21.08.2020
* Beda 21 – Top 5: Bee Mine! ♥

Ei, Gente! :) Para o post do dia, trouxe mais um top 5 para vocês. Dessa vez, vou mostrar alguns dos meus itens favoritos da Bee Mine. A propósito, essa papelaria online cedeu um kit maravilhoso para o sorteio que está rolando lá no Insta do PJ. Vamos lá? ♥

Aliás, já falei algumas vezes sobre essa lojinha aqui no blog. Além dos produtos incríveis, a Jess nos proporciona uma experiência perfeita, sem defeito. A cada caixinha que chega, o dia fica mais fofo e a gente vê o quanto de amor e dedicação tem lá dentro.

A Bee Mine, que nasceu em 2017, revende produtos de grandes marcas, mas ano passado (2019) ela começou a criar itens próprios, que são lindos e alimentam o nosso lado #aloucadapapelaria. Então, vamos conhecer alguns dos meus produtinhos preferidos? ;-)

Crédito das Imagens: Bee Mine
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. Bloco de notas Abrace suas ideias
Observações da Pequena:
Faz parte da cartela de produtos próprios da Bee Mine e dá uma peninha de usar. Porém, deixa a nossa vida mais organizada e inspirada a realizar sonhos e simples desejos. Para saber mais, é só clicar aqui.

2. Kit de Adesivos Um dia de cada vez
Observações da Pequena:
Mais um item exclusivo da protagonista do post do dia. Perfeito para decorar o planner, o diário de leitura ou, até mesmo, dar um toque a mais no laptop. Têm frases motivacionais e outras coisinhas que a gente ama! Também tenho peninha de usar, mas vou usar hahaha. Quer saber mais detalhes? Vem aqui.

Crédito das Imagens: Bee Mine
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

3. Caneta Julie Vermelha
Observações da Pequena:
Todas as canetas que eu já comprei na Bee Mine não vão embora depois da tinta acabar. Porque além de cumprirem a sua função, a identidade visual (digamos assim) é tão linda, que dá um toque a mais na decor do home office. Essa vermelha eu ainda não tenho, mas pretendo. Pretende também? Corre aqui.

4. Tesoura Gold
Observações da Pequena:
Eu acho essa tesoura a cara da riqueza! Sempre que uso aqui em casa, acabo pegando a da cozinha e estou pensando em investir em uma dourada assim. Porque item de papelaria é útil, porém, inspira a nossa rotina fluir mais também, não concordam? Para mais informações, clique aqui.

5. Kit de Washi Tapes Anna
Observações da Pequena:
Eu sou mais #teamadesivos, mas não dispenso uma washi tape. E eu estou apaixonada por esse kit, que só não acrescentei na minha última comprinha, porque o meu cartão de crédito não permitiu. Mas em breve vou acrescentar no meu carrinho. Se você quiser ir pelo mesmo caminho, corre aqui. ♥

***

É isso, pessoal. :) Estou muito feliz com essa parceria, afinal, eu realmente sou consumidora da Bee Mine e confio de olhos fechados na marca! E todas as comprinhas vêm com cartões postais lindos e marcadores de livros perfeitos. Então, recomendo.

Ah! Quer participar do sorteio? Só passar nesse post do meu Insta. Você tem até o dia 26 de agosto (23h59). Mas também não deixe de passar no site e conferir as news. É muito fofurice em um único lugar. ;-) No mais, podem opinar à vontade.

Beijos, Carol. ^^

Post Antigo: Top 5 – Banca do Bem
Fan Page ♥  Instagram


6
11.08.2020
* Beda 11 – Top 5: Banca do Bem + Surpresa! ♥

Ei, Gente! :) Como vocês sabem, o Pequena Jornalista completa 11 primaveras no próximo dia 20. E nessa trajetória, uma das parcerias efetivas do blog é a Banca do Bem, que faz parte da Editora Mol.

Quem é antigo aqui nesse cantinho sabe do meu carinho por eles, que a propósito sempre apoiam causas sociais na venda dos seus produtos. Nada que a gente encontra na loja virtual está ali por acaso!

