14.07.2017
* Top 5: livros da Lauren Weisberger! ♥

Ei, Gente!  Para essa sexta-feira linda, separei cinco livros de uma autora de chick-lit que eu amo: Lauren Weisberger.  Ela que é a responsável por um dos meus livros (e filmes) favoritos da vida. Que para muitos pode ser só mais uma comédia romântica sem sal, mas para mim “O Diabo veste Prada” é vida e tem lições valiosas. E o que falar dessas capas, que na maioria das vezes tem um sapato poderoso e com um “mimo” que a gente fica desejando? Enfim, vamos lá? Bom post. :)

Post - Top 5 - Lauren WeisbergerCrédito das Imagens: Saraiva
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. O diabo veste Prada
Sinopse: O mundo da moda não é para iniciantes. Especialmente em Nova York. Para conquistar espaço – o mínimo que seja – é preciso muitas vezes experimentar o pão que o diabo amassou. Ou mesmo vender a alma ao dito-cujo. Mas será que vale a pena tanto sacrifício? Com conhecimento de causa, Lauren Weisberger lança a questão com charme e bom humor em seu romance de estréia, ‘O Diabo Veste Prada’, que revela, em detalhes, histórias de personagens facilmente identificáveis no mundinho fashion de Nova York.
Observação da Pequena: Li há mais de 10 anos esse livro e marcou uma fase bem importante na minha vida. Tanto o livro quanto o filme! Recomendo muito.

2. A vingança veste Prada
Sinopse: Depois abandonar o emprego na Runaway há quase dez anos e se livrar da insuportável Miranda Priestly, Andrea Sachs agora é a bem-sucedida editora de uma revista de luxo sobre casamentos, a Plunge. Ao lado de Emily, antiga colega de trabalho e sua atual melhor amiga, sua vida não poderia estará melhor: além do sucesso do novo empreendimento, ela está prestes a casar com um dos solteiros mais cobiçados de Nova York. Mas uma semana antes do casamento, um fantasma do passado, ou melhor, um diabo, volta a assombrá-la.
Observação da Pequena: Tem resenha dele aqui.

3. À caça de Harry Winston 
Sinopse: Emmy estava a dois passos do casamento perfeito quando seu namorado a trocou pela personal trainer. Leigh é considerada o novo talento na editora onde trabalha, mas sua vida amorosa não anda tão bem quanto pensava. A brasileira Adriana odeia a palavra compromisso. Para ela, quanto mais homens melhor. As três amigas decidem fazer um grande pacto: mudar radicalmente suas vidas em um ano. Será que elas vão conseguir?
Observação da Pequena: Li esse livro há séculos e mega recomendo, gente! Não sei se rola uma resenha mega atrasada, mas caso alguém queira, me conta aqui nos comentários.

4. O diabo ataca em Wimbledon 
Sinopse: Quando a tenista queridinha dos americanos, Charlotte “Charlie” Silver, faz um pacto com o diabo — o treinador carrasco Todd Feltner —, é catapultada para um mundo de estilistas famosos, festas exclusivas, jogos beneficentes a bordo de iates gigantescos e encontros românticos com a realeza hollywoodiana. Sob a nova direção impiedosa de Todd, Charlie, a menina boa, já era. Todd só quer saber de Charlie, a “Princesa Guerreira”. Afinal de contas, ninguém chega ao topo sendo bonzinho. Revistas e blogs de fofocas seguem Charlie freneticamente em suas viagens pelo mundo perseguindo vitórias em Grand Slams e manchetes no Page Six. Mas, quando a estrela da Princesa Guerreira ascende dentro e fora das quadras, há um preço a pagar. Num mundo obcecado por aparências e celebridades, estaria Charlie Silver disposta a se perder para vencer a todo custo?
Observação da Pequena: É o mais novo da autora. Ganhei de niver e estou louca para embarcar. Pena que tem uma listinha de livros antes, mas acho que vai valer a espera!

