gente! :) Há um tempinho, fiz um post sobre cinco livros favoritos da Sophie Kinsella (clique aqui para ler). Desde então, ela lançou outras aventuras literárias! Se você ainda não conhece essa escritora, separei para o post do dia mais cinco histórias escritas por ela. Não necessariamente são as minhas preferidas, mas tudo que é escrito pela Sophie, vale a pena embarcar. Vamos lá? Boa leitura para vocês!

Top 5 - Sophie Kinsella - Parte 2 - PJCrédito da imagem: Pequena Jornalista

1. À procura de Audrey 
Sinopse: Audrey é uma adolescente de 14 anos, que tem uma vida comum. Até que um dia, começa a sofrer bullying no colégio. O que parecia ser só uma implicância “inocente”, acaba mudando radicalmente a rotina da nossa protagonista. Resultado? Ela não consegue mais voltar ao colégio, sente pânico quando tem que encarar alguém desconhecido e se esconde atrás de um óculos escuros, faça chuva ou faça sol. Seu diagnóstico: transtorno de ansiedade social e generalizada, além de episódios depressivos. Mas aos poucos, Audrey começa a se recuperar com a ajuda da Dra. Sarah, que passa desafios como gravar um documentários e ir até o Starbucks. Ela também conta com uma ajudinha extra do amigo do seu irmão: o Linus. O que era uma conversa fora dos “padrões” vira uma relação incrível, que afeta todos da história. ♥
Observação da Pequena: Não é o meu livro favorito da vida, viu? Mas ele tem um significado especial, pois tem dedicatória da Sophie. E fala de um assunto bem importante: bullying, mas de uma forma leve. Quem quiser saber mais, clica aqui para ler a resenha.

2. Becky Bloom ao resgate 
Sinopse: Becky Bloom está em uma missão de resgate. Hollywood se mostrou cheia de surpresas, encrencas e confusões. Mas agora ela, a família e seus melhores amigos estão a caminho de Las Vegas dentro de um trailer. Nossa protagonista fará tudo que estiver ao seu alcance para descobrir o que há por trás do sumiço do seu pai e do marido de Suze. Afinal, por que ele precisa tanto ajudar o seu velho amigo Brent, que por sinal ninguém sabe por onde anda? Becky sabe que sua tarefa não é nada fácil, mas está disposta a fazer o que for preciso para desvendar todo esse mistério, inclusive colocar em prática o plano mais audacioso de todos os tempos. Mas será que a estratégia mirabolante irá servir para salvar sua família e seus amigos? As brigas são constantes e os obstáculos são muitos,  mas a gente sabe: ela não desiste tão fácil. ;-)
Observação da Pequena: Eu acho que é o último da série da Becky e deu um apertinho no coração. A história é um pouco previsível, mas é tão divertida quanto os outros livros. Quem quiser saber mais, mas sem spoiler, só clicar aqui.

3. O segredo de Emma Corrigan 
Sinopse: Emma Corrigan tem alguns segredinhos… Mas quem não tem? Durante uma viagem de avião bem turbulenta, Emma acredita que não sobreviverá aos solavancos, e acaba contando todos – mas todos! – os seus segredos para o homem sentado na poltrona ao lado. Quando a aeronave pousa em segurança, ela pede desculpas ao companheiro de voo pelo desabafo, pensando que nunca mais veria aquele estranho bonitão. No dia seguinte, no entanto, ela descobre que seu colega de viagem era ninguém menos que Jack Harper, um dos fundadores da grande Corporação Panther, empresa na qual Emma trabalha como assistente de marketing. E que seu encontro desajeitado com o milionário a colocaria na maior confusão.
Observação da Pequena: Eu li tem um tempinho e ri tanto com esse livro. Essa leitura é especial por dois motivos: primeiro porque vai ter filme e segundo porque no bate-papo com leitores na Bienal do Rio  (2015), a autora contou um pouco como foi a inspiração para criar essa história. Ela disse que estava em um metrô e ele parou, aí teve a brilhante ideia da personagem Emma. Foi algo assim!