A minha primeira paixão foi a Revista Sorria, com matérias relevantes, mas que nos fazem sorrir de orelha a orelha e transmitem esperança nesse mundo. E logo depois me apaixonei por outros itens! Falando nisso, trouxe o meu top 5 dessa marca, que eu tanto admiro. Vamos lá? ♥

Crédito das Imagens: Banca do Bem
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. Revista Sorria
Observações da Pequena:
Eu lembro de ter visto essa publicação na Droga Raia e me apaixonei. Minha mãe sempre quando vai nessa farmácia, compra para mim e, às vezes, eu e ela compramos e ficamos com edições repetidas, mas a gente nem liga hahaha. São matérias que realmente transmitem felicidade e transbordam amor. Uma revista que nunca me canso de ler! E foi a Sorria que me fez conhecer a Editora Mol e a Banca do Bem. Inclusive, há séculos visitei a redação e foi um dos momentos mais divertidos da minha vidinha!
Causa: Quem compra a revista, de quebra, ajuda o GRAAC. Para mais informações, só clicar aqui.

2. Calendário dos Bichos de estimação
Observações da Pequena:
Falou em bicho de estimação, falou comigo. Eu sou apaixonada por eles, principalmente, por doguinhos! Aliás, a Jeanninha (minha cachorrinha) ficou toda feliz quando eles mencionaram ela na cartinha, quando enviaram um dos calendários aqui para casa. O produto é repleto de fotos com alerta máxima de fofurice e ajuda a planejar todos os dias!
Causa: Quem compra o calendário, de quebra, ajuda a Proteção Animal em diversos lugares do país. Por exemplo, a Instituição Focinhos de Luz. Para saber mais, só clicar aqui.

Crédito das Imagens: Banca do Bem
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

3. Livro As melhores coisas da vida
Observações da Pequena:
Esse produto faz parte da família da Revista Sorria. São textos incríveis que mostram as melhores coisas da vida de um jeito simples e inspirador. Inclusive tem um que fala sobre livros e que todo leitor que se preze vai se identificar. Enfim, essa publicação não poderia ficar de fora do meu top 5.
Causa: Assim como a Sorria, um livro vendido significa uma doação para o GRAAC. Para saber mais informações, corre aqui.

4. Planner Desenhe seu amanhã
Observações da Pequena:
Eu sou a louca da papelaria assumida e quando a Banca do Bem me enviou de presente esse planner lindo, fiquei tão feliz! Eu já tinha comprado um e ainda não consegui dar conta de dois. Mas é bem provável que em 2021 eu use diariamente ele, já que não é datado! Para quem quiser conhecer um pouco mais, fiz um post aqui no PJ dando mais detalhes.
Causa: Na compra de um, você doa 1 hora de aula para crianças e jovens da ONG Vocação. Quer mais informações? Clique aqui.

5. Bolsa Tote – O Futuro cabe aqui
Observações da Pequena:
Essa bolsa eu ainda não tenho, mas está na minha wishlist. O material é sustentável e cabe desde compras do mercado até livros e outros itens essenciais! Fora que o designer é clean e lindo! E o que dizer do nome dela? Achei criativo e tudo a ver com a proposta, né?
Causa: Quem compra a Tote doa 1 dia de aula para mulheres do Instituto Rede Mulher Empreendedora. Para saber mais detalhes, clique aqui!

***

É isso, gente! MENTIRA! Tem mais uma coisinha para complementar esse post especial. Consegui com o pessoal da Banca do Bem um cupom para os leitores do PJ \o/!

Nas compras acima de R$ 60,00, vocês preenchem com o código jornalista11 e ganham 5% de desconto! Então, corre lá no site deles, que tem muita coisa bacana e com um propósito que vai além! Ah! Esse mimo vale até o dia 30 de setembro de 2020. ♥

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

Ah! Em breve, só estou acertando alguns detalhes, vai ter sorteio lá no Insta do blog. E, claro, a Banca do Bem cedeu um planner deles! Mais para frente dou mais informações, ok? :)

É isso, pessoal. Espero que gostem! E se alguém comprar algo, me conta. Vou adorar saber. No mais, podem opinar à vontade! ♥

Beijos, Carol.

