09.10.2018
* PJ Leu: Em outra vida, talvez? ♥

Ei, Gente! :) E a dica literária da semana é: “Em outra vida, talvez?“, da escritora Taylor Jenkins Reid. Publicado pela Record, o livro me ganhou pela capa, mas o conteúdo é tão mara, que a gente fica triste quando acaba. Gera uma ressaca literária (no sentindo bom) daquelas hahaha! Enfim, vamos lá? Boa resenha para vocês! 

PJ Leu - Em outra vida talvezLivro: Em outra vida, talvez? | Editora: Record | Autora: Taylor Jenkins Reid
Crédito da Imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: cinco livros!

Sinopse: Hannah Martin tem quase 30 anos e ainda não encontrou seu lugar no mundo. Ela já morou em Boston, Washington, Portland, Seattle, Austin, Nova York e agora está de volta a Los Angeles. Ela acha que é em sua cidade natal, perto de Gabby, sua melhor amiga, que vai conseguir superar uma grande decepção amorosa e, finalmente, colocar a vida nos trilhos. Para comemorar a mudança, resolve reunir velhos amigos em um bar.

E é lá que encontra um antigo amigo, ex-namorado: Ethan. No fim da noite, tanto ele quanto Gabby lhe oferecem carona. Em universos paralelos, conhecemos as duas possíveis escolhas. Ambas com desdobramentos diferentes, mas que fazem parte dela e ensinam o leitor que a vida é feita de escolhas. Boas e ruins, que podem mudar completamente o destino de cada personagem. O resultado? Só lendo mesmo! 

Minha opinião: A capa é linda e o conteúdo mais incrível ainda. No começo, dá a sensação de que a gente vai se perder. Cada capítulo é dedicado ao desdobramento de cada escolha da noite “D”. Mas dá para acompanhar direitinho. É incrível, como uma simples decisão, muda todo rumo de uma vida. Fiquei pensando: será que em uma vida paralela, estou levando dias totalmente diferentes? Talvez, por esse motivo, a gente tenha a sensação, às vezes, de “conheço aquela pessoa de algum lugar” e por aí vai. Mas vai saber… ;p!

Amei e devorei esse livro, como não devoro uma leitura há séculos. Os personagens são incríveis e cada um tem uma importância nas duas vidas da Hannah. Achei bem bacana que em uma das escolhas, conhecemos o valor da família da nossa protagonista. Às vezes, a forma de demonstrar o amor é diferente do que imaginamos, mas continua sendo amor. E o que seria trágico, a autora soube construir uma história apaixonante. Alguns momentos de raiva. Outros só de suspiro!

É um daqueles livros que a gente gostaria de ser amiga da protagonista e queria filme, mas sem mudar nada, ok produção? hahaha =) E, aos poucos, alguns personagens se cruzam e tudo se encaixa. São assuntos relevantes e que nos ensinam, principalmente, que nenhuma escolha é à toa. Tudo tem o lado bom! Amei todos os amigos e familiares que rondam cada página. A família da Gabby é a mais fofa e Ethan é o meu preferido, mas o enfermeiro não fica de fora.

Recomendo e muito a leitura, que a propósito é leve, divertida e que faz a gente suspirar do começo ao fim! E o título? Tudo a ver com o que encontramos nos capítulos. Louca para ler mais livros dessa escritora. Nunca te pedi nada, Record, entre outras editoras do Brasil. ;-)

Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica! 

Beijos, Carol.

Para ler: Poesia que transforma 

Fan Page ♥ Instagram 


1

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2018