08.11.2018
* Todo leitor precisa de… ♥

Ei, Gente! :) E o post de hoje tem a ver com o que a gente mais ama por aqui: livros. Porém, dando atenção a nós, leitores assíduos.  Afinal, leitor também tem necessidades que vão além do livro, biblioteca, lugares para ler e tal. Cada um tem um tipo de kit de sobrevivência de leitura, que não pode viver sem. Então, vamos lá? Selecionei algumas coisinhas que eu preciso quase sempre. Espero que gostem!

PJ - Todo leitor precisa deCrédito da Imagem: Pequena Jornalista
Livro: Um dia em Dezembro (Josie Silver)
Funko Pop: Amazon
Luminária: Uatt
Caneca: Touts
Post-it e marcador de livro: ganhei e não sei quais são as lojas! 

1. Luz própria! 
Explicação da Pequena: Nada pior do que deixar a luz do quarto acessa para ler e depois ter que ir lá e apagar, principalmente, se assim como eu, você tem o costume de embarcar em uma história literária antes de dormir. Geralmente, eu uso o abajur, mas quando dei de cara com essa mini luminária, me apaixonei. Confesso que gostaria de uma que prendesse melhor nas páginas, mas enquanto não acho, essa está ok.

2. Caneca (divertida)! 
Explicação da Pequena: Ler tomando algo, tipo mate ou aquele frappuccino é a melhor coisa da vida! Mas se a caneca ou o copo é fofo, divertido e tal, melhor ainda. Fora que dá um toque a mais no seu momento de leitura, né? Essa do Luke’s é uma das minhas preferidas!

3. Funko Pop! 
Explicação da Pequena: Compartilhar as leituras nas redes sociais ficam bem mais legais quando a foto é composta por funko pop também. Dá um toque mega fofo, mesmo se o livro não foi o melhor da vida. Esse da Rory é o que mais aparece por aqui e no meu Insta (segue lá: @pequenajornalista).

4. Marcador de livro (fofo, óbvio)! 
Explicação da Pequena: Marcador é essencial na vida, mas tem de ser aqueles bem fofos, ok? Se não, eu nem pego hahaha. #verdades Eu poderia colocar o meu (do blog), que é o meu preferido, mas confesso que estou meio traíra no momento e amando esse mini que uma amiga me deu. Tem como amar?

5. Post-it 
Explicação da Pequena: Não sou do tipo que rabisca o livro, mas não sou julgo quem é. Na época que eu marcava alguma página que me marcou (literalmente), eu não abria mão de post-it. Aliás, tem um tempo que não faço isso e confesso que deixa o livro bem mais a nossa cara, né? 

***

É isso, gente! Agora eu quero saber: o que tem no kit de sobrevivência de leitura de vocês? Comentem à vontade! ;-)

Beijos, Carol.

Para ler: Ideias de cantinho da leitura

Fan Page ♥ Instagram   


1
31.10.2018
* Outubro Rosa: 5 coisas que ninguém te conta sobre câncer de mama! ♥

Ei, Gente! :) Tudo bem? Outubro está chegando ao fim, mas não poderia esquecer de falar de uma forma mais séria, digamos assim, sobre o câncer de mama. Convidei uma amiga ginecologista, a Dra. Carolina Aquino, para contar cinco coisas que quase ninguém fala sobre o tema. Vamos lá? 

como-o-lado-feminino-c3a9-afetado-pelo-cc3a2ncer-de-mama-vadimguzhvaCrédito da Imagem: M de Mulher

 

1. Em detrimento do tradicional autoexame, a recomendação atual é o autoconhecimento das mamas. A diferença entre conhecê-las e autoexaminá-las, é que você não precisa se preocupar em se examinar em um momento ou posição específicos. Basta entender que é importante se conhecer. Se olhar no espelho e, como e quando quiser, se tocar. Aliás, estudos mostram que, aproximadamente, 65% das mulheres identificaram lesões cancerígenas na palpação ocasional das suas mamas, enquanto apenas 35% identificaram essas lesões no autoexame tradicional.