Post Antigo: Conhecendo a Redação da Revista Sorria
Fan Page ♥  Instagram


12
22.07.2020
* Top 5: Colleen Hoover! ♥

Ei, Gente! :) Há séculos não faço um top 5 de algum autor por aqui. Então, para o dia de hoje hoje escolhi uma escritora que volta e meia leio uma resenha na blogosfera: Colleen Hoover. Como ainda não li nada dela (absurdo, eu sei), essa lista vai me ajudar a embarcar em algumas de suas histórias. Vamos lá? Boa leitura! ♥

Crédito das Imagens: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. Todas as suas (im)perfeições
Sinopse:
Quinn e Graham se conhecem no pior dia de suas vidas… Ela chega mais cedo de uma viagem para surpreender o noivo, ele testemunha a traição da namorada. E é assim que ambos acabam no corredor de um prédio, trocando confidências, biscoitos da sorte e palavras de conforto. Meses mais tarde, eles se reencontram. Graham está convencido de que são almas gêmeas. Quinn jamais se sentiu dessa forma antes. Nenhum deles desiste do amor que sentem. Até que ambos se deparam com uma luta: ter filhos. Quinn não pode engravidar e Graham não é um candidato para adoção por conta de um erro do passado.
Observação da Pequena: Li uma resenha hoje e me deu muita vontade de embarcar nessa história, que a propósito me lembrou o livro “Meus dias com você“.

2. É assim que acaba
Sinopse:
Lily é uma jovem que se mudou para Boston. Formada em marketing, abriu a própria floricultura. E é em um dos terraços de Boston que ela conhece Ryle, um neurocirurgião confiante, teimoso e talvez até um pouco arrogante, com uma grande aversão a relacionamentos, mas que se sente muito atraído por ela. Quando os dois se apaixonam, Lily se vê no meio de um relacionamento turbulento que não é o que ela esperava. Mas será que ela conseguirá enxergar isso, por mais doloroso que seja?
Observação da Pequena: Tenho esse livro aqui em casa e acho que vou começar por ele. Já li resenhas positivas sobre a história e acredito que seja tensa, mas que rende bons aprendizados.

3. Talvez um dia
Sinopse:
Sydney acabou de completar 22 anos e já fez algo inédito em sua vida: socou a cara da ex-melhor amiga. Até hoje, ela não podia reclamar da vida. Um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento… Tudo bem, até descobrir que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Então, ela encontra abrigo na casa de Ridge e, claro, sente uma enorme atração. Mas ele tem namorada e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora.
Observação da Pequena: Se eu não me engano, é um dos livros mais famosos da Colleen. E descobri hoje que tem continuação. Acrescentei na listinha, porque acho que a história deve prender bastante!

4. Verity
Sinopse:
Verity Crawford é a autora best-seller por trás de uma série de sucesso. Ela está no auge de sua carreira, até que um súbito acidente acaba interrompendo suas atividades, deixando-a sem condições de concluir a história… E é nessa complexa circunstância que surge Lowen Ashleigh, uma escritora à beira da falência convidada a escrever, sob um pseudônimo, os três livros restantes da já consolidada série. Para que consiga entender melhor o processo criativo, Lowen decide passar alguns dias na casa dos Crawford. Quanto mais o tempo passa, mais ela percebe que está envolvida em uma confusa rede de mentiras e segredos.
Observação da Pequena: Já li algumas resenhas que me deram muita vontade de embarcar nesse thriller. Mas outras me despertaram um medo, que pensei em deixar para lá hahaha. Coloquei na listinha e quando eu tiver coragem, eu leito hahaha.

5. Novembro 9
Sinopse:
Fallon conhece Ben, um aspirante a escritor, bem no dia da sua mudança de Los Angeles para Nova York. A química instantânea entre os dois faz com que passem o dia inteiro juntos. A mudança de Fallon é inevitável, mas eles prometem se encontrar todo ano, sempre no mesmo dia. Até que rola uma suspeita de que o conto de fadas do qual faz parte pode ser uma fabricação de Ben em nome do enredo perfeito.
Observação da Pequena:
Esse eu também sempre escuto falar e não tinha ideia do que se tratava de fato. Também despertou a minha curiosidade! ♥

***

É isso, pessoal. :) Uma das minhas metas literárias desse ano é ler algum livro da Jane Austen e inclui um da Colleen também! Quem quiser me indicar algum outro da autora, fica à vontade. E me contem qual autor vocês querem ver no Top 5.

Beijos, Carol.