4. Minha vida não tão perfeita
Sinopse: Cat Brenner tem uma vida perfeita! Ela mora em um flat em Londres, tem um emprego glamouroso e um perfil mara no Instagram. Mas ela não conta a real que está por trás disso tudo. Por exemplo? Ela até mora em um flat, mas em um quartinho minúsculo com pessoas bem peculiares. Seu trabalho na agência de publicidade é burocrático e nem tão legal. E o dia a dia que ela compartilha em ser perfil, não reflete exatamente a realidade. Ah! Outro detalhe: seu nome verdadeiro é Katie. Porém, um dia, seus sonhos se tornarão realidade, né? Bom… A vida dela vira de cabeça para baixo, quando a chefe Demeter, bem-sucedida, a demite. Daí, ela resolve dar um tempo na casa da família, em Somerset, sua cidade natal. Enquanto busca um emprego, Cat (ou Katie) decide ajudar o pai e a madrasta no novo negócio deles: transformar uma fazenda em um glamping (camping de luxo). Só que é justamente nesse local, que a nossa protagonista tem a oportunidade de ficar cara a cara com a sua ex-chefe. Será que ela vai finalmente colocar a megera no seu devido lugar ou mudar de opinião? Afinal, ter uma vida (não tão) perfeita assim é ruim? *mistério* ;-)
Observação da Pequena: Acho que todos os personagens da Sophie me lembram um pouco a Becky, mas dá para ver a essência de cada um, como da Katie. Eu amo essa história e ela é bem atual. Para conferir a resenha, é só clicar aqui.

5. Mas tem que ser mesmo para sempre?
Sinopse: Juntos há dez anos, Sylvie e Dan compartilham todas as características de uma vida feliz: uma bela casa, bons empregos, duas filhas lindas, além de um relacionamento tão simbiótico que eles nem chegam a completar suas frases – um sempre termina a fala do outro. Porém, quando os dois vão ao médico um dia, ouvem que a saúde de ambos é tão boa que provavelmente vão viver mais uns 68 anos juntos… Então, por incrível que pareça, o pânico se instala. Eles nunca imaginaram que o “até que a morte nos separe” pudesse significar sete décadas de convivência. Em nome do casal e da sobrevivência do casamento, eles rapidamente bolam um plano para manter acesa a tal da chama da paixão. De um jeito criativo e dinâmico, para nunca ficarem no tédio. Porém, quando eles praticam o Projeto Surpresa, contratempos acontecem e alguns segredos vem à tona, o que acaba ameaçando a relação. Se tudo termina bem? Só lendo para saber. ;-)
Observação da Pequena: Foi o último livro da Sophie que li e amei cada página. É uma história que todos os casais deveriam ler. Vai por mim! Para saber mais, tem resenha nesse post

***

É isso, gente. Já leu algum? Conta o que achou. Ainda não? Recomendo! Ah! Todos os livros são do Grupo Editorial Record, ok? Só o primeiro que é de outro selo: Galera Record.

Beijos, Carol.

Post Antigo: Conhecendo Sophie Kinsella!

Fan Page ♥ Instagram 


0
15.01.2019
* Top 5: eu amo canecas! ♥

Ei, Gente! :) Eu acho que sou a única jornalista no mundo que não gosta de café. Mas em compensação, tenho um vício que também contém cafeína: mate Sério! É a minha bebida favorita da vida! E onde eu tomo? Na caneca, óbvio. Aliás, sou viciada nesse item. Sempre que posso, estou aumentando a minha coleção! Não sei ao certo, quantas eu tenho, mas sei que metade de um dos armários da cozinha é ocupada por elas. Ah! E uso de boa de decoração, mas eu prefiro usar como manda o figurino. Enfim, o post de hoje é para contar sobre essa paixão, mostrar as minhas cinco preferidas e ajudar quem também não vive sem canecas. Vou contar onde encontrar e tal. Espero que gostem! ;-)