2. Além da rotina anual, sempre que notar alguma alteração em suas mamas, especialmente se houver secreção mamária unilateral, retrações nas aréolas ou nódulos palpáveis, é importante buscar ajuda ginecológica. E quanto à dor nos seios, uma queixa frequente, saiba que raramente ela está associada a lesões malignas.

3. Quanto à ultrassonografia das mamas, muitas vezes esse exame é solicitado anualmente. Porém, não faz parte da rotina de prevenção da mulher por ser um método que tem baixa capacidade de identificar lesões precursoras de câncer, como microcalcificações, tendo como principais indicações o auxílio ao médico em caso de nódulos palpáveis ou como complementação de mamografia em algumas mulheres.

4. De acordo com o Ministério da Saúde, pacientes de baixo risco devem começar a colocar a mamografia na rotina de exames a partir dos 50 anos, sendo feita de 2 em 2 anos. Porém, a Sociedade Brasileira de Mastologia, diz que é importante realizá-la a partir dos 40 anos, de forma anual. Isso porque quanto mais novas somos, menor a ocorrência de câncer e mais densas são as nossas mamas, dificultando a visualização de possíveis lesões. Assim, quando iniciamos a mamografia precocemente, especialmente antes dos 40 anos, estamos nos expondo à irradiação apesar de uma baixa taxa de detecção. A sensibilidade da mamografia (capacidade do exame em detectar uma alteração) aos 40 anos gira em torno de 60%, enquanto aos 60, chega a quase 90%. Minha sugestão é sempre conversar com o seu médico e decidir juntos o melhor momento para iniciar esse importante exame. 

5. Câncer de mama não acontece apenas por um motivo, essa doença tem origem multifatorial, o que inclui fatores genéticos, histórico familiar e  idade fértil. Mas é possível reduzir as chances da doença aparecer, através de medidas como: amamentar, evitar o consumo de bebidas alcoólicas e tabagismo (incluindo o passivo) e praticar atividade física.

***

Muito obrigada, amiga. E espero ter contribuído para esse importante mês. E vale lembrar que outubro é rosa, mas o cuidado com a nossa saúde tem de durar o ano todo! E lembre-se sempre de seguir à risca as recomendações médicas. É a sua saúde que está em jogo!

Beijos, Carol.

Para ler: Capas Rosas

Fan Page ♥ Instagram 


1
25.10.2018
* Top 5: fofurices que eu tô querendo! ♥

Ei, Gente! :) Quem acompanha o blog, sabe o quanto sou apaixonada por itens de papelaria, decoração e afins. E tem que ser tudo fofinho! Me inspira e dá uma leveza, que faz a diferença no meu dia a dia! Por isso, selecionei cinco itens que estou apaixonada e que estão na minha listinha de desejos. São lojas que acompanho no Insta e algumas já até comprei, como a Meg & Meg e Books Decor. Vamos lá? 

44769749_251574169043242_1902665474131361792_nCrédito das Imagens: Site de cada Loja / Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Para alguns, pode até ser bobeira, mas tem como não morrer de amores por esses itens? Escutar música com esse headphone (Books Decor) é bem melhor, minhas bijous e etc vão ficar bem guardadinhas nesse pratinho (Bee Mine), minhas canetas vão poder chamar de lar doce lar esse estojo (Meg & Meg). E o que falar dos meus looks com esses pins (Donna Dolce)? Estilo é pouco hahaha! Por fim, meu matte leão mega combina com essa caneca (Criare), que leva o meu nome.

É isso, gente! Queria compartilhar esses meus desejos fofos com vocês. E quais são os de vocês? E se tiverem alguma lojinha nesse estilo para me indicar, fiquem à vontade!  

Beijos, Carol.