Post Antigo: Top 5 – Livros que falam de livros!
Fan Page ♥ Instagram  


3
26.05.2020
* Top 5: livros que nunca imaginei ler e li! ♥

Ei, Gente! :) Se tem uma coisa que tenho feito durante a quarentena é sair da zona de conforto. Apesar de dar preferência a leituras mais leves, li alguns livros que nunca imaginei embarcar. Pensando nisso, trouxe cinco histórias literárias (a maioria não é recente) que se encaixam nesse perfil. Vamos lá? ♥

Crédito das Imagens: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. A menina que roubava livros (Markus Zusak – Editora Intrínseca)
Sinopse:
Horas depois de ver seu irmão morrer nos braços de sua mãe, que era comunista, Liesel Meminger é adotada por Hans e Rosa Hubermann. Ao entrar na nova casa, trazia escondido na mala “O Manual do Coveiro”, livro que o rapaz que enterrou o seu irmão deixou cair na neve. Foi o primeiro dos vários livros que Liesel roubaria. O começo de uma carreira brilhante! Através dos livros, Liesel descobre um mundo diferente do cenário triste de uma guerra, que transformava a Alemanha diariamente. Ela descobre o real significado do amor, da amizade e da lealdade. E as palavras que Liesel encontrou nessas páginas seriam mais tarde aplicadas ao contexto da sua própria vida, sempre com a assistência de Hans, pai adotivo mais amável do mundo, e Max Vandenburg (o judeu do porão), Rudy Steiner e a Morte, que a propósito é a narradora do livro, que testemunhou a dor e a poesia da época em que Liesel teve sua vida salva diariamente pelas palavras.
Observação da Pequena: Quem acompanha o blog há séculos sabe que esse livre foge totalmente do gênero literário que eu amo. Mas por conta de uma desilusão amorosa, decidi na época que embarcaria em outros livros e esse foi o escolhido! Nunca foi tão bom sair da minha zona de conforto, gente! Quem quiser saber mais, tem um post completinho aqui.

2. Divergente (Veronica Roth – Editora Rocco)
Sinopse:
Uma versão futurista da cidade de Chicago, a sociedade se divide em cinco facções dedicadas ao cultivo de uma virtude – a Abnegação, a Amizade, a Audácia, a Franqueza e a Erudição. Aos dezesseis anos, numa grande cerimônia de iniciação, os jovens são submetidos a um teste de aptidão e devem escolher a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas. Para Beatrice, a difícil decisão é entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é – não pode ter os dois. Então, faz uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma.
Observação da Pequena: Como eu soube que os atores do filme eram os protagonistas da história “A culpa é das estrelas”, decidi assistir no cinema. E me apaixonei tanto, que assim que sai do cine, fui correndo na livraria. Jamais imaginei gostar dessa distopia, mas amei e devorei em poucos dias o livro. Só não animei em ler os outros!

3. Todo mundo tem um anjo da guarda (Pedro Siqueira – Editora Sextante)
Sinopse:
Neste livro, o autor conta sobre esse universo dos anjos! Ele mostra uma visão geral das criaturas celestes, explica que é possível ver nossos anjos da guarda e,  até mesmo, saber seus nomes. E não para por aí: Pedro explica como podemos nos comunicar com eles para estreitar os laços com Deus.
Observação da Pequena: Eu não tenho intimidade com livros religiosos. No comecinho, não sabia se tinha feito a melhor escolha para sair da minha zona de conforto. Mas depois a leitura fluiu e, independente, da sua religião as mensagens são incríveis e dão paz! Falei mais sobre aqui.

Crédito das Imagens: Amazon e Arqueiro
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

4. Coragem (Rose McGowan – Editora Harper Collins)
Sinopse:
Rose McGowan se tornou uma das atrizes mais desejadas de Hollywood da noite para o dia. Mas o que seria um sonho, virou logo um inferno pessoal e, com o tempo, ela se reemergiu como um ícone feminista ao expor verdades sobre a indústria hollywoodiana. Mas sua história começou muito antes: aos 13 fugiu de casa e viveu de forma instável, morando e saindo das ruas. Até que foi descoberta por Hollywood, viu seu estrelato se tornar um verdadeiro pesadelo de exposição e sexualização constantes. Um mercado machista a tornou, sem consentimento, em apenas um produto, excluindo sua identidade e imagem, tudo em nome do lucro. Mas o que essa seita não esperava, aconteceu: ela não ficou calada e voltou expondo as verdades, incluindo os crimes cometidos por Harvey Weinstein, um produtor cinematográfico, que tem coleções de denúncias de assédios sexuais. Um livro de memórias, em forma de manifesto honesto e sem censura alguma!
Observação da Pequena: É uma leitura extremamente necessária e que ensina muito. Mas é um livro pesado e que marca. Não é que não valha a pena sair da zona de conforto com ele, porém, é sempre uma história que vou lembrar de um jeito bem triste. Quem quiser saber um pouco mais, é só clicar aqui.