Canecas - PJ - Top 5 - 2Crédito da Imagem: Pequena Jornalista 

Para começar, essa mega fofinha de torta e bolinhas. ♥ Ganhei da Nat, do Blog da Natz. E, sério, foi um dos melhores presentes da vida. Ela é menor e me acompanha em muitos posts, produção de conteúdo e tal. Se eu não me engano, essa é da loja Loucos por Canecas! E tem essa, bem simples, com um palavra fofa e coração: Sweet. É do Starbucks, que a propósito tem uma infinita possibilidades de canecas. Dá vontade de comprar tudo! Mas meu cartão não me permite hahaha. ;-)

Canecas - PJ - Top 5 - 1Crédito da Imagem: Pequena Jornalista 

Continuando…. Tô falando: Starbucks é a fonte e ajuda alimentar o nosso vício por canecas. Tem essa Verona, que comprei no RJ mesmo. Na época, ainda não conhecia a cidade do Romeo e da Julieta, mas levei mesmo assim para lembrar sempre dos meus sonhos, enquanto trabalho e bebo meu mate. E como uma boa fã de Gilmore Girls, também tenho essa do Luke’s, lugar sagrado das nossas queridas Lorelai e Rory. Essa é da Touts! Por fim, mas não menos importante, a minha última aquisição, até o momento: Eu amo Vira-Latas, que comprei na Babilônia Feira Hype! É da marca Pet Quadros, que ajuda também cachorrinhos e gatinhos, se eu não me engano. Uma homenagem para a minha vira-lata mais linda! 

É isso, pessoal. E vocês? São loucos por canecas também? Comentem e se tiverem sugestões de lojas e tal, podem compartilhar nos comentários!

Beijos, Carol.

Tô Amando: Calendários

Fan Page ♥ Instagram 

 


0
10.01.2019
* Top 5: aniversariantes do mês! ♥

Ei, Gente! :) Vocês têm o costume de anotar o aniversário dos escritores? Eu não, mas a Arqueiro/Sextante (editoras parceiras do blog) me deu uma brilhante ideia por conta do calendário lindo deles: passar a anotar, ao menos dos preferidos. Tipo, agora eu sei que o da Sophie Kinsella é no dia 12 de dezembro. Da Fê França, no dia 2 setembro! E pensando nisso, resolvi preparar um top 5 com livros dos aniversariantes de janeiro. A maioria já li, mas outros estão na minha listinha de próximos. Enfim, vamos lá? Bom post!

PJ - Top 5 - Aniversariantes de janeiroCrédito das Imagens: Arqueiro e Sextante
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista 

1. Aniversariante: Harlan Coben (04.01 – Editora Arqueiro) 
Livro: Seis anos depois
Sinopse: Library Journal Jake Fisher e Natalie Avery se conheceram no verão. Eles estavam em retiros diferentes, porém próximos um do outro. O dele era para escritores; o dela, para artistas. Eles se apaixonaram e, juntos, viveram os melhores meses de suas vidas. E foi por isso que Jake não entendeu quando Natalie decidiu romper com ele e se casar com Todd, um ex-namorado. No dia do casamento, ela pediu a Jake que os deixasse em paz e nunca mais voltasse a procurá-la. Jake tentou esconder seu coração partido dedicando-se integralmente à carreira de professor universitário e assim manteve sua promessa… durante seis anos. Ao ver o obituário de Todd, Jake não resiste e resolve se reaproximar de Natalie. No enterro, em vez de sua amada, encontra uma viúva diferente e logo descobre que o casamento de Natalie e Todd não passou de uma farsa. Agora ele está decidido a ir atrás dela, esteja onde estiver, mas não imagina os perigos que envolvem procurar uma pessoa que não quer ser encontrada.
Observação da Pequena: Já escutei falar que o Harlan é o típico autor mega fofo. Sempre vejo as pessoas falando dos livros dele e esse foi o que mais me chamou a atenção e entrou para minha lista. E parabéns atrasado, Harlan (a íntima hahaha).