5. Uma noite no Chateau Marmont
Sinopse: Brooke e Julian têm uma vida tranquila em Nova York: ela sustenta o casal com dois empregos, enquanto ele investe em sua carreira como músico. Finalmente, Julian é descoberto por um executivo da Sony e se torna um súbito sucesso, e suas vidas mudam para sempre. Os implacáveis paparazzi tanto insistem que conseguem emplacar uma foto escandalosa na imprensa – será que o casamento de Brooke vai sobreviver aos acontecimentos daquela noite fatídica no Chateau Marmont?
Observação da Pequena: Todas as capas são lindas, mas essa é a minha preferida. Ah! Ainda não li esse livro, mas está na minha listinha. 

***

Prontinho, pessoal. :) Podem opinar à vontade! Se eu não me engano, são seis livros que ela publicou no Brasil. Vale dar um Google. A escrita dela é bem leve e divertida. Ah! E quem quiser sugerir autores para eu preparar um top 5, só comentar.

Beijos, Carol.

Para relembrar: Top 5 – Jojo Moyes

Fan Page ♥  Instagram 


15
19.06.2017
* O que eu aprendi com 30 anos! ♥

Ei, Gente! Para quem não sabe, no último dia 17, completei 31 anos. :) Então, resolvi contar por aqui cinco coisas que aprendi aos 30 anos. Ah! Não necessariamente, você tem de aprender essas “lições” com essa idade, mas como isso aconteceu comigo, resolvi transformar todo esse aprendizado em um post. Espero que ajude de alguma forma. Boa leitura! ;-)

16864541_592455794279882_7420783568520235453_n

1. Tudo bem a sua vida não ser exatamente como você imaginou quando tinha 15 anos! 

Quando eu era mais nova, idealizava uma vida completamente diferente aos 30 anos. Pelas minhas contas, já era para eu estar casada com o cara dos meus sonhos, mãe de uma linda menina, escrevendo e publicando meus livros, colunista de alguma revista feminina, ganhando dinheiro com o blog e tal. Minha realidade? Morando com a minha mãe e minhas irmãs, desempregada, escrevendo por hobby e nem perto de casar e ter filhos. Acho que venho de uma geração, que as pessoas meio que colocavam uma idade limite em tudo, sabem? Se até aos 30, você não casar e nem ter filhos, por exemplo, ferrou. Já era o seu sonho!

Não cheguei a ter uma crise braba antes dos 30, mas sofri um pouco. Cheguei até me achar uma fracassada, mas aí eu vi aos poucos que tudo bem a minha vida não ser aquela que eu imaginava aos 15 anos. As coisas mudam e os objetivos também. Ainda tenho os mesmos sonhos, mas hoje eu sei que tudo acontece na hora certa. Nem antes, nem depois. Por mais clichê que seja. Ah! E que nada cai do céu! Tenho que fazer as coisas que dependem de mim e seja o que Deus quiser. ;-)

Minha vida pode ser diferente do que eu imaginei, mas isso não significa que ela seja ruim. Já conquistei tantas coisas! Claro que têm dias que eu me sinto um peixe fora d’água, mas quem nunca, né? Vale lembrar que cada um tem uma trajetória. A grama do vizinho pode até ser mais verde, mas a sua é totalmente sua, entendem?

2. As pessoas não mudam! 

Eu sempre soube disso, mas consegui finalmente transformar a teoria na prática. Mudar não é uma tarefa fácil. Ninguém muda da noite para o dia! E acho que a medida que vamos crescendo, essa mudança fica bem mais difícil. Por exemplo, tem parente que cisma que você tem de agir do jeito que ele acha melhor. Até então, ficava para morrer. Mas aprendi a fazer cara de paisagem. Essa pessoas são assim há anos, se não mudou até agora, não muda mais. Dá raiva, dá. Mas a melhor coisa é respirar e seguir em frente.