5. A Gaiola de Ouro (Camilla Läckberg – Editora Arqueiro)
Sinopse:
Jack e Faye começaram a namorar na faculdade. Ele é um garoto criado em berço de ouro. Ela é uma jovem que se esforçou para enterrar um passado sombrio. Quando ele decide criar uma empresa, ela deixa os estudos e passa a trabalhar de dia, dedicando as noites a traçar a estratégia do novo negócio. A companhia se torna um sucesso bilionário, mas Faye fica apenas cuidando da filha em casa e sendo exibida pelo marido, que toma todas as decisões da empresa. Um dia, Faye descobre que ele tem um caso e a bela fachada de sua vida desmorona. De uma hora para outra, ela está sozinha, emocionalmente abalada e sem nenhum centavo. Mas Jack está prestes a receber o que merece, e muito mais.
Observação da Pequena: Esse foi o que me tirou da zona de conforto nessa quarentena. Logo eu que sempre indico leituras leves! Mas mesmo sendo uma história mega pesada, a escrita te prende do início ao fim. Não quero ler um thriller psicológico tão cedo, mas gostei de ter riscado esse desafio de leituras. Para mais informações, corre nesse post. ♥

***

Moral da história: acho importante lermos o que amamos. Mas se arriscar e sair da zona de conforto pode render aprendizados, experiências diferentes e, até mesmo, livros que entram para a sua lista de favoritos da vida (no meu caso: A menina que roubava livros).

Então, leia o que te agrada. Em contrapartida, não há problema algum aceitar desafios literários. ;-) Agora me conta: qual livro te fez sair do mesmo? No mais, podem opinar à vontade! ^^

Beijos, Carol.

Post Antigo: Top 5 – Distopias
Fan Page ♥ Instagram  


9
15.05.2020
* Um chick-lit que mudou a sua vida! ♥

Sou uma leitora que tem saído da zona de conforto da leitura. Mas entra gênero e sai gênero, eis o que mais deixa a minha vidinha leve: chick-lit. Sei que rola uns preconceitos em relação a esse tipo de livro, porém posso dizer com toda a certeza que comédias românticas literárias são capazes de mudar a vida! Tudo bem não gostar, mas não tem nada a ver dizer que elas não acrescentam nada no dia a dia do leitor. ;-)

Enfim, não é um post para dar esporro (sei que tem gente que não gosta, mas mega respeita). É apenas para fazer refletir e também para mostrar cinco livros que amigas-leitoras indicaram lá na caixinha de perguntas do meu Instagram. Se você tem curiosidade, quer indicar para alguém e/ou gosta e quer dicas para essa quarentena de histórias bem-humoradas e levinhas, acho que vai gostar do post. Então, vamos lá? ♥

Crédito das Imagens: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. O Segredo de Emma Corrigan (Sophie Kinsella – Indicação da Dani, do blog “Dani que Disse“)
Sinopse: Durante uma viagem de avião bem turbulenta, Emma acredita que não sobreviverá aos solavancos, e acaba contando todos os seus segredos para o homem sentado na poltrona ao lado. Quando a aeronave pousa em segurança, ela pede desculpas ao companheiro de voo pelo desabafo, pensando que nunca mais veria aquele estranho bonitão. No dia seguinte, no entanto, ela descobre que seu colega de viagem era ninguém menos que Jack Harper, um dos fundadores da grande Corporação Panther, empresa na qual Emma trabalha como assistente de marketing.
Observação da Pequena: Eu sou suspeita, porque eu amo a Sophie hahaha. Mas esse livro é muito divertido e leve. Perfeito para essa quarentena também! Queria muito assistir a adaptação do filme, mas não acho em nenhuma plataforma.