2. Aniversariante: Julia Quinn (12.01 – Editora Arqueiro) 
Livro: Uma dama fora dos padrões
Sinopse: Uma história que fala sobre encontrar o amor nos lugares mais inesperados… Ou não! Por exemplo, todos esperam que Billie Bridgerton se case com um dos irmãos Rokesbys. As duas famílias são vizinhas há séculos e, quando criança, a levada Billie adorava brincar com Edward e Andrew. Qualquer um deles seria um marido perfeito… algum dia. Porém, há apenas um irmão Rokesby, que Billie simplesmente não suporta: George. Ele até pode ser o mais velho e herdeiro do condado, mas é arrogante e irritante. Billie tem certeza de que ele também não gosta nem um pouco dela, o que é perfeitamente conveniente. Mas às vezes o destino tem um senso de humor perverso… ;-)
Observação da Pequena: Ganhei no encontro da Arqueiro, mas já saiu o segundo da série e ainda não consegui ler, acreditam? Porém, esse status de leitura vai mudar daqui a pouco. E parabéns adiantado, diva dos romances de época!

3. Aniversariante: Daiana Garbin (25.01 – Editora Sextante) 
Livro: Fazendo as pazes com o corpo
Sinopse: Daiana Garbin passou 22 anos odiando o próprio corpo. Sentia-se eternamente inadequada, deseja ser reta, seca. Só pele e osso. Tinha vergonha de si mesma e de seu descontrole diante da comida. Encarou dietas hiper-restritivas, passou por três cirurgias plásticas, fez procedimentos estéticos agressivos e ficou viciada em remédios para emagrecer. Sempre acreditando que um corpo magro lhe traria paz e felicidade. Foi só depois de muito sofrimento que ela descobriu que a insatisfação profunda que sentia em relação ao corpo não era vaidade nem frescura: era doença. Diagnosticada com transtorno alimentar, a autora decidiu compartilhar sua história para ajudar as pessoas que sofrem em silêncio por querer se enquadrar em padrões inatingíveis e acabam deixando de aproveitar a própria vida. Ela revela o longo caminho que percorreu para aprender a ficar em paz com o corpo e com a comida. Os altos e baixos, o que deu certo, o que deu errado. As vezes que quis jogar tudo para o alto e o momento em que percebeu que existia uma saída. Um livro que traz entrevistas com especialistas na área, desde nutricionistas até psiquiatras. Faz com que o leitor pense sobre os perigos alimentares, o lado nocivo das redes sociais e o padrão de beleza irreal que a mídia impõe. Além disso, mostra como a autocompaixão pode ajudar no processo da cura. Que aliás, é um exercício diário!
Observação da Pequena: Como eu amo e recomendo essa leitura, gente! Parabéns mega adiantado, Daiana! Você merece o melhor! E tem resenha sobre esse livro aqui.

4. Aniversariante: Oprah Winfrey (29.01 – Editora Sextante) 
Livro: O que eu sei de verdade
Sinopse: Desde que Oprah Winfrey foi questionada sobre as coisas que tinha certeza na vida, ela passou a registrar suas reflexões todos os meses na revista O. The Oprah Magazine. E esse livro é um apanhado desses textos, que na verdade são conselhos preciosos, pensamentos e revelações. Dividido por assuntos como alegria, perseverança, gratidão, lucidez e poder, O que eu sei de verdade traz mensagens francas e comoventes. Um presente para quem embarcar nessa leitura
Observação da Pequena: Por favor, leiam esse livro. É vida, mesmo! E parabéns, querida Oprah (mega íntima outra vez hahaha). Tem resenha desse livro aqui.