Para ler: Itens de Papelaria

Fan Page ♥ Instagram  


1
17.10.2018
* Top 5: Lucinda Riley! ♥

Ei, Gente! :) E o top 5 dessa semana é de uma autora que não conheço muito, mas já considero pacas: Lucinda Riley! Repleta de best-sellers, a escritora já foi atriz, é dona das capas de livros mais lindas (na minha humilde opinião, mora em Londres, mas sua cidade natal é a Irlanda. Já veio ao Rio e espero que a Arqueiro nos surpreenda com a sua vinda na próxima Bienal carioca (nunca te pedi nada hahaha). Enfim, listei cinco livros, alguns estão na listinha e um eu já embarquei. Vamos lá? 

Top 5 - Lucinda Riley - PJCrédito das Imagens: Saraiva 
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. A árvore dos anjos 
Sinopse: Trinta anos se passaram desde que Greta deixou de morar no solar Marchmont, na região rural do País de Gales. A convite de seu velho amigo David, ela decide retornar ao lugar para comemorar o Natal. Porém, devido a um acidente de carro, Greta não tem mais lembranças da época em que morava lá, assim como de boa parte de seu passado. Durante uma caminhada pela paisagem invernal de Marchmont, ela encontra uma sepultura no bosque, e a inscrição na lápide coberta de neve se torna a fagulha que a ajudará a recuperar a memória. Contudo, relembrar o passado também significa reviver segredos dolorosos e muito bem guardados.
Observação da Pequena: É o típico livro que me ganha pela capa e lendo a sinopse tem bem cara de que a história sabe prender. Está na minha listinha. ;-) 

2. As sete irmãs 
Sinopse: Esse é o primeiro livro da série, onde se inicia uma saga familiar, repleta de recantos, amores impossíveis, sonhos grandiosos e surpresas emocionantes. Filha mais velha do enigmático Pa Salt, Maia D’Aplièse sempre levou uma vida calma e confortável na isolada casa da família às margens do lago Léman, na Suíça. Ao receber a notícia de que seu pai adotivo morreu, ela vê seu universo de segurança desaparecer. Antes de partir, no entanto, Pa Salt deixou para as seis filhas dicas sobre o passado de cada uma. Abalada pela morte do pai e pelo reaparecimento súbito de um antigo namorado, Maia decide seguir as pistas de sua verdadeira origem.
Observação da Pequena: Além da Suíça, tem o Rio de Janeiro e Paris no meio desse 1º livro, então, óbvio que entrou para a minha lista de livros que tenho de ler da Lucinda, né?

3. A casa das orquídeas
Sinopse: Quando criança, Julia viveu na grandiosa propriedade de Wharton Park, na Inglaterra, ao lado de seus avós. Lá, a tímida menina cresceu entre o perfume das orquídeas e a paixão pelo piano. Décadas mais tarde, agora uma pianista famosa, Julia é obrigada a retornar ao local de infância na pacata Norfolk após uma tragédia familiar. Abalada e frágil, ela terá que reconstruir sua vida. Durante sua recuperação, ela conhece Kit Crawford, herdeiro de Wharton Park, que também carrega marcas do passado. Ele lhe entrega um velho diário que trará à tona um grande mistério, antes guardado a sete chaves pela avó dela.
Observação da Pequena: Não sei se a sinopse me prendeu muito, mas a capa sim. E sou dessas hahaha! Está na minha listinha também. ;

4. A garota italiana 
Sinopse: Aos 11 anos, Rosanna Menici vê sua vida transformada para sempre quando conhece Roberto Rossini, um cantor de ópera. Depois desse encontro, ela se deixa guiar pelo próprio talento e embarca em uma viagem que, ao longo dos anos, a leva de uma vida simples em Nápoles (Itália) para os palcos das mais famosas óperas do mundo. Então, seu caminho cruza novamente com o de Roberto e os dois passam a dividir holofotes e a encantar as plateias onde quer que se apresentem. Além disso, passam a sentir um amor avassalador um pelo outro. Mas como nem tudo são flores, segredos do passado ameaçam a felicidade do casal e o relacionamento começa afetar a carreira de Rosanna e a vida de todos à sua volta.
Observação da Pequena: Esse foi meu primeiro contato com a Lucinda e mesmo a história sendo pesadinha, me prendeu do início ao fim e trouxe lições valiosas. Quem quiser saber mais, tem resenha dele aqui.