E caso não queira mais essa pessoa na sua vida, fique à vontade. Você não é obrigada a aturar certas coisas e tudo bem! Ah! Mas isso não te dá o direito de ser cruel. Ama muito essa pessoa e esse jeito não te prejudica em nada? Converse e se nada mudar, aceite e seja feliz também. Ninguém é perfeito! Tenta trocar a cara feia por um abraço. ;-)

3. Ganhei gordurinhas e sou muito mais feliz! 

Até uns 3 anos atrás, eu pesava uns 37/38 quilos. Ao contrário do que muitos pensam, não era muito feliz com o meu corpo. Hoje tenho 42 quilos e estou muito mais satisfeita! Mesmo com uma pequena “pochete” habitando o meu corpo hahaha. E gente, nem precisei colocar silicone no peito. Ganhei automaticamente hahaha! \o/  Tem gente que me olha e fala: nossa, como você engordou. Criticando mesmo! Quase caio na pilha, mas quando me olho no espelho, eu vejo uma Carol muito mais feliz. Corro na esteira, faço exercício, mas muito mais por saúde e para manter. Não quero nem engordar, nem emagrecer. Ah! Perdi muita roupa! Tive que renovar meu guarda-roupa, mas sem comprar por impulso. E hoje em dia, não demoro tanto para me arrumar. Não por não ter muita opção, mas por ter encontrado melhor o  meu estilo. Continuo com a mesma essência, mas de um jeito melhor. Meio que uma coisa levou a outra, sabem?

Enfim, acho que a gente tem que focar sempre no bem-estar e na saúde. Não porque está na moda ou algo do tipo! Essas gordurinhas a mais não foram de propósito, aconteceu naturalmente. O corpo muda mesmo, mas estou bem feliz com essa mudança.

4. Não é qualquer papo furado que tira o meu sono! 

Gente, eu sempre fui muito romântica. Quando eu ficava com um carinha, já sonhava acordada e com uma ligação no dia seguinte! E às vezes eu nem tinha curtido tanto, mas só pelo fato de ter alguém, sabem? Não que eu não seja mais romântica, mas hoje em dia não é qualquer papo furado que tira o meu sono. Hoje consigo aproveitar mais e se no dia seguinte não rolar nem uma curtidinha no Insta, fico de boa. Fico suspirando, mas sem sofrer. Sem me sentir a pior pessoa do mundo porque “ele não ligou”. Acho até que antes eu me arriscava mais e, por um lado, isso é bom. Mas sei lá, hoje eu prefiro me reservar mais. Quero alguém que bagunce a minha vida de uma forma boa! E aos poucos. Não que isso tenha de ser uma regra, mas tudo que vem muito rápido, vai muito rápido também. Ah! E aprendi a parar de espalhar aos sete ventos os meus sentimentos. Muita gente deseja o seu bem, mas outras só estão loucas para ouvir mais uma “história tosca”. ;-)

5. Sua raiva só atinge a você mesmo! 

Depois que consegui colocar na prática esse ditado, a minha vida melhorou tanto! Não é que você tenha que virar uma santa e não sentir raiva de nada e nem ninguém. Não mesmo! Mas aprendi que essa raiva realmente só atinge a gente. Nada vai mudar porque você está triste e tal. A pessoa que fez a besteira, muitas vezes não está nem aí. A situação que te deixou mal, não vai mudar. Tudo tem solução e, às vezes, a melhor solução é seguir em frente mesmo.

O que eu mais aprendi nessa idade, é desfocar de coisas que me deixam mal e não tem jeito.

***

É isso, gente! Claro que a minha vida não é um mar de flores. Têm dias que esses aprendizados não funcionam de jeito nenhum, mas ai no dia seguinte tudo passa. E, claro, é bom evoluir, mas manter a essência é fundamental. A listinha de coisas que aprendi vai além. Sou menos ansiosa, graças a ajuda de especialistas e também a minha força de vontade. Ah! Se não quero fazer algo, não faço. Mas também sei que, às vezes, é bom ceder. Mas sem ultrapassar os meus limites. Ainda não encontrei meu equilíbrio, mas hoje em dia estou muito mais perto. Enfim, seja bem-vindo, 31 anos. Assim, me assustei um pouco com a sua chegada, mas espero que ocorra tudo bem e que você me surpreenda.

19415629_644090179116443_1291032962_n

E agora contem: sua vida é como você imaginava com a sua idade atual? O que você aprendeu até hoje?

Beijos, Carol.