5. Aniversariante: Felippe Barbosa (30.01 – Editora Arqueiro) 
Livro: Os quase completos
Sinopse: O Quase Doutor é um renomado cardiologista que passa os dias em um hospital, mas no fundo é um artista frustrado. A Quase Viúva é uma professora que está de licença do trabalho para ficar com o noivo, em coma após um grave acidente. O Quase Repórter é um jornalista decepcionado com a profissão que sofre há mais de um ano pelo suicídio da esposa. A princípio, a única coisa que essas pessoas têm em comum é a sensação de incompletude e de desilusão com a vida. Mas não…. Por quê? Um dia… O Quase Doutor é persuadido por um velho desconhecido a embarcar com ele em um ônibus rumo a jornada para se reconciliar com o seu passado. Logo, a viagem se transforma em uma aventura cheias de surpresas e com um porém: ele precisa fazer escolhas que mudarão para sempre o seu destino e a forma de ver a sua vida! Sobre a Quase Viúva, ela suspeita que alguém está querendo matar o seu noivo dentro do hospital. Já o Quase Repórter, através de uma pesquisa minuciosa, acredita que podem ter matado a sua esposa. O que esses personagens têm em comum então? A resposta para os mistérios que envolvem os seus amores e a vida deles, pode estar dentro do ônibus, que o Quase Doutor embarcou.
Observação da Pequena: Recomendo a leitura, que é cheia de mensagens intensas e que nos ensinam bastante. Fora que o Felippe é mega fofa e acessível. Ele é autor brasileiro, então, vamos apoiar nossos escritores nacionais também. Tem resenha do livro aqui. E parabéns, Felippe!

***

É isso, gente! :) Gostaram desse esquema de aniversariantes do mês? E me contem: sabem que dia é o niver do seu escritor preferido? 

Beijos, Carol.

Post Antigo: Top 5 – Julia Quinn

Fan Page ♥ Instagram 


0
08.11.2018
* Todo leitor precisa de… ♥

Ei, Gente! :) E o post de hoje tem a ver com o que a gente mais ama por aqui: livros. Porém, dando atenção a nós, leitores assíduos.  Afinal, leitor também tem necessidades que vão além do livro, biblioteca, lugares para ler e tal. Cada um tem um tipo de kit de sobrevivência de leitura, que não pode viver sem. Então, vamos lá? Selecionei algumas coisinhas que eu preciso quase sempre. Espero que gostem!

PJ - Todo leitor precisa deCrédito da Imagem: Pequena Jornalista
Livro: Um dia em Dezembro (Josie Silver)
Funko Pop: Amazon
Luminária: Uatt
Caneca: Touts
Post-it e marcador de livro: ganhei e não sei quais são as lojas! 

1. Luz própria! 
Explicação da Pequena: Nada pior do que deixar a luz do quarto acessa para ler e depois ter que ir lá e apagar, principalmente, se assim como eu, você tem o costume de embarcar em uma história literária antes de dormir. Geralmente, eu uso o abajur, mas quando dei de cara com essa mini luminária, me apaixonei. Confesso que gostaria de uma que prendesse melhor nas páginas, mas enquanto não acho, essa está ok.

2. Caneca (divertida)! 
Explicação da Pequena: Ler tomando algo, tipo mate ou aquele frappuccino é a melhor coisa da vida! Mas se a caneca ou o copo é fofo, divertido e tal, melhor ainda. Fora que dá um toque a mais no seu momento de leitura, né? Essa do Luke’s é uma das minhas preferidas!

3. Funko Pop! 
Explicação da Pequena: Compartilhar as leituras nas redes sociais ficam bem mais legais quando a foto é composta por funko pop também. Dá um toque mega fofo, mesmo se o livro não foi o melhor da vida. Esse da Rory é o que mais aparece por aqui e no meu Insta (segue lá: @pequenajornalista).

4. Marcador de livro (fofo, óbvio)! 
Explicação da Pequena: Marcador é essencial na vida, mas tem de ser aqueles bem fofos, ok? Se não, eu nem pego hahaha. #verdades Eu poderia colocar o meu (do blog), que é o meu preferido, mas confesso que estou meio traíra no momento e amando esse mini que uma amiga me deu. Tem como amar?