5. O segredo de Helena
Sinopse: Helena nunca esqueceu o verão que passou na mágica Pandora, a casa de seu padrinho no Chipre, onde, cercada por oliveiras e pelo verde-esmeralda do Mediterrâneo, ela se apaixonou pela primeira vez, aos 15 anos.Mais de duas décadas depois, tendo herdado a antiga propriedade, ela retorna a Pandora para mais um verão, dessa vez em companhia do marido e dos filhos. No entanto, Helena sabe que voltar àquele lugar pode trazer à tona segredos que ela preferia esconder.Um desses segredos envolve Alex, seu filho mais velho, fruto de uma relação anterior a seu casamento. Enquanto o verão avança e pessoas do passado de Helena reaparecem, Pandora parece pronta a revelar os mistérios que ocultou por tantos anos e que, uma vez descobertos, farão com que a vida de Helena, e de sua família, nunca mais seja a mesma.
Observação da Pequena: Essa é uma das minhas capas favoritas e uma das minhas próximas leituras. E como não associar esse nome ao autor noveleiro Manoel Carlos? hahaha. 

**

É isso, pessoal. E vocês: já embarcaram em alguma história da Lucinda? Indicam mais alguma para eu acrescentar na minha listinha? 
Ah! Todos esses são publicados pela Editora Arqueiro (parceira do blog), ok? Mas tem versões de outras editoras, se eu não me engano. ;-)

Beijos, Carol.

Para ler: Em outra vida, talvez?

Fan Page ♥ Instagram 


0
04.10.2018
* Top 5: Outubro Rosa – São capas rosas! ♥

Outubro rosa pede um top 5 com capas de livros dessa cor,  né?  Ok. Têm tonalidades diferentes, mas quem se importa, né? E são histórias que incluem mulheres inspiradoras, sejam personagens ou não! Amei muito esses cinco livros e mega recomendo cada leitura. Enfim, vamos lá? Bom post para você! ;-)

Top 5 - Capas Rosas - PJCrédito da Imagem: Pequena Jornalista 

1. A dieta das chocólatras (Carole Matthews – Editora Bertrand Brasil) 
Sinopse: Dicas de sobrevivência nos momentos de estresse: respire fundo, conte até três e coma chocolate. Mas quando as quatro amigas (Lucy, Autumn, Nadia e Chantal) convocam um encontro de emergência, elas pulam loga para a terceira dica e se jogam no “santuário”: Paraíso do Chocolate.
Observação da Pequena: Li tem um tempo e nessa época, ainda não fazia resenha literária no blog. Mas lembro que a história me prende e que a cada capítulo, eu acabava com uma caixa de chocolate hahaha. Essas quatro amigas são inspiradoras!

2. Falando o mais rápido que posso (Lauren Graham – Editora Record) 
Sinopse: Em Falando o mais rápido que posso, a intérprete da nossa Lorelai Gilmore faz uma retrospectiva da sua vida e compartilha histórias hilárias sobre amadurecimento, o início da sua carreira de atriz, os desafios de ser uma mulher solteira em Hollywood. Conta também sobre como é sentar em seu trailer no set de Parenthood e perguntar “Será que eu, hmmm, cheguei lá?”. Além disso, fala, em primeira mão, como foi voltar a interpretar uma das personagens  mais queridas da TV e relembra como foi gravar cada ano da série original. Um presente para os fãs e admiradores. Tanto da série quanto da atriz!
Observação da Pequena: Uma ótima forma de matar a saudade dessa personagem icônica. Tem resenha aqui.