P.S: aceito parabéns atrasado hahaha!

Fan Page ♥  Instagram


16
18.05.2017
* Playlist: Top 5 – Maroon 5! ♥

Quem me conhece, sabe que eu sou completamente apaixonada por Maroon 5. Principalmente, pelo Adam Levine! Ele é gato, canta mega bem e já falei o quanto ele é gato? Daí, vi que ainda não tinha feito um top 5 das minhas músicas preferidas deles. Não são necessariamente letras maravilhosas, mas o ritmo é tão bom, que eu nem ligo para a letra. Enfim, bom post e apertem o play

tumblr_md73qguau51rvo6d9o1_500Top 5: Maroon 5! 

1. This Love 
Por quê? Foi a 1ª música deles que eu conheci e amava o clipe! Se eu não me engano, foi a música que lançou eles, mas não tenho muita certeza. Se alguém souber, conta aí. ;-)

2. Sunday Morning
Por quê? Ah! Essa música lembra uma fase tão boa da minha vida. Deixa a vida mais leve, sei lá.

3. Beautiful Goodbye
Por quê? Era a música que mais tocava no meu Ipod quando eu pegava o trem e ia para o Centro de Locarno (na Suíça). Tem uma vibe meio “viagem”!  ;-)

4. Lost Stars
Por quê? Gente! Quem assistiu ao filme “Mesmo se nada der certo”, sabe o motivo! É simplesmente maravilhosa essa música! Ainda não viu? Tem post aqui sobre! 

5. Sugar
Por quê? Porque sim! Mas o real motivo: eu sonho com o Adam invadindo o meu casório e sendo o culpado pela minha separação antes mesmo de eu dizer sim ao meu futuro marido! huahuahua ;-)

***

É isso, gente! Te encontro no Rock in Rio, Adam!  Agora me contem: quais são as músicas que vocês mais gostam deles? Aliás, tem alguém que não gosta? Se sim, me digam: por quê????? ;p

Beijos, Carol.

Post-Lembrete: Show Maroon 5 no Rio!

Fan Page ♥  Instagram


7
08.05.2017
* Top 5: Jojo Moyes! ♥

Ei, Gente! Como a autora Jojo Moyes está em solo brasileiro, resolvi selecionar cinco livros dela para o post de hoje. ♥ Nada mais justo, né? Fora que as capas são as mais lindas da vida. Daí, pode ser que esse fator capa tenha ajudado na minha seleção hahaha. Enfim, boa leitura! ;-)

Top 5 - Jojo Moyes - PJTop 5: Jojo Moyes! ♥
Crédito das Imagens: Saraiva / Crédito da Montagem: Pequena Jornalista 

1. A última carta de amor
Sinopse: Londres, 1960. Ao acordar em um hospital após um acidente de carro, Jennifer Stirling não consegue se lembrar de nada. De volta a casa com o marido, ela tenta, em vão, recuperar a memória de sua antiga vida. Por mais que todos à sua volta pareçam atenciosos e amáveis, Jennifer sente que alguma coisa está faltando. Então, ela descobre uma série de cartas de amor escondidas, endereçadas a ela e assinadas apenas por ‘B’, e percebe que não só estava vivendo um romance fora do casamento como também parecia disposta a arriscar tudo para ficar com seu amante. Quatro décadas depois, a jornalista Ellie Haworth encontra uma dessas cartas endereçadas a Jennifer durante uma pesquisa nos arquivos do jornal em que trabalha. Obcecada pela ideia de reunir os protagonistas desse amor proibido, Ellie começa a procurar por ‘B’, e nem desconfia que, ao fazer isso, talvez encontre uma solução para os problemas do próprio relacionamento.
Observação da Pequena: Eu tenho esse livro há séculos (com a capa antiga, que também é linda!). Lembro que comecei a ler, mas por algum motivo, abandonei bem no comecinho. Esse ano pretendo voltar e conto para vocês depois! ;-)