5. Post-it 
Explicação da Pequena: Não sou do tipo que rabisca o livro, mas não sou julgo quem é. Na época que eu marcava alguma página que me marcou (literalmente), eu não abria mão de post-it. Aliás, tem um tempo que não faço isso e confesso que deixa o livro bem mais a nossa cara, né? 

***

É isso, gente! Agora eu quero saber: o que tem no kit de sobrevivência de leitura de vocês? Comentem à vontade! ;-)

Beijos, Carol.

Para ler: Ideias de cantinho da leitura

Fan Page ♥ Instagram   


1
31.10.2018
* Outubro Rosa: 5 coisas que ninguém te conta sobre câncer de mama! ♥

Ei, Gente! :) Tudo bem? Outubro está chegando ao fim, mas não poderia esquecer de falar de uma forma mais séria, digamos assim, sobre o câncer de mama. Convidei uma amiga ginecologista, a Dra. Carolina Aquino, para contar cinco coisas que quase ninguém fala sobre o tema. Vamos lá? 

como-o-lado-feminino-c3a9-afetado-pelo-cc3a2ncer-de-mama-vadimguzhvaCrédito da Imagem: M de Mulher

 

1. Em detrimento do tradicional autoexame, a recomendação atual é o autoconhecimento das mamas. A diferença entre conhecê-las e autoexaminá-las, é que você não precisa se preocupar em se examinar em um momento ou posição específicos. Basta entender que é importante se conhecer. Se olhar no espelho e, como e quando quiser, se tocar. Aliás, estudos mostram que, aproximadamente, 65% das mulheres identificaram lesões cancerígenas na palpação ocasional das suas mamas, enquanto apenas 35% identificaram essas lesões no autoexame tradicional.

2. Além da rotina anual, sempre que notar alguma alteração em suas mamas, especialmente se houver secreção mamária unilateral, retrações nas aréolas ou nódulos palpáveis, é importante buscar ajuda ginecológica. E quanto à dor nos seios, uma queixa frequente, saiba que raramente ela está associada a lesões malignas.

3. Quanto à ultrassonografia das mamas, muitas vezes esse exame é solicitado anualmente. Porém, não faz parte da rotina de prevenção da mulher por ser um método que tem baixa capacidade de identificar lesões precursoras de câncer, como microcalcificações, tendo como principais indicações o auxílio ao médico em caso de nódulos palpáveis ou como complementação de mamografia em algumas mulheres.

4. De acordo com o Ministério da Saúde, pacientes de baixo risco devem começar a colocar a mamografia na rotina de exames a partir dos 50 anos, sendo feita de 2 em 2 anos. Porém, a Sociedade Brasileira de Mastologia, diz que é importante realizá-la a partir dos 40 anos, de forma anual. Isso porque quanto mais novas somos, menor a ocorrência de câncer e mais densas são as nossas mamas, dificultando a visualização de possíveis lesões. Assim, quando iniciamos a mamografia precocemente, especialmente antes dos 40 anos, estamos nos expondo à irradiação apesar de uma baixa taxa de detecção. A sensibilidade da mamografia (capacidade do exame em detectar uma alteração) aos 40 anos gira em torno de 60%, enquanto aos 60, chega a quase 90%. Minha sugestão é sempre conversar com o seu médico e decidir juntos o melhor momento para iniciar esse importante exame. 

5. Câncer de mama não acontece apenas por um motivo, essa doença tem origem multifatorial, o que inclui fatores genéticos, histórico familiar e  idade fértil. Mas é possível reduzir as chances da doença aparecer, através de medidas como: amamentar, evitar o consumo de bebidas alcoólicas e tabagismo (incluindo o passivo) e praticar atividade física.

***

Muito obrigada, amiga. E espero ter contribuído para esse importante mês. E vale lembrar que outubro é rosa, mas o cuidado com a nossa saúde tem de durar o ano todo! E lembre-se sempre de seguir à risca as recomendações médicas. É a sua saúde que está em jogo!

Beijos, Carol.

Para ler: Capas Rosas

Fan Page ♥ Instagram 


1

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2019