3. Bem-casados (Nora Roberts – Editora Arqueiro) 
Sinopse: Laurel McBane teve que batalhar muito para alcançar o grande sonho de ser uma doceira premiada. Agora seus bolos de casamento são verdadeiras obras de arte e conquistam a todos da empresa Votos (que comanda junto com as amigas Mac, Emma e Parker) e clientes.  Após ter conseguido superar um histórico familiar complicado, ela preza sua independência e não aceita que interfiram em suas decisões. Del, irmão de Parker e advogado da empresa, é o grande amor secreto de Laurel. Ele se sente responsável por cuidar não só dos assuntos burocráticos da Votos como também do bem-estar das quatro sócias. Esse jeito superprotetor e paternal estressa a protagonista e gera muitos desentendimentos. Essas diferenças acabam resultando em um beijo ardente, que muda a relação dos dois para sempre. Após o episódio do beijo, ela percebe que a realidade é melhor ainda e ele começa a ver a mulher incrível que Laurel é. Para protagonizar uma linda história de amor, eles terão que conciliar suas convicções e personalidades.
Observação da Pequena: Não foi o meu livro favorito da série, mas a capa é uma das mais lindas. Tem resenha aqui.

4. Uma noite com Marilyn Monroe (Lucy Holliday – Editora Harper Collins) 
Sinopse: Os últimos meses passaram como um furacão pela vida de Libby Lomax. Depois das confusões em que a atriz não tão bem-sucedida se meteu com a ajuda da diva Audrey Hepburn, ela namorou o cara mais gato do planeta, o Dillon O’Hara, e parece ter encontrado uma alternativa profissional melhor que a outra. Porém, seu otimismo tem prazo de validade. Principalmente, no quesito vida amorosa! Ela logo percebe que ele não é, nem de longe, o namorado perfeito. Daí, é obrigada colocar os pés no chão. Então, mergulha de cabeça em um relacionamento novo e, além disso, está determinada a se dedicar mais a Olly, seu melhor amigo, antes da inauguração do novo restaurante dele. Apesar das boas intenções, nossa protagonista acaba se distraindo quando um Dillon arrependido volta à cena. Daí, quando outra convidada inesperada – Marilyn Monroe – aparece, ela está disposta a qualquer coisa para fazer tudo voltar ao normal. O problema é que Olly parece ter encontrado outra pessoa para o cargo de “melhor amiga” e, de repente, Libby se vê prestes a perder algo que significa muito. Agora a pergunta que não quer calar: será que Marilyn pode ser a chave para finalmente colocar a vida de Libby nos eixos? ;-)
Observação da Pequena: O primeiro da série é bem melhor, mas esse não deixa a desejar e surpreende a gente! Tem resenha aqui. E quando eu crescer quero ser amiga da Libby hahaha!

5. Chata de Galocha (Lu Ferreira – Editora Gente)
Sinopse: Pessoas “Chatas de Galocha” buscam pequenos prazeres em todas as áreas da vida: receitas deliciosas, viagens divertidas, momentos incríveis mesmo nas horas mais simples. Um bom Chato de Galocha faz questão de aproveitar todos os momentos que são proporcionados. Este livro é um guia de referência para quem gosta de desfrutar o melhor a cada segundo. Entre muitas outras coisas, aqui você encontra: sugestões para um guarda-roupa eficiente e inteligente. Dicas de cuidados que vão fazer você se sentir bem. Receitas infalíveis para receber bem quem você ama. Dicas de lugares bacanas nas principais cidades do mundo, aprovadas pela Chata de Galocha.
Observação da Pequena: Livro impecável, como tudo que a Lu faz, gente! Tem resenha aqui

**

Agora me contem: qual é o top 5 de vocês de livros com capas dessa cor? E já embarcaram em alguma história que citei no post? Podem opinar à vontade! ;-)

Beijos, Carol.

Para ler: Outubro Rosa – Histórias Reais

Fan Page ♥ Instagram 


2

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2018