2. Paris para dois e outros contos
Sinopse: São dez pequenas amostras da escrita de Jojo Moyes! Nessa coletânea, o leitor embarcará em histórias curtas e divertidas. No conto que dá título ao livro, a jovem Nell planeja um final de semana romântico em Paris com o namorado e fica sabendo, já na estação, que ele desistiu de acompanhá-la. Sozinha em um país estrangeiro, ela descobre uma nova versão de si mesma, independente e corajosa. Outros contos incluem um assalto a uma joalheria com uma reviravolta amorosa, a história de uma mulher que passa um dia inteiro com os sapatos de outra pessoa e um shopping lotado de pessoas fazendo compras de Natal que vai revelar a uma esposa estressada o que de fato importa na vida. E em “Lua de mel em Paris”, que fecha a coletânea, Jojo Moyes brinda os leitores com um reencontro com as personagens do best-seller “A garota que você deixou para trás”.
Observação da Pequena: É a minha leitura atual e essa semana vai rolar resenha dele, ok? Spoiler: tô adorando! ;-)

3. O navio das noivas
Sinopse: Austrália, 1946. É terminada a Segunda Guerra Mundial, chega o momento de retomar a vida e apostar novamente no amor. Mais de seiscentas mulheres embarcam em um navio com destino a Inglaterra para encontrar os soldados ingleses com quem se casaram durante o conflito. Em Sydney, Austrália, quatro mulheres com personalidades fortes embarcam em uma extraordinária viagem a bordo do HMS Victoria, um porta-aviões que as levará, junto de outras noivas, armas, aeronaves e mil oficiais da Marinha, até a distante Inglaterra. As regras no navio são rígidas, mas o destino que reuniu todos ali, homens e mulheres atravessando mares, será implacável ao entrelaçar e modificar para sempre suas vidas. Enquanto desbravam oceanos, os antigos amores e as promessas do passado parecem memórias distantes. Ao longo da viagem de seis semanas — apesar de permeada por medos, incertezas e esperanças — amizades são formadas, mistérios são revelados, destinos são selados e o felizes para sempre de outrora não é mais a garantia do futuro que foi planejado.
Observação da Pequena: Aceito de aniversário (dia 17 de junho, anotem aí hahaha).

4. Como eu era antes de você
Sinopse: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.
Observação da Pequena: Se eu adorei o filme, imagino o livro! Tá na minha listinha de próximas leituras há séculos, mas esse ano eu risco ele de lá. Juro, juradinho! ;-)

5. Depois de você
Sinopse: Quando uma história termina, outra tem que começar. Lou está morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, ela cai do terraço. O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la. Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.
Observação da Pequena: É a continuação do livro “Como eu era antes de você” e tem uma das capas mais lindas. Concordam?

***

Prontinho, Gente! Todos os livros dela são publicados pela Intrínseca, se eu não me engano. Ah! Quem conseguiu uma dedicatória e uma foto com a Jojo, conta aqui. Pode me matar de inveja hahaha. E agora eu quero saber: qual é o top 5 de vocês? ;-)

Beijos, Carol.

Fan Page ♥  Instagram 


6
23.04.2017
* {Beda 23} – Dia Mundial do Livro: cinco “chick lit” que indico! ♥

Ei, Gente. Para quem não sabe, hoje é o Dia Mundial do Livro Daí, decidi selecionar cinco livros que li nos últimos dois anos do gênero que mais amo no mundo: chick lit. Espero que gostem e bom dia do livro para vocês! ;-)

Post Chick Lit - Top 5Top 5: Chick Lit! 
Crédito das imagens: Saraiva / Crédito da montagem: Pequena Jornalista 

1. Um presente da Tiffany (Melissa Hill)
Sinopse: É véspera de Natal em Nova York e, na clássica loja Tiffany da Quinta Avenida, dois homens estão em busca de um presente para as mulheres que amam. Gary escolhe uma pulseira de última hora para a namorada, Rachel, como agradecimento por ela ter dado de presente a viagem de seus sonhos (Fim de ano em NY). Já Ethan procura algo especial para Vanessa, a mulher com quem pretende casar e reconstruir a vida. Viúvo e com uma filha de apenas oito anos, ele sabe que encontrará o anel de noivado perfeito na loja ideal. Tudo ok até então. Porém, após um acidente, as sacolas com os dois presentes são trocadas.
Observação da Pequena: O tipo de livro que faz com que a gente queira sentir a magia da famosa caixinha. Quem quiser ler a minha opinião, clique aqui. ;-)