2. É agora… Ou nunca (Marian Keys – Indicação da escritora Aimee Oliveira)
Sinopse: O destino entrará em cena sem pedir licença, mudando as vidas de três amigos de forma totalmente inesperada e muito divertida! Tara, Katherine e Fintan são amigos inseparáveis. Tara namora há dois anos, mas a relação está cada dia pior. Katherine se desiludiu aos 19 anos e nunca mais se abriu para o amor. Até que Fintan, o ponto de equilíbrio na amizade dessa dupla, revela que tem uma séria doença. Com isso, as duas amigas prometem fazer tudo que o amigo pedir. Graças às suas exigências malucas, Fintan assistirá de camarote às mudanças – para melhor, claro – nas vidas de Tara e Katherine.
Observação da Pequena:
Eu tenho uma relação de amor e não muito amor com a autora. Alguns livros acho que ela enrola muito, mas outros aquecem o meu coração. E eu acho que esse pode ser um deles! E, gente! A Aimee escreve livros do gênero, que são maravilhosos. Você encontra resenha aqui no PJ.

3. O Diário de Bridget Jones (Helen Fielding – Indicação da artista Juliana Bittar)
Sinopse: Um romance em forma de diário, que fala sobre a vida de Bridget Jones. uma solteira de trinta e poucos anos, que luta com todas as forças para emagrecer. encontrar um namorado. parar de beber e largar o cigarro.
Observação da Pequena: Até o fim da quarentena eu leio ou pelo menos esse ano ainda hahaha.

Crédito das Imagens: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

4. O Diário da Princesa (Meg Cabot – Indicação da Lila, do blog “O Dia da Lila“)
Sinopse: Mia Thermopolis é uma típica adolescente americana que recebe uma notícia que vira sua vida de ponta cabeça. Mia sabe que é fruto de um caso que sua mãe teve há muitos anos e só vê o pai nas férias e no Natal. Mia descobre que seu pai é um príncipe. Ou seja, de uma hora para outra a jovem é a única herdeira do trono da Genovia. Sendo uma princesa e na verdade se chamando Amelia Mignonette Grimaldi Thermopolis Renaldo, a vida dela muda completamente.
Observação da Pequena: Eu sempre amei muito o filme, mas nunca parei para ler o livro. Quem sabe nessa quarentena, né?

5. Como quase namorei Robert Pattinson (Carol Sabar – Indicação da escritora Teca, do blog “Casos, Acasos e Livros“)
Sinopse: Aos 19 anos, Duda é literalmente viciada na saga Crepúsculo. Através de um perfil secreto na internet, ela se comunica com outras fãs de Crepúsculo que, assim como ela, estão totalmente convencidas de que não há garoto no mundo que valha um dente canino do vampiro Edward Cullen. Em Nova York, onde ela faz planos mirabolantes para conhecer pessoalmente Robert Pattinson, o ator que interpreta o vampiro nos cinemas. Mas, após um incidente com seus únicos (e insubstituíveis!) livros da saga, Duda entra em verdadeiro surto de desespero. Só que ela não espera conhecer Miguel Defilippo, seu vizinho na ilha de Manhattan, que é a cara do ator Robert Pattinson!!
Observação da Pequena: Fato que eu vou amar esse livro!! Afinal, eu já fui apaixonada por ele e pela saga igual a Duda. Estou lendo um agora e o próximo acho que vai ser esse. Ah!!! A Teca escreve livros maravilhosos e aqui no PJ você acha resenha de alguns. ♥

***

Muito obrigada, meninas! ♥ O bom desses posts é que a gente fica conhecendo um monte de livros novos e a nossa listinha de próximas leituras fica ainda mais giga hahaha!

Ah! O motivo pelo qual elas gostam tanto dessas histórias eu não sei ao certo. Esqueci desse mero detalhe hahaha (foi mal, gente)! Mas na real não importa muito, com certeza o importante é que esse gênero muda o nosso dia a dia e rende ótimas gargalhadas e aquece o coração.

Agora me contem: qual é o chick-lit que mudou a vida de vocês? E para quem não lê muito esse gênero, qual é o favorito? No mais, podem opinar à vontade! ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Top 5 – Sophie Kinsella (Parte 2)
Fan Page ♥ Instagram 


14

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2020