2. Um noite com Audrey Hepburn (Lucy Holliday) 
Sinopse: A história gira em torno da atriz Libby Lomax, uma maníaca por filmes clássicos de Hollywood e que não vê muita graça na sua vida. Sua mãe vive tentando arrumar trabalhos para ela atuar, porém tudo vira de cabeça para baixo quando ela é expulsa do set de filmagens de uma série na frente do elenco todo, incluindo o maravilhoso ator Dillon O’Hara. Para tentar relaxar e esquecer esse dia, ela decide ir para o seu minúsculo apartamento, se jogar no sofá e assistir pela milésima vez o seu filme preferido: Bonequinha de Luxo. O que era para ser uma “sessão” sozinha, ela acaba se surpreendendo com a presença da própria Audrey Hepburn.
Observação da Pequena: Imagina dar de cara com a própria Audrey Hepburn? No seu sofá? Muita emoção, gente! hahaha ;p! Ah! É uma trilogia e, em breve, vou ler os outros dois e conto para vocês. Ah! Quem quiser ler a minha opinião, clique aqui. ;-)

3. Becky Bloom ao resgate (Sophie Kinsella) 
Sinopse: A consumista do mundinho literário está de volta em uma missão de resgate – com muitas encrencas e confusões, claro! Neste livro, Becky, a família e seus melhores amigos estão a caminho de Las Vegas dentro de um trailer. Nossa protagonista fará tudo que estiver ao seu alcance para descobrir o que há por trás do sumiço do seu pai e do marido de Suze. Becky sabe que sua tarefa não é nada fácil, mas está disposta a fazer o que for preciso para desvendar todo esse mistério, inclusive colocar em prática o plano mais audacioso de todos os tempos.
Observação da Pequena: Falar de chick lit e não falar da Sophie Kinsella? Impossível. Quem quiser ler a minha opinião, clique aqui. ;-)

4. O pulo da gata (Fernanda França) 
Sinopse: Maggie May é uma veterinária que carrega um sonho: se casar como manda o figurino! O noivo nem importa tanto, contanto que seja alto e que a faça usar um vestido branco numa linda cerimônia religiosa. Também não pode faltar uma festa inesquecível (com todos os seus amigos e familiares), lua de mel e o tão esperado “felizes para sempre“. Através de um site de encontros, Maggie conhece o misterioso (e põe misterioso nisso) Felipe e, claro, que logo de cara ela tem certeza de que é o príncipe que vai esperá-la no altar. A vontade de alterar o seu estado civil é tão giga, que ela ignora tudo e todos.
Observação da Pequena: Se você procura uma autora brasileira que escreva chick lit, por favor, anote essa dica: Fernanda França! De nada! ;p Quem quiser ler a minha opinião, clique aqui.

5. Quando saturno voltar (Laura Conrado)
Sinopse: Déborah Zolini tem uma vida, aparentemente, estável. Um namorado, sonha com o casório e trabalha como assessora de imprensa de um time de futebol de segunda divisão. Mas durante uma viagem para o Chile, ela conhece a Cigana Saphira, que avisa: o Retorno de Saturno, um fenômeno astrológico que acontece às vésperas do aniversário de trinta anos, está se aproximando. Quando a Déborah volta ao Brasil, começa a perceber sinais de que grandes mudanças estão por vir.
Observação da Pequena: Outra autora brasileira que merece todo nosso amor e gratidão por escrever histórias desse gênero que marcam: Laura Conrado! E quem quiser ler a minha opinião sobre esse livro, clique aqui. ;-)

***

É isso, gente! Claro que a lista vai além, sempre estou lendo esse gênero. Depois faço um segundo post sobre o mesmo tema, ok? E quem tiver sugestão, fique à vontade. 

Beijos, Carol.

Fan Page ♥ Instagram 


14